Publicidade

Confira as datas do Sisu, ProUni e Fies, processos seletivos que usam o Enem

O Ministério da Educação (MEC) anunciou hoje (18) o calendário dos processos seletivos que utilizam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para acesso ao ensino superior. Os processos são todos online e podem ser acessados a partir do site do MEC. Para participar de todos eles, o estudante precisa pelo menos não ter zerado a redação.

O primeiro processo seletivo a ser aberto é o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), cujas inscrições serão de 24 a 27 de janeiro. O Sisu oferece vagas em instituições públicas de ensino superior. Nesta edição serão ofertadas 238 mil vagas em 131 universidades federais e estaduais e institutos federais e instituições estaduais. A partir de amanhã (19), as vagas estarão disponíveis na internet para consulta.

O Programa Universidade para Todos (ProUni) abre o processo seletivo no dia 30 de janeiro e encerra no dia 2 de fevereiro. O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de ensino. É exigida também a nota mínima de 450 pontos na média das provas do Enem.

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terá as inscrições abertas entre 6 e 9 de fevereiro. O Fies oferece financiamento em instituições particulares a estudantes que obtiveram pelo menos 450 pontos na média do Enem e não zeraram a redação.

Nota do Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou hoje o resultado do Enem 2016. Os cerca de 6 milhões de candidatos que fizeram as provas já podem conferir as notas na página do participante do Enem. Para acessar, é necessário informar o CPF e a senha escolhida na hora da inscrição. Segundo balanço do MEC, até o final da manhã, 1,3 milhão já haviam consultado a nota.

Os estudantes têm acesso a uma tabela com a nota obtida em cada uma das provas: linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e redação. Eles ainda não têm, no entanto, acesso ao espelho da redação, com a correção mais detalhada do texto, que será divulgado posteriormente.

Agência Brasil

 

enviar comentário
Publicidade

TCE determina que Prefeitura de Ceará-mirim suspenda admissão de aprovados em concurso

Foto: Jorge Filho

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) determinou que a Prefeitura de Ceará-mirim suspenda cautelarmente os processos de admissão dos aprovados e se abstenha de realizar nomeações relativas ao concurso 001/2016. Foram detectados indícios de irregularidades no processo de realização do certame.

A decisão foi proferida por unanimidade, após sugestão de voto do auditor Antonio Ed Souza Santana, ratificada pelo conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves, decano da Câmara, a quem cabe encaminhar as sugestões de votos apresentadas pelos auditores. A Prefeitura de Ceará-mirim deve comprovar, no prazo de 30 dias, o cumprimento dos termos da decisão.

Além de se abster de nomear aprovados, e suspender as admissões, o Município deverá realizar estudos para comprovar “quantitativo de postos de trabalho preenchidos mediante contratos de terceirização, contratos temporários e cargos em comissão”; “quantitativo de cargos efetivos que poderão ser providos a partir da nomeação dos aprovados no concurso público”; “estimativa dos recursos orçamentários, com os encargos correspondentes, necessários para custear as admissões no exercício em que devam ser realizadas”; e “impacto orçamentário-financeiro das nomeações decorrentes do concurso público”.

Também será necessário não mais exigir uma série de pré-requisitos não previstos em lei para os cargos de fiscal de obras, administrador, enfermeiro e professor de Educação Física, tais como o registro em conselhos profissionais e a comprovação de cursos específicos.

Com informações do TCE-RN

Comentário (1) enviar comentário
  1. Observador disse:

    Quantos funcionários o TCE tem ? Lotados em quais cargos ? Batem o ponto ? Quantas horas por semana trabalham ? Qual a remuneração deles ? A produtividade ? Todas as denúncias são apuradas ? Quantos cargos comissionados ? Quantos estão de licença ? Existe algum funcionário fora do país recebendo remuneração ?

Publicidade

Brasileiro se aposenta aos 58, em média, e a maioria ganha 1 salário mínimo

O governo quer mudar as regras para a aposentadoria e enviou ao Congresso, no final do ano passado, uma proposta de reforma da Previdência. Uma das principais mudanças é que todos os trabalhadores deverão ter, no mínimo, 65 anos de idade e 25 anos de contribuição com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para conseguir se aposentar. Para receber o valor integral da aposentadoria, será preciso contribuir por 49 anos.

Afinal, com que idade o brasileiro costuma pendurar as chuteiras atualmente e quanto ganha de aposentadoria?

Como é o aposentado no Brasil hoje

O Brasil tem hoje pouco mais de 19 milhões de aposentados pelo INSS, segundo a Secretaria da Previdência Social.

Atualmente, o brasileiro se aposenta, em média, aos 58 anos.
De cada três aposentados, dois ganham um salário mínimo.

Há dois tipos de aposentadoria mais comuns no momento: por tempo de contribuição e por idade.

1) Por tempo de contribuição

Basta ter contribuído com o INSS por 35 anos, no caso dos homens, ou 30 anos, para as mulheres, independentemente da idade do trabalhador. Atualmente, cerca de 5,7 milhões de pessoas fazem parte desse grupo.

Quem se aposenta por tempo de contribuição consegue o benefício com pouco menos de 55 anos e recebendo dois salários mínimos.

2) Por idade

A maior parte dos brasileiros, porém, se aposentou por idade: são pouco mais de 10 milhões de pessoas. Para conseguir se aposentar por idade, os homens precisam ter pelo menos 65 anos e as mulheres, 60 anos. Todos precisam ter contribuído com o INSS por 15 anos, no mínimo.

Em geral, as pessoas mais pobres se aposentam por idade porque costumam trabalhar mais tempo sem ter carteira assinada e sem pagar o INSS. Assim, não conseguem completar os requisitos mínimos para a aposentadoria por tempo de contribuição.

Quem se aposenta por idade acaba trabalhando mais e ganhando menos, atualmente. Em média, o aposentado por idade trabalha até os 61 anos, e ganha um salário mínimo.

* Esses são números médios, ou seja, nem todo mundo se aposenta com essas idades ou recebe esses valores.

UOL

 

Comentários (6) enviar comentário
  1. Senhor Cidadão disse:

    MILITARES JÁ!!

  2. Cardoso de Araújo disse:

    Essa proposta é ridícula, num país onde uma pessoa com 40 anos é considerada velha, como pode se aposentar com 49 anos de contribuição? Quantos aos 50 anos que perder um emprego, conseguirá outro? Quem legisla são pessoas engravatadas, que trabalham no ar condicionado, tomando cafezinho e muitas vezes sem fazer nada e com toda mordomia. E o povo? Que se exploda!

  3. Jean disse:

    Não o alto clero composto pelos altos cargos do judiciário, Ministério Público, Tribunais de Contas, Câmaras de Deputados e Senadores, etc, etc, etc…
    Os ex-Governadores também não tem do que se queixar: passam quatro anos no mandato e recebem uma aposentadoria gorda que na sua morte ainda se transforma em pensão vitalícia.
    Quer mais?
    Isso causa indignação em alguém?
    Não!!!
    Mas se alguém oriundo do baixo clero furar esse bloqueio poderoso e tiver qualquer desse "benefícios" ou privilégios, aí "o pau come".
    País de analfabetos funcionais ainda teleguiados pela REDE DE FAZER BOBOS – PLIM-PLIM!

  4. Blue disse:

    A matéria mostra como já é difícil a situação do trabalhador brasileiro é mesmo assim o governo pretende piorar a situação. Jamais um trabalhador brasileiro conseguirá contribuir por 49 anos e, assim, nunca conseguirá a aposentadoria integral. Contribuir e não se aposentar, é isso que vai acontecer se essa proposta absurda for aprovada.

    • Lobo disse:

      Isso. Poderá até se aposentar, mas dificilmente será por aposentadoria integral. O jovem que começar a trabalhar aos 20 anos, para receber a aposentadoria integral, deverá se aposentar aos 69 anos de idade e 49 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO. Dificilmente, alguém conseguirá ficar ativo no mercado de trabalho por tanto tempo, sem amargar um período desempregado. Imagine os trabalhadores da construção civil, por exemplo: ao chegar aos 60 anos de idade, será que terão a mesma capacidade laborativa de quando eram jovens? será que terão mercado de trabalho para eles? Ademais, é bom lembrar que é uma falácia a história de previdência deficitária e que foram três reformas, uma de FHC e duas de Lula.

    • Potyguar disse:

      Concordo . É um direito básico de qualquer trabalhador no mundo, desde que tenha o tempo de contribuição.
      O que é inadmissível é a proposta de 49 anos para se ter direito a aposentadoria integral. Daqui há pouco seremos todos escravos e sem direito nem a reclamar, porque virão alguns idiotas dizer que é mimimi.
      Fiquemos de pé e não percamos nossa dignidade. Os políticos não estão preocupados com o Brasil, mas sim com o que poderão ganhar ( talvez das empresas de previdência privada ) nas negociações escusas para aprovar essa famigerada reforma.

Publicidade

Governo do RN: Indenizações às famílias dos presos não estão em discussão no momento

É preciso esclarecer que o Estado do Rio Grande do Norte não está tratando, no momento, de indenizações para famílias dos presidiários que vieram a óbito na rebelião de Alcaçuz, no município de Nísia Floresta, região Metropolitana de Natal, no último sábado (14). Segundo o procurador geral do Estado, Francisco Wilkie, a primeira etapa é avaliar as causas e as consequências da rebelião. “Temos que saber, além dos números de óbitos, o número total de feridos, avaliando cada caso separadamente.

Quanto à posição dos tribunais, o Superior Tribunal de Justiça tem posição sedimentada no sentido de que a responsabilidade do Estado é objetiva. No Supremo Tribunal Federal, o tema está sob repercussão geral, ou seja, ainda não há uma definição e, quando houver, valerá para todo o país. É importante deixar claro que aqui no RN, não foi falado em direito absoluto, nem em prazo, nem em valor”, finalizou o procurador geral do Estado, Francisco Wilkie.

Comentários (3) enviar comentário
  1. Junior Pinheiro disse:

    Se houvesse justiça ou indenizações seria para familiares de vítimas desses bandidos !!! Pessoas de bem e do bem vítimas de assaltos, latrocínios é etc… !!!!

  2. Walter disse:

    Quem tem que indenizar o estado e a família destes vagabundos isso sim que será justiça

  3. ForaPtzadaCorrupta disse:

    Que indenização?

Publicidade

Rolls-Royce pagou propina de R$ 29,8 milhões à Petrobras

Fábrica da Rolls Royce em Derby, na Inglaterra – POOL / REUTERS/30-11-2016

A multinacional Rolls-Royce pagou US$ 9,3 milhões (o equivalente a R$ 29,8 milhões) em propinas a um operador e a um então diretor da Petrobras no Brasil entre 2003 e 2013. Após o repasse do dinheiro, a empresa britânica venceu concorrências para atuar em projetos de pelo menos seis plataformas da estatal. A informação foi divulgada nesta terça-feira pelo Departamento de Justiça americano (DOJ), que participou do anúncio da homologação do acordo da companhia britânica hoje com autoridade brasileiras e americanas na Justiça de Londres.

Segundo o DOJ, em julho de 2003, executivos da Rolls-Royce compartilharam e discutiram informações confidenciais sobre propostas da concorrência que envolvia a prestação de serviços para a Petrobras. A companhia atuou nas plataformas P-51, P-52, P-53, P-56, PRA-1 e plataforma de mexilhão.

Ainda de acordo com os procuradores americanos, em 2003 a Rolls-Royce enviou sua proposta para dois projetos de plataformas da Petrobras. Contudo, ambas foram negadas pela Petrobras por razões técnicas. A negativa levou a empresa a contratar um consultor que teria repassado propina a funcionários da Petrobras para obter os contratos.

O DOJ não revela os nomes dos participantes do esquema. Nos documentos, os operadores são tratados como “intermediários” e a referência aos agentes públicos se refere apenas ao cargo que eles ocupavam à época.

O caso envolve pagamento de propina e corrupção da companhia britânica por mais de três décadas em 12 países. Somente as autoridades do Reino Unido, a empresa pagará 497 milhões de libras, o que equivale a R$ 1,9 bilhão. A companhia também vai desembolsar mais R$ 545 milhões para os Estados Unidos e mais R$ 81 milhões ao Brasil, onde é alvo da operação Lava-Jato. O esquema também se estende a países como Indonésia, Tailândia, Índia, Rússia, Nigéria, China e Malásia.

A investigação durou quatro anos e contou com a colaboração da companhia britânica a Serious Fraude Oficce (SFO), uma espécie de departamento de justiça do Reino Unido. Ao todo, são pelo menos 12 acusações de conspiração para corrupção, falsa contabilidade e suborno. O processo diz respeito aos negócios da Rolls-Royce nos setores aeroespacial, de defesa e de energia. A empresa, que é conhecida pela fabricação de carros de luxo, também faz turbinas e atua no ramo naval.

O juiz do caso, Brian Leveson, determinou hoje que os termos do acordo eram “justos, razoáveis e proporcionais” a gravidade da conduta da empresa e sua “plena cooperação” nas investigações. Como parte das tratativas, a companhia concorda não só em pagar multa, mas também em adotar práticas de compliance cooperando com futuros julgamentos de possíveis funcionários envolvidos em corrupção. Num dos trechos da sentença, o magistrado cita o pagamento de propina pela empresa entre 2000 e 2013. “Nesse período, a Rolls-Royce e seus funcionários conspiraram para fazer mais de US $ 35 milhões em pagamentos de comissões a consultores comerciais e outros, sabendo que esses pagamentos seriam usados para subornar funcionários estrangeiros”, diz um trecho da sentença do magistrado.

David Green, que é diretor da SFO, ressaltou a importância da cooperação internacional com o Ministério Público Federal (MPF) e com o Departamento de Justiça americano (DOJ). “O suborno prejudica a reputação do Reino Unido como um lugar seguro para fazer negócios. Este acordo é uma medida significativa sobre uma importante empresa britânica. Agradeço os nossos parceiros internacionais confiáveis”, disse o Green que citou procuradores americanos e brasileiros.

Segundo Green, o caso já pode ser considerado a maior investigação já realizada pela SFO, custando 13 milhões de libras e envolvendo cerca de 70 funcionários da SFO.

NA MIRA DA LAVA-JATO

No Brasil, a Rolls Royce atuou no ramo naval, fornecendo peças para plataformas da Petrobras. Em 2015, o ex-diretor da Petrobras Pedro Barusco admitiu em seu acordo de colaboração premiada que teria recebido US$ 200 mil da empresa inglesa. No depoimento Barusco afirmou que os pagamento se referiam a um contrato firmado para fornecimento de módulos de geração de energia para plataformas da Petrobras, cujo valor chegava a R$ 100 milhões.

Os US$ 200 mil, ainda de acordo com Barusco, foram depositados em contas no exterior. Barusco citou Luiz Eduardo Barbosa e Júlio Faerman como intermediários da Rolls Royce no Brasil. Segundo o ex-diretor, os dois também representavam a SBM e a Alusa em contratos com a estatal.

O Globo

Comentários (4) enviar comentário
  1. Alldo disse:

    Quais os nomes dos corruptos???

  2. Ricardo Filho disse:

    Não foram pagos à Petrobras. E sim, aos diretores corruptos.

  3. Emerson disse:

    A empresa não pagou propina à Petrobras; melhor manchete para a notícia seria que diretores a receberam; a petroleira teve foi o prejuízo.

  4. paulo disse:

    BG
    Há ladrões.

Publicidade

DINHEIRO EM BOA HORA: Abono salarial ano-base 2015 começa a ser pago na quinta para nascidos em janeiro e fevereiro

Benefício pode ser sacado em caixas eletrônicos, lotéricas e agências da Caixa e Banco do Brasil até 30 de junho

A partir de quinta-feira (19), o Ministério do Trabalho começa a pagar o Abono Salarial do PIS ano-base 2015 para os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro. Quem possui o Cartão do Cidadão e registrou senha pode retirar o benefício em caixas eletrônicos e casas lotéricas. Quem ainda não tem o cartão deve se dirigir a uma agência da Caixa.

Quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano-base e teve remuneração média de até dois salários mínimos tem direito ao abono ano-base 2015. Além disso, o trabalhador deve estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos e a empresa onde ele trabalha deve ter informado seus dados corretamente na Relação Anual de Informação Social (RAIS).

Segundo o chefe de divisão do Seguro-Desemprego e Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan, a partir deste ano o abono é proporcional aos meses trabalhados durante o ano-base. “Quem trabalhou durante todo o ano de 2015 terá direito a um salário mínimo (R$ 937,00). Quem trabalhou apenas um mês receberá o equivalente a 1/12 do salário mínimo, e assim sucessivamente. A fração igual ou superior a 15 dias de trabalho será contada como mês integral”, explica.

Os trabalhadores podem sacar o benefício até o dia 30 de junho de 2017, mas Ubiratan recomenda que não se deixe para última hora. “É importante que os trabalhadores fiquem atentos ao mês de nascimento e se dirijam às agências de acordo com o calendário divulgado. Essa programação evita tumultos”, destaca.

Calendário do pagamento do PIS 

Comentário (1) enviar comentário
  1. Cristina Fernandes freire de morais disse:

    Gostaria de saber se eu tenho direito a o PIS é qual é o valor se pode enforma ok

Publicidade

Mortes em rebelião de Alcaçuz: Procurador-Geral do Estado diz que em momento algum falou sobre prazo ou valor para indenização de presos

O Procurador-Geral do Estado (PGE), Francisco Wilkie, entrou em contato com o Blog na manhã desta terça-feira(17), para esclarecer, o que classificou como interpretação da reportagem, matéria em destaque de O Globo, falando que o Governo do Estado estuda indenizar famílias dos 26 presos mortos.

“O que eu disse a repórter é que o Estado estava aliando as causas e conseqüências da rebelião. Não é momento para se falar ainda em indenização. Ela questionou se sabia do posicionamento dos tribunais superiores. Eu disse que sim, que em regra geral o STJ entende que a responsabilidade objetiva é do estado. A matéria está em repercussão geral no STF”, explicou.

Francisco Wilkie disse que a reportagem ainda perguntou se a Procuradoria sabia do desfecho da chacina em Manaus. “Disse que sim, e temos consciência que lá estavam tendo celebrar um acordo. No Rio Grande do Norte não há nada de concreto. Qualquer manifestação em torno do tema é prematura. A gente não ainda nem sabe o número dos presos mortos, de fato. Seria uma irresponsabilidade absurda, encerrou, referindo-se a informação de presos que outros apenados teriam sido jogados em fossas.

Por fim, o Procurador-Geral do Estado falou que enfatizou que em momento algum falou de valor de indenização, e suposto estudo a respeito do tema.

Comentários (4) enviar comentário
  1. Isabel Romano disse:

    Não tem saída: educação em tempo integral já!! A criança de 10 anos de hoje será o delinquente daqui a 2 anos.

  2. sandra disse:

    Vergonha para a nação Brasileira, país sem lei, se educação, sem saúde, sem segurança e por aí se dana tudo.

  3. Potyguar disse:

    O problema é que os interessados no caos completo do estado aumentam ainda mais, através de boatos e disse-me-disse, uma situação que já é por si só, catastrófica .
    E o pior é que essa guerra vai terminar resvalando nos cidadãos aqui fora, já tão acuados por toda essa violência.

    • henrique disse:

      Vai mesmo, Potyguar! Tudo que acontece lá dentro passa a ter reflexos aqui fora. Até um surto de tuberculose. Tem muita gente com babá e essas babás vêm da classe pobre. Elas têm irmãs com relacionamento com detentos e podem trazer para fora dos muros os surtos de doenças contagiosas.
      Não se enganem, tudo reflete aqui.

Publicidade

Justiça decide que Estado deve pagar salários da saúde em dia; em caso de atraso, juros serão cobrados

Desembargador acata pedido feito pelo Sindsaúde, para que o estado pague os salários dos servidores em dia. Em caso de atraso, salário deverá ser pago com juros

A Justiça acatou pedido de Mandado de Segurança feito pela assessoria jurídica do Sindsaúde-RN contra o governo do estado do Rio Grande do Norte, determinando o pagamento dos salários até o último dia do mês, conforme o artigo 28 da Constituição estadual. De acordo com a decisão do relator, o desembargador Expedito Ferreira, atual presidente do Tribunal de Justiça (TJ), o governador deve pagar os servidores da saúde em dia, corrigindo-se monetariamente os valores se o pagamento não for pago dentro do prazo.

O mandado de segurança procura resguardar o direito dos servidores de receber seus salários em dia. A decisão liminar 2016.003337-6 descreve que o atraso do pagamento é um ato ilegal das autoridades. O desembargador considera que o argumento apresentado pelo governo de “reequilíbrio de contas públicas” afeta uma garantia fundamental dos servidores, devendo prevalecer o princípio da dignidade da pessoa humana. O texto afirma que o salário é “verba prioritária e intangível, dada a sua natureza estritamente alimentar”.

O Sindsaúde pedia ainda multa diária de R$ 500 para cada servidor, por atraso. Os servidores estaduais pagam suas contas com juros desde janeiro de 2016, período em que começaram a receber os salários atrasados. Até o momento, somente os servidores que ganham até R$ 4.000 receberam o pagamento.

Com informações do Sindsaúde-RN

Comentários (3) enviar comentário
  1. Bruno disse:

    Isso aí é balela. Já foi DETERMINADO pela mesma "justiça" que TODO o funcionalismo público estadual fosse pago até o 5o dia útil subsequente trabalhado, com multa de no mínimo 3 mil reais se essa ordem fosse descumprida.
    O que o Estado fez? 👉💩👈

  2. M. D. R. disse:

    É vergonha!!! Enquanto o JUDICIÁRIO, MPRN e ASSEMBLÉIA os seus servidores recebe em dias. O EXECUTIVO, que faz sua parte de arrecadações seus funcionários são tratados de forma de humilhação dividido os seus salários de aproximadamente um mês de atraso. Nunca se viu tanta falta de respeito. Gente tem resposta para esse tipo de tratamento, que 2018, está próximo. Atenção funcionalismo público ESTADUAL, esse GOVERNADOR vai terminar o mandato e ñ vai repor as perdas salarial durante a sua GESTÃO.

  3. Leonardo Linhares de Almeida disse:

    E os demais servidores? Só o pessoal da saúde são pessoas humanas com contas a pagar, imposto a recolher, filhos para alimentar? Os demais servidores não merecem o mesmo tratamento?
    Por falar nisso, os marajás do estado, assim são tratados os pobres coitados que ganham mais de R$ 4 mil, vão receber quando?
    Alguém sabe se no Legislativo e no Judiciário, ASG recebe menos que R$ 4 mil? PArece que os marajás do executivo estão nivelados pelos ASG dos demais poderes, que coisa!!

Publicidade

Governo do RN estuda indenizar famílias dos 26 presos mortos

Corpos de presos são retirados da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta (RN) – ANDRESSA ANHOLETE / AFP 15/01/2017

O governo do Rio Grande do Norte deve indenizar as famílias dos 26 presos mortos na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta. Em entrevista ao Globo, o Procurador-Geral do Estado (PGE), Francisco Wilkie disse que ainda estuda o valor das indenizações.

— A gente tem que identificar causas e consequências da rebelião, fazer perícias técnicas. Ainda não se tem exata dimensão de tudo e do que levou às mortes.

Segundo Wilkie, nesta semana serão iniciados os trâmites para indenizar as famílias que tiverem direito, conforme estabelece a Constituição Federal e decisões do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e Supremo Tribunal Federal (STF).

— As indenizações oscilam entre R$ 25 e R$ 50 mil. Nesse momento estamos apurando causas de rebelião para sentar e trabalhar essa questão. No caso do preso, os tribunais e o STF entendem que o Estado tem o dever de custódia, de guarda e de proteger a integridade física dos presos.

O subdefensor geral do RN, Marcos Vinícius, afirmou que o órgão não elaborou nenhuma ação para pedir indenização ao Estado, mas que vai colocar um defensor para auxiliar as famílias que forem ao ITEP.

— Vamos manter contato com as famílias e procurar se informar se alguma medida jurídica vai ser necessária. No Amazonas, a Defensoria articulou para chegar a algum valor.

O Globo

Comentários (43) enviar comentário
  1. Socorro Rodrigues disse:

    Ainda bem que ja tou velha porque se fosse jovem iria ter 10 filhos, viver bolsas do governo e ensinar a roubar , matar e traficar porque esses teem proteção dos DH (direitos humanos ) enquanto que os trabalhadores normais e sofridos batalhadores só Deus pra tomar conta e ainda viver com medo de tudo porque os governantes só protegem BANDIDOS porque também são BANDIDOS. Indignada com tanta falta de vergonha desse povinho.

  2. Elvécio disse:

    Manda esse "dotô" Marcus Vinicius ajudar as famílias assassinadas por esses bandidos.

  3. lucia disse:

    Melhor que o governador va botar os nossos salário em dia que desde janeiro 2015 esta em Atrasos.

  4. Branco disse:

    O gov cumpre a constituição ? , lei maior do país ?? Claro q não
    Então vamos todos pedir indenização !!!

  5. Branco disse:

    Torço pela. Volta já dos militares !!!!

  6. Branco disse:

    Pessoal
    Qual a conta P eu depositar minha parte ??
    E minha casa q foi arrombada 3x esse ano , quem vai pagar ?? Bem capaz de eu ser multado por ter uma cada ..,,

  7. Branco disse:

    Prova cabal q valores estão invertidos . Se a moda pega será bolsa morto 😡😡😡quanta sacanagem !!! E as vítimas ? Casas roubadas , quem indenizará ??? Isso é pura politicagem . Tão jogando gasolina no fogo …

  8. Lucy disse:

    MANDA BOLSONARO E OS BOLSOMINIONS PAGAREM ESSA CONTA DAS INDENIZAÇÕES.

  9. Maria Segunda disse:

    E quem vai indenizar as famílias das vítimas? O radialista Luiz Almir falou o que todo mundo de bem gostaria de falar.

  10. Roberto disse:

    Esses procuradores, deviam procurar uma lavagem de roupa. porquê isso é coisa de quem não tem o quê fazer,um cidadão de bem que tem uma indenização pra receber eles recorrem até a última instância.

  11. Nice disse:

    Tenho ódio quando vejo essa história de INDENIZAR FAMÍLIAS DE PRESOS MORTOS…VAI PRO INFERNO! ORA, SE MATAM, BANDO DE ASSASSINOS, TRAFICANTES, SEI LÁ MAIS O Q, e ainda sou obrigada a ver e ouvir o estado dizer que quer indenizar. Homi, eles nos fazem um grande e belo favor esvaziando a super lotação. Estado, vá procurar melhorar a EDUCAÇÃO E A SAÚDE, GERAR MAIS EMPREGO E RENDA.

  12. francisco nunes disse:

    E quem vai indenizar as vítimas desses delinquentes?

  13. Vera disse:

    Que realidade revoltante, Sr. Governador
    Sou funcionária da Sesap e estou desde 2013 para receber um retroativo da minha insalubridade cortada desde 2005, cujo processo estava na Controladoria para pagamento e do nada retornou para Sesap onde dorme em alguma gaveta. Valor deve ser hoje uns 30.000
    Agilidade para família de bandido e funcionário, qual será o nosso valor?
    Votei em vc em 2014 e estou muito decepcionada !!!

  14. FRASQUEIRINO disse:

    E quem vai indenizar o Estado pela destruição de Alcaçuz?

  15. Dr. Thiago Leão disse:

    "PROCESSUAL CIVIL. ADMINISTRATIVO. INDENIZAÇÃO POR MORTE DE PRESO EM CADEIA PÚBLICA.DEVER DE VIGILÂNCIA DO ESTADO (ART. 5º , XLIX , CF/88 ). INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS. RESPONSABILIDADE CIVIL OBJETIVA. ART. 37 , § 6º DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL . CULPA E NEXO DE CAUSALIDADE COMPROVADOS. SÚMULA 07/ST"
    Infelizmente o Estado tem responsabilidade sobre os presos, mas poderia impugnar essa indenização por caso fortuito ou força maior, pra quem não sabe o que é a responsabilidade civil do estado, sugiro uma lida rápida, para entender melhor o assunto!

    • Branco disse:

      E os casos comuns que o estado não cumpre , está na constituição ?? Vão indenizar todos brasileiros ??

  16. Carvalho disse:

    As vítimas dos delinquentes estudam pedir indenização ao governo do estado.

  17. Ualace disse:

    Uma palavra define: patético!

  18. EDSON disse:

    Infelizmente uma vez que estão custodiados pelo estado é responsabilidade do mesmo garantir a integridade física do mesmo, porém, se todo cidadão de bem que for vítima da violência deve entrar com uma ação indenizatória contra o estado que falhou em garantir nosso direito Constitucional básico que á a segurança. Fizeram uma campanha de desarmamento mas o estado não consegue garantir a nossa segurança, o cometário do Jorge é uma verdade, e o comentário do Henrique, infelizmente é uma realidade, e nós que somos cidadãos de bem devemos nos unir e cobrar nossos direitos.

  19. Guilherme disse:

    Uma pessoa comum lesada pelo Estado vai esperar 20 anos para receber o dinheiro. Família de bandido receberá logo? Vergonha desse país.

  20. Jorge disse:

    O estado tem o dever de proteger a integridade física do detento. Teria também o dever de mantê-lo preso. Quando o preso foge e comete um homicídio, o estado reluta em pagar indenização a família alegando que não é culpa do estado!

  21. Henrique disse:

    Tomaram minha bike de assalto em ponta negra, vou pedir indenização ao governo também, quero pisicologo pois ainda estou traumatizado pois fiquei com uma pistola apontada para minha cabeça por cerca de uma hora e meia. Isso é uma afronta ao cidadão de bem.

  22. Dobode disse:

    Isso é uma Vergonha,e qdo esses Crápulas matam um pai de família,o Estado deveria indenizar, se essa moda pega,haja atraso na folha de pagamento…rssssss

  23. ana disse:

    Governo faça melhor, com o dinheiro dessas indenizações equipe melhor a policia que está nas ruas. Estude indenizar as famílias vitimas desses meliantes.
    Estude uma lei e mande para o legislativo, que se esses vagabundos quebrarem, eles terão que trabalhar dentro dos presídios e pagar.

  24. Dalto disse:

    Espera, para tudo que quero descer, que absurdo é esse?
    O estado tem milhões em precatórios a serem pagos e entra ano, sai ano, não são pagos por falta de verba. A desculpa e argumento é sempre esse. Todos os magistrados do TJ e TRT aceitam a colocação do governo e quem tem seus direitos os vê postergado, ignorado, numa permissibilidade incompreensível.
    Aí tem uma briga entre GANGUES RIVAIS DENTRO DE UM PRESÍDIO e imediatamente aparece recurso para o estado indenizar a bandidagem? Onde estamos vivendo? No estado de direito da carceragem? No estado de negação do cidadão trabalhador?

  25. Decepcionado disse:

    Sem comentários!!!! E de quem é a obrigação e o dever de proteger a integridade física dos cidadãos de bem? Aqui neste país LIXO, só existe lei para beneficiar bandidos? IMORAL! Viva os direitos dos "manos", pois aqui a todos instante vemos que o crime compensa e muito!!!

  26. neto disse:

    por isso a criminalidade cresce a cada dia alem de nos roubar ainda recebe para isso mais e isso mesmo que os piores ladroes na verdade e o próprio governo.

  27. BEATRIZ disse:

    Cadê o Governador do Estado? Cadê o Procurador Geral do Estado? Cadê os direitos humanos? Cadê os defensores públicos? Porque esses não procuram indenizar a família daquela jovem de 18 anos que foi brutalmente assassinada por dois monstros enquanto caminhava com seu fone de ouvido na Zona Norte de Natal?Essa família sim deveria ser indenizada, e com uma indenização bilionária, pois perderam uma jovem de bem, na flor da idade, cheia de sonhos, isso é uma vergonha pra esse Estado.

  28. BEATRIZ disse:

    Pagar administrativamente indenizações a esses marginais, a esses monstros, os quais nos deixam reféns mesmo nós estando dentro de nossas grades, todos engradilhados, isso é uma piada, uma vergonha, mas isso é Brasil, isso é RN. O Governo quer mostrar que é bonzinho é? Que é complacente? Francisco Wilkie deveria ver a situação dos servidores do Estado do RN que são dignos e pessoas de bem, que hoje, dia 17/01/2017 vão receber DEZEMBRO/2016 os que ganham até 4 mil reais e quem ganha acima desse teto nem notícias, talvez lá pro final do mês, quando já deveriam estar recebendo seus salários de janeiro/2017. Outra coisa: a impressa deveria divulgar pra sociedade e o Governo também os crimes que cada um que ali morreu cometeu.

  29. eduardo disse:

    Inversão de valores… governo se preocupando em indenizar as famílias desses monstros, quando o Estado está falido.

  30. Verys disse:

    E a família dos que os "anjinhos" mataram não vai ser indenizadas?

  31. Ferreira disse:

    Piada de mal gosto…
    Pagar administrativamente isso é ridículo, vários cidadoes estão nas filas dos precatorios.
    É dizer que marginal tem prioridade.

    Realmente existe um novo poder constitucional :

    EXECUTIVO

    LEGISLATIVO

    JUDICIÁRIO

    PRESIDIÁRIO.

    E os servidores do estado com vários direto, líquido e certo, para ser pagos, por que não há essa celeridade.

    No mínimo esse procurador quer aparecer, será que ele não vai recorrer dessas condenações até última instância, como eles fazem com qualquer cidadão normal?

    Brasil dos brasileiros!

  32. JOSÉ AVELINO disse:

    O mais INCOPETENTE e DEMAGOGO dá história do RN..

  33. Helio Motta disse:

    Isso não é menos que um absurdo.
    Correm para indenizar vagabundo enquanto milhares estão nas filas de precatório e de RPV esperando seu direito.
    O RN fica de quatro para bandido mesmo. Governo de frouxos!

  34. Neto disse:

    Nosso país é um lixo!!! Nunca será igual a um EUA… Ainda querem comparar esse lixo de país, com países desenvolvidos. Nosso estado, é uma piada!! Imundos!! Do governo federal até o vereador do menor município do Brasil, na sua maioria são imundos parasitas usurpadores do erário público. Nosso país é um lixo!!!

  35. Marcelo disse:

    Um governo que não paga os salários em dia, vai se preocupar em pagar indenização a família de marginal. Se isso acontecer o Governador estará escrevendo o seu nome na lista dos incompetentes.

    • Potyguar disse:

      INFELIZMENTE esta indenização é prevista em lei ( absurda por sinal ), pelo dever de custódia desses marginais por parte do Estado . A sociedade têm é que se movimentar para alterar radicalmente este código penal caduco ( e maluco ) que vigora no País, que favorece e muito a criminalidade.

    • Taciane disse:

      Concordo

Publicidade

Governo oficializa reajuste de 6,58% para aposentadorias acima do mínimo

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social que ganham acima de um salário mínimo terão seus benefícios reajustados em 6,58% este anoAntonio Cruz/Agência Brasil

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que ganham acima de um salário mínimo terão seus benefícios reajustados em 6,58% este ano. O índice foi oficializado em portaria do Ministério da Fazenda publicada hoje (16) no Diário Oficial da União.

O reajuste usa como referência o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), divulgado na última quarta-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em função do INPC, a correção desses benefícios ficará acima do reajuste do salário mínimo. Desde 1° de janeiro de 2017, o mínimo é R$ 937, 6,48% maior que o anterior, de R$ 880.

No ano passado, o reajuste dos benefícios do INSS ficou em 11,28%, enquanto o reajuste do salário mínimo foi 11,68%, de R$ 788 para R$ 880. A portaria também traz o novo teto previdenciário, que passou de R$ 5.189,82, em 2016, para R$ 5.531,31, este ano.

Pente-fino em benefícios

Também nesta segunda-feira, a Fazenda publicou portaria regulamentando a revisão dos benefícios por incapacidade do INSS mantidos há mais de dois anos. A convocação não inclui os aposentados por invalidez a partir de 60 anos de idade que não tenham retornado à atividade.

Os peritos médicos poderão aderir prévia e formalmente à realização das perícias. Quem participar, terá direito a bônus especial de desempenho institucional por perícia efetivamente realizada. A portaria oficializa o que já estava previsto na Medida Provisória (MP) 767, publicada no início da semana passada.

A MP 767 substitui a MP 739, que também determinava revisão dos benefícios mas perdeu a validade no ano passado, antes de ser votada no Congresso Nacional. A MP anterior, no entanto, não previa a exclusão dos aposentados com 60 anos ou mais das perícias.

Agência Brasil

 

enviar comentário
Publicidade

Bradesco é o banco com mais reclamações, segundo ranking do Banco Central

Agência do Bradesco no Rio – Lara Mizoguchi

O conglomerado Bradesco, que inclui Bradesco, Banco Alvorada, Banco Bradescard e Bradesco BBI, ocupa a primeira posição do ranking de reclamações do Banco Central no bimestre novembro/dezembro de 2016, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira pela instituição financeira. Neste caso, foram considerados bancos e financeiras com mais de quatro milhões de clientes. O Bradesco, que conta com 92.455.480 clientes, recebeu 2.617 reclamações consideradas procedente, registrando, com isso, um índice de reclamações de 28,30. Segundo o Banco Central, a maior parte das reclamações contra o Bradesco (total de 492) ocorreu por “irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços” oferecidos pelo banco.

O índice de reclamações, que é o principal critério utilizado pela autoridade monetária para formar o ranking, é calculado com base no número de reclamações dos correntistas consideradas “procedentes”, multiplicado por um milhão e dividido pelo número de clientes da instituição financeira.

Em segundo lugar no ranking de reclamações de novembro/dezembro do ano passado aparece o conglomerado do Santander, com 607 reclamações procedentes. O banco possui 37.065.391 clientes, ficando com um índice de reclamações de 16,37. A principal queixa por parte dos correntistas foi sobre “oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada”, somando 99 demandas. Em terceiro lugar, ficou a Caixa Econômica Federal, que conta com 83.020.990 clientes. Foram registradas no período 1357 reclamações procedentes. Com isso, o índice de reclamaçõe somou 16,34. As principais queixas (242) foram por “irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços”. Em quarto lugar, ficou o conglomerado do Banco do Brasil, com 784 reclamações. Com m total de 59.108.773 clientes, o BB ficou comum índice de reclamações de 13,26. O maior número de queixas (137) foi por ” débito em conta de depósito não autorizado pelo cliente”. Em quinto, aparece o conglomerado do Itaú, com 826 reclamações procedentes (indice de 12,11). O banco tem hoje 68.154.249 e a principal reclamação foi por “oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada”.

Em sexto, ficou o Banrisul, seguido do Votorantim (7º), Pernambucanas (8º), Midway S.A. (9º) e Banco do Nordeste do Brasil (10º). O ranking está disponível na página do Banco Central e pode ser acessado aqui.

O que dizem os bancos

A Caixa Econômica Federal informa que valoriza a opinião dos clientes e a utiliza como subsídio para melhoria e modernização de todos os seus processos de atendimento. Esclarece ainda que revisa permanentemente seus serviços e produtos, priorizando a redução das reclamações e o aumento da solução em todos os canais, internos e externos.

Em nota, o Banco do Brasil lembra que, ao encerrar o segundo semestre de 2016, não figurou no Ranking Bacen entre os bancos com mais de 30 milhões de clientes, ocupando, no semestre, somente a quinta posição entre os cinco bancos com essa base de clientes.

Além disso, o BB, desde julho de 2015, é o banco que apresenta os menores índices de reclamação entre os principais bancos. No bimestre novembro-dezembro/16, o índice de reclamações do BB, de 13,26, foi 27,46% inferior à média apresentada por seus principais concorrentes.

“Quando avaliada a quantidade de reclamações procedentes do Banco do Brasil, verificamos que, no bimestre novembro/dezembro, as reclamações procedentes do BB (784) foram 42% menores que a média desses concorrentes”, completa o banco.

Procurados, os demais bancos ainda não se posicionaram a respeito do ranking.

O Globo

Comentários (2) enviar comentário
  1. Comedor de Coxinhas disse:

    Pensava q tdo q era privado era bom.

Publicidade

Coreia do Sul emite ordem de detenção contra herdeiro da Samsung, suspeito de corrupção

Lee Jae-yong, vice-presidente e herdeiro da Samsung: ele prestou depoimento durante 22 horas (SeongJoon Cho/Bloomberg)

A procuradoria sul-coreana anunciou nesta segunda-feira que pediu a detenção do herdeiro do gigante da eletrônica Samsung no âmbito da investigação do escândalo político que levou à renúncia da presidente Park Geun-Hye.

Em uma declaração, os procuradores que investigam este caso de corrupção indicaram ter solicitado a um tribunal de Seul a detenção de Lee Jae-Yong, filho do poderoso presidente do conglomerado Samsung, Lee Kun-Hee.

O tribunal deverá decidir se emite ou não a ordem de detenção do vice-presidente da Samsung Electronics.

Lee Jae-Yong havia sido interrogado na semana passada durante 22 horas, suspeito de corrupção.

Ele se tornaria o primeiro líder empresarial a ser detido no âmbito deste escândalo que já custou o cargo da própria presidente.

Os investigadores haviam indicado anteriormente que Lee era considerado suspeito neste escândalo que foi crescendo como bola de neve após o indiciamento no ano passado de Choi Soon-Sil, confidente da presidente.

A chamada “Rasputina sul-coreana” está sendo julgada atualmente por ter utilizado seu relacionamento com Park para embolsar enormes somas de dinheiro de grandes conglomerado sul-coreanos, que pagaram milhões de dólares a fundações privadas criadas por ela.

A Samsung, o maior grupo industrial do país, foi a mais generosa, doando 20 bilhões de wons (17 milhões de dólares) às fundações de Choi, à frente de Hyundai, SK, LG e Lotte.

Exame

enviar comentário
Publicidade