Publicidade

Preferido da internet, Leonardo vence terceira temporada do ‘MasterChef Brasil’

Bruna e Leonardo após o final da prova.

Favorito dos telespectadores, mas com pouco apoio dos demais participantes, Leonardo foi o vencedor da terceira temporada do “MasterChef Brasil” (Band), cuja final foi exibida nesta terça-feira (23), ao derrotar Bruna.

Pelo título, ele levou R$ 150 mil, um carro zero, um kit de cozinha e uma bolsa de estudos na escola de gastronomia Le Cordon Bleu, em Paris, além de R$ 1.000 por mês durante um ano para compras em uma rede de supermercados.

Durante a disputa decisiva, em que precisava fazer um menu completo com entrada, prato principal e sobremesa, Léo se destacou ao servir uma barriga de porco. Apesar de a iguaria precisar de bastante tempo de cocção em uma panela de pressão, praticamente não recebeu nenhuma crítica dos jurados.

Na sobremesa, teve que fazer ovos nevados com apenas dois ovos, já que uma gema quebrada havia atrapalhado sua primeira tentativa de preparar o prato. Mesmo com as críticas dos jurados sobre seu doce, acabou aproveitando que Bruna também teve defeitos na sobremesa para ficar com o título.

Os jurados Erick Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça disseram que os dois candidatos começaram muito bem a prova final, mas acabaram caindo um pouco na hora da sobremesa.

Antes da exibição do programa desta terça, Leonardo afirmou que planeja abrir um restaurante em breve.

F5

Comentários (4) enviar comentário
  1. NCaio disse:

    E muito críticos de blogs também.

  2. Heloísa disse:

    Pense numa notícia relevante e séria. Vai contribuir e muito na educação social e moral dos leitores.
    Deve ter muitos comentários essa notícia, de uma importância ímpar. Todo dia, em todo canal de tv, em toda mídia, em toda cidade tem um concurso para master chefe. Existem mais master chefe por aqui que médicos e engenheiros juntos.

Publicidade

Após feijão virar assunto mais comentado no Twitter, Temer libera importação do grão

O Estado de S.Paulo

O presidente em exercício Michel Temer respondeu aos apelos dos internautas e anunciou, pela sua conta na rede social Twitter, que o governo liberou a importação de feijão de três países vizinhos do Mercosul: Argentina, Paraguai e Bolívia. Em sua postagem, Temer usou a hashtag #TemerBaixaOPreçoDoFeijão, que está entre os assuntos mais comentados desta quarta-feira. O grão já acumula uma alta de quase 40% no preço em 2016, até maio, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

E os valores continuam subindo: o IPCA-15, considerado uma prévia da inflação, mostrou uma alta de 16,38% no feijão-carioca na passagem de maio para junho. A disparada dos preços, que se deve a problemas climáticos, já virou piada nas redes sociais (veja abaixo), com imagens que mostram o grão sendo transportado em carro-forte  ou sendo comparado a produtos de luxo. Em 2013, o mesmo aconteceu com o tomate, que era o vilão da inflação à época.

O pedido pela liberação da importação foi feita ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, que participou de reunião com Temer nesta manhã. Em entrevista ao Portal do Planalto, Maggi disse que também está sendo estudada a possibilidade de trazer o produto do México, após a assinatura de um acordo sanitário, e da China.

Comentários (8) enviar comentário
  1. cabral (Pelego)🐴🐴🐴 disse:

    Dilma deu o Feijão dos Brasileiros pra Cuba e ainda pagou o frete com o dinheiro do contribuinte nossa hein…..Dilminha mãe dos Pobres Ricos do PT

    • cabral disse:

      Perdoa este coxinhas Senhor, ele não sabe o que diz.

    • cabral (Original) o outro e 👉🐴🐴🐴 disse:

      A verdade pra esse cabral Molitonto e mentira 😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂

  2. Carlos disse:

    Olha aí a causa do preço estratosférico do feijão!
    Até pensei que era uma sacanagem contra a Dilma e o PT, mas fui conferir e é verdade! Ano passado o Brasil doou 625 MIL toneladas de feijão de nosso estoque regulador para Cuba! E pasmem, ainda pagamos o frete! Segue o link da notícia no site do próprio governo: http://www.conab.gov.br/imprensa-noticia.php?id=38423

    • cabral disse:

      Quando você dar "esmolas" para alguem que nessesite, que a mão esquerda não saiba o q faz a mão direita". Obrigado Dilma em nome de todos os brasileiros ajudou outros irmãos. os coxinhas não sabem o que e isto. Perdoa Senhor.

  3. cabral disse:

    KKKKK Meu Deus o presidente kkkkkk E agora Marta?

  4. lima disse:

    Deveria importar gasolina da Venezuela……..

  5. Potyguar disse:

    Pelo menos já vimos que o pai do Michelzinho faz alguma coisa quando pressionado pela opinião pública.
    Vamos sempre cobrar e fiscalizar esses políticos meu povo, igual como muitos fazem com jogadores, técnicos e dirigentes de futebol, que não tem importância prática nenhuma em nossas vidas.

Publicidade

Camarões fica em 3º e 5º lugares entre os 10 melhores do Brasil

Camarões

O Restaurante Camarões está podendo, entre os 10 mais conceituados do aplicativo mais usado em classificação turística do mundo, o TripAdvisor, o Camarões apareceu em terceiro e quinto lugar entre os melhores do Brasil.

Fica nosso parabéns a toda a família do amigo Fernando, que não só souberam tocar e manter a qualidade, como ampliar com maestria os serviços e opções. Camarões definitivamente é um orgulho potiguar, e esse post não é um informe publicitário, é um informe justo e merecido;

Segue a lista completa dos 10 melhores do Brasil no TripAdvisor:

1 – Voilá Bristot (Paraty, RJ)
2 – Gruta de Santo Antônio (Niterói, RJ)
3 – CAMARÕES RESTAURANTE (Natal, RN)
4 – Koh Pee Pee (Porto Alegre, RS)
5 – CAMARÕES POTIGUAR (Natal, RN)
6 – Taste Vin (Belo Horizonte, MG)
7 – Pocos Tapas (Curitiba, PR)
8 – Varanda Grill (São Paulo, SP)
9 – Mahalo (Cuiabá, MT)
10 – Mocotó (São Paulo, SP)

Comentários (7) enviar comentário
  1. Clara Bezerra disse:

    Bruno, ficamos muito felizes com sua publicação. Muito obrigada pela delicadeza e espontaneidade da publicação neste espaço tão valioso em todos os sentidos. O que nos deixa mais felizes é perceber que o legado vai além da empresa. São pessoas, amigos e clientes que nutrem um carinho especial pela empresa e por nossa família. A missão de dar continuidade após um visionário e ser humano tão brilhante ter nos deixado prematuramente é dura (sem falar na saudade), mas fazemos com muito amor, disciplina e dedicação. É maravilhoso sentir – com gestos como o seu e tantos comentários carinhosos – que vale muito a pena! Obrigada mais uma vez, em nome da família e das equipes Camarões. Muito (mais) sucesso, paz e saúde pra você e sua família. Abraços

  2. Osvaldo disse:

    Reconhecimento do bom trabalho, da excelente gastronomia e, sobretudo da visão empresarial inteligente dos seus proprietários. Parabéns!

  3. Luciana Morais Gama disse:

    Parabéns a toda equipe dos Restaurantes Camarões, orgulho de de povo potiguar.

  4. Marisa Brandão Varela de Albuqueque disse:

    Para mim é o melhor restaurante de Natal, na gastronomia, no ambiente, no atendimento, enfim em tudo !!!!!! Recomendo a todos que aqui chegam . Parabéns a todos que fazem parte dessa organização !!!!!👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼

  5. Observador disse:

    Sucesso total da iniciativa privada, sem a participação de governo nenhum. Esta de parabéns a família de Fernando, que soube deixar o legado da competência para os seus. Parabens infinitas vezes !!!

  6. GORETTI ALVES disse:

    Parabéns ao restaurante Camarões, nosso grande orgulho potiguar, muito merecido, para nós vcs são sinônimo de EXCELÊNCIA , ele faz parte na nossa vida, da nossa família, dos nossos momentos de comemorações, me orgulho em dizer a todos, que se vim a Natal TEM que ir no Camarões, ORGULHO DE SER UM RESTAURANTE DO RN.

  7. Eliésio disse:

    NÃO TEM PRA NINGUÉM, O CAMARÕES SEMPRE SERÁ O MELHOR DE NATAL.

Publicidade

Freddy’s celebra o Dia Internacional da Paz

A Paz é celebrada nesta segunda-feira (21) em todo o mundo através do Dia Internacional da Paz, um cessar-fogo instituído pela Organização das Nações Unidas. As mensagens de não violência se multiplicam nesta data e a Freddy’s Burguer & Steak House resolveu levar esse pedido de paz para cada um dos clientes da casa.

Para celebrar esta data, todos os pratos servidos carregam em seu topo uma bandeira simbólico do sentimento da empresa. O Dia Internacional da Paz foi instituído pela ONU em 30 de novembro de 1981, através do seu então presidente Kofi Annan.

enviar comentário
Publicidade

Churrasco aumentar o risco de câncer

Em uma entrevista recente ao jornal francês Le Figaro, o chefe do departamento de oncologia do Hospital Pitié-Salpêtrière, em Paris, professor David Khayat, afirmou que todos os alimentos que são assados em contato direto com o fogo do carvão são potencialmente cancerígenos.

O especialista explica que o motivo é principalmente por causa dos hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (HAP) e aminoácidos heterocíclicas (HCA), que são produzidos durante o churrasco. Trata-se de duas moléculas que reagem devido ao contato direto dos alimentos com as chamas, que podem contribuir para o desenvolvimento do câncer quando ingeridos ou inalados.

O churrasco e o risco de câncer

Khayat afirma que é possível reduzir os riscos de câncer sem deixar de apreciar um bom churrasco. “Não se deve, no entanto, banir esse método de cozimento. O risco pode ser diminuído com simples regras que impedem o contato direto do alimento com as chamas”, ressaltou.

Peritos da Agência Nacional de Segurança de Saúde, Alimentação, Meio Ambiente e Trabalho, (Anses), também concordam com a opinião do especialista, afirmando que é possível evitar estes problemas de saúde seguindo algumas dicas e evitando o contato direto da carne com as chamas.

Dicas para diminuir o risco de câncer no churrasco

A primeira dica de como evitar a formação desses compostos químicos cancerígenos é observar a altura do cozimento, para que o fogo não chegue à carne. Para isto é importante entender que os alimentos devem ser assados pelo calor das brasas (aproximadamente 220 graus) e não pelas chamas, que podem chegar aos 500 graus. Neste caso, a dica é colocar uma tela a uma distância de aproximadamente 10 centímetros das brasas, com o objetivo de conter as labaredas.

Outra dica é utilizar uma churrasqueira na qual os espetos permaneçam na posição vertical (talvez um pouco inclinados). Vale a pena lembrar também que o carvão vegetal ainda é o melhor para fazer um bom churrasco, sendo bem mais saudável.

É importante também limpar toda a churrasqueira antes de começar a fazer o seu churrasco, tendo um cuidado especial com os espetos e grelhas. Com isto, além de evitar a contaminação dos alimentos, você também irá conservar o melhor sabor para eu churrasco.

A opção por carnes mais magras também é a mais indicada, pois evita que a gordura caia na brasa e acabe formando as substâncias tóxicas no fogo. Caso você não abra mão da gordurinha da carne, fique atento e cuide para que esta parte da carne fique bem afastada do fogo. “Em qualquer caso, não ingira os pedaços queimados”, lembra ainda o Dr. David Khayat.

O que podemos compreender é que não é preciso simplesmente banir o velho e bom churrasco do nosso dia a dia, mas sim ter muita responsabilidade no preparo e cuidado com o que se está comendo.

O Masculino

enviar comentário
Publicidade
Publicidade

TOP: Natal recebe a Restaurant Week

imagem_release_297229

Natal recebe nesse mês de outubro um dos maiores festivais gastronômicos do mundo, a Restaurant Week. Nessa primeira edição local, os natalenses apreciarão receitas elaboradas com ingredientes de várias partes do mundo, sob o conceito da gastronomia fusion. O evento acontece de 20 de outubro a 02 de novembro, com pré-semana exclusiva para clientes MasterCard Platinum e Black de 13 a 19 de outubro.

Para Fernando Reis, realizador do festival no Brasil, a ideia é democratizar a gastronomia como um todo. “O tema gastronomia fusion proporciona uma ótima oportunidade aos apreciadores da boa gastronomia de provar pratos diferenciados, preparados por grandes e renomados chefs”, ressalta Reis. Os 16 restaurantes participantes terão o desafio de criar um cardápio que reúna diversas partes do mundo em um só prato, apresentando aos clientes um intercâmbio de culturas, sabores e temperos.

imagem_release_297271

Além destes cardápios especiais, a edição também contará com novidades operacionais, como um aplicativo de reserva para os restaurantes participantes e site repaginado com informações atualizadas em tempo real. Através do site do festival, os frequentadores terão a oportunidade de efetuar reservas gratuitamente pela Internet em parceria com a Best Tables, empresa europeia de reservas online. Segundo Fernando Reis, realizador da Restaurant Week Brasil, a parceria promete facilitar o agendamento plataforma online.

Os clientes que possuem cartões MasterCard Platinum e MasterCard Black contarão com uma semana de antecedência para saborear os pratos da Natal Restaurant Week. As reservas deverão ser feitas, preferencialmente, via Serviço MasterCard Concierge (0800 600 2853), no próprio estabelecimento ou também pelo site www.restaurantweek.com.br.

Os cardápios do festival contemplam entrada, prato principal e sobremesa a preços fixos, com opções diferentes para o almoço e para o jantar – no almoço por R$ 37,90 + R$ 1 real de doação para o Hospital Infantil Varela Santiago, total de R$ 38,90. Já o jantar, sairá por R$ 49,90 + R$ 1,00 para o Hospital Infantil Varela Santiago, no total de R$ 50,90.

A Natal Restaurant Week cumpre um importante papel social e, para esta edição, será sugerido aos clientes dos restaurantes participantes uma contribuição de R$1,00 em cada refeição, cujo destino será o Hospital Infantil Varela Santiago, referência em atendimento pediátrico no Rio Grande do Norte.

Restaurantes participantes:

Abade  – Jantar

Bella Natal – Almoço/Jantar

Benditas – Jantar

Camarões – Almoço/Jantar

Dois Vinho e Gastronomia(Somente com reserva) – Jantar

Dolce vita – Almoço

Famiglia Reis Magos – Jantar

Galo do Alto – Jantar

Meu Barraco – Jantar

Nemo Sushi – Cidade Jardim – Almoço/Jantar

Nemo Sushi Petropolis – Almoço/Jantar

Only Pizza – Almoço/Jantar

Paçoca de Pilão – Almoço/Jantar

Restaurante dos Mares – Almoço/Jantar

Taboleiro –  Almoço/Jantar

Ponta do Sol Praia Hotel

Sobre a Restaurant Week:

A Restaurant Week foi criada na década de 1990 em Nova York, chegou ao Brasil em 2007 e até hoje move multidões em torno do festival gastronômico. Atualmente, está presente em mais de 15 cidades brasileiras, como São Paulo, Campinas, Florianópolis, Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro, entre outras, e ainda, é sucesso também em Nova York, Los Angeles e Lisboa. O evento já se tornou um dos maiores festivais gastronômicos do mundo.

Com realização do Grupo MiCA, a edição nordeste do evento acontece simultaneamente em Natal, Recife, Salvador e Fortaleza. Patrocínio Nacional: MasterCard; Apoio Nacional: Cielo; Reservas: Best Tables; Promoção: UOL; Ação Social: Hospital Infantil Varela Santiago; Realização Mica.

enviar comentário
  1. ze Cabral disse:

    Negocio para maracatu

Publicidade

EXCLUSIVO: Confiram a nota da Vigilância Sanitária referente aos restaurante de Pirangi e Cotovelo

No Brasil,  a categorização dos serviços de alimentação é uma iniciativa pioneira baseada em experiências internacionais bem sucedidas de cidades como Los Angeles, Nova Iorque e Londres.

A Copa do Mundo FIFA 2014 foi o período escolhido para a implantação deste Projeto-piloto,  e sua apresentação aos consumidores brasileiros e turistas.

A proposta consiste em classificar os serviços de alimentação com base em critérios que analisam os aspectos higiênico-sanitários de maior impacto para a saúde dos consumidores.  Essa classificação ficará disponível ao consumidor, dando a oportunidade de que o mesmo saiba com que cuidados e limpeza são preparados os alimentos em seu bar, lanchonete ou restaurante preferidos.

Essa classificação é realizada pela vigilância sanitária da sua cidade com a intenção de ampliar a forma de comunicação do resultado da inspeção ao consumidor e como uma atividade complementar à concessão da licença sanitária.

Para estimular a adesão ao projeto, o Governo destinou aproximadamente R$ 5 milhões, para serem investidos na capacitação dos profissionais das vigilâncias sanitárias municipais e na aquisição de tecnologia. Os recursos foram repartidos entre as cidades-sedes da Copa do Mundo que aderiram ao projeto, de acordo com o número de serviços de alimentação existentes em cada uma delas.

Após avaliação definitiva, cada estabelecimento recebeu uma categoria divulgada também em sua entrada principal. Vejam como ficaram a classificação dos restaurantes e bares situados em Cotovelo e Pirangi principalmente. Confiram:

Parnamirim

Comentários (3) enviar comentário
  1. Castro Alexandre disse:

    Então tá, TITICO me manda aí seu e-mail que encaminharei algumas fotos do REVOLTADO advogado que não bebe. Aliás estamos realmente fora da linha, esse advogado e suas atitudes desproporcionais, fora de tom, em lugar errado para ser fazer anarquista, está inconformado com a justiça que foi feita, no lugar do atendimento da VONTADE de um e outro que está ao lado do "poder" e pensa ser acima da lei e da ordem.

  2. TITICO disse:

    PRONTO: A MENTIRA JÁ FOI APURADA. O ADVOGADO DE GENUÍNO, NÃO BEBE.

  3. Leonardo disse:

    Parece que esse Comeu Morreu realmente faz jus ao nome.

Publicidade

EXCLUSIVO: Confiram a nota da Vigilância Sanitária referente aos restaurante de Natal

No Brasil,  a categorização dos serviços de alimentação é uma iniciativa pioneira baseada em experiências internacionais bem sucedidas de cidades como Los Angeles, Nova Iorque e Londres.

A Copa do Mundo FIFA 2014 foi o período escolhido para a implantação deste Projeto-piloto,  e sua apresentação aos consumidores brasileiros e turistas.

A proposta consiste em classificar os serviços de alimentação com base em critérios que analisam os aspectos higiênico-sanitários de maior impacto para a saúde dos consumidores.  Essa classificação ficará disponível ao consumidor, dando a oportunidade de que o mesmo saiba com que cuidados e limpeza são preparados os alimentos em seu bar, lanchonete ou restaurante preferidos.

Essa classificação é realizada pela vigilância sanitária da sua cidade com a intenção de ampliar a forma de comunicação do resultado da inspeção ao consumidor e como uma atividade complementar à concessão da licença sanitária.

Para estimular a adesão ao projeto, o Governo destinou aproximadamente R$ 5 milhões, para serem investidos na capacitação dos profissionais das vigilâncias sanitárias municipais e na aquisição de tecnologia. Os recursos foram repartidos entre as cidades-sedes da Copa do Mundo que aderiram ao projeto, de acordo com o número de serviços de alimentação existentes em cada uma delas.

Após avaliação definitiva, cada estabelecimento recebeu uma categoria divulgada também em sua entrada principal. Vejam como ficaram a classificação dos restaurantes, bares e lanchonetes de Natal, alguns nomes famosos decepcionaram. Confiram:

Restaurantes

 

Segue os links da Anvisa com as informações apuradas por esse blog:

http://portal.anvisa.gov.br/wps/content/anvisa+portal/anvisa/sala+de+imprensa/menu+-+noticias+anos/2013+noticias/servicos+de+alimentacao+na+copa+2014
http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/f6b3e80044431e298c0eed7ad3496059/PPT+Anvisa_Categoriza%C3%A7%C3%A3o.pdf?MOD=AJPERES
http://www.anvisa.gov.br/hotsite/hotsite_categorizacao/documentos/Perfil%20Categoriza%C3%A7%C3%A3o%20CISIS%2029abr14_PAF.pdf
http://www.anvisa.gov.br/hotsite/hotsite_categorizacao/resultados.html

 

Comentários (37) enviar comentário
  1. Alexandre disse:

    Nada que se faça de melhorias neste país, é pensando na população local.

  2. dircelio disse:

    foi um prazer fazer parte deste quadro de funcionarios, que fizerao do divino fogao a categoria A no quisito higienico sanitario. parabens a todos que trabalharao para isso.

  3. Aldo de Medeiros disse:

    Se as ação do momento, não se tornarem uma AÇÃO CONTINUADA indefinidamente, todo os esforços destes agentes fiscais, tornar-se-ão inúteis. Foi um grande passo dado para as possíveis eliminações dos riscos de agravos a nossa saúde, o despertar para uma nova consciência de proprietários e gestores na área de manipulação e serviços de alimentos na nossa cidade. Agora vamos ver quem vai querer mudar de classificação. Quem vai lutar para subir e alcançar o "A". Que a ANVISA, fique de olho, e nós consumidores também.

  4. RJ disse:

    Precisou ter uma Copa aqui para a Vigilância Sanitária fazer essa classificação? Foi o mesmo que a Semob, que somente agora colocou os itinerários das linhas no Google Maps!
    Se for assim, Então que Natal também se candidate para acolher algum esporte antes das olimpíadas do Rio… só assim se vê alguma coisa andando para frente!

  5. Paulo Jr disse:

    Bando de lesados, é uma pesquisa classificatória da Anvisa. trabalho na área da saúde e por mais que meu trabalho seja bom a Anvisa sempre faz alguma observação quanto a manipulação ou estocarem de produtos, normal. Camarões & cia merece mesmo um C, já vi horrores por lá, assim como o estupendo. Guinza e fogo e Chama é que é de lascar, não esperava.

  6. Othon Bruno Sales disse:

    Gostaria de saber a fonte que o blog tirou esta classificação.

  7. Fabiano disse:

    Eu sei que os consumidores merecem e devem saber o resultado da pesquisa, mas esta deve vir acompanhada de mais informações, pois assim não procedendo há o risco de prejudicar bons comerciantes. No caso, o que significa A, B ou C? a única coisa que ficou clara na matéria foi que estabelecimento classificado como pendente é aquele que, no ato da inspeção, não atingiu a pontuação mínima. A propósito, qual é a pontuação atribuída para cada letra? quem recebeu a letra C foi reprovado?

  8. otavio disse:

    restaurantes

  9. Universitário disse:

    Faltou o bar de mãe!!

  10. Marcus disse:

    impressionante, pesquisa frajuta, pífia, comprada. E este blog publicar? Não sei porque me surpreendo.

    • bruno disse:

      Caro Marcus, quer dizer que uma pesquisa da ANVISA que visitou os estabelecimentos das cidades sede da copa no Brasil todo é fajuta? E o que vc acha é o certo?

  11. Gustavo disse:

    Creio que os classificados com "C" investiram mais em aparência!

  12. Vanessa disse:

    O melhor é que os consumidores se informem, pois, todos classificados estão dentro das exigências da vigilância sanitária, o A sem falhas aparentes, o B com pequenas falhas sem gravidade e o C com mais falhas, porém todos atendem a legislação. Essa classificação foi muito boa para o setor e com isso aumenta o nivel de compromisso e responsabilidades por parte das empresas de alimentação. Qualquer um classificado A, B ou C atendem a legislação, ou seja, podem, funcionar sem riscos a saúde do consumidor, muitas vezes as falhas são estruturais. Existem ainda os que ficaram fora da classificação ou pendentes, esses sim devem ter alerta.

    • Julianny disse:

      Os consumidores devem se informar aonde, Vanessa? Se você está tão por dentro dessa ação e do significado específico de cada letrinha, mande o link.

  13. Gustavo disse:

    Não acredito 100% nesta pesquisa,o habibs já foi fechado por 2 vezes no midway por insetos em suas instalações.O fogo e chama com classificação C,enquanto o bari palessi com classificação A !? Alguma coisa de errado,guinza que tem um nome a zelar devido a servir buffet pra festas de renome na nossa cidade e classificação C. Farol bar com classificação A. Acredito que mais que necessário mostrar os requisitos que foram avaliados pra se chegar até estes resultados,acredito que necessite fazer isso junto a população afinal é quem frequenta.

    • Lafaeite disse:

      Verdade meu amigo um tanto esquisito, o fato do Farol bar ter atingindo essa pontuação!

    • Carlos disse:

      Gente, pra que essa cobrança de que os requisitos da avaliação sejam divulgados? Eles são retirados da legislação e toda lei é pública! Se querem saber os requisitos, pesquisem! Haja gente preguiçosa e desinformada. Principalmente ao fazer comparações baseadas no "olhômetro", chegando a dizer, como o Gustavo em 11 de junho, que quem deve fazer tais avaliações são os frequentadores, como se eles visitassem a cozinha antes de comer, como se fossem treinados em legislação sanitária, etc. Gente, muita demência mesmo, por aqui, a avaliação não é de sabor nem de aparência, é de que as cozinhas estejam de acordo com a legislação de vigilância sanitária, mas como vocês pagam por aparência, achando que empresas famosas obrigatoriamente seguem padrões de higiene mais que aquelas que são menores, continuem sendo enganados.

      Para os preguiçosos de plantão, vejam o formulário de avaliação no link abaixo, dou até página de bandeja (19 em diante), mas não vão clicar, muito menos ler, afinal não estamos falando de fofoca de celebridade ou de novela, não é?

      http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/de113f804fe4bde9957efdece77a031c/categoriza%C3%A7%C3%A3o+baixa.pdf?MOD=AJPERES

    • Thiago disse:

      Minha esposa trabalhou no Guinza e ela disse que concorda com a nota C de lá… Mas ela também achou estranho o Bari Palesi levar um A. Deve ter sido um dia feliz deles!

  14. Rindo muito disse:

    Fogo e Chama: C
    Bari Palesi: A
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Sem mais.

  15. Lilian disse:

    Bari Palesi recebeu "A" …OI???

    • Michelle disse:

      Essa classificação não está correta… O Empório da Pizza no Praia Shopping recebeu pontuação A… acredito que tenham trocado na hora da digitação, o que levou ao equívoco em alguns estabelecimentos.

  16. Francisco disse:

    FRASQUEIRINHO nao deve conhecer o CAMAROES, pois leu uma coisa e entendeu outra! o Camarões Potiguar, recebeu A em todas as unidades, antes de colocar qualquer coisa por aqui, é bom prestar atenção. não se pode misturar alhos com bugalhos!

  17. juliana rocha disse:

    Adorei o post. O consumidor realmente tem que ser tratado com respeito e transparência. No entanto, gostaria de entender mais sobre o assunto. Tipo, critérios, fonte, outro local onde possa analisar os dados. Essa classificação pode comprometer a clientela de muitos restaurantes que onsidero excepcionais em termos de gastronomia. Preciso ter mais dados para saber se devo deixar de frequentá-los. Grata

  18. greg disse:

    Cadê o COBRA CHOCA ?

  19. Comilão disse:

    Locais de renome com a classificação "C".

    Muito bom isso, assim temos mais a noção de onde ir e não se deixar levar pelo nome e preços.

  20. Silvio disse:

    Poucas avaliações dos localizados no "plano Palumbo"…

  21. FRASQUEIRINO disse:

    Para que o consumidor tenha mais informação a VIGILÂNCIA SANITÁRIA precisa divulgar os requisitos para enquadrar os estabelecimentos nos níveis A, B e C. Por exemplo um estabelecimento como o CAMARÕES RESTAURANTE na Av. Roberto Freire, considerado um top no ramo da gastronomia ficou na classe B, o que faltou para atingir a classificação máxima, ou seja a A? O mesmo raciocínio para o Restaurante CAIS DA RIBEIRA do Hotel Pestana na Av. Sen. Dinarte Mariz na Via Costeira. A churrascaria FOGO E CHAMA, a melhor da cidade ficou classificada apenas na posição C!

    • bruno disse:

      Caro Frasqueirino, o Camarões que ficou na classe B não foi Camarões Potiguar. Outra coisa que vc tem que levar em avaliação. "B" não é avaliação RUIM.

    • Comilião disse:

      Exatamente.

      E qual o critério para dizer que a Fogo & Chama é a melhor?

      Subjetiva a sua avaliação.

    • paulo césar disse:

      Imagino que os critérios são quanto a estocagem e manipulação dos alimentos, além das vestimentas do pessoal de trabalho, mesas adequadas, enfim limpeza e cuidados no preparo dos alimentos. Gostaria de uma explicação mais detalhada por parte da ANVISA para entender melhor.
      Real Botequim com B? das duas vezes que fui lá sofri problemas gástricos ao ingerir petiscos e faço notar que tenho estômago tido como de avestruz, como de tudo e nunca sinto problemas. Já a filial do citado botequim em Mossoró nunca me decepcionou, sempre como lá e nada tenho a reclamar.

    • Lara disse:

      Faço minhas suas palavras sobre o Real Boutiquim. A única vez em que estive lá tive problemas digestivos, eu e mais duas amigas que me acompanhavam. E inclusive, na ocasião, fiz denúncia na Covisa.

    • Julianny disse:

      Confio na pesquisa da vigilância sanitária porque, particularmente, não saio por aí visitando cozinhas. O que há de errado o Bari Palesi receber nota A? Só por que não é caríssimo não quer dizer não que atenda a todos os requisitos sanitários. Não adianta questionar a avaliação se você fica deslumbrado só com a arquitetura e com a comida…. E C é sim uma nota péssima quando pagamos muito caro para desfrutar de uma experiência exclusiva em um estabelecimento de excelência, a não ser que o cliente se contente somente com o status social de estar dentro do ambiente e não com o que coloca na boca e sua procedência.

  22. Sarah disse:

    Nessa relação sinto falta dos restaurantes da zona norte, incluse alguns que estão nessa lista tem filiais por lá.

  23. Cristiano disse:

    Otima iniciativa, assim a gente fica sabendo dos restaurantes que maqueiam o salao mais tem uma cozinha sem padrão. Para os que são contra a Copa, ela vai ser otima pra Natal, vamos ganhar muito com ela.

Publicidade

Rede Outback desembarca em Natal

Em negociações desde meados do ano passado com o Shopping Midway, a rede americana Outback desembarca em Natal até março de 2015.
O Outback vai se estabelecer onde hoje funciona a filial do restaurante Piazzale, que por diversos problemas desde a sua inauguração vai deixar o shopping.
Comentários (5) enviar comentário
  1. Gomes disse:

    BG, fica melhor de ver as noticias por inteiro, e ter a opção da ➡ para ver a proxima pagina.

  2. Stefano disse:

    *Um restaurante Nordestino no US será Americano? Se a sede da franquia esta nos US não o faz Americano! Oliveira estar certo!!! Morrei na Austrália! O Restaurante é Australiano. Os pratos são típicos da Austrália. Os melhores Out Back têm até Gerente Australiano. Out Back é o nome do elevado de arenito vermelho que tem no centro da Austrália. O concorrente do Out Back na Austrália é a Rio's, Cadeia de churrascaria Brasileira! Que não vai ser Australiana porque está lá… Ok!!! Understand???

  3. Oliveira disse:

    A rede Outback é uma franquia australiana….

Publicidade

BOA: PROCON solicitará cardápios aos bares e restaurantes de Natal

O PROCON/RN inicia esta semana a “Operação Cardápio” que busca evitar a cobrança de preços abusivos durante e após a realização da Copa do Mundo 2014 em Natal.

Para realizar um estudo comparativo dos preços praticados antes do mundial, o PROCON/RN irá recolher um exemplar de cardápio de cada bar, restaurante, boate e afins. “Não podemos continuar a ter, por exemplo, um preço de R$ 6,00 por um copo d´àgua em Natal. Estaremos de olho monitorando estes preços”, explica Ney Lopes Júnior.

Ainda de acordo com o coordenador a medida não servirá como um tabelamento de preços, mas como controle de abusividade previsto no Código de Defesa do Consumidor. “Não queremos que os nossos turistas passem a taxar Natal como uma cidade cara com preços exorbitantes. Isto afasta os visitantes, assusta os consumidores locais e prejudica o turismo que é uma das nossas principais fonte de renda. Vamos conversar com os prestadores de serviços e venda de produtos neste sentido e esperamos chegar a um consenso. Ninguém quer prejudicar as empresas que geram emprego e renda na cidade, Reconhecemos isto. Mas é nossa missão defender o consumidor através do diálogo prévio visando o bem comum. Tenho a certeza que chegaremos a um acordo”, finaliza Ney Lopes Jr, Coordenador Geral do PROCON/RN.

Comentários (3) enviar comentário
  1. andre disse:

    R$ 5,00 um copo de água no Arena das Dunas…..o custo desse copo de água não chega a R$ 0,70…já pode o procon já pode começar por aí.

  2. Kleber disse:

    Poderia começar pelos Bares da Arena das Dunas!

    • Jeremias José disse:

      Quero só ver se Ney Jr. vai fiscalizar o Arena das Dunas. Vai ser expulso novamente? kkk

Publicidade

Semana do Peixe é aberta no Rio Grande do Norte

Em média, os brasileiros comem nove quilos de pescado por ano — menos que os doze quilos recomendados pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Para reverter esse cenário, a 10ª Semana da Pesca, organizada pelo MPA (Ministério da Pesca e Agricultura), foi aberta oficialmente em todo o Brasil nesta segunda-feira. No Rio Grande do Norte, várias ações estão programadas, como degustação de camarão e promoção de pescado em supermercados e restaurantes, comercialização de peixe nas comunidades a preço baixo (Caminhão do Peixe), palestras e povoamento de alevinos (filhotes de peixe) em açudes e represas para ampliar a produção.

O superintendente de Pesca e Aquicultura no RN do MPA, Abraão Lincoln Junior, coordena a campanha que conta ainda com a participação de representantes de diversas instituições, entre elas a Marinha, o Patrimônio da União, a Confederação Nacional de Pescadores e Aquicultores, além de empresas como a Camanor. “Vamos estimular em todo o Rio Grande do Norte o consumo de pescado e ainda as práticas que podem elevar a nossa produção. Vamos levar o pescado às populações mais carentes a um preço justo nos nossos Caminhões”, destacou Abraão Lincoln Júnior.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Jeremias José disse:

    Por falar em peixe… O Governo do RN já pagou o peixe que foi distribuído na Páscoa em Caicó?

Publicidade