Publicidade

Ano de 2012 começa com promessa de 43 mil vagas para concursos públicos

O número de vagas previstas em 2012 em órgãos de nível federal e estadual, além de capitais, chega a 43,2 mil, segundo levantamento feito pelo G1, sem contar as instituições que lançarão concursos para cadastro de reserva, isto é, quando os aprovados são chamados conforme a necessidade do órgão, como é o caso do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Entre as vagas levantadas estão cargos que foram criados e oportunidades que já foram autorizadas ou aguardam autorização dos respectivos órgãos competentes.

Entre os concursos mais esperados do ano estão os da Polícia Federal, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Petrobras. No caso da PF, 1,2 mil vagas de nível superior foram autorizadas pelo Ministério do Planejamento. As 328 para agente administrativo ainda aguardam aval do governo. Em relação aos demais, os próprios órgãos, que não necessitam de autorização do governo federal para realizar as seleções por terem orçamento próprio, divulgaram que realização concursos em 2012. A Petrobras confirmou ao G1 a realização de dois concursos em 2012, para cargos de nível médio/técnico e superior. A empresa estima admitir 17 mil novos empregados até 2015, conforme seu Plano de Negócios.

A Polícia Rodoviária Federal teve autorização da presidente Dilma Rousseff para contratar 1.500 policiais rodoviários em 2012.

Três ministérios tiveram concursos autorizados pelo governo federal no fim de 2011. São eles: Ciência, Tecnologia e Inovação; Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; e Planejamento.

Já o Banco Central, Defensoria Pública da União, Ministério da Agricultura, Ministério do Trabalho e Emprego, Ministério da Fazenda e Receita Federal aguardam autorização do Ministério do Planejamento para abrir as seleções neste ano.

No caso das agências reguladoras do governo federal, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) teve concurso para  46 vagas autorizado. Já a Agência Nacional de Cinema (Ancine) e a Agência Nacional do Petróleo (ANP) esperam liberação de orçamento.

Em alguns concursos, a organizadora já está definida, como é o caso do Instituto Rio Branco, Casa da Moeda e Indústria de Material Bélico do Brasil.

Como em 2012 haverá eleições municipais, a lei 9.505/97 restringe apenas a nomeação, contratação ou admissão do servidor público nos três meses que antecedem o pleito até a posse dos eleitos, restrição feita à esfera em que ocorre a eleição, no caso deste ano, no âmbito municipal. Caso a homologação do concurso for feita até três meses antes das eleições, as nomeações podem ocorrer em qualquer período do ano. Já em âmbito estadual e federal as nomeações ocorrem sem restrições.

Veja abaixo vagas, cargos, salários e organizadoras de concursos previstos

Advocacia-Geral da União (AGU)
– 70 vagas para procurador da Fazenda Nacional (nível superior)
– 68 vagas para advogado da União (nível superior)
Salário: não informado

Agência Nacional de Cinema (Ancine)
– 44 vagas para técnico em regulação da atividade cinematográfica e audiovisual (nível médio)
– 56 para técnico administrativo (nível médio)
Salário: cerca de R$ 5 mil

Agência Nacional do Petróleo (ANP)
– 115 vagas para especialista em regulação de petróleo, 22 para analista administrativo e 15 para especialista em geologia e geofísica do petróleo (nível superior)
Salário: cerca de R$ 10 mil

Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)
– 42 vagas para técnico administrativo (nível médio)
– 4 vagas para analista administrativo (nível superior)
Salário: não informado

Banco do Brasil
– cadastro de reserva para escriturário (nível médio) para a capital paulista, Grande São Paulo e interior de São Paulo no primeiro semestre de 2012
Salário: R$ 1.280,10, mais gratificação de 25% paga mensalmente

Banco Central
– 100 vagas para procurador (nível superior)
Salário: R$ 14 mil

Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo
– 2 vagas para engenheiro agrônomo e 2 vagas para engenheiro civil ou engenheiro de produção civil (nível superior)
Salário: R$ 3.079,98

Caixa Econômica Federal
– cadastro de reserva para técnico bancário (nível médio) e cargos de nível superior
Salário: de R$ 1.784,00 a R$ 7.931,00

Casa da Moeda
– vagas e formação de cadastro de reserva para cargos de nível superior e para técnico industrial, operador industrial e assistente técnico administrativo (nível médio)
Salário: não informado
Organizadora: Fundação Cesgranrio

Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia
– 63 vagas em cargos de nível fundamental, médio e superior para Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Florianópolis, Fortaleza, Manaus, Recife, Salvador e Vitória
Salários: De R$ 600 a R$ 2.815,66
Organizadora: Instituto Quadrix

Conselho Regional de Biologia do Paraná
– 12 vagas para agente fiscal e 11 para auxiliar administrativo e financeiro (nível médio)
– 11 vagas para fiscal biólogo (nível superior)
Salário: de R$ 1.200 a R$ 2.250
Organizadora: Instituto Quadrix

Defensoria Pública do Estado de Rondônia
– 30 vagas para defensor público substituto (nível superior)
Salário: não informado

Defensoria Pública da União
– 657 para defensor público e 1 mil para analista de assistência jurídica
– 500 para técnico em assistência jurídica
Salário: não informado

Detran do Maranhão
– 490 vagas para assistente de trânsito (nível médio)
– 60 vagas para analista de trânsito (nível superior)
Salário: de R$ 1.400,00 a R$ 3.771,00

Fundação Biblioteca Nacional
– 27 vagas para assistente administrativo, 1 para assistente administrativo I, 1 para assistente administrativo II, 4 para assistente administrativo III, 2 de assistente técnico administrativo e 9 de auxiliar de documentação II (nível médio)
Salário: não informado

Governo de Alagoas
– 25 vagas de delegado, 50 para escrivães, 150 para agentes de polícia, 30 vagas para peritos, 15 para médicos legistas, 5 para papiloscopistas e vagas para odontolegistas para a Polícia Civil (nível superior) e vagas para auxiliar de perícia (nível médio)
– vagas para oficiais (nível superior) e praças (nível médio) para a Polícia Militar

Governo do Espírito Santo
– 2.240 vagas em 7 seleções, sendo 1.000 para professores
Salário: não informado

Governo do Piauí
– 6 mil vagas para a Saúde (Sesapi), Educação (Seduc), Segurança e Universidade Estadual do Piauí
Salário: não informado

Governo do Rio de Janeiro
– 9 mil vagas em cargos de nível médio e superior para várias secretarias e autarquias
Salário: não informado

Guarda Civil Metropolitana de São Paulo
– 2 mil vagas de guarda civil metropolitano de 3ª classe (nível médio)
Salário: cerca de R$ 1,6 mil

Indústria de Material Bélico do Brasil
– formação de cadastro em cargos de nível médio e superior
Salário: não informado
Organizadora: Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades)

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama)
– 324 vagas para técnico (nível médio)
– 38 vagas para analista administrativo (nível superior)
Salário: R$ 2,6 mil para técnico e R$ 5,4 mil para analista

Instituto Rio Branco
– vagas para diplomata (nível superior)
Salário: R$ 12,9 mil
Organizadora: Cespe/UnB

Ministério da Agricultura
– 111 vagas de auxiliar de laboratório (nível fundamental)
– 1.354 para agente de inspeção, 291 vagas para técnico de laboratório, 198 para agente de atividades agropecuárias e 236 para técnico administrativo (nível médio)
– 692 para fiscal agropecuário e 322 para analistas (nível superior)
Salário: R$ 2 mil para técnico administrativo, R$ 3,2 mil para analista, R$ 3,3 mil para auxiliar de laboratório, R$ 5,2 mil para técnico de laboratório, agente de atividades agropecuárias e agente de inspeção e R$ 10 mil para fiscal agropecuário

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação
– 92 vagas para analista em ciência e tecnologia, 149 para tecnologista e 69 para pesquisador (nível superior)
– 330 vagas para assistente em ciência e tecnologia e 192 para técnico (nível médio)
Salário: R$ 2,5 mil para assistente e técnico, R$ 4,5 mil para analista e tecnologista e R$ 5 mil para pesquisador

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior
– 157 vagas para analista de comércio exterior (nível superior)
Salário: não informado

Ministério da Fazenda
– 2.500 para assistente técnico-administrativo (nível médio)
– 90 para analista técnico-administrativo (nível superior)
Salário: R$ 2,7 mil para assistente e R$ 3,5 mil para analista

Ministério Público do Trabalho
– 40 vagas para procurador do trabalho
Salário: R$ 21 mil

Ministério do Planejamento
– 149 vagas de analista de infraestrutura (nível superior)
Salário: não informado

Ministério do Trabalho e Emprego
– 600 vagas para auditor fiscal do trabalho (nível superior)
Salário: R$ 13 mil

Petrobras
– vagas para nível médio, técnico e superior
Salários: de R$ 2.170,84 a R$ 6.217,19

Polícia Militar de Goiás
– 1 mil vagas para soldados (nível superior)
Salário: de R$ 1,7 mil a R$ 2,7 mil

Polícia Civil e Militar do Pará
– 1,6 mil vagas de nível médio e superior
Salário: não informado

Polícia Civil de São Paulo
– 113 vagas para auxiliar de papiloscopista (nível fundamental)
– 391 vagas para agentes policiais, 16 vagas para auxiliar de necropsia policial, 7 vagas para desenhista técnico-pericial e 103 vagas para papiloscopista (nível médio)
– 56 vagas para perito criminal e 3 mil vagas para investigadores e escrivães (nível superior)
Salário: R$ 2,5 mil para auxiliar de papiloscopista e agente policial, R$ 3 mil para auxiliar de necropsia policial, desenhista e papiloscopista, R$ 6 mil para perito

Polícia Federal
– 500 vagas para agente, 100 para papiloscopista, 150 para delegado, 100 para perito criminal e 350 para escrivão (nível superior)
– 328 para agente administrativo (nível médio)
Salário: R$ 3,2 mil para agente administrativo, R$ 7,5 mil para papiloscopista, agente de polícia e escrivão e R$ 13,3 mil para delegado e perito

Polícia Rodoviária Federal
– 1,5 mil para policial rodoviário federal (nível superior)
Salário: cerca de R$ 6 mil

Receita Federal
– 1.210 vagas para auditor fiscal e 1.050 para analista tributário (nível superior)
Salário: R$ 8 mil para analista e R$ 14 mil para auditor

Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
– 22 vagas para assistente técnico de pesquisa científica e tecnológica I, 69 para auxiliar de apoio à pesquisa científica e tecnológica I, 19 de oficial de apoio à pesquisa científica e tecnológica I, 6 de agente de apoio à pesquisa científica e tecnológica I, 34 de técnico de apoio à pesquisa científica e tecnológica I e 150 vagas de assistente agropecuário I (nível médio)
Salário: não informado

Secretaria do Meio Ambiente da Bahia
– 139 vagas para especialista em meio ambiente e recursos hídricos (nível superior)
– 40 vagas para técnicos de meio ambiente e recursos hídricos (nível médio)
Salário: não informado

Tribunal de Contas do Estado do Amazonas
– 25 vagas para engenheiro civil e 5 vagas para analistas de sistemas (nível superior)
Salário: não informado

Tribunal de Justiça do Paraná
– 25 vagas para juiz substituto (nível superior)
Salário: cerca de R$ 21 mil

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte
– 60 vagas para juiz substituto (nível superior)
Salário: cerca de R$ 21 mil

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
– 118 vagas de técnico judiciário (nível médio) e analista judiciário (nível superior)
Salário: não informado

Fonte: G1

enviar comentário
Publicidade

Mega da Virada pode passar de R$ 170 milhões

Quem quiser concorrer ao prêmio da Mega Sena da Virada, que pode passar de R$ 170 milhões, tem apenas algumas horas para correr a uma casa lotérica. Às 14h de hoje (31) encerra o prazo para registro de apostas.

O sorteio da Mega Sena da Virada será feito hoje (31), às 20 horas, em São Paulo, com exibição ao vivo pelas emissoras de televisão.

As apostas na Mega da Virada custam o mesmo que a aposta regular, R$ 2. A diferença está no sorteio, já que o prêmio não acumula. Se não houver ganhadores na faixa principal – acertando as seis dezenas -, o prêmio será dividido entre os que acertarem cinco números, e assim por diante.

Em 2010, a Mega Sena da Virada pagou o maior prêmio da história das loterias na América Latina. Na ocasião foram sorteados R$ 194,3 milhões. Quatro apostadores acertaram os seis números e dividiram a bolada.

enviar comentário
Publicidade

Líderes de esquemas desbaratados pelo MP em 2011 passam réveillon na cadeia

O réveillon de muitos presos vai ser dentro da cadeia. Mas quem vai se destacar, de fato, são os presos as operações Pecado Capital, Sinal Fechado e Q.I., deflagradas pelo Ministério Público, em 2011.

Seguindo a ordem cronológica das prisões, o primeiro preso que passará a virada de ano na cadeia será Rychardson Macedo. Ele foi preso em 12 de setembro durante a operação Pecado Capital, que descobriu um grande esquema de irregularidades e de desvio dentro do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem), durante 2007 e 2010, anos em que Rychardson era diretor do órgão. Para o MP, Rychardson era o responsável por manter o esquema criminoso.

O processo foi iniciado no Tribunal de Justiça com a entrega da denúncia crime do MP, mas ele terminou sendo remetido para a Justiça Federal por ser um órgão mantido financeiramente pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Seis pessoas foram presas ou por participação ou por oferecerem riscos ao andamento do processo judicial, mas apenas Rychardson continua preso, apesar dos esforços da defesa em tentar soltá-lo através de habeas corpus.

O segundo preso de destaque que vai ver o primeiro sol do ano nascer quadrado é o advogado George Olímpio. George foi preso em 24 de novembro durante a Operação Sinal Fechado, que desbaratou um esquema de fraudes e corrupção no processo de instalação do programa de inspeção veicular entre os anos de 2008 e 2010, através do Departamento de Trânsito (Detran).

George Olímpio foi apontado como mentor e líder do esquema milionário que teve a participação de 34 envolvidos. Além dele, outras oito pessoas foram presas no dia da operação, mas seis já conseguiram a liberdade. Além do advogado também escutarão os fogos de artifício do xilindró, o advogado Marcus Vinicius Furtado e o empresário Edson César Cavalcanti, considerados braços direitos de Olímpio.

O último preso que vai virar o ano dentro de uma cela prisional vai ser o empresário Antônio Laurentino Ramos, que foi preso no dia 15 de dezembro durante a operação Q.I., que desbaratou um esquema de fraudes em concursos públicos realizados no interior do Estado. No dia das prisões, sete pessoas foram presas. Assim como com Rychardson, ele é o único que continua preso.

No esquema descoberto pelo Ministério Público, a empresa Concursos e Seleção de Pessoa Ltda. (Concsel) recebia propinas dos candidatos do concurso e liberava o gabarito dias antes do dia de aplicação das provas. Pelo menos 15 pessoas se beneficiaram com o esquema no ano de 2011.

 

Exceção

A única operação grande operação deflagrada pelo Ministério Público no ano de 2011 que terá todos os seus envolvidos com a virada de ano em liberdade é a Mensalão de Vila Flor. A operação deflagrada no dia 19 de novembro trouxe a público imagens de oeradores de um esquema de compra de apoios políticos entre a Prefeitura e a Câmara Municipal do município de Vila Flor e terminou com a prisão do prefeito, de um secretário, de um ex-secretário, do presidente da Câmara e de outro cinco vereadores. No último dia 23, todos foram soltos porque a Justiça.

enviar comentário
Publicidade

Gastos com pessoal da Assembleia é maior que o da Polícia Civil

A gente sabe que o Poder Legislativo é fundamental em um processo democrático, mas o blog acaba de ter a confirmação de que o orçamento da Assembleia Legislativa de 2011 deve ser R$ 7,5 milhões maior que o da Polícia Civil somente para pagamento de pessoal. Com um detalhe: A Assembleia conta com aproximadamente 700 cargos comissionados e servidores efetivos contra 1350 policiais civis agentes, escrivães e delegados.

É quase metade do povo minha gente. Acho que o Estado precisa muito mais dos trabalhos da polícia judiciária na rua do que de assessores parlamentares e afins.

Pelos levantamentos feitos junto ao Orçamento, O Legislativo deve fechar o mês de dezembro com pagamentos na ordem de R$ 71,3 milhões somente para folha, enquanto a Civil deve fechar com R$ 63,8 milhões. É muita grana. Resta saber qual é a prioridade do povo.

Comentários (2) enviar comentário
  1. Mario Azevedo disse:

    Esse RN é uma piada. Tudo aqui foi programado para servir às oligarquias reinantes. E veja que elas são seculares. O povo gosta. Eta povinho bobo meu Deus!

  2. Napoleandro disse:

    O governo deve servir ao povo e não se servir do povo…As polícias Civis e Militares merecem ser valorizadas…

Publicidade

RN depende "dos outros" para financiar investimentos

Aprovado o Orçamento Geral do Estado para 2012, no montante de R$ 9,498 bilhões, uma constatação: o Governo do Rio Grande do Norte depende de fontes externas para tocar os investimentos necessários ao desenvolvimento do Estado, principalmente na garantia de infraestrutura de estradas, saneamento e recursos hídricos.

Da dotação geral de investimentos da ordem de R$ 1,005 bilhão, apenas 19,3% são provenientes do Tesouro Estadual.

Ou seja: o OGE 2012 aloca pouco mais de R$ 229,5 milhões em recursos próprios. O aporte maior está em outras fontes: bancos internacionais e governo federal. Empréstimos.

Nesse primeiro orçamento elaborado pelo governo Rosalba Ciarlini (DEM), os convênios e os empréstimos no exterior respondem por 58,1% das dotações previstas para investimentos. Fora isso, 10,8% dos recursos advém de operações de crédito internas. Outros 11,8% são decorrentes de arrecadações indiretas – CIDE e Royalties; e programas federais – Fundo de Valorização da Educação Básica [Fundeb], Sistema Único de Saúde e Fundo de Combate à Pobreza.

As fontes estaduais são apenas três: Recursos Ordinários (14,1%); Diretamente Arrecadados (4,7%); Salário Educação (0,5%).

Fonte> Tribuna do Norte

enviar comentário
Publicidade

Salário mínimo sobe para R$ 622 a partir de janeiro

A presidente Dilma Rousseff assinou hoje (23) o decreto que determina o valor de R$ 622,00 para o salário mínimo a partir de janeiro de 2012.

O reajuste representa aumento de 14,13% em relação ao valor atual, de R$ 545,00. O decreto será publicado no Diário Oficial da União de segunda-feira, dia 26.

O método de reajuste do salário mínimo foi definido no início de 2010 por meio de uma medida provisória aprovada pelo Congresso. O valor é calculado com base na inflação dos dois anos anteriores, acrescido do percentual de crescimento da economia do ano anterior de sua validade. Pela primeira vez, o valor do reajuste obedece a esses critérios.

A MP também determina que até 2015 todas as definições sobre o valor do mínimo serão feitas por meio de decreto presidencial.

enviar comentário
Publicidade

Senado aprova projeto que permite burlar Lei de Responsabilidade Fiscal

Sem discussão e em votação simbólica, o Senado Federal  aprovou na noite desta terça-feira (20) Resolução do senador Casildo Maldaner (PMDB-SC), que abre brechas para burlar à Lei de Responsabilidade Fiscal.

A disposição permite que estados e municípios inadimplentes contratem operações de crédito junto às próprias instituições credoras para regularizar os débitos pendentes.

Dito de outro jeito: é pedir dinheiro emprestado para pagar dívidas.

A oposição alega que o projeto afronta o artigo 359-A do Código Penal, que diz que é crime refinanciar débitos descumprindo a resolução do Senado.

Os senadores afirmam que a aprovação da resolução vai abrir brechas para que estados e municípios corram aos bancos para refinanciar suas dividas, alegando isonomia de tratamento, com a jurisprudência criada.

enviar comentário
Publicidade

Arrecadação do IPTU em Natal cresce mais de 20%

A Secretaria Municipal de Tributação (SEMUT) fecha o ano de 2011 com um aumento de 20,21% na arrecadação do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Até 12 de dezembro deste ano foram arrecadados R$ 73.718.000,00 de IPTU e Taxa de Limpeza Pública. No mesmo período do ano passado a arrecadação foi de R$ 61.323.000,00. Apesar do aumento da arrecadação, o índice de inadimplência do IPTU 2011 ficou acima da média do ano passado, chegando a 38,43%.

De acordo com o secretário André Macedo, o crescimento da inadimplência se deu, principalmente, por conta do recadastramento que incluiu cerca de 90 mil imóveis na base de dados da SEMUT. No entanto, os números ainda foram satisfatórios, pois com o trabalho de recadastramento de imóveis era esperada uma inadimplência em torno de 45%.
“Muito deste trabalho se dá pela seriedade na cobrança dos tributos executados pela Secretaria Municipal de Tributação, que colocou para funcionar efetivamente nos anos de 2010 e 2011 o Cadastro de Inadimplentes (CADIN) notificando os contribuintes que atrasam seu IPTU/TLP. Além do mais, após o encerramento do PPI (Programa de Parcelamento Incentivado) não se teve grandes benefícios para acertar o seu tributo, o que fazia com que o contribuinte somente quitasse seu débito quando precisava de certidão, uma vez que a todo momento tinha benefícios para quitação”, disse André Macedo.

Segundo ele, é preciso avançar ainda mais com a cobrança, em parceira com a Procuradoria Geral do Município, pois ainda existem bairros em Natal com inadimplência acima de 80%. “Para isso já foram desenhados projetos que serão colocados em execução no ano de 2012”, afirmou.

Números do Recadastramento

Após o recadastramento a base de dados passou a contar com cerca de 310 mil imóveis cadastrados. Destes, 7.500 apresentaram algum tipo de contestação em relação às características que dão embasamento ao cálculo do valor devido de IPTU/TLP, representando o percentual de 2,42%. Em outras cidades onde o trabalho de recadastramento de imóveis também foi executado o percentual de reclamações fica em torno de 1% a 4% do total de imóveis.

“Em Natal, chegou-se a se trabalhar com a hipótese de se ultrapassar estes percentuais, pois o último recadastramento havia sido realizado em 1989 e 1990. Mas o número de contestações ficou abaixo da expectativa, o que reflete também o sucesso do trabalho de recadastramento de imóveis na nossa capital”, disse André Macedo.

IPTU 2012

O calendário de pagamento do IPTU 2012 foi dividido em três grupos. Os carnês já estão sendo entregues aos contribuintes do primeiro grupo que correspondem aos imóveis das zonas Sul e Leste. O vencimento do primeiro grupo é dia 10 de janeiro. O segundo grupo corresponde aos imóveis da zona Oeste e o vencimento da parcela única é 10 de fevereiro. Já o terceiro grupo corresponde aos imóveis da zona Norte de Natal, e o vencimento é dia 12 de março. O IPTU 2012 sofreu um reajuste inflacionário de 7,33%, baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo Especial (IPCA-E).

A novidade deste ano é que todos os imóveis de Natal irão receber algum tipo de correspondência, pois, diante do recadastramento de imóveis, muitos contribuintes estão sem ter a noção se estão devidamente cadastrados na prefeitura ou não. Assim, se um imóvel é ISENTO, por exemplo, irá chegar uma carta para esse contribuinte dizendo que o imóvel dele não tem cobrança de IPTU e mostrando todos os dados cadastrais do imóvel.

Sendo assim, se até o vencimento da sua zona não tiver chegado nem o carnê, nem a carta, o contribuinte deverá procurar a Secretaria Municipal de Tributação ou emitir a segunda via do seu IPTU pela internet, no site www.natal.rn.gov.br/semut. Neste ano, não será emitido os carnês para os imóveis que ainda não tiveram seu pedido de alteração cadastral efetuado. Os três mil imóveis que ainda têm processo pendente receberão uma carta explicando que, por conta do processo de revisão do recadastramento do imóvel, não será enviado o carnê 2012. Estes contribuintes podem ficar tranquilos, pois não perderão, caso tenha razão na reclamação, nenhum tipo de benefício para pagamento do IPTU, seja de 2011 como também de 2012.

Após a finalização do processo de revisão o contribuinte será notificado da dos resultados da avaliação e serão emitidos seus novos carnês de IPTU de 2011 e 2012 com vencimento para 30 dias após a ciência da revisão. Nestes dois carnês, serão garantidos os descontos de até 20% para efetivação do pagamento à vista. Se o contribuinte optar por não pagar a vista o ano de 2011, será garantido ao mesmo o parcelamento do valor em até 36 vezes do valor.

enviar comentário
Publicidade

Wilma acusa governo Rosalba de dar calote no Programa do Leite

A ex-governadora Wilma de Faria soltou mais uma bomba através da página pessoal do Twitter (@wilmadefaria). A presidente estadual do PSB acusou o governo Rosalba Ciarlini de não fazer o pagamento do Programa do Leite aos produtores, o que ocasionou a suspensão da distribuição de 50 mil litros do produto para as famílias beneficiadas.

O programa atua distribuindo diariamente um litro de leite para cada uma das 155 mil famílias em todo o Rio Grande do Norte. Ele conta com investimentos mensais na ordem de R$ 7,2 milhões, o que totaliza um aporte de recursos anuais que supera os R$ 85 milhões, que beneficia os produtores e às famílias de baixa renda.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Breno Cardoso disse:

    olha só quem fala!!

Publicidade

ALE emite nota negando venda a Bunge

Sempre bem informado e antenado em um pouco de tudo, o blog leu a matéria da revista IstoÉ Dinheiro e publicou a informação antes de todos dos rumores da venda de 50% da ALE para a gigante do setor de alimentos Bunge pelo valor de R$ 1,2 bilhão. Inclusive, o blog foi o primeiro a publicar algo sobre o tema e com a responsabilidade de procurar antes o empresário potiguar Marcelo Alecrim para saber da negociação, mas o celular estava desligado no final de semana.

Tentando colocar um fim a toda matéria especulativa publicada na capa da IstoÉ Dinheiro, a empresa divulgou a nota negando qualquer tipo de negociação e ainda mostrando os investimentos para 2012.

Confira nota na íntegra

“A ALE Combustíveis nega os rumores de que foi vendida e que houve mudança acionária na companhia. A empresa ressalta que investiu R$ 115 milhões em 2011 e que os acionistas já aprovaram um plano de investimentos de R$ 130 milhões para o próximo ano, quando devem ser incorporados cerca de 200 postos à rede revendedora de combustíveis, hoje composta por aproximadamente 1,8 mil postos de serviços. Em 2012, a ALE prevê também inaugurar duas bases de distribuição de combustíveis no país.

A empresa ressalta, portanto, que mantém a mesma gestão, os planos e a estratégia de crescimento traçados para os próximos anos.

Atenciosamente,

 AleSat Combustíveis S.A.”

enviar comentário
Publicidade

Gigante do setor de alimentos compra metade da ALE de Marcelo Alecrim

O empresário potiguar Marcelo Alecrim perdeu 50% do seu maior patrimônio, a rede de postos de combustíveis ALE. Aliás dizer perder seria até uma ofensa para o visionário extrategista gente boa Marcelo Alecrim. Ele e seus sócios, de fato, vendeu 50% da empresa para a multinacional americana Bunge, gigante do setor de alimentos.

O valor do negócio não foi divulgado, mas com uma boa leitura e pesquisa, o blog conseguiu descobrir que o negócio fechado na última semana de novembro foi estimado em R$ 1,2 bilhão. Valor pago parte em dinheiro vivo (R$ 800 milhões) e parte em títulos do Bradesco (R$ 400 milhões).

A rede de postos ALE é a quarta maior do Brasil com mais de 1,8 mil postos espalhados por 21 estados e dona de um faturamento anual superior a R$ 7 bilhões por ano. O negócio ainda não foi divulgado oficialmente no mercado.  Aliás, só será divulgado mesmo em fevereiro, após o grupo Bunge fazer uma auditoria interna para finalizar a compra.

Na antiga composição acionária, 50% do capital da ALE era do grupo mineiro Asamar, do setor de construção civil. O fundo de investimento Darby Overseas Investments detinha a fatia de 26%. Os 24% restantes pertenciam ao potiguar Marcelo Alecrim. Ele, inclusive, foi procurado pelo blog por telefone para confirmar ou não a negocição e como se deu, mas não conseguimos falar com ele.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Julio_souza disse:

    lorota

Publicidade

TIM diz que já vendeu mais de 2 mil Iphone 4S em menos de 24 horas

As vendas do iPhone 4S foram iniciadas à meia-noite de quinta-feira mas milhares de fãs do smartphones da Apple já conseguiram garantir o seu celular antes do Natal. Segundo a TIM, foram vendidas mais de duas mil unidades do novo iPhone 4S. Outras operadoras não revelaram números mas afirmaram que a demanda superou as expectativas.

Nas primeiras horas de venda no Brasil, a TIM – que abriu nove lojas durante a madrugada – comercializou dois mil celulares. Segundo a operadora, que teve filas com centenas de pessoas se formando nas portas de suas lojas, em São Paulo, aproximadamente 600 pessoas estiveram no Shopping Eldorado, em busca do aparelho. A TIM disse ainda que adquiriu o triplo de aparelhos em comparação com o lançamento do iPhone 4, em 2010, quando foi resposável por 40% do volume de vendas do aparelho da Apple no país, segundo levantamento do Gartner.

De acordo com as operadora que operam no país, ainda há smartphones iPhone 4S em estoque.

As vendas continuam pelo Brasil, agora com mais lojas vendendo o 4S. Durante a madrugada, apenas os principais estabelecimentos de Oi, Vivo, Claro e Tim iniciaram as vendas. Alguns deles com coquetéis e a presença de celebridades.

O novo iPhone 4S é vendido em três modelos 16GB, 32GB e 64GB. Na Tim são comercializados desbloqueados, com preços a partir de R$ 1.899. Na Oi, o smartphone estará disponível por R$ 1.999,00 para a versão mais barata, de 16 GB, em planos pré-pagos. O aparelho também pode ser resgatados pelo Oi Pontos.

Na Vivo, o aparelho de 16 GB no modelo pré-pago custa R$2.049. Já a Claro oferece o iPhone 4S desbloqueado por R$ 2.149. As operadoras afirmam que as vendas superaram as expectativas e não divulgaram informações sobre o volume de aparelhos em estoque.

A loja da Apple on-line está vendendo o aparelho desbloqueado de 16 GB por R$ 2.599. A versão mais cara, de 64 GB chega a custar R$ 3.399 mil.

Fonte: O Globo

enviar comentário
Publicidade