Publicidade

FLORÂNIA: Choveu 92mm no sítio Caiçara entre a quarta-feira de Cinzas e esta quinta-feira

Por Interino

As chuvas voltaram a molhar o sítio Caiçara, na zona rural de Florânia, que registrou 40 milímetros nesta quarta-feira de Cinzas e 52 milímetros nesta quinta-feira (02).

A foto e informações foram repassadas por Hermínio Oliveira.

Comentários (3) enviar comentário
  1. Manoel Lucas disse:

    Excelente

  2. Brasileiro disse:

    🙏🙏🙏🙏Deus seja louvado

Publicidade

VÍDEO: Leitor reclama de barulho de rachas de motos durante a noite na Rota do Sol

Por Interino

 

Um leitor do Blog reclamou do barulho que rachas de motos está fazendo durante a noite na Rota do Sol. Veja no vídeo abaixo:

 

Comentários (15) enviar comentário
  1. internauta disse:

    combater racha nao da dinheiro, vao bem tirar as viaturas das ruas prestes a arrecadar 3mil rapidinho pra ir botar esses ai pra correr, o interesse do estado eh arrecadatorio e so, infelismente, e as blits nao eh pq ninguem ta preocupado em pegar bebo nao, ninguem via blitz qdo nao tinha essa multa exorbitante pra receber. alguem vê amerelinho na br por nada? mas tinha era muito qdo se criou a lei do farol e disseram q podia multar a vontade, eh isso ai, primeiro tem q criar a lei q estipule um valor de 5 mil pra racha , ai sim amanha a br vai ta cheia de viatura .

  2. Cláudio disse:

    O cara deixa de ficar com a namorada ou a esposa pra se juntar a uma ruma de macho fazendo barulho no meio da rua… é muita baitolagem!

  3. Azevedo disse:

    Esses babacas na sua maioria filhinhos de papai, só sabem fazer baderna com suas máquinas potentes, perturbando o silêncio do cidadão de bem. Esses baderneiros, que na sua maioria não possuem uma massa encefálica sadia em suas cabeças, precisam de um corretivo, pois não tiveram isso dos seus pais. Por outro lado a inoperância das autoridades de trânsito, nesse caso a PM através da CPRE não estão nem aí para esse delito, pois só são eficientes para pegar bêbados ao volante, ação corretíssima, mas se esquecem de fiscalizar o restante. Sempre disse e vou continuar dizendo, a CPRE e a pior unidade de todas que formam a gloriosa PM/RN, pois são inoperantes e arrogantes, sendo a pior pronta resposta de todas as unidades da PM/RN quando o cidadão necessita dos serviços da Gloriosa polícia militar do RN.

  4. Chico disse:

    Eles não vão fazer nada gente. Pq não é interesse deles e não da ibope

  5. mario disse:

    Essas motoqueiros que realizam rachas tem de serem parados antes que o pior aconteça, eles colocam a vida de motoristas e transeuntes em extremo risco, fora a poluição sonora.A policia de trânsito não pode aliviar, tem de combater, pois são verdadeiras armas. A rota do sol tem de receber lombadas eletrônicas urgente.

  6. Junior disse:

    As "autoridades" estão cagando pra opinião do cidadão. Esses filhinhos de Papai fazem isso há anos e jamais houve uma providência.
    Porque, óbvio, são protegidos por quem deveria prendê-los.

  7. Cláudia disse:

    Hoje a maior reclamação dos natalenses é a falta de infraestrutura do município em relação aos serviços prestados aos munícipes. A exemplo da falta de drenagens nas vias municipais, causando alagamentos, prejuízos e sofrimentos a população. Tudo isso, causado por uma gestão incompetente, oligarca e ditatorial do prefeito Carlos Eduardo ALVES.

  8. Morador de Ponta Negra disse:

    O CPRE PRECISA AGIR RÃPIDO E PRENDER ESSES MELIANTES EM CIMA DE MOTOS QUE PODEM VIRAR ARMAS E MATAR UM INOCENTE QUE ESTEJA CAMINHANDO, DIRIGINDO SEU CARRO OU PEDALANDO! SE FOSSE CAPITÃO STYVENSON ELE DARIA UM JEITO RAPIDAMENTE!
    BASTA A POLICIA FICAR DE TOCAIA E JOGAR OS TRILHOS DE GRAMPOS QUE STYVENSON USAVA NAS BLITZES DA LEI SECA….POIS ELES TERIAM OS PNEUS DAS SUAS MOTOS FURADOS E LEVARIAM UMA QUEDA BEM BONITA!!! ABSURDO!

    • Sandra disse:

      Um pneu de motocicleta furado a uma velocidade aproximada de 120 km seria fatal. Resolveria o problema?
      Talvez fosse mais prudente a instalação de radares ao longo das via.

    • Dr. Thiago disse:

      E o Estado pagaria uma indenização pequenininha com o nosso dinheiro. Estude "responsabilidade objetiva do Estado e acorde para o mundo real.

  9. Ricardo disse:

    De fato, é imensa a poluição sonora ocasionada por essas motos. Outro dia, um desses perturbadores do sossego morreu durante uma dessas estripulias. Ontem mesmo, durante a noite, um desses motoqueiros estava incomodando os moradores de Capim Macio. A solução é comunicar à companhia de trânsito a cada ocorrência.

  10. Coxinha de Mortadela disse:

    Isso faz mais de 10 anos. Em vez da PRE multar esses rachas, tem uma boa fonte de renda pro estado aí.
    Faz uma barulhera do cão!

Publicidade

Prefeitura reforça esquema de limpeza no Carnaval de Caicó

Para garantir a limpeza e o conforto dos foliões durante os desfiles dos blocos de rua e no Complexo Turístico Ilha de Sant’Ana, a secretaria municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos preparou um esquema especial para o Carnaval de Caicó.

O serviço engloba varrição, recolhimento de lixo e materiais descartáveis ao final de cada noite e no início da manhã. A equipe faz a manutenção nos intervalos entre o Bloco do Magão e o Treme-Treme. Além disso, é executada a limpeza no entorno do Centro e Ilha com apoio de caminhões coletores e compactadores.

enviar comentário
Publicidade

Primeiro eclipse solar de 2017 acontece neste domingo

Neste domingo (26) ocorre o primeiro eclipse solar de 2017. No Brasil, ele poderá ser visto de forma parcial e apenas em algumas regiões entre as 9h e as 12h.
O fenômeno será anular (quando se vê toda a silhueta do Sol e apenas um anel de luz ao redor) na região sul do Chile, Argentina e Angola e no norte da Zâmbia.

O eclipse solar anular ocorre quando a Terra, a Lua e o Sol se alinham. Mesmo quando estão alinhados perfeitamente, a Lua está muito longe da Terra para bloquear completamente a visão do Sol, e por isso perto do disco negro do satélite é possível ver um anel de luz do astro.

 

G1

enviar comentário
Publicidade

Aprovado Projeto de Lei que institui Semana do Lixo Zero

Por Interino

 

O plenário da Câmara Municipal de Natal aprovou em segunda discussão, nesta quinta-feira (23), um Projeto de Lei de autoria da vereadora Eudiane Macedo (SD) e do vereador Fernando Lucena (PT) que institui no calendário oficial do Município a Semana do Lixo Zero. A iniciativa visa promover durante uma semana campanhas direcionadas para o respeito à preservação do meio ambiente e à vida sustentável.

“A sociedade tem que tomar consciência que água, saneamento e coleta de lixo são elementos totalmente conectados com a saúde, inclusive a lei dos resíduos sólidos aborda os três aspectos”, defendeu o vereador Fernando Lucena. “O projeto é importante porque vai levar ao conhecimento público o debate sobre os impactos causados pelo descarte inadequado do lixo”, explicou.

Também foi acatada uma matéria de autoria do presidente da Casa, vereador Raniere Barbosa (PDT), subscrita pela vereadora Júlia Arruda (PDT), que reconhece de Utilidade Pública Municipal a entidade Federação de Bandas e Fanfarras do Rio Grande do Norte. O texto foi aprovado em segunda discussão e segue agora para sanção do chefe do Executivo.

“Este reconhecimento do poder público vem em boa hora para resgatar este movimento cultural de imensa tradição em nossa cidade. Aproveito para parabenizar o presidente Raniere Barbosa pela preocupação com as tradições populares, bandeira que tenho a honra de apoiar”, destacou a vereadora Júlia Arruda.

enviar comentário
Publicidade
Publicidade

Açude Dourado recebe suas primeiras águas de 2017 e aumenta em 15 cm seu nível

A boa notícia para os curraisnovenses é que o principal açude da cidade, e que vem tirando a população do “prego” desde abril do ano passado – sendo o único reservatório a abastecer Currais Novos nos últimos meses – recebe suas primeiras águas de 2017. Segundo Adelson Santos, chefe do escritório local da CAERN, o Açude Dourado aumentou sua lâmina em 15 centímetros.

Na última medição feita pela CAERN, em 17 de janeiro, o mesmo encontrava-se com pouco mais de 15% de sua capacidade.

As chuvas de ontem em Currais Novos variaram entre 60 e 70 milímetros em alguns pontos. Contudo, a CAERN pede a população que continue economizando água.

Outros reservatórios da zona rural também receberam água, um deles foi o açude do Povoado Cruz.

 

Informações do Blog Jean Souza

enviar comentário
Publicidade

Em 3 anos, malha cicloviária mais que dobra de tamanho nas capitais do país

Em três anos, a malha cicloviária das capitais do país mais que dobrou de tamanho. São 3.009 km de vias destinadas às bicicletas hoje. Em 2014, eram 1.414 km. É o que mostra levantamento feito pelo G1 junto às prefeituras das 26 cidades e ao governo do Distrito Federal.

Agora, as ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas correspondem a 2,8% da malha viária total dos municípios (108.720 km).
Para o professor Valter Caldana, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, o avanço tem sido positivo porque as cidades brasileiras estão muito atrasadas nesta questão. Por outro lado, a implantação das ciclovias de maneira açodada faz o número de falhas pontuais aumentar, diz.

“No Brasil, adotamos um modelo de desenvolvimento urbano rodoviarista. As nossas cidades foram se desenvolvendo baseadas nesse modelo, que é o do automóvel. Cidades em todo o mundo adotaram medidas para abandonar esse modelo durante 40 anos, mas nós, não. Ficamos estacionados. Agora, nos últimos 5, 10 anos, e em especial após as manifestações de 2013, fomos obrigados a fazer o que essas outras cidades fizeram em 40 anos, só que tudo de uma vez”, afirma Caldana.

Ricardo Correa, sócio-fundador da TC Urbes, empresa especializada em projetos de mobilidade, tem opinião parecida. Para ele, o aumento da malha não tem sido feito de forma inteligente. “No Brasil, não há uma sistemática de planejamento cicloviário. Poucas cidades do país têm uma política definida. Já se começou a enxergar a bicicleta como veículo, mas sem promover o impacto social e ambiental possível. Há um potencial de se chegar a mais de 20% dos deslocamentos em vários municípios onde a questão social é latente”, afirma.

Segundo ele, um bom planejamento cicloviário transforma a cidade radicalmente. “Um plano de gestão sério proporciona uma economia sistêmica para a cidade, com benefícios sociais, ambientais e na saúde, tanto individuais como coletivos. ” Correa cita um relatório da Federação Europeia de Ciclistas que mostra que o setor cicloviário gera uma economia de 513 bilhões de euros por ano aos 28 estados-membros da União Europeia.

De acordo com o levantamento do G1, São Paulo é a cidade que possui a maior malha cicloviária do país: 498,4 km (isso sem contar os 120 km de ciclofaixas de lazer, montadas apenas aos domingos e feriados). O Rio aparece na segunda posição (441,1 km). A capital federal Brasília está na terceira colocação (420,1 km). Fortaleza, com 204,6 km, e Curitiba, com 204,2 km, completam a lista das cinco mais. Macapá é a cidade com a menor malha (11,9 km).

 

Veja matéria completa AQUI

Comentários (6) enviar comentário
  1. Helio Motta disse:

    Sou louco para ver os ciclo chatos, nesse sol de Natal, indo deixar filho na escola, depois seguindo para trabalhar.
    Ao meio dia, sai do trabalho, pega o filho na escola e vai para casa almoçar. Coisa de 13:30 sobe na bicicleta e volta para o trabalho.
    Lá para as 18:00hs pega o caminho de casa, mas antes passa no supermercado para comprar alguma coisa.
    DUVIDO!!!!!!!!!!!!!
    Essa de ciclovia é apenas discurso hipócrita para justificar os recursos empregados para filhinho de papai e playboy da terceira idade, desfilarem sua bicicletas. Quando eram pedreiros e serventes que se valiam dela nada diziam, nem defendiam ciclovias, agora é a salvação da Via Láctea.
    Não temos sequer condições climáticas para uso maciço de bicicletas. Na Europa usam porque o clima ajuda e o sistema público de transporte faz boa parte dos trajetos.

  2. João Dó disse:

    Parabenizar o Gov. Robinson pela ciclovia construidana rota do sol, e cobrar tambem a construção de ciclovia na área externa da UFRN, e na Av. Roberto Freire.

  3. Grupo Ciclistas da Rota do Sol disse:

    Excelente matéria prezado Bruno! É uma vergonha o fato da maioria de nossos políticos Não investirem em ciclovias e em Ciclofaixas….A bicicleta na Europa, Japão e EUA por exemplo, é vista há décadas como um meio de transporte limpo e que não gera trânsito e engarrafamentos!

    Quem quiser ver e conhecer a cidade de Munster na Alemanha… onde a mobilidade urbana e o uso da bicicleta são extremamente valorizados…cliquem no link abaixo. Lá um terço da população anda de bike!

    https://youtu.be/MnalObAoz2w

  4. Henrique disse:

    BG, na inauguração da ciclovia dá rota do sol o governador prometeu e entregou bikes para PM, faz dois sábados que pedalo de tarde e não tem policiamento na rota, totalmente abandonada assim não rola, tem poucos ciclistas pedalando por que estão com medo.

    • Grupo Ciclistas da Rota do Sol disse:

      Realmente Sr. Henrique, não sabemos o que foi feito com as bicicletas compradas pra PM e entregues no dia da Inauguração, que também estávamos lá e parabenizamos pessoalmente o Gov. Robinson pela obra. O Governo tem que fornecer também aos policiais que irão patrulhar, os equipamentos essenciais como: capacete, luvas, piscas traseiros e dianteiros, bermuda e camisa adequados (pois pedalar de farda convencional não é correto, basta copiar as vestimentas que a Pref. de Natal mandou fazer pros guardas amarelinhos que usam as bikes da STTU). Que com relação à STTU, gostaríamos também de saber onde estão as bikes e os amarelinhos ciclistas, pois eles deveriam estar patrulhando a CICLOFLAIXA compartilhada da Prudente de Morais, pois diariamente Vemos o tremendo DESRESPEITO com os ciclistas que ali pedalam, os carros ocupam a mesma e andam em alta velocidade, Independentemente se há ciclistas ou não! Sr. Pref. Carlos Eduardo de quê adianta CICLOFLAIXA se não há fiscalização, onde estão os Amarelinhos ciclistas?! E Pra que o Governo comprou as bikes Aro 29 caras e de excelente qualidade pra fiscalizar a CICLOVIA e Rota, se elas não estão onde deveriam estar?!

      Obrigado prezado Bruno (BG) pelo espaço pra esse desabafo educado, independente e neutro politicamente de nosso grupo.

      Que Deus lhe abençoe!

    • paulo martins disse:

      Que é isso, Henrique… Assim você termina provocando o "gove" a instaurar uma brigada especializada em "segurança ao ciclista"! E o estado, na sábia retórica dele, está quebrado – menos, claro o rettrovisor.

Publicidade

Veja os índices pluviométricos dos municípios do Alto Oeste Potiguar

Índices pluviométricos dos municípios do Alto Oeste Potiguar

 

Pau dos Ferros – 82 mm.
São Miguel – 27 mm.
Dr.Severiano – 54 mm.
Major Sales – 20 mm.
Portalegre – 50 mm.
Riacho de Santana – 78 mm.
S. Fco. do Oeste – 60 mm. / 92mm.
Tabuleiro Grande – 37 mm.
Venha Ver – 27 mm.
Viçosa – 92 mm.

Comentários (4) enviar comentário
  1. Lisdenio cordeiro disse:

    Faltou Almino Afonso 148 milímetros dia 17

  2. Assis Blênio disse:

    Caraúbas – 55 mm.

  3. Assis Blênio disse:

    Caraúbas – 55

  4. Hsb disse:

    Informe tambem a data!

Publicidade

FOTO: Água leva pedaço do asfalto que dá acesso à Barragem de Santa Cruz em Apodi

As fortes chuvas que caíram na região levaram um pedaço do asfalto da estrada que dá acesso à Barragem de Santa Cruz, Apodi, a segunda mais importante do RN, neste sábado, 18.

Comentários (4) enviar comentário
  1. paulo martins disse:

    Como são bem-feitas e seguras as estradas potiguares! O "corte" da fotografia diz tudo.

    • alexbigbig disse:

      MEU QUERIDO,DIANTE DO SOFRIMENTO DO NOSSO POVO,ISSO UM PEQUENO DETALHE

  2. Flávio disse:

    Pela imagem dá para perceber a péssima qualidade do asfalto. Está explicado o motivo do rompimento, projeto/execução mal feito, muito provavelmente para aumentar o lucro das construtora.

    E na hora de receber a obra, o contratante se omite qnd vao fazer a análise da execução da obra. Muitas vezes aliado à construtora ….

    • josemar viana disse:

      Amigo, os assaltos são apenas revestimentos da estradas , para não serem destruídas pelo tráfego! O que aconteceu aí ,foi o bueiro obstruido, falta de manutenção, ou seja limpeza na entrada d'água. Como a chuva foi grande , não houve vazão e começou a lavar põe cima ! Foi desgastando e deu-se a erosão! Simples assim!

Publicidade

Banheiros públicos da orla de Ponta Negra serão abertos para uso noturno a partir deste sábado

Após uma nova recuperação dos módulos de banheiros da orla de Ponta Negra, devido aos danos causados pelo vandalismo, a Prefeitura do Natal continua executando um cronograma de manutenções e melhorias na gestão dos equipamentos.

Além das manutenções frequentes e renovação da equipe responsável, estão sendo implantados novos horários de funcionamento e a partir este sábado (18), os módulos 2 e 4 serão liberados para uso noturno. O funcionamento será até às 21h. A medida trará uma grande contribuição não só para os usuários da praia cartão-postal da cidade, como para o turismo da capital, que nesta época do ano recebe uma expressiva demanda de visitantes.

“Os banheiros públicos da orla de Natal foram inaugurados em 2015 como parte das ações de urbanização das praias urbanas da capital e são para uso da sociedade e para oferecer mais conforto e comodidade. Estamos recuperando os banheiros, renovamos a equipe responsável e precisamos da ajuda da população para manter estes equipamentos. A liberação para o uso noturno dos banheiros é um antiga reivindicação e agora é uma realidade”, enfatiza o secretário de Serviços Urbanos Jerônimo Melo.

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos está recuperando todos os banheiros, mas já encaminhou o processo de privatização dos banheiros públicos da orla de Natal, como já acontece, por exemplo, em Recife e no Rio de Janeiro. Enquanto o processo de privatização não for concluído, a Semsur pede a conscientização da população para que estes equipamentos públicos sejam preservados, como também pede para que denuncie este tipo de crime. Os telefones da Ouvidoria da Prefeitura são: (84) 162 ou 3232-6389.

Comentários (7) enviar comentário
  1. to de olho disse:

    Prefeito vc também esta sabendo que esse secretariozinho da SEMSUR, persegue os funcionários como nos tempos antigo a chibatada tempo que seu pai, ex politico estão desenterrando uma politica antiga e retrograda que nao leva a prefeitura pra frente, reveja logo seus conceito prefeito pois esse dai só vai atrasar o cerescimento seu politicamente, os funcionários estão sendo humilhado, procure saber pois e de uma boca só na SEMSUR, fora secretariozinho chibata!!!!!

  2. Luis Eduardo disse:

    Não houve substituição nenhuma da equipe de limpeza, os funcionários que realizam a limpeza dos banheiros, são os mesmos. Os banheiros estavam fechados por falta de pagamento dos salários, vales refeição e vale transportes desses funcionários.

    • Lela disse:

      Verdade, Luis.
      Ocorreu a falta de pagamento a empresa por parte da SEMSUR e esse mesmo problema (banheiros fechados) ocorreu na praia do meio, já que a empresa é a mesma. Foram pagas recentemente algumas faturas e eles (funcionários) retornaram ao trabalho. quanto a manutenção é realizada pelo departamento de operações da SEMSUR desde a inauguração destes espaços. Então, nada de novo. Apenas marketing.

  3. Cláudia disse:

    Não há nenhuma novidade na abertura desses banheiros neste horário. Isso já ocorria anteriormente. Acontece que essa abertura se dá apenas em datas festivas e que gera grande fluxo de pessoas. A exemplo agora que é carnaval. Após esse período, fechará novamente.

  4. Lela disse:

    Prefeito Carlos Eduardo, faça uma das suas caminhadas na praia do meio em ponta negra. E o sr. Verá as condições que se encontram os banheiros de lá. Caminhe do morro, até a subida do SESC. Agora não avise que vai.

  5. Taxista disse:

    BG
    Só acredito no que este secretário fala, se o seu Blog fizer uma matéria no local. Pois, sou taxista na orla de ponta negra e até uns dias deste que ficava com as chaves dos banheiros eram os próprios quiosqueiros. Que realizavam a limpeza dos mesmos. E só liberavam as chaves para seus clientes. Os funcionários da limpeza passaram semanas sem trabalhar no local. Segundo eles, estavam com salários e vales transportes atrasados.

  6. JM disse:

    tenho um quiosque no calçadão de ponta negra, próximo ao hotel esmeralda, e os banheiros de nº 06 instalados neste local nunca foram abertos. as necessidades fisiológicas são feitas nas portas e paredes externas. isso causa uma fedentina insuportável no local, sem falar nos constrangimentos que os frequentadores, turistas e clientes que ali transitam sofre.

Publicidade
Publicidade