‘BBB 14’ não terá casa de vidro nem ex-participantes

Nos próximos capítulos de “Amor à Vida” (Globo), Valdirene (Tatá Werneck) pode acabar em uma casa de vidro em um shopping, em busca do sonho de entrar no “Big Brother Brasil”.

Na vida real, a famosa casa de vidro que durante anos valeu passaportes para o confinamento em rede nacional foi extinta.

A 14ª edição do “BBB”, que estreia no dia 14 de janeiro, não terá casa de vidro, nem participantes famosos.

Diferentemente de edições anteriores, ex-BBBs não poderão concorrer novamente ao prêmio milionário.

A Globo resolveu colocar no reality show 20 participantes — quatro a mais que na edição passada— totalmente desconhecidos do grande público. Em 2010, o ex-BBB Marcelo Dourado venceu o programa.

Na nova edição, todos os integrantes passarão por provações desde o primeiro dia de confinamento. Não haverá cama em nenhum dos quartos. Os participantes vão se acomodar em futons, tradicionais colchões japoneses. A decoração da casa é assinada pela cenógrafa Camila Costa.

O reality show, que tem como prêmio R$ 1,5 milhão, já teve suas seis cotas de patrocínio renovadas pelos anunciantes, por cerca de R$ 26,9 milhões (preço de tabela, sem descontos) cada uma.

Folha

    Nenhum Comentário