Publicidade

VÍDEO-(PARECE CENA DE FILME): Raio em rocha em Quixadá-CE impressiona população

O momento exato que um raio atinge um monólito, em Quixadá, a 158 km de Fortaleza, foi registrado em um vídeo no início da tarde desta quinta-feira, 23, e tem repercutido em grupos de WhatsApp.

Conforme O POVO Online apurou, as imagens foram feitas por um homem que trabalhava no campus do Instituto Federal do Ceará, nas proximidades do açude Cedro, quando filmava o calçamento, de repente, a descarga elétrica atingiu a estrutura geológica, que fica localizada ao lado da Galinha Choca, um dos principais pontos turísticos de Quixadá.

Assista ao vídeo:

Raios no Ceará

Mais de 3,4 mil raios atingiram o território cearense na última quarta-feira, 22. O número é recorde no ano, que já teve aproximadamente 24,6 mil descargas elétricas. Em menos de três meses, 2017 já registrou dois mil fenômenos do tipo a mais que no ano passado inteiro.

Com 32,1 mm de chuvas nesta quinta-feira, 23, Santa Quitéria foi o município com maior incidência de raios. Ao todo, foram 190 no mesmo dia. Seguidos de Granja, com 159, e Morada Nova, também com 159. Os dados são do Centro de Controle do Sistema (CCS), da Enel Distribuição Ceará.

O Povo

enviar comentário
Publicidade

Zona rural de Parelhas registrou chuvas de até 200 milímetros

Registro na Zona rural do município de Parelhas nessa quarta-feira(22) teve como destaque o Sítio Maracujá, com 200 milímetros. Muita água.

Segundo relatos, o açude da comunidade não suporte o forte volume de água e transbordou.

Veja demais registros:

Comunidade Juazeiro – 100 mm
Sítio Carnaubinha – 70 mm
Comunidade Cobra – 65 mm
Sítio Saco de Santo Antonio – 50 mm
Sítio Alto Bonito – 31 mm
Parelhas (cidade) – 22 mm

enviar comentário
Publicidade
Publicidade

EMPARN prevê chuvas mais intensas até o fim de março

Para os próximos dias – fim de março e início de abril – o setor de meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), prevê o retorno de chuvas mais intensas, principalmente por conta da mudança de estação. Nessa segunda-feira, por volta das 7h29, aconteceu o equinócio de outono.

As chuvas tem caído com menos intensidade nos últimos dias em quase todo o estado, mas a regularidade continua. No último domingo, Dia de São José, há registros de precipitações na parte da tarde na região do Vale do Assu e Serra de Santana.

Analisando as condições climáticas, com base nos modelos e nas imagens do satélite meteorológico, o gerente da meteorologia, Gilmar Bristot, prevê chuvas mais concentradas com a melhora das condições de instabilidade, principalmente com a umidade mais elevada e as águas superficiais mais frias no Pacífico Equatorial. A previsão deve se confirmar também com as condições favoráveis do Oceano Atlântico e com a presença da Zona de Convergência Intertropical.

ANÁLISE

Para a análise e previsão da próxima quadra chuvosa de abril a junho, o gerente de Meteorologia da EMPARN, Gilmar Bristot, estará amanhã em Recife participando da reunião dos meteorologistas do Nordeste e de instituições nacionais, na Agência Pernambucana de Meteorologia (APAC). A previsão será focada no Leste da região Nordeste, que inclui todo o litoral entre o Rio Grande do Norte e Alagoas. Na próxima quinta-feira, Gilmar Bristot fará uma palestra na Escola de Governo, no Centro Administrativo, dentro da Semana da Água, para falar sobre as previsões climáticas, já com os dados da reunião de Recife.

REGISTROS

De sexta-feira (17) até a manhã desta segunda-feira (20), a meteorologia teve o registro de chuvas em 38 postos pluviométricos. Choveu mais forte na mesorregião Oeste em Campo Grande, 39,2mm; Paraná, 21,3mm; Frutuoso Gomes, 20,0mm e Serrinha dos Pintos, 15mm. Choveu ainda em Tenente Ananias e São Rafael, entre outros.

Na mesorregião Central choveu mais forte em Fernando Pedroza, 31,9mm; Florânia, 26,8mm; Equador, 24,9mm e Angicos, 21,4mm. Também choveu em Ouro Branco, Santana do Matos e Caicó, entre outros municípios. Na mesorregião Leste choveu em Extremoz, 3,0mm; Natal, 1,1mm e ainda em Senador Georgino Avelino, Baía Formosa e Ceará-Mirim.

enviar comentário
Publicidade

VÍDEO: Açude do Pataxó, no Vale do Assu, transborda na madrugada desta quarta-feira

Por Sidney Silva

Açude do Pataxó, no Vale do Assu, transborda na madrugada desta quarta-feira (15).

Comentários (9) enviar comentário
  1. Rita de cassia disse:

    Obrigado senhor jesus

  2. Rita de cassia disse:

    Obrigado senhor Jesus pelas as chuvas que o senhor esta mandando.

  3. Eduardo disse:

    Um registro sensacional, sabedor da crise hídrica do nosso estado, encantar os olhos com o colírio da natureza, a água perene que escorre barreira abaixo, parabéns ao criador de todoas as criaturas!

  4. Netto disse:

    Bonita imagem.
    Parabéns para o realizador do vídeo.

  5. Calixto Silva disse:

    Que maravilha!
    Que coisa linda de se ver!
    Estas chuvas são bem vindas!

  6. Emanuel disse:

    Obrigado DEUS!

  7. Edu disse:

    Aí sim uma cena bonita.

  8. Tarcísio disse:

    Viva!

  9. AUGUSTO disse:

    Deus seja louvado!

Publicidade

Emparn prevê chuvas intensas durante mudança da estação

Com a mudança das estações – de verão para outono a partir de 20 de março – a Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) prevê sequência de pancadas de chuvas com maior intensidade, em continuidade aos registros do último fim de semana, quando ocorreram boas chuvas em vários municípios do interior do estado. A motivação é a diminuição da pressão atmosférica, a presença da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e a umidade do ar mais forte.

Veja os registros detalhados:

De sexta-feira (10) até a manhã desta segunda-feira (13) foram registradas chuvas em 91 postos pluviométricos monitorados. Na mesorregião Oeste potiguar, as maiores ocorrências foram em São Rafael, com 146,9 milímetros; Martins, com 98,0mm; Serra do Mel, 84,5mm; Parau, 78,0mm; Viçosa, 61,0mm; Rafael Godeiro, 54,4mm; Messias Targino, 51,0mm; São Francisco do Oeste, 45,4mm e ainda em Ipanguaçu, Rodolfo Fernandes, Grossos, Porto do Mangue, Dr. Severiano, Serrinha dos Pintos, entre outros municípios.

A mesorregião Central Potiguar, choveu mais forte em Florânia, com 56,8mm; Acari, 41,0mm; São Vicente, 35,0mm; Santana do Matos, 30,5mm; Pedro Avelino, 29,5mm; Angicos, 22mm, Fernando Pedroza, 22mm; Timbaúba dos Batistas, 18mm; Caicó, 15,0mm e ainda em Carnaúba dos Dantas, Cruzeta, São José do Seridó, São João do Sabugi, Jardim de Piranhas e Ouro Branco. Na mesorregião Agreste, choveu mais forte em Bom Jesus, 164,7mm; Monte Alegre, 76,0 mm; Jundiá, 40,0mm e Santo Antonio, 32,6mm. Choveu ainda em Serrinha, Ielmo Marinho, Jandaíra, Lagoa de Pedras, Jaçanã, Tangará, Boa Saúde, entre outros.

No Leste choveu em Baía Formosa, 114,7mm; Montanhas, 67,5mm; Canguaretama, 51,2mm; Parnamirim, 35,5mm; Extremoz, 31,1mm; Natal, 26,6mm e Senador Georgino Avelino, 25,5mm. Choveu ainda em Maxaranguape, São Gonçalo do Amarante e Ceará-Mirim.

enviar comentário
Publicidade

Chuvas no RN em quase 90 municípios entre sexta e esta segunda; veja onde choveu mais

Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte emitiu boletim do volume de chuvas que atingiram o Estado entre essa sexta-feira(10) e a manhã desta segunda-feira(13). Confira abaixo:

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR

Sao Rafael(Particular Ii) 146,9
Sao Rafael(Emater) 133,6
Martins(Particular) 98,0
Serra Do Mel(Prefeitura) 84,5
Parau(Prefeitura) 78,0
Vicosa(Prefeitura) 61,0
Rafael Godeiro(Emater) 54,4
Messias Targino(Prefeitura) 51,0
Sao Francisco Do Oeste(Prefeitura) 45,4
Ipanguacu(Emater) 44,5
Rodolfo Fernandes(Prefeitura) 43,0
Grossos 36,8
Ipanguacu(Base Fisica Da Emparn) 33,1
Porto Do Mangue(Prefeitura) 32,7
Dr. Severiano(Emater) 32,0
Serrinha Dos Pintos(Prefeitura) 27,0
Umarizal(Fazenda Camponesa(partic)) 25,5
Areia Branca(Emater) 23,4
Lucrecia(Emater) 20,0
Tibau(Prefeitura) 15,9
Caraubas(Particular) 15,0
Encanto(Prefeitura) 15,0
Agua Nova(Prefeitura) 13,0
Mossoro(Prefeitura) 12,2
Campo Grande(Particular) 11,3
Campo Grande(Particular 2) 10,8
Alto Do Rodrigues(Emater) 10,0
Janduis(Emater) 10,0
Parana(Emater) 8,6
Frutuoso Gomes(Emater) 7,0
Major Sales(Prefeitura) 6,7
Barauna(Emater) 6,6
Severiano Melo(Prefeitura) 5,5
Upanema(Prefeitura) 4,9
Apodi(Base Fisica Emparn) 4,7
Riacho De Santana(Emater) 4,5
Venha Ver(Emater) 4,0
Francisco Dantas(Emater) 3,0
Itaja(Emater) 3,0
Pau Dos Ferros(Particular) 2,5
Tenente Ananias(Emater-st Mororo) 1,0
Felipe Guerra(Prefeitura) 0,4
Jose Da Penha(Emater) 0,3

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR

Florania(Sitio Jucuri) 56,8
Florania(Inemet) 46,2
Acari(Particular) 41,0
Sao Vicente(Emater(ex-particular)) 35,0
Santana Do Matos(Emater) 30,5
Pedro Avelino(Base Fisica Da Emparn) 29,5
Angicos(Prefeitura) 22,0
Fernando Pedroza(Emater) 22,0
Timbauba Dos Batistas(Emater-fz. Timbauba) 18,0
Caico(Acude Mundo Novo-emparn) 15,0
Carnauba Dos Dantas(Emater) 14,7
Cruzeta(Base Fisica Da Emparn) 12,1
Sao Jose Do Serido(Associacao Usuarios Agua) 11,0
Guamare(Lagoa Doce) 9,7
Jardim De Piranhas(Prefeitura) 8,0
Sao Joao Do Sabugi(Emater) 7,0
Ouro Branco(Sindicato Trab.rurais) 5,7
Sao Fernando(Emater) 4,7
Sao Bento Do Norte(Prefeitura) 3,0
Parelhas(Emater) 1,5

MESORREGIAO AGRESTE POTIGUAR
Bom Jesus(Particular) 164,7
Monte Alegre(Emater) 76,0
Vera Cruz(Emater) 68,0
Jundia(Emater) 40,0
Santo Antonio(Emater) 32,6
Serrinha(Emater) 24,1
Ielmo Marinho(Prefeitura) 23,0
Jandaira(Sind Trab (ex-particular)) 17,0
Lagoa De Pedras(Prefeitura) 16,2
Jacana(Emater) 13,0
Tangara(Emater) 12,0
Boa Saude(Emater) 11,5
Santa Maria(Sind.trab.rurais) 10,0
Sao Paulo Do Potengi(Emater) 8,2
Sao Bento Do Trairi(Prefeitura) 7,8
Sitio Novo(Prefeitura) 5,5
Monte Das Gameleiras(Emater) 4,8
Rui Barbosa(Emater) 2,1

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR
Baia Formosa(Destilaria Vale Verde) 114,7
Montanhas(Prefeitura) 67,5
Canguaretama(Emater/barra De Cunhau) 51,2
Parnamirim(Base Fisica Da Emparn) 35,5
Extremoz(Emater) 31,1
Natal 26,6
Senador Georgino Avelino(Particular) 25,5
Maxaranguape(Particular) 22,5
Sao Goncalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 18,7
Ceara Mirim(Prefeitura) 4,0

 

enviar comentário
Publicidade

Em situação ainda crítica, Barragem Armando Ribeiro Gonçalves sobe reserva para 15,89%

Em decorrência das chuvas que vêm caindo nos últimos dias no interior do Rio Grande do Norte, a maior barragem do estado, a Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, que tem capacidade para armazenar até 2 bilhões e 400 milhões de metros cúbicos de água, teve uma subida de sua reserva com o volume de água recebido entre sexta(10) e esta segunda-feira(13).

Ainda em situação crítica, a Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, entre as cidades de Assu e São Rafael, apresenta os seguintes números:

Cota: 36,93m

Volume: 381.348.600m3

Reserva Hídrica: 15,89%

A cota do reservatório subiu 0,62cm de sexta (10/03/17) para hoje 13/03/17.

enviar comentário
Publicidade
Publicidade

VÍDEO -(IMPRESSIONANTE): Muita chuva entre Assú e Angicos; alerta de estrada com baixa visibilidade

Um casal leitor do Blog enviou o registro das fortes pancadas de chuva entre as cidades de Assu e Angicos na tarde desta sexta-feira(10). Conforme vídeo abaixo, a visibilidade é muito baixa.

Casal natalense que trabalha em Assu, com destino a Natal pela BR-304, conta que foi obrigado a parar o veículo em local seguro até que a visibilidade ficasse mais segura. Muitos trovões e relâmpagos na área. VÍDEO cedido ao BLOG:

enviar comentário
Publicidade

VigiDesastre alerta para cuidados com período chuvoso em Natal

Por interino

Com o período de inverno e as constantes chuvas em Natal, a equipe do programa Vigilância em Saúde dos Riscos Associados aos Desastres (VigiDesastre) do Setor de Vigilância em Saúde Ambiental e do Trabalhador do Departamento de Vigilância em Saúde (VISAMT-DVS) da secretaria Munici0pal de Saúde (SMS), alerta para os perigos da estação.

Os riscos de alagamentos aumentam e requerem maiores cuidados. Equipamentos eletroeletrônicos devem ser desligados e guardados e alimentos e medicamentos precisam ser acondicionados nas partes mais altas, evitando possíveis perdas.

Geladeiras e freezers precisam estar bem fechados, para que a temperatura interna se conserve por mais tempo; alimentos carecem de verificação antes do consumo, para que se evite doenças.

Com as fortes chuvas, animais peçonhentos procuram abrigos e locais secos e o VigiDesastres atenta para que nunca se toque neles, ainda que pareçam estar mortos; caso algum animal seja encontrado, o usuário deve afastar-se lentamente e chamar o Centro de Controle de Zoonoses ou o Corpo de Bombeiros Militar. Colchões, lençóis, calçados e roupas devem ser sacudidos antes do uso.

A chefe do VigiDesastre, Denise Cristina, conta que é importante o uso de luvas, botas e calça comprida em limpezas de prédios; caso o usuário não as tenha, recomenda-se a utilização de dois sacos plásticos amarrados para que o contato da pele com a água infectada seja evitado.

“Por enquanto estamos apenas monitorando a situação do inverno em Natal, mas nós sempre vamos nas unidades passar todas as precauções para os agentes de saúde, que repassam para os usuários.” Uma das precauções é a utilização do hipoclorito de sódio na limpeza de água, recipientes, embalagens, frutas, verduras e legumes.

enviar comentário
Publicidade
Publicidade