Publicidade

Gastos de brasileiros no exterior sobem 61,7% em fevereiro

Os gastos de brasileiros no exterior somaram US$ 1,360 bilhão em fevereiro deste ano, informou hoje (24), em Brasília, o Banco Central (BC). O resultado é 61,7% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando os brasileiros desembolsaram US$ 841 milhões.

Nos dois primeiros meses do ano, as despesas ficaram em US$ 2,939 bilhões, 74,8% acima dos gastos registrados no primeiro bimestre de 2016 (US$ 1,681 bilhão).

Já as receitas de estrangeiros no Brasil ficaram em US$ 535 milhões em fevereiro e em US$ 1,196 bilhão nos dois meses do ano, contra US$599 milhões e US$ 1,249 bilhão ,respectivamente em iguais períodos de 2016.

Com esses resultados das despesas de brasileiros no exterior e as receitas de estrangeiros no Brasil, a conta de viagens internacionais ficou negativa em US$ 824 milhões no mês passado, e em 1,743 bilhão no primeiro bimestre.
A projeção do Banco Central para o saldo negativo da conta de viagens este ano subiu de US$ 10,5 bilhões para US$ 12,5 bilhões.

Agência Brasil

enviar comentário
Publicidade

Brasileiros preferem depilação completa da região genital feminina, diz pesquisa da USP

Uma pesquisa do Ambulatório de Estudos em Sexualidade Humana da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto (SP) concluiu que mulheres e homens brasileiros preferem a depilação completa da região genital feminina. O estudo feito pela psicóloga e especialista em sexualidade humana, Maria Luiza Sangiorgi, apontou também a ausência de sintomas clínicos vaginais após a extração dos pelos pubianos.

Segundo a especialista, a pesquisa, inédita no país, deverá abrir portas para que novos e mais complexos estudos sobre o tema sejam feitos. Ela destaca que ela é importante na prática clínica para o aconselhamento de hábitos e cuidados com a genitália ao oferecer informações para que as mulheres decidam a maneira mais saudável de cuidar do órgão genital.

Veja abaixo orientações da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) para fazer uma depilação com segurança.

Dados obtidos por questionário

A pesquisa teve como objetivo compreender a preferência de homens e mulheres em relação ao tipo de depilação, e identificar se a extração dos pelos estava relacionada a algum tipo de sintoma clínico.

Por meio de um questionário disponibilizado no blog do Ambulatório, os participantes responderam a perguntas em comum como “Qual tipo de depilação você prefere?” e “Por que motivo prefere dessa forma?”. Às mulheres, também foram feitas perguntas sobre surgimento de sintomas clínicos genitais após a depilação.

O estudo contou com a participação de 52.787 mulheres e de 17.133 homens, com idade acima de 18 anos e de todas as regiões do país. Segundo a pesquisadora, 64,3% das mulheres e 62,2% dos homens declararam preferir a área genital feminina completamente depilada. No entanto, a justificativa para a escolha se mostrou diferente, já que para as mulheres, a higiene é o principal motivo de se verem livres dos pelos, enquanto que para os homens, a questão é a beleza, que segundo a pesquisadora está ligado à atração.

A remoção total dos pelos da genitália feminina é mais preferida por mulheres e homens com maior frequência sexual, assim como por mulheres que estão mais satisfeitas com a aparência de seus órgãos genitais e sentem desejo sexual com mais frequência.

“Em todas as faixas etárias que observamos, a preferência maior foi por depilação completa entre os homens e as mulheres, com a exceção das mulheres maiores de 45 anos. A gente fez um estudo piloto e já tínhamos visto que entre os homens havia uma preferência maior pela depilação completa, mas pelas mulheres nem tanto. Os homens não surpreenderam, mas as mulheres sim, porque a porcentagem foi muito parecida”, explica Maria Luiza.

A média de idade entre os homens que responderam o questionário é de 31,9 anos, enquanto a das mulheres é de 28,5 anos. De acordo com a pesquisadora, o estudo revelou que quanto mais alta a faixa etária, menor a preferência pela depilação completa e maior o gosto pela extração parcial dos pelos.

“Talvez, essas mulheres mais velhas sejam menos influenciadas por essa tendência recente, e mais influenciadas por uma tendência anterior, tanto é que ainda ouvimos falar do estilo ‘Claudia Ohana’, que é como ela saiu na Playboy há muitos anos. Até mesmo em ‘Game of Thrones’, há um episódio em que a rainha Cersei é atacada pelas ruas e o que mais chamou a atenção nos comentários na internet foi a presença de pelos pubianos e não a violência contra ela em si”, afirma.

O que Maria Luiza chama de tendência diz respeito a observações de pesquisas feitas em outros países e que mostram cenários similares ao brasileiro. Ela diz que os levantamentos apresentam uma preferência cada vez maior pela retirada total de pelos da região pubiana.

“Foi feita até uma pesquisa muito interessante, em 2011, com fotos da revista Playboy. Acompanharam as fotos de 1953 até 2008 e viram que os pelos foram diminuindo com o passar do tempo. Um estudo nos EUA mostrou também uma preferência maior pela depilação completa”.

A depilação parcial foi escolhida por 31,89% das mulheres participantes e 31,38% dos homens. Já 2,65% das mulheres afirmaram ainda que preferem não realizar nenhum tipo de depilação, opinião também repassada por 4,26% dos homens.

Com relação a extensão dos sintomas clínicos, o questionário perguntou às mulheres se havia algum tipo de desconforto como coceira na vulva ou corrimento vaginal notado pelas adeptas da depilação após a extração dos pelos. De acordo com a pesquisadora, 34,95% das participantes relataram a ausência de sintomas, 16,84% afirmaram sentir vermelhidão e outros 12,96% relataram a ocorrência de pelos encravados.

“A gente não observou que a ausência de pelos influencie na aparição de sintomas. Talvez a técnica usada, os aparelhos sem higienizar influenciem, mas não constatamos que a ausência de pelos faça mal”, diz.

Pornografia influente

Apesar de não ter questionado os participantes sobre pornografia, Maria Luiza explica que os dados obtidos na pesquisa mostram que existe uma nítida influência desse tipo de conteúdo sobre a preferência de homens e mulheres.

“Vimos outras pesquisas que levam em consideração a questão da pornografia como uma das vias que estejam incentivando essas preferências pela mulher ‘Barbie Doll’. É uma preferência bem norte-americana, bem a cara dos Estados Unidos, mas nós importamos muita cultura norte-americana”, diz.

Ela explica que o modelo chamado ‘Barbie Doll’ é caracterizado por mulheres geralmente jovens e com corpos magros, mas com curvas. Outra caraterística determinante é a ausência de pelos pubianos, notada quase sempre em filmes de conteúdo erótico.

“Muitos homens têm contato sexual inicial com a pornografia e a pornografia segue essa tendência de valorizar a ‘Barbie Doll’, a mulher com genitália sem pelos até para tornar a relação sexual mais explicita, já que, com pelos, ela é menos explícita”, explica.

Especialista orienta

Maria Luiza é psicóloga, especialista em sexualidade humana (Foto: Arquivo pessoal/Divulgação)

O médico Adriano Loyola, assessor do Departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), alerta para o surgimento de manchas, encravamento e até foliculite, que é a inflamação da raiz do pelo, após a depilação. Ele lista uma série de orientações com diferentes métodos de extração.

-Lâmina

É mais indicada para quem tem poucos pelos. É a forma mais prática e rápida de depilação, mas os pelos estão de volta em poucos dias. A depilação com lâmina é também a maior causadora de pelos encravados, irritações e manchas em áreas como virilha e axilas.

-Cremes

Agem superficialmente e dissolvem o pelo. Os fabricantes pedem uma prova para verificar se a pele aceita a química e, ao aplicá-los, deve-se seguir a risca as instruções do fabricante para evitar irritações e dermatites.

-Aparelho depilatório

Permite a remoção dos pelos desde a raiz e é indicado para a região das pernas. É um método prático e barato, porém pode provocar os famosos pelos encravados. Costuma ser dolorido.

-Cera quente

Enfraquece os pelos, que ficam mais finos. É indicada para áreas pequenas como buço, virilha e axila, pois o comprimento dos pelos não precisa estar longo para a depilação.

As ceras agridem a pele no momento da extração do pelo, o que contribui para encravá-los. Isso associado à ausência de hidratação e ao uso de roupas justas pode levar a foliculite (inflamação da raiz do pelo), além de causar queimaduras se temperatura estiver errada.

Nunca deve ser reutilizada, pois há riscos de se contrair infecções bacterianas e fúngicas. Em muitos casos, a cera também resseca, aumentando assim os riscos de alergia e infecções.

-Cera fria

A vantagem está justamente em ser um produto descartável. É indicada para qualquer parte do corpo, porém como sua aderência aos pelos é menor, eles devem estar longos no dia da depilação.

O uso constante de cera pode levar ao escurecimento da área, por causa da agressão constante causada a epiderme. A cera quente causa vasodilatação, propiciando também uma pigmentação da área.

-Laser

Para quem quer se livrar para sempre do incômodo de arrancar os pelos, a alternativa é a depilação definitiva a laser. O método é menos invasivo e diminui o volume dos pelos, pois age diretamente na raiz. É seguro por não usar agulhas e menos doloroso. O princípio de destruição do pelo é através da luz captada pela melanina no bulbo.
Também pode provocar queimaduras e manchas se não for utilizado corretamente e é contraindicado para gestantes.

G1

 

Comentários (20) enviar comentário
  1. Genildo disse:

    Que tal usar o dinheiro prá pesquisar o sentido da vida?

  2. Marcelo disse:

    Falta de assunto 👎🏻👎🏻👎🏻👎🏻👎🏻👎🏻

  3. Juca disse:

    A depilação completa já é conhecida como Brazilian Wax (depilação à brasileira) faz uns 20 anos.

  4. Atadolfa disse:

    😲😒

  5. DUBODE disse:

    Eu gosto á moda "Barba de Fidel"…..kkkkkkkkkkkk

  6. paulo martins disse:

    Belo exemplo de como os recursos do CNPq são drenados pelo ralo. Ou, melhor dito, pelo tobogã.

  7. haroldo disse:

    Deveriam era pesquisar coisas mais importantes.

  8. Andinho disse:

    Estou na contra mão, nada como uma bem aparadinha e com uma depilação váriando de modelo.
    Apesar de que a mercadoria objeto deste estudo é tão boa, que não importa a forma de apresentação é sempre bem vinda do mesmo jeito.

  9. JK disse:

    Prefiro as peladinhas ou com o bigode do Hitler

  10. Pedro Jorge disse:

    Tá doido!
    Pelada parece coisa de criança!
    O bom é a bichona barbuda, pro cara dar um fungado!
    Dar muito mais "T"zão

  11. Edu disse:

    Sou um dos que gostam peladinhas…

  12. Andry disse:

    Eu prefiro peludinha mesmo! O importante é cuidar bem, pois com ou sem pelo, se não lavar fede do mesmo jeito.

  13. Jorge disse:

    Os pelinhos dão personalidade a xaninha!

  14. Guilherme disse:

    Discordo da pesquisa!

  15. Antonio Dantas disse:

    prefiro a mata da mãe.

  16. CARDOZO disse:

    Vixe!
    Tô fora desse grupo!
    Gosto é cabeludinha.

  17. Baruck disse:

    Gente…..

Publicidade

Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Rio Grande do Norte emite nota após atentado

NOTA- SINDICATO DOS SERVIDORES DO MP-RN

O Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Rio Grande do Norte (Sindsemp-RN) vem a público repudiar e lamentar o episódio ocorrido, na manhã de hoje (24), dentro das dependências da Procuradoria-geral de Justiça envolvendo um servidor da Casa. Infelizmente, uma atitude impensada acabou vitimando o procurador-geral adjunto, Jovino Pereira Sobrinho, e o promotor Wendell Beetoven Ribeiro Agra, além de ter colocado tantas outras vidas em risco.

O Sindsemp-RN aguardará a apuração dos fatos e desde já se solidariza com os membros atingidos, os quais estão sob cuidados médicos, e seus familiares. Esperamos que a recuperação seja breve, e os culpados devidamente punidos.

Desde logo, independentemente da motivação, já estamos mantendo contato com a Secretaria de Segurança Pública para que ao acusado sejam garantidos os direitos contitucionais.

Atenciosamente,

Diretoria do SINDSEMP/RN

*Assessoria de imprensa do SINDSEMP/RN

Comentário (1) enviar comentário
  1. Cezar motta disse:

    Independente do motivo, nada justifica querer atirar em alguém fora de legítima defesa. A punição deve ser exemplar

Publicidade

Bastidores do atentado que baleou promotores no MP em Natal

Foto: Reprodução

Um fim de manhã para nunca mais ser esquecido no prédio do Ministério Público em Natal neste dia 24 de março de 2017. Um atentado. Algo inimaginável até então. Um atirador. Um alvo. Tiros, promotores baleados e pânico. Confira abaixo a narrativa de uma testemunha, de identidade preservada, do caso que já ganha repercussão nacional

O atirador. Muito nervoso, o suspeito, em primeiro ato, tentou entregar um suposto documento, mas acabou barrado por ser informado que no momento acontecia uma reunião entre promotores.

Premeditado Na sequência, o atirador forçou a entrada e mirou no procurador-geral de justiça Rinaldo Reis. Na ocasião, errou o disparo, e então abriu fogo contra os promotores. Logo após,  empreendeu fuga.

Segundo testemunhas, o suspeito premeditou o crime. Estava muito nervoso e insistiu bastante para entrar no local em que se encontravam os promotores.

Depois Outras pessoas que estavam na sala, nesse momento, em pânico, foram orientadas a permanecer no local para evitar tumulto e facilitar o socorro das vítimas.

Veja mais: Procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis era o alvo de atentado no MPRN

Comentários (3) enviar comentário
  1. Daniel disse:

    Quem ganha 40.000 reais por mês vê invariavelmente os outros como inferiores ou capacho!

  2. Carlos taxista disse:

    Briga de egos. Deram muita corda aos funcionários do judiciário e Policia federal. Eles tão se achando abala que matou. Kennedy.

    • Hoje disse:

      Não fale besteira. Não fale sobre o que vc não sabe.
      Deixe de ser invejoso e vá fazer concurso!

Publicidade

Conheça o acusado de realizar atentado que baleou promotores no MP em Natal; polícia realiza buscas

O suspeito de atirar nos promotores Jovino Pereira Sobrinho e Wendell Beetoven Ribeiro Agra, dentro da sede do Ministério Público do RN, na capital potiguar, foi identificado como Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos. A Polícia realiza diligências por toda a capital.

Segundo o Portal No Ar, o servidor tinha sido afastado por distúrbios psiquiátricos e tinha retomado suas atividades. No entanto, havia orientação para que houvesse afastamento novamente e isso teria motivado o atentado.

Veja mais: Assessor atira em promotores dentro da sede do MP em Natal

Comentários (15) enviar comentário
  1. Jânia Paula disse:

    Gostaria de registrar também que achei a mensagem auto-condescende, vitimológica e humilde do procurador-geral do Ministério Público do RN uma peça digna de estudos da Ciência Criminologia.

  2. Jânia Paula disse:

    Assediar o servidor Guilherme Wanderley Lopes da Silva para causar comoção e simular a vitimização do Ministério Público foi bem interessante, somente falta eu compreender, diante destes anos de pesquisas e material recolhido, como fazem para acionar o gatilho de reação das vitimas no momento que lhes interessam. Agradeço se alguém puder indicar material cientifico para estudos. Esse gatilho pode ser ativado por um comando hipnótico?

  3. Antônio Freire disse:

    Apurar os fatos é a melhor solução. Não fazer julgamento antecipado, tendo em vista que há informações de que o suposto acusado havia feito tratamento psiquiátrico. Todos sabem o quanto é terrível essa doença, cujo surto culmina em atos imprevisíveis. É lamentável esse fato com as pessoas de bem envolvidas.

  4. Marcos Bezerra disse:

    Contamos que o empenho e eficiência que serão depositados neste caso pelos órgãos públicos (Polícia Civil, Polícia Militar, MPRN, etc) sejam os mesmos para apurar e resolver os demais casos de violência que tomam de conta de todo o RN. Será que isso acontecerá?

  5. Ju disse:

    Aguardemos os fatos sem julgar ninguém. Vamos esperar todas as apurações dos órgãos competentes para isso.

  6. Ivanice disse:

    A questao e mesmo com problemas de onde veio essa arma? Pessoas assim podem usar armas? Lamentavel todo essa confusao.

  7. Foraptzadacorruptos disse:

    Gente!!! se o cara atirou como pode ser julgado suspeito ? alguém me explica isso.

    ❓❓❓❓❓❓❓❓

    • JUNIOR disse:

      Ninguém deve ser considerado culpado sem que seja proferida sentença condenatória. artº 1º, nº1 do CPC..

  8. Fran disse:

    A defesa vai alegar surto. Se ele rasgar dinheiro, pode internar.

    Pea e cadeia neste vagabundo!

  9. Josué Ribeiro dos Santos disse:

    Quem está em tratamento psiquiátrico tem que ser aposentado e nunca volta ao trabalho.

  10. Marcos Melo disse:

    Meu Deus violência desenfreada. Trabalhei com todos os envolvidos no caso. Pessoas de bem e comprometidas com o zelo pelo trabalho. Guilherme uma pessoa discreta e tranquila, muito querido por todos. Loucura!!!!

    • Ju disse:

      Que triste ver isso principalmente conhecendo os envolvidos…..sinto muito por todos!

  11. Bolsonaro 2018 disse:

    A policia "caça", isso não soa bem, essa operação policial será investigada pelo MP, que irá apurar possíveis excessos policiais, e caso seja configurado os policiais serão sumariamente punidos.

Publicidade

Rodada do Campeonato Potiguar deste fim de semana promete fortes emoções; veja jogos e classificação

Reprodução: FNF

Quarta rodada da Copa RN, equivalente ao segundo turno do Campeonato Potiguar, poderá deixar o ABC próximo dos líderes, e será decisão para o América, que precisa vencer os jogos restantes para tentar uma vaga improvável na final.

Vale lembrar que o ABC está com dois jogos a menos na competição, em decorrência de partidas pela Copa do Brasil, enquanto o alvirrubro, em situação muito delicada, corre o risco de até mesmo ficar sem série em 2018, caso não chegue a final do Estadual e não consiga o acesso do Campeonato Brasileiro da Série D para a C neste ano.

O “tiro curto” do Estadual, com sete rodadas em cada turno, obriga ABC e América a disputar as últimas rodadas no limite. O alvinegro necessita pontuar e chegar a final do turno para garantir vagas nas Copas do Brasil e do Nordeste em 2018.

enviar comentário
Publicidade

Valeria a aposentadoria antiga: Governo estuda excluir policial civil e professores da nova Previdência

A retirada dos servidores estaduais e municipais da reforma da Previdência, anunciada pelo presidente Michel Temer nesta semana, esbarra na Constituição, segundo técnicos do próprio governo federal.

Equipes da área econômica do governo e de consultores do Congresso Nacional ainda procuram uma solução para encaixar a orientação do presidente, que, segundo a biografia do Palácio do Planalto, é considerado um dos maiores constitucionalistas do país.

Como o projeto já foi enviado à Câmara pelo Executivo, a mudança tem de ser incluída na proposta pelo relator do texto, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA). A Constituição estabelece, atualmente, que cabe à União definir as regras gerais de Previdência de servidores públicos.

Das três alternativas em análise, é considerada mais segura juridicamente a retirada da PEC das mudanças nas aposentadorias de policiais civis e professores. Ao deixá-los de fora, as regras simplesmente permaneceriam da forma que são hoje.

Outra proposta em estudo é remeter a legislação exclusivamente de policiais civis e professores aos Estados, o que deixaria para os entes a função de promover alterações nas regras de Previdência dessas categorias.

O terceiro cenário, considerado pela área técnica como o alvo mais provável de questionamento na Justiça, é exatamente o modelo anunciado pelo presidente: remeter as regras de todos os servidores estaduais e municipais vinculados a regimes próprios de Previdência aos governos locais.

Atualmente, a Constituição estabelece que cabe à União e aos Estados “legislar concorrentemente” sobre Previdência Social. Isso significa que a União faz as regras gerais, enquanto os outros entes podem tratar de especificidades, como alíquota de contribuição.

RECLAMAÇÃO

A Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público já divulgou nota em que diz que a medida anunciada por Temer “constitui grave violação constitucional”. Segundo o entendimento deles, os membros do Ministério Público e os juízes federais e estaduais devem estar submetidos às mesmas regras.

Se a orientação de Temer for acatada, um juiz estadual e um federal podem ter regras diferentes de aposentadoria, por exemplo.

A equipe do presidente já reconhece que o tema é delicado porque esbarra no interesse de corporações que atuam exatamente no campo jurídico e têm mais embasamento para questionar o assunto.

Caso a decisão seja diferente da medida anunciada por Temer —como promover a exclusão apenas de professores e policiais civis—, o argumento para defender que não houve recuo está pronto. A ideia é dizer que o Congresso é soberano nas decisões e que a proposta pensada inicialmente poderia gerar insegurança jurídica.

Nesta quarta (22), o relator do texto, deputado Arthur Oliveira Maia, teve reuniões no Palácio do Planalto para discutir a melhor solução. Depois do encontro, ele declarou que “o fato do presidente dar uma orientação não quer dizer que possa passar por cima da Constituição” e afirmou que é necessário “estudo constitucional para ver a viabilidade jurídica dessa direção”.

MAIS MUDANÇA

A concessão do presidente enfraqueceu, na avaliação de técnicos, o principal argumento para defender a proposta —o de que ela afeta a todos igualmente.

Agora já é dada como certa a necessidade de alterar regras que afetam os mais pobres: flexibilizar a proposta para a aposentadoria rural e amenizar as mudanças sugeridas para o BPC (Benefício de Prestação Continuada), pago pessoas com deficiência e idosos com renda familiar per capita de até 25% do salário mínimo.

A avaliação inclusive de integrantes do governo é a de que não tem como defender o endurecimento de regras para famílias mais pobres depois de deixar, por exemplo, juízes e procuradores de fora da reforma.

Folha de São Paulo

Comentários (4) enviar comentário
  1. CARDOZO disse:

    COMEÇOU AS REGALIAS!!
    Amigo, ou muda para todos ou nao muda para ninguem!!!
    E outra, nada de tirar Juiz e Promotor da igualdade, afinal eles são mortais como todos!
    FIM DE AUXILIO MORADIA, FERIAS 60 DIAS, tudo isso sai do bolso do contribuinte e nada justifica essas regalias

  2. OSWALDO disse:

    Kkkkkk
    É melhor esquecer logo essa reforma, pq daqui há pouco vão terminar de lascar a galera do setor privado!

  3. marcelo disse:

    ……kkkkkkkkkkk, vai ficar só a população para pagar a conta da irresponsabilidade e incompetência desses gestores………..

  4. Lailton disse:

    Faz o seguinte… tira todo mundo e deixa só eu!

Publicidade

CBF dá mais poder a federações e Del Nero pode ficar até 2027

O novo estatuto da CBF, aprovado nesta quinta-feira, permite a Marco Polo Del Nero ficar na presidência da entidade por mais dez anos. De acordo com o estatuto, o presidente pode ser reeleito uma vez – mas as regras só passam a valer a partir da próxima eleição.

Ou seja: Marco Polo Del Nero pode se candidatar a presidente em 2019 (quando termina seu atual mandato) e tentar a reeleição em 2023. Em 2027, Del Nero não poderia tentar a reeleição.

Outra mudança no estatuto é o aumento do poder eleitoral das federações estaduais. O colégio eleitoral da entidade é formado pelas 27 federações, os 20 clubes da Série A e os 20 clubes da Série B.

Para driblar a maioria dos clubes, a CBF estabeleceu que os votos das federações estaduais terão peso 3, os votos dos clubes das Séries A terão peso 2. E os clubes da Série B terão peso 1. Na prática, se as 27 federações estaduais votarem no mesmo candidato, elas terão 81 votos. Se os clubes se unirem, terão 60 votos.

Walter Feldman, secretário-geral da CBF, afirmou ao blog que a nova fórmula torna as eleições “mais democráticas”.

– O Brasil tem 1.117 clubes, 700 deles profissionais. E eles são representados pelas federações. Dar mais peso para os clubes das Séries A e B seria um passo na direção da elitização – disse o cartola.

Os clubes são participam das “assembleias-gerais eleitorais”. As reuniões como a desta quinta-feira são as “assembleias-gerais administrativas” e delas só participam as federações estaduais.

Globo Esporte via Bastidores F.C.

enviar comentário
Publicidade

Sopa Solidária amplia ações de Segurança Alimentar em Natal

Foto: Marco Polo

Duzentas e cinquenta famílias em situação de risco alimentar do bairro de Felipe Camarão passam a ter acesso a um dos programas desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social – Semtas, dentro das ações de Segurança Alimentar desenvolvidas na cidade. O programa Sopa Solidária atende a população, nas áreas mais críticas socialmente, com distribuição para cinco mil pessoas, semanalmente. Na tarde desta quinta-feira, 23, o prefeito Carlos Eduardo visitou a sede do Centro de Referência de Assistência Social – Cras, Zona Oeste I, um dos locais de distribuição deste programa.

O bairro de Felipe Camarão entra no programa Sopa Solidária este ano, juntamente com o Guarapes, cada um iniciando com 250 pessoas cadastradas, mas com capacidade para chegar a 500. No caso de Felipe Camarão, segundo a secretária titular da Semtas, Ilzamar Pereira, é possível chegar a mil ou até mil e quinhentas pessoas, dependendo de parcerias a serem firmadas para ampliação do atendimento. O prefeito Carlos Eduardo, durante a visita ao Cras, observou que esta ampliação tem que ser feita o mais breve possível. “Este programa é nosso compromisso e dever”, afirmou Carlos Eduardo durante a visita ao local, acrescentando que a meta tem que ser atingida até julho.

O programa Sopa Solidária é uma das ações desenvolvidas pelo Departamento de Segurança Alimentar da Semtas. Vem sendo desenvolvido desde 2014, e gradualmente vem ampliando seu alcance. Por mês, atualmente, são distribuídas 20 mil porções de sopa substanciosa, feita com frango ou músculo, massa e vegetais, acompanhada de pão em sua distribuição.

Os bairros já atendidos por este programa são Vila Paraíso, Santos Reis, Nossa Senhora da Apresentação, Câmara Cascudo, Vila de Ponta Negra, Boa Esperança, Planalto, África, Cidade Nova, Guarapes e Felipe Camarão.

SEGURANÇA ALIMENTAR

O trabalho de segurança alimentar desenvolvido pelo Departamento na Secretaria de Assistência Social, envolve ainda o Programa de Banco de Alimentos e as feiras da Agricultura Familiar, além de orientações sobre cultivo de hortas em espaços públicos. O DAS, segundo a diretora Elizângela Teixeira, é responsável ainda, por meio da Central de Abastecimento, pela distribuição de 39 toneladas de alimentos por mês para 55 unidades descentralizadas na cidade. Além disso, distribui lanches para 55 grupos de idosos de diversos bairros de Natal. “O que queremos é que as pessoas tenham o direito humano à alimentação, que também é um direito constitucional”, afirmou Elizângela.

O Banco de Alimentos, segundo dados do Departamento de Segurança Alimentar, funciona com a arrecadação junto a empresas que comercializam alimentos que ainda são próprios para consumo, mas que estão fora do padrão de comercialização. Esses alimentos são selecionados e distribuídos para 12 instituições cadastradas pela Secretaria. Atualmente, são arrecadados cerca de 250 quilos semanalmente.

As feiras da Agricultura Familiar são uma forma de ampliar o acesso das pessoas aos alimentos de qualidade. Semanalmente são realizadas duas feiras em Natal, uma na Praça das Flores, Petrópolis (Zona Leste), às sextas-feiras; e no Ponto Sete, na avenida Engenheiro Roberto Freire, (Zona Sul), às quartas-feiras. Além de serem frutas e verduras cultivadas de forma orgânica, sem agrotóxico, os preços são mais acessíveis, por não existir a figura do atravessador no comércio desses alimentos. Dentro deste programa, existe ainda o incentivo ao cultivo de hortas urbanas, com orientações à população, em espaços como os Centros de Referência, e que devem se expandir cada vez mais, segundo previsão da direção do Departamento de Segurança Alimentar.

enviar comentário
Publicidade

Marcelo Odebrecht diz que Itaquerão foi ‘pepino’ e que era ‘mendigo’

Foto: Rodrigo Félix Leal – 1º.set.2015/Futura Press/Folhapress

Em depoimento para a Justiça Eleitoral, o ex-presidente e herdeiro do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, usou o exemplo da construção da Arena Corinthians para dizer que tinha uma relação de “mendigo” com o governo federal.

O empresário, que está preso desde junho de 2015 por causa da Operação Lava Jato, relatou que a empreiteira não tinha interesse em entrar no negócio e só realizou as obras para atender pedidos.

Ele ainda afirmou que o projeto inicial do Itaquerão custaria R$ 200 milhões – ao final, o preço ficou em R$ 985 milhões, sem considerar juros dos empréstimos feitos.

Marcelo também disse que entrou a contragosto no projeto da Vila dos Atletas, que abrigou delegações esportivas durante a Olimpíada no Rio, em 2016.

“A gente não queria entrar na Vila dos Atletas. Era um pepinaço! Não queria entrar na Copa. Não queria entrar em estádio”, declarou o empresário ao ministro Herman Benjamin, relator da ação que corre no no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e pede a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer, na eleição de 2014.

“A gente só entrou na Arena Corinthians porque o governo tinha prometido financiamento para a realização da Copa do Mundo; aí depois não dão. Aí, eu passo uma grande parte do tempo lutando para conseguir o que eles tinham prometido para a gente entrar”, reclamou Marcelo.

E emendou: “Eu era um mendigo, porque eu ia lá [governo] para pedir coisas, na verdade, que eu só entrei porque eles tinham prometido”.

O ex-presidente do grupo baiano afirmou ainda que eventos como a Copa e a Olimpíada não teriam acontecido sem a Odebrecht.

“Sem a Odebrecht, não ia ter Copa, não ia ter Olimpíada. Não ia ter nada”.

Outra queixa do ex-executivo é que, quase três anos após a realização da Copa, o Corinthians ainda não pagou o que deve à empreiteira.

“Moral da história: eu fiz uma coisa que não interessava para a gente. Hoje, estou com um pepino, porque a gente tem uma garantia com a Caixa Econômica Federal] e o Corinthians não paga a gente”.

Na audiência, o empresário ainda detalhou como foram as primeiras conversas com políticos para que a empresa assumisse a obra. A reunião foi realizada depois que o estádio do São Paulo, o Morumbi, ficou fora do Mundial.

“Aí tem uma reunião lá e tudo bem, então, vamos fazer o seguinte: vamos transformar o estádio do Corinthians no estádio da abertura da Copa do Mundo. Aí eu tenho um jantar lá em casa com o [governado] Alckmin, o [na época prefeito de São Paulo] Kassab, o Luciano Coutinho [então presidente do BNDES], (ininteligível), todo mundo promete fazer a sua parte! E a besta da Odebrecht:’tá bom, então a gente constrói’. No final, todo mundo foge. Aí eu fico pedindo… aí não tem financiamento, nós construímos tudo com dinheiro próprio. E eu tenho horas de reunião com o ministro da Fazenda para pedir coisas que eu só entrei por pedido deles”, afirmou.

ESTRUTURAS PROVISÓRIAS

Entre as reclamações sobre a construção da Arena Corinthians, Marcelo Odebrecht destacou os R$ 100 milhões gastos em estruturas provisórias.

“Só um exemplo claro: aí, o Corinthians lá assume uma responsabilidade de R$ 100 milhões para estruturas provisórias para a Copa. Aí, o Corinthians “não tenho dinheiro”. Aí a prefeitura diz que vai pagar e não tem dinheiro. A Copa é daqui a noventa dias; ninguém cuidou das estruturas… eu estou na minha. Não é responsabilidade nossa. ‘Aí, não, mas a Odebrecht tem que resolver’. Pô, como é que eu vou resolver?”.

E finaliza: “Olha como a gente mete os pés pelas mãos. A gente não tem nada a ver com as estruturas provisórias e eu vou lá e digo: tá bom, então a gente financia e faz a estrutura, tanto é que terminou, desde que a Caixa refinancie a gente”.

O empresário disse ainda que “não era o dono do governo”, mas o “bobo da corte do governo”.

Folha de São Paulo

Comentários (4) enviar comentário
  1. Fato disse:

    Taí o time do "povo", orgulhosos de um estádio com dinheiro público, construído à mando do 9 dedos SÓ POR QUE ele torce pra esse lixo.

  2. Assisportomirin disse:

    o pepino já entrou no c do povo faz tempo

  3. Luiz Moreira disse:

    É a (já) Era Lula! Mas os prejuízos ficam por muito tempo!

  4. Paulo Cardoso disse:

    Que a copa do mundo serviu de propinoduto, foi desde sempre evidente, agora com as provas sobre a mesa deveria ser também evidente a condenação dos culpados se não for pedir muito mesmo no brasil

Publicidade

Recalls cresceram 200% no Brasil nos últimos dez anos

Balanço da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senacon) revela que, em 2016, mais de 9,6 milhões de produtos e serviços foram alvo de recall, ou seja, foram reconhecidos pelas próprias empresas como tendo algum defeito. Ao todo, foram divulgadas 138 campanhas de chamamento por 43 empresas. De acordo com a Senacon, o número foi o maior registrado desde 2003, quando teve início a série histórica. Nos últimos dez anos o Brasil teve crescimento de mais de 200% no número de recalls realizados.

Do total de produtos submetidos a recall no ano passado, 76% são automóveis e 7,2%, motos. Aparecem ainda na lista, em menor número, produtos eletrônicos, alimentícios, cadeiras plásticas e bicicletas, entre outros. A maior parte dos chamamentos (90%) estava relacionada a riscos de lesão e ferimentos pelo uso dos produtos.

Outro destaque no levantamento foi o alto número alto de recalls de airbags (bolsas de ar) fabricados pela empresa japonesa Takata. Foram 40 chamamentos referentes a dispositivos instalados em 2,5 milhões de carros de 13 marcas distintas. Entre as empresas que mais realizaram chamamentos estão a Fiat (14), a Porsche Brasil (13) e a Toyota do Brasil (10).

Consumidores

Até o fim de dezembro do ano passado, 415 mil consumidores foram atendidos. A Senacon criou um sistema, que será lançado em breve e disponível para a população, que poderá acessar o consultar o banco de dados de recalls em trâmite no Brasil.

Agência Brasil

enviar comentário
Publicidade

CUT anuncia Greve Geral para abril, e sindicatos prometem paralisações contra terceirização no dia 31, em mobilização nacional

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) anunciou uma greve geral para abril e mobilização nacional no próximo dia 31 contra o projeto de lei que libera a terceirização de todas as atividades das empresas, aprovado na noite desta quarta-feira, 22, no plenário da Câmara dos Deputados.

Sindicato com milhares da trabalhadores associados, filiados e em sua base, a CUT pretende “denunciar o golpe promovido pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM)”, o que chamaram de “manobra espúria” como diz em nota de repúdio divulgada nesta quarta.

Herança do governo Fernando Henrique Cardoso, o Projeto de Lei (PL) 4.302/1998 foi encaminhado à Câmara ainda em 1998 e aprovado pelo Senado em 2002. Após 15 anos, com aprovação de 231 deputados, o projeto segue para sanção do presidente da República em sua forma original, que prevê a contratação terceirizada sem restrições, inclusive na administração pública.

Leia a nota da CUT:

“A Central Única dos Trabalhadores (CUT-Brasil) vem a público denunciar o golpe promovido pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), com a votação a toque de caixa do PL 4302 que permite a terceirização de toda e qualquer atividade das empresas.

Um golpe, uma manobra espúria, pois tal PL 4302, proposto em 1998 no governo de Fernando Henrique Cardoso e que, depois de passar no Senado, ficou engavetado. O PL 4302 só foi ressuscitado agora, quando o PL 4330, aprovado na Câmara em abril de 2015, havia provocado um substitutivo global do senador Paulo Paim que proibia a terceirização das atividades-fim das empresas, tal como era o entendimento consagrado pela Justiça do Trabalho, e iria ser votado no Senado.

Rodrigo Maia, pressionado pela CUT e outras centrais sindicais, havia se comprometido em 13 de março passado a suspender a votação do PL 4302 por pelo menos 30 dias, para que o debate sobre a terceirização pudesse ser feito em toda a sua dimensão. Num verdadeiro “passa moleque”, o presidente da Câmara não honra o compromisso assumido com as centrais e submete a voto um PL que é, na prática, uma mini-reforma trabalhista regressiva que permite a terceirização de todos os trabalhadores e todas as trabalhadoras, atacando todos os seus direitos como férias, 13º Salário, jornada de trabalho, garantias de convenções e acordos coletivos.

Apoiando-se numa maioria de deputados golpistas e corruptos, atendendo à pressão de empresários que querem flexibilizar direitos e precarizar as relações de trabalho para aumentar os seus lucros, como Paulo Skaf da FIESP e seu infame “pato” usado na pressão pelo golpe do impeachment contra a presidenta Dilma, a Câmara dos Deputados acaba de cometer mais um golpe contra os direitos da classe trabalhadora, na noite deste dia 22 de março. Uma vez aprovado na Câmara, o projeto de lei vai diretamente à sanção do ilegítimo presidente Michel Temer.

A CUT não reconhece qualquer legitimidade nessa votação, feita na calada da noite e a toque de caixa, da atual Câmara dos Deputados, desmoralizada diante da opinião pública nacional e internacional pelos sucessivos atropelos de sua maioria à democracia e aos direitos da classe trabalhadora.

A CUT conclama toda a classe trabalhadora, as demais centrais sindicais, todos os setores da sociedade que compreendem que os direitos trabalhistas são parte essencial dos direitos humanos, á mais ampla mobilização para derrotar, nas ruas e locais de trabalho esse golpe desferido com a aprovação da terceirização em todas as atividades das empresas, abrindo a via para transformar empregos formais e regulamentados, em “bicos” de trabalho precário, temporário e parcial , com salários e direitos rebaixados, inclusive na administração pública.

A CUT confia na capacidade de luta de nosso povo e da classe trabalhadora, demonstrada na grande jornada de 15 de março passado contra o desmonte da Previdência e os ataques aos direitos trabalhistas. Vamos combater a terceirização ilimitada, a PEC 287 (Reforma da Previdência) e o PL 6787 (Reforma Trabalhista) que rasga a CLT,

A CUT indica a realização da Greve Geral de toda a classe trabalhadora no próximo mês de abril e convoca desde já um Dia Nacional de Mobilização em 31 de março”

O Povo

 

Comentários (7) enviar comentário
  1. Assisportomirin disse:

    malandragem=sindicato

  2. joao disse:

    A CUT vai causar desemprego por motivo eleitoreiro. CUT = PT.

  3. Arthur disse:

    O próximo passo deverá ser o fim da contribuição sindical obrigatória!!

    • Ric disse:

      Pelo fim da contribuição sindical assino embaixo e ainda faço campanha.

  4. Fran disse:

    A bagunça dessa corja vai ser grande!
    O trabalhador que depender de transporte público, podem se preparar!

    • Sávio disse:

      Essa corja é que está tentando defender os seus interesses. Prefiro caos no transporte público para protestar do que aceitar calado um desmando deste, que é essa lei da tercerização. Essa sim é um mal verdadeiro da corja da classe política.

    • Rodrigo Duarte disse:

      Essa corja não tá nem aí para a terceirização, só estão com raiva do fim da contribuição sindical obrigatória e vão fazer baderna com a desculpa da terceirização.

Publicidade