Publicidade
Publicidade
Publicidade

FOTOS: De volta à noitada, Adriano Imperador faz farra até de madrugada sem camisa e descalço

Fotos: Sandro Cardozo. Veja galeria completa aqui em texto na íntegra

Em 2017, Adriano está de volta. À noitada. O jogador de 34 anos deixou uma boate na Barra, na Zona Oeste do Rio, e seguiu para um quiosque na Orla, onde ficou até as 5h da manhã de terça-feira. Solteiro, o Imperador fez marcação corpo a corpo com duas mulheres que o acompanhavam.

No verão carioca, o uniforme foi dispensado, e ele circulou de bermudão, sem camisa, descalço e com seu inseparável cordão de ouro. Seus companheiros de campo, ou melhor, de noitada, foram os de sempre, os amigos da Vila Cruzeiro, onde ele nasceu.

Depois que o craque perdeu peso, aumentou a expectativa sobre seu retorno ao futebol . No fim do ano passado, um vídeo gravado pelo MC Smith fez sucesso na web. Nele, o cantor anunciava, ao lado do jogador, a volta dele aos campos neste ano.

Extra – O Globo

enviar comentário
Publicidade

Dirigente da Fifa, Van Basten sugere fim dos pênaltis, impedimento e prorrogação

Ex-atacante da seleção holandesa e atual diretor técnico da Fifa, Marco van Basten quer aproveitar seu cargo na entidade para implementar uma série de mudanças nas regras do futebol. Nesta quarta-feira, ele falou sobre suas ideias revolucionárias para a modalidade e revelou que vai sugerir alterações como o fim dos pênaltis, da prorrogação e do impedimento.

“Eu falei com muitos técnicos e jogadores”, comentou Van Basten, que defendeu que estas mudanças auxiliarão na preservação do futebol em entrevista à agência The Associated Press. “Nós precisamos promover a qualidade, ao invés da quantidade. Temos que defender os jogadores.”

Van Basten se mostrou preocupado com o cansaço dos jogadores. Por isso, sugeriu que cada um deles possa disputar no máximo 60 partidas por temporada. Além disso, quer acabar com as prorrogações após as partidas, e também com os pênaltis. No lugar deles, um sistema de “shootout”, utilizado pela Major League Soccer (MLS) em seu início, em que os jogadores são posicionados a 25 metros do gol e tem oito segundos para arrancar e marcar.

“Eu acho que todo mundo está bastante cansado depois de 120 minutos”, comentou Van Basten. “Talvez os jogadores pudessem começar a 25 metros do gol e, então, você pode driblar o goleiro ou finalizar antes. Mas você precisa marcar o gol em até oito segundos. Exige mais habilidade e menos sorte. É um pouco mais de espetáculo. É mais futebol, mas você ainda está nervoso pelo jogador.”

Também para diminuir o cansaço dos jogadores, o holandês sugeriu que as partidas sejam disputadas em quatro quartos, ao invés dos dois tempos atuais. “Estamos tentando ajudar o jogo, deixá-lo se desenvolver de uma forma boa. Nós queremos um jogo honesto, que seja dinâmico e um bom espetáculo, então precisamos fazer de tudo para ajudar. Os técnicos teriam três momentos com os jogadores durante o jogo.”

Mas nem todas as mudanças pensadas por Van Basten têm relação com a preocupação com o desgaste dos jogadores. O ex-atleta, por exemplo, também pediu o fim da regra do impedimento, alegando que a medida tornaria o futebol mais atraente para os espectadores.

“Eu acho que um futebol sem impedimento pode ser muito interessante. Hoje em dia, o futebol parece muito com o handebol, com nove ou dez defensores na frente do gol. É difícil para o adversário marcar um gol ou criar algo no pequeno espaço que é dado. Então, se você jogar sem impedimento, terá mais possibilidades de marcar um gol”, defendeu.

Por fim, Van Basten ainda sugeriu a introdução de um cartão laranja, entre o amarelo e o vermelho, que tiraria o jogador punido de campo por 10 minutos. “Talvez um cartão laranja pudesse ser mostrado e fazer o jogador ficar fora do jogo por 10 minutos por incidentes que não são pesados o suficiente para o cartão vermelho.”

Folha de Vitória

Comentários (2) enviar comentário
  1. Kall disse:

    É isso que dá ter drogas liberadas na Holanda…

    • Kakaká disse:

      kkkkkkkk… já ia comentar isso!!
      Sou a favor do fim da prorrogação.

Publicidade

Comissão da Câmara aprova passe livre para estudantes registrados em federações esportivas

A Comissão do Esporte aprovou projeto de lei do deputado Professor Victório Galli (PSC-MT) que concede passe livre no transporte coletivo de passageiros para os estudantes que praticam esporte e estão registrados em federações esportivas (PL 5110/16).

A proposta recebeu parecer favorável do relator, deputado Valadares Filho (PSB-SE). Ele afirmou que a distância entre o local de treinamento da residência, escola ou trabalho dos esportistas pode ser significativa, especialmente nas grandes cidades brasileiras, impondo custos elevados para as famílias. “O custo desse deslocamento pode ter um peso relevante na decisão do atleta de continuar com suas práticas esportivas”, disse.

Desistência

Para Valadares Filho, o projeto, ao conceder a gratuidade das passagens, evita que jovens promessas esportivas abandonem prematuramente o treinamento e as competições.

“No Brasil, a prática esportiva atende a propósitos de inclusão social, melhoria na qualidade de vida, promoção econômica, além de contribuir para a educação de crianças e jovens. Esta proposição fortalece e incentiva o desenvolvimento do esporte no País”, disse.

A proposta cria o programa Passe Livre Atleta, a ser gerenciado pelas secretarias municipais de Esporte. Para ter acesso à carteira que dá a gratuidade no transporte coletivo, o atleta deverá comprovar residência no município e matrícula em federação esportiva. Deverá também estar matriculado em escola de ensino fundamental, médio ou superior.

Ainda segundo o projeto, o passe livre terá duração de seis meses.

Tramitação

O PL 5110/16 tramita em caráter conclusivo e será analisado agora nas comissões de Desenvolvimento Urbano; de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Comentários (2) enviar comentário
  1. escritor disse:

    Nao existe almoco gratis. Alguem ta pagando.

  2. Manoel Cavalcanti Neto disse:

    Tudo bem, mas quem paga a conta, o trabalhador expoliado?

Publicidade

Polícia afirma que técnico do Atlético-GO foi achado em motel

A Polícia Militar de Goiás informou durante entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (17) que encontrou o técnico do Atlético-GO, Marcelo Cabo, em um motel de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. De acordo com a corporação, está descartado que ele tenha sido vítima de sequestro, assalto ou qualquer tipo de violência. O treinador, que ficou mais de 40 horas desaparecido, passa bem.

– Não teve cometimento de crime nenhum. Ele não foi vítima de nenhum crime – declarou o tenente-coronel da PM Ricardo Mendes.

A corporação informou que encontrou o treinador a partir de informações do taxista que o levou ao local na tarde de segunda-feira. Ao chegar ao motel, os policiais localizaram o carro de Marcelo Cabo.

A Polícia Militar não informou se Marcelo Cabo estava acompanhado nem se ele estava sob o uso de drogas ou álcool.

Desaparecimento

Cabo tinha sido visto pela última vez na madrugada de domingo (15), ao sair do prédio em que mora, em Goiânia. Antes disso, na tarde de sábado (14), o treinador comandou o Dragão na derrota por 1 a 0 para o Gama, no primeiro amistoso da pré-temporada.

Segundo o clube, após o jogo, Cabo foi a uma confraternização com amigos. Ao voltar para casa, ele ligou para o filho por volta de 2h40 e teve uma conversa sobre assuntos da família. Em seguida, as câmeras registraram o treinador deixando o imóvel sem portar telefone celular e documentos pessoais.Sem contato com o comandante, o clube rubro-negro registrou o caso na Deic no início da tarde de segunda-feira, por volta de 14h.

Após coletiva no CT do Dragão, na qual a diretoria oficializou à imprensa o desaparecimento, Marcelo Cabo chegou a ser visto em seu prédio por volta das 15h48 de segunda-feira. No entanto, permaneceu no local por poucos minutos e desapareceu novamente. Segundo disseram funcionários do condomínio à Polícia e membros do Atlético-GO, ele não estava machucado nem com marcas de sangue. Porém, aparentava estar um pouco “grogue”. Às 20h40, a assessoria de imprensa da Polícia Civil fez o comunicado de que ele havia sido localizado.

Carreira

Natural do Rio de Janeiro, Marcelo Cabo tem 50 anos. Ele chegou ao Atlético-GO em 2016 e comandou o time na conquista do título da Série B do Campeonato Brasileiro. Foram 38 jogos, com 22 vitórias, 10 empates e seis derrotas à frente do Dragão. Ao longo da competição, o treinador fez trabalho consistente e foi um dos responsáveis pela brilhante campanha.

Cabo iniciou a carreira no Bangu, em 2004. Depois, foi auxiliar de Marcos Paquetá na Arábia Saudita por quatro anos e dirigiu uma equipe nos Emirados Árabes. Ele também foi auxiliar técnico de Jorginho e observador técnico de Dunga na primeira passagem dele pela seleção brasileira.

Globo Esporte

 

Comentário (1) enviar comentário
  1. Curioso disse:

    Uma rabuda fatal na parada…

Publicidade

América na frente do ABC no ranking digital de clubes brasileiros divulgado pelo Ibope

Ibope divulgou o ranking digital de clubes brasileiros. América aparece na 29ª posição, ABC logo atrás na 30ª.

Comentários (9) enviar comentário
  1. Assis Oliveira disse:

    Grande Torcida!! Começa o Campeonato, Sábado a Noite, em Casa, com todo Conforto da Arena das Dunas, 2 Mil Gatos Pingados. Por milagre não perdeu! Quero Ver em Japecanga! Só vai mesmo o Time!!!!

  2. François Cevert disse:

    ha ha ha brincadeira? todo inicio de ano pipoca rankings de todo tipo onde o AmériDa está há frente do @abcfc, mas basta um peido matinal que o mais querido assume a dianteira novamente… Kkkk

  3. Marcelo disse:

    sERÁ QUE ESSE RANKING VAI LEVAR O MEQUINHA PARA A SE´RIE b?

  4. Inquisidor disse:

    Ouve uma época,onde o AB6 era o protegido da federação (liga) pelo fato de ter sido eleito o "time do povo" e era a menina dos olhos dos políticos (em busca de voto…) nos primórdios do nosso futebol.Por isso sua torcida cresceu muito e era obrigatório que ele estivesse sempre nas finais dos metropolitanos que era pra dar "renda",numa época em que o futebol era regido pelo que entrava nas bilheterias.
    O tempo passou,essa lorota de time do povo foi caíndo a máscara e o América foi conquistando na marra seu espaço no contexto,conquistando o primeiro título importante do nosso futebol:"Campeão do Norte-Nordeste" (Taça Almir) em1973.
    A partir do ano seguinte, 1974, nosso campeonato deixou de ser "metropolitano" e passou a ser "Estadual" (com a inclusão do Potiguar-M) e nesse ano o América protagoniza outro feito: Campeão potiguar invicto,enquanto o "time do povo" tinha era levado uma punição da CBD envergonhando nosso futebol.
    A torcida alvirrubra cresceu e o favorecimento ao AB6 começou a esmorecer na moral. Teve início uma era de equilíbrio e desportividade, onde não se aturava mais clube ter "filial", presidente de clube entrar em campo prá intimidar juíz nem ganhar título na marra mexendo os pausinhos nos bastidores, como nos primórdios.
    Em 1982, o América seria novamente campeão potiguar invicto. Aliás, Tetra campeão. O primeiro tetra campeão ESTADUAL e da era Castelão.
    E na década de 90, o América voltaria a Elite do futebol brasileiro como vice-campeão da Série B em 1996, numa época em que só subiam DOIS clubes.
    Em 98, conquista o maior e mais disputado título do futebol potiguar em todos os tempos, a Copa do Nordeste de 1998, disputado por clubes de primeira divisão e com seus elencos titulares, de quebra metendo 4 a 0 no maior rival.
    A partir dessa época a torcida do AMÉRICA já havia superado a do ex-time do povo.
    E a prova maior é que, os maiores publicos das últimas tres décadas envolvem a torcida alvirrubra.
    Essa pesqquisa aí só corrobora o óbvio, a torcida do mais amado clube do RN é quem manda no estado. O resto é lorota prá enganar otário e quem vive de passado É MUSEU!
    É MELHOR SER O MAIS "AMADO", DO QUE SER apenas o mais querido.

  5. Soriedem disse:

    O América sempre foi dá Elite Potiguar. Natural que seus torcedores tenham mais inclusão digital. Agora a torcida é muito menor e amarrada. Os caras não tem coragem de dar 2 reais numa aposta de Timemania.

    • Wilson disse:

      Se não sabe, o Abc sempre fica na frente da time mania por causa dos dirigentes que compram muitas apostas, não é só a torcida, se observar o time fica sempre na mesma posição toda semana.

  6. paulo dantas disse:

    CHUPA LETRINHAS!!

  7. Edu disse:

    Tai o mequinha ganhou pelo menos numa coisa kkkk

  8. Moizes campos disse:

    a maior piada do futebol, vergonha de quem fez isso!!

Publicidade

Técnico do Atlético-GO reapareceu em seu prédio, diz polícia

Segundo a polícia de Goiânia, Marcelo Cabo, técnico do Atlético-GO, apareceu em seu prédio, após ficar desaparecido desde a madrugada de sábado para domingo.

– Viemos aqui pessoalmente. Às 15h48, um táxi com o Marcelo Cabo chegou ao prédio onde ele mora, desceu no subsolo, ele desceu, subiu no apartamento, desceu e saiu daqui cinco, sete minutos depois – disse o tenente-coronel Urzêda em entrevista à Rádio 730AM.

– O pessoal que esteve com ele disse que não tem manchas de sangue na roupa, não tem lesões. Ele está bem, inclusive foi cumprimentado por funcionários, e daqui saiu do jeito que voltou. Não sabemos para onde. Mas o mais importante é sabermos que ele está bem – continuou o militar.

O Globo

enviar comentário
Publicidade

Atlético-GO revela que técnico Marcelo Cabo está desaparecido

O início de temporada do Atlético-GO vem sendo marcado por uma situação dramática. No início da tarde desta segunda-feira, o clube confirmou o desaparecimento do técnico Marcelo Cabo.

De acordo com informações do Portal 730, o treinador, responsável por levar o Dragão ao título da Série B em 2016, foi visto pela última vez no sábado. O celular do técnico está em seu apartamento.

io de temporada do Atlético-GO vem sendo marcado por uma situação dramática. No início da tarde desta segunda-feira, o clube confirmou o desaparecimento do técnico Marcelo Cabo.

De acordo com informações do Portal 730, o treinador, responsável por levar o Dragão ao título da Série B em 2016, foi visto pela última vez no sábado. O celular do técnico está em seu apartamento.

Terra, com Lancenet

enviar comentário
Publicidade
Publicidade

Felipe Massa deixa aposentadoria e assina com Williams para 2017 na F1

Dizem que onde tem fumaça tem fogo. E apesar de parecer louca a ideia de ver Felipe Massa em um carro de F1 poucas semanas depois de uma linda despedida no GP do Brasil, ela acaba de se concretizar. A Williams assinou, na manhã desta segunda-feira, com o brasileiro por mais uma temporada, para ser companheiro de Lance Stroll e ajudar no desenvolvimento dos carros de 2017, que sofrem uma mudança radical. Com isso, é natural que Valtteri Bottas seja anunciado pela Mercedes a qualquer momento, já que o outro candidato à vaga, Pascal Wehrlein, fechou com a Sauber também nesta segunda.

– Primeiramente, estou muito feliz de poder voltar para a Williams. Eu sempre pensei que correria em um lugar diferente em 2017, mas a Williams é um time que está no meu coração. Quando me deram a chance de ajudar o time nesta temporada, eu senti que era a coisa certa a fazer. Certamente, não perdi meu entusiasmo pelas corridas e estou muito motivado para guiar o FW40 (carro da temporada 2017). O apoio dos fãs nestas últimas semanas tem sido enorme, me deixando ainda mais motivado, e sou muito grato por isso. Também estou ansioso para trabalhar com o Lance. Conheço ele há um tempo e acompanhei o seu desenvolvimento ao longo desse tempo. Então estou ansioso para ver o que podemos conquistar juntos – afirmou Massa.

A importância de Massa para a Williams em 2017

Com as revoluções que os carros sofrerão na próxima temporada, a ida de Bottas para Mercedes sacudiu a Williams, que precisa de um piloto experiente para entender as mudanças e ajudar o garoto Lance Stroll em seu primeiro ano na Fórmula 1. A Williams chegou a cogitar Jenson Button, mas Felipe já está adaptado ao time que faz parte desde o início de 2014. Além da parte técnica, o lado comercial também favorece o retorno do brasileiro, já que o contrato da Martini (marca de bebidas e principal patrocinadora da equipe), impõe que um dos pilotos seja maior de 25 anos para divulgação da marca – lei em diversos países da Europa.

O furacão causado pela saída de Nico Rosberg

A surpreendente decisão de Nico Rosberg de se aposentar logo após conquistar seu primeiro título mundial, aos 31 anos, no auge da carreira colocou fogo no mercado de pilotos da Fórmula 1 para 2017. Simplesmente abriu-se uma vaga na atual melhor equipe do grid, a Mercedes. O alemão Pascal Wehrlein, que correu na Manor em 2016 e faz parte do programa de desenvolvimento da montadora alemã, é um dos cotados para a cobiçadíssima vaga. Fernando Alonso estava na lista do time alemão, confirmou o chefe do time, Toto Wolff, mas, sob contrato com a McLaren – e depois de ter dito que queria ser campeão com a equipe de Woking -, sua vinda foi tida como impossível. Agora com o anúncio de Massa na Williams, a ida de Valtteri Bottas para a Mercedes fica praticamente certa, já que Pascal Wehrlein, o outro candidato, foi confirmado pela Sauber na manhã desta segunda.

Globo Esporte

 

Comentários (3) enviar comentário
  1. Beto Jácome disse:

    Perdeu a chance, agora a quadrilha do Temer não deixa mais.

  2. Dr. Veneno disse:

    0 (zero) a esquerda. Poderia ter confirmado a aposentadoria. Se não rende para a equipe, não mostra resultados, cai fora.

  3. Val Lima disse:

    kkkkkk…. Será q a Globo vai fazer outra despedida…..
    Rsrsrsrs

Publicidade

Relatório aponta Neymar como o jogador mais caro do mundo

Neymar comemora seu gol na vitória do Barcelona sobre o Athletic Bilbao – LLUIS GENE / AFP

Um relatório divulgado nesta segunda-feira pelo CIES (International Centre for Sports Studies) aponta os 100 jogadores mais valorizados do futebol mundial no momento. No topo da lista, nem Messi, nem Cristiano Ronaldo. O jogador mais caro do mundo, segundo o estudo, é Neymar. O atacante brasileiro do Barcelona foi avaliado em 246,8 milhões de euros (cerca de R$ 841,5 milhões).

O argentino Lionel Messi aparece em segundo lugar, avaliado em 170,5 milhões de euros, enquanto o francês Pogba, do Manchester United, é o terceiro, valendo € 155,3 milhões.

O estudo avalia os valores do jogadores usando vários fatores, como as performances deles – minutos jogados, gols marcados – e características como idade, valores e tempo de contrato, entre outros dados.

O segundo brasileiro mais bem avaliado é Diego Costa, atacante naturalizado espanhol do Chelsea, que aparece na 32ª posição. Roberto Firmino, do Liverpool, é o 45º, Willian, do Chelsea, é o 47º e Philippe Coutinho, do Liverpool, aparece em 48º. Confira a lista completa clicando aqui.

OS DEZ JOGADORES MAIS CAROS DO MUNDO:

1 – Neymar (Barcelona) – € 246,8 milhões

2 – Messi (Barcelona) – € 170,5 milhões

3 – Pogba (Manchester United) – € 155,3 milhões

4 – Griezmann (Atlético) – € 150,4 milhões

5 – Luis Suárez (Barcelona) – € 145,2 milhões

6 – Harry Kane (Tottenham) – € 139,2 milhões

7 – Cristiano Ronaldo (Real Madrid) – € 126,5 milhões

8 – Dybala (Juventus) – € 113,8 milhões

9 – Dele Alli (Tottenham) – € 110,5 milhões

10 – Hazard (Chelsea) – € 101,5 milhões

O Globo

 

enviar comentário
Publicidade