Publicidade

Restaurantes proíbem clientes de tirar fotos das refeições

A famosa prática de fotografar pratos de comidas para compartilhar em redes sociais, principalmente no Instagram, anda irritando os novaiorquinos.

A irritação é tanta que alguns dos restaurantes da cidade de Nova York proibiram que clientes usem ceclulares durante as refeições. Eles alegam que incomoda os outros clientes por causa de flashes e muitas vezes das manobras para se obter um melhor ângulo da comida.

Chefs e proprietários dos locais também estariam cansados da situação, mas para não desagradar ninguém, eles convidam aos viciados da prática a fotografar o prato ainda na cozinha.

Fonte: Lifesyle

enviar comentário
Publicidade

Coca-Cola admite em propaganda que engorda

Coca-Cola, a maior fabricante de refrigerantes do mundo, lançou uma campanha contra obesidade nos EUA. O comercial de dois minutos será transmitido entre os principais programas da TV do país. No início do vídeo, uma locutora começa: “Gostaríamos das pessoas junto a nós em algo que preocupa a todos nós: a obesidade.”

No meio do filme, a fabricante afirma que está lançando bebidas com menos calorias, como águas e sucos. E, inclusive, cita o principal produto da casa: “Todas as calorias contam, não importa de onde venham, incluindo a Coca-Cola e tudo com calorias. E se você comer e beber mais calorias do que você queima, você ganhará peso.”

Analistas ouvidos pelos principais veículos dos EUA afirmam que a empresa não quer que as pessoas parem de ingerir calorias. A Coca-Cola quer que as pessoas não parem de comprar refrigerantes, já que pesquisas apontam cada vez mais a bebida como um dos responsáveis pela obesidade.

“A indústria de refrigerante está sob pressão e por boa razão. Essa nova campanha é apenas um exercício de controle de danos e não uma contribuição significativa contra a obesidade”, afirma Michael F. Jacobson, do Centro para Ciência de Interesse Público ao Los Angeles Times.

“Não é sobre mudar os produtos, mas sobre confundir o público. Eles estão escondendo os reais efeitos de beber muito refrigerante a fazendo parecer que balancear o consumo de refrigerantes com o exercício é a única questão, quando há um monte de razões para não consumir esses tipos de produtos”, afirma Michelle R. Simon, uma advogada de saúde pública ao The New York Times.

A Coca-Cola, por outro lado, acredita que tem poder para ajudar seus consumidores a lutar contra a obesidade:  “Há uma conversa muito importante aqui sobre obesidade, e nós queremos ser parte disso porque nosso consumidor nos diz que quer que sejamos parte disso”, afirma Stuart Kronauge, gerente da empresa de bebidas, ao NYT.

enviar comentário
Publicidade

Cuidado com a dieta detox

Dieta detox: publicada na década de 1940, a dieta à base de líquidos promete eliminar as toxinas do corpoEncerradas as comemorações de fim de ano, é inevitável que o corpo sofra com os exageros cometidos. Bebidas alcoólicas e alimentação em excesso — muitas vezes bastante gordurosa — podem levar a uma sensação de inchaço, à desidratação e até mesmo a uma certa indisposição. Para desfazer os reveses dos dias de banquete, muita gente aposta na famosa dieta detox, ou dieta desintoxicante. O objetivo do regime é ingerir apenas alimentos que acelerem o processo de limpeza do organismo, desintoxicando rins, fígado e intestino. Especialistas ouvidos pelo site de VEJA, no entanto, são unânimes: não há comprovação científica alguma de que a dieta detox realmente funcione. Até hoje a ciência ainda não encontrou nenhum alimento que consiga acelerar o funcionamento desses órgãos.

Elaborada na década de 1940 pelo nutricionista americano Stanley Burroughs, a dieta Master Cleanser consiste numa alimentação à base de chás e sucos de limão e pimenta. É proibida a ingestão de quaisquer outros alimentos, já que só assim se consegue desintoxicar de maneira eficaz o corpo, e eliminar gorduras excessivas. Uma nova versão da criação de Burroughs foi publicada em 2004, nos Estados Unidos, por Peter Glickman, especialista em medicina alternativa. No livro Lose Weight, Have More Energy & Be Happier in 10 Days (Perca peso, tenha mais energia e seja mais feliz em 10 dias, em tradução livre, sem edição em português) Glickman indica a dieta para desintoxicar e livrar o organismo de metabólitos indesejáveis. Até então não muito conhecida, a dieta teve adesão de celebridades de Hollywood. Artistas como Beyoncé, Demi Moore e Ashton Kutcher, não só fizeram de Peter Glickman um autor de sucesso (seu livro hoje está na terceira edição), como também ajudaram a divulgar a nova dieta mundo afora.

Uma tese, várias versões — Além do cardápio de Glickman, diversas versões da dieta detox são usadas e vendidas atualmente. Há quem aposte em alimentos mais ácidos, apenas em frutas e verduras, em suplementos que prometem acelerar o organismo ou apenas líquidos. Com duração de uma semana em média, todas elas pregam, no entanto, que se mantenha distância de corantes, conservantes, carnes vermelhas e açúcares. “Antes que qualquer pessoa comece uma dieta como essa, é importante salientar que não há prova científica alguma de que elas sejam benéficas, ou mesmo que funcionem”, disse ao site de VEJA Donald Hensrud, endocrinologista da Clínica Mayo, nos Estados Unidos.

Segundo o especialista, não existe nenhum tipo de alimento que consiga fazer os principais órgãos de limpeza do corpo (rins e fígado) funcionarem acima da sua capacidade normal. Isso significa que ingerir alimentos ácidos, por exemplo, não faz os rins serem mais eficientes na hora de filtrar impurezas do corpo. “Comprovado cientificamente, não há nenhum ingrediente que tenha o poder de acelerar esses órgãos dessa maneira”, diz. No cardápio de Glickman, a adição de pimenta pode até levar a uma dilatação dos vasos sanguíneos e, assim, ajudar na circulação e eliminação das toxinas. Mas fígado e rins continuam funcionando em suas voltagens regulares.

Riscos — Os riscos de se fazer uma dieta extrema, como a detox, são diversos. Seguir um cardápio líquido, por exemplo, pode levar à perda excessiva de potássio e de outros minerais. Já uma dieta com índice calórico muito baixo — também o caso da detox — pode ser responsável ainda por mudanças inesperadas no metabolismo. Entre elas, está o desequilíbrio nos níveis de insulina circulantes no sangue e a queima de carboidratos armazenados no fígado e nos músculos. “Seguir uma dieta saudável, com base em legumes, frutas e vegetais, mantida a longo prazo é a melhor maneira de manter o corpo saudável. Não há milagres”, diz Hensrud.

A dieta na balança — Há apenas uma maneira de ajudar o corpo a trabalhar depois de cometer excessos gastronômicos e alcoólicos. Basta beber água, muita água. É o que indica o hepatologista Márcio Dias, coordenador do Programa de Transplante do Hospital Albert Einstein. De acordo com ele, reidratar o corpo ajuda a aliviar sintomas, como a ressaca, e o mal estar. Quanto às toxinas, o organismo dá conta de eliminá-las naturalmente depois de 24 horas, em média — isso significa que os resquícios da comilança de Natal estão fora do corpo um dia depois dos exageros.

“Essa dieta detox é como a maioria, uma febre. Ela é mais ou menos uma lenda”, diz Dias. Para o hepatologista, o importante em relação à intoxicação alimentar é considerar a sobrecarga como algo prejudicial. Assim, o único jeito de ter controle sobre as toxinas que você coloca para dentro do seu corpo é fazendo uma prevenção: modere na comilança. “Depois que o estrago foi feito, e você já comeu e bebeu mais do que deveria, o jeito é esperar o corpo trabalhar. A única ajuda bem-vinda é beber água.”

Mas há ainda outro socorro possível, chamado compensação. Se você comeu exageradamente, faça refeições mais leves e saudáveis nos dias seguintes. Desse jeito, você dá um tempo para que seu corpo termine de eliminar quaisquer toxinas em excesso que ainda estejam em circulação. “Mas isso não significa restringir macronutrientes, como o carboidrato. Faça refeições saudáveis, regradas, que contenham todos os nutrientes que seu corpo precisa”, diz Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

Fonte: Veja

enviar comentário
Publicidade

Confira receitas de sucos para o verão e as frutas que são importantes na estação

Os sucos não somente são deliciosos nos dias de calor como ajudam o organismo em diversas funções.

Hoje, na seção Pratique Aqui da Revista de Verão, o Feito em Casa mostra três receitas de sucos. Um repleto de betacaroteno, para quem deseja um belo bronzeado; um suco de frutas vermelhas repletas de antioxidantes, que ajudam a retardar o envelhecimento; e um suco verde superpotente com kiwi, hortelã, limão e couve.

Aqui estão mais duas dicas. Para hidratar, refrescar e cuidar da saúde.

Foto Felipe Carneiro
Foto Felipe Carneiro

 

Garota Dourada

Ingredientes:

1/2 cenoura

2 caixinhas de água de coco gelada

2 lascas finas de gengibre

polpa de 1 maracujá

Como fazer:

Bata tudo no liquididficador. Coe e está pronto para beber.

Bônus:

A cenoura é rica em betacaroteno, maracujá é calmante, gengibre combate a retenção de líquidos. Ideal para relaxar e ganhar um belo bronze na praia.

Vermelho hidratante

Ingredientes:

polpa de 1/4 de melancia

2 caixas de água de coco gelada

4 folhas de hortelã

Como fazer:

Bata tudo no liquididficador. Coe e está pronto para beber.

Bônus:

Tanto a melancia quanto a água de coco são extremamente refrescantes e ricos em minerais.

Dicas:

Enfeite as bordas dos copos com rodelas de frutas como laranja, limão e carambola.

Acrescente gelo e açúcar se achar necessário.

As receitas rendem 2 copos.

Foto Felipe Carneiro
Foto Felipe Carneiro

Quem disse que suco precisa ser apenas de frutas? Você pode misturar beterraba, couve, cenoura, alface, gengibre, hortelã e muitas outras opções. Siga sua intuição e crie seu próprio mix.

Aqui vão algumas dicas sobre os ingredientes. As fontes são o livro Prato do Dia, de tiça Magalhães; e a revista O Poder dos Sucos, da editora Altro Astral, que traz uma compilação de receitas indicadfas por vários nutrólogos  e nutricionistas.

 

Abacaxi – sua bromelina melhora a digestão das proteínas

Alface – age como calmante pois o talo contém lactucina, substância anestésica e sonífera

Água de coco – digestiva, hidratante, repositora de minerais

Beterraba – rica em potássio, atuante no controle da pressão arterial

Capim-limão – tem propriedades analgésicas (veja a recita de suco de capim-limão)

Carambola – rica em potássio, combate flacidez e celulite, age contra a hipertensão

Cenoura – é fonte de betacaroteno que, no organismo se transforma em vitamina A, cuidando também da saúde dos olhos

Cereja – tem ferro, potássio, fósforo e vitamina B, é nutritiva e age contra fadiga física e mental. Frutas vermelhas como cereja e morango são ricas em ácido elágico, que atua contra o enfraquecimento do colágeno na pele

Cranberry – rico em vitamina A, C e K, ácido fólico , manganês, potássio e antioxidantes, age no combate à infacção urinária

Couve – assim como outras verduras verde-escuras, contém ferro, essencial para a saúde do sangue. Rica em cálcio

Gengibre – digestivo, diurético, descongestionante das vias respiratórias

Hortelã – calmante

Kiwi – tem vitamina C, cálcio, magnésio, potássio e ácido fólico

Laranja – rica em potássio e vitamina C, antioxidante, age contra gripes e resfriados

Limã0 – tem ácido cítrico, vitaminas A, B e C, age contra febre e é antirreumático

Maçã – rica em vitaminas B1, B2, B3, ferr e fósforo

Mamão – tem potássio, vitaminas A e C, age contra prisão de ventre

Maracujá – rico em vitamina C e calmante

Melancia – diurética, age contra a hipertensão e é rica em vitamina C. Fonte açucares naturais, que ajudam a  manter o pique, e composta de uma grande quantidade de água, para hidratar

Mirtilo – é a fruta mais rica em antocianinas, antioxidantes que impedem a formação excessiva de coágulos no sangue podendo diminuir riscos de infarto e AVC

Morango – é laxativo, age contra dores e inflamações articulares. Contém polifenóis e minerais aque melhoram a circulação sanguínea

enviar comentário
Publicidade

Vinhedos realiza mostra de 26 rótulos de premiado vinho chileno

No próximo dia 03 de outubro a Vinhedos realizará uma grande mostra de vinhos do produtor renomado e premiado do Chile De Martino.O evento idealizado 100 pessoas, terá além de um buffet especial do Hotel Pestana, a presença de Cristian Castro(Diretor de exportação).

Na oportunidade serão apresentados 26 rótulos da Vinícola entre eles vinhos premiums como o Gran Familia 2005, De Martino Single Vineyard Cab Sauv e grandes outras maravilhas desembarcando em Natal com exclusividade para a Vinhedos.

A mostra de vinho será realizado no Hotel Pestana em Natal,  a partir das 19h. O investimento é de R$ 70,00 e pode ser adquirido na Vinhedos Midway Mall e Prudente de Morais. Informações pelos telefones 84 3213-9080 e 3213-0100

 

enviar comentário
Publicidade

ATENCÃO: Vai faltar Bacon e Salsicha no mundo em 2013

Vai faltar bacon e salsicha no mundo em 2013. E é “inevitável”, anunciam produtores do Reino Unido. A culpa, dizem, é do alto custo do milho, necessário para a alimentação dos animais. A seca nos EUA dizimou plantações e tornou os custos exorbitantes.

Por conta disso, no mundo todo, produtores estão abatendo os animais mais cedo, já que não têm condições de arcar com os custos para a alimentação, explica a Associação Nacional de Porco na Grã-Bretanha.

De acordo com o jornal Los Angeles Times, o crescimento de animais mortos já fez com que os EUA tivessem recorde de estoque de carne suína no mês passado: 31% maior do que no mesmo mês de 2011.

A emissora de TV canadense CTV, inclusive, sugere: se você é fã de bacon ou salsicha, estoque no freezer!

Foto: Wikia/Creative Commons

Fonte: Estadão

Comentário (1) enviar comentário
  1. Israelsammy disse:

    "crescimento de animais mortos" foi boa..rsrsrs

Publicidade

Taxa de ocupação em Natal é uma das menores do Brasil

Deu no Jornal de Hoje. Natal vive um momento de baixa ocupação nos hotéis, sinal de pouco divulgação e enfraquecimento do turismo local. Ambientes mal zelados e uma falta de política de investimento no turismo fazem a cidade perder espaço em comparação a outros destinos. A economia não escapa dessa maré baixa de turistas

Confira a reportagem na íntegra:

Os itens serviços, hospedagem e alimentação, que em 2010 foram responsáveis por 9% da geração de emprego no setor hoteleiro de Natal, respondem este ano por apenas 2%. Essa queda de 7% é um reflexo de outra baixa, a da ocupação média da hotelaria, que no ano passado registrou uma média de 70,33% e este ano, até o dia 1º de setembro, era de 63,58%. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira no RN, que iniciaram pesquisas a partir do segundo semestre de 2010, um ano considerado excelente para a hotelaria.

Em relação ao ano passado, a ocupação média da hotelaria de Natal, que está entre as melhores do País, já acumula uma queda de 11%. “Se compararmos a nossa posição atual em relação aos demais estados nordestinos, como Bahia, Pernambuco e Ceará, vamos constatar que enquanto os demais estados avançam, o RN recua, anda para trás, retrocede”, critica o vice-presidente da ABIH local, George Gosson. Segundo ele, se o Estado conseguisse reduzir em apenas 10% a ociosidade atual da hotelaria, que é de 40%, isso representaria uma injeção de R$ 130 milhões na economia potiguar.

George Gosson considera os números da realidade econômica do RN extremamente graves, mas não gostaria que as vissem como uma mera crítica ao governo num ano eleitoral. “Os números que amargamos hoje é a constatação da falta de foco com que historicamente tratamos nossas prioridades econômicas no Rio Grande do Norte e esta é uma miopia que não vem de hoje”, acrescenta.

Para ele, cada setor econômico tem a sua importância, mas a vocação que poderia tornar o Estado mais forte e pujante está no turismo. “É ele que impulsiona o varejo e os serviços, pois a hotelaria só fica com 15% do que a captação turística oferece, o resto irrigará toda uma cadeia produtiva que hoje encolhe ao invés de se expandir”, afirma.

O vice-presidente local da ABIH estranhou o recente alarde feito em torno de uma prospecção feita pelo Grupo MGM para instalação de hotéis na cidade, como se a maior prioridade fosse a instalação de novos hotéis, quando o que falta é uma política de fortalecimento dos equipamentos turísticos, aliado a uma promoção forte do destino. Ele citou o investimento que o Ceará fez sem seu Centro de Convenções e nos cenários locais.

“Dizem que o Ceará é um estado muito maior que o nosso e que não cabe esse tipo de comparação, mas do ponto de vista do turismo trata-se de um concorrente”, lembrou Gosson. “Para o turista, não existe destino maior ou menor, existe mais interessante e menos interessante”.

Ele ironizou a divulgação oficial de que se dá a instalações de eólicas no estado, que ele ressalva como importantes, mas que depois de concluídas deixarão como legado pouquíssimos empregos diretos. “Acho que todo o investimento é importante e todo o setor tem sua contribuição, mas o que não dá para entender é porque nossa grande vocação para o turismo continua sendo relegada”, acentuou.

Gosson citou ainda as últimas pesquisas que dão conta da diminuição dos postos de trabalho no RN, que registrou 32,27% abaixo do alcançado em agosto de 2010. Uma queda de 70%, sobre o mesmo período do ano anterior com o fechamento da fábrica da Coteminas.

“Vamos sediar uma Copa do Mundo, estamos construindo um grande estádio, temos a hotelaria mais forte do Nordeste e das mais vigorosas do país, mas parece que nada disso influenciou as nossas prioridades quando o assunto é desenvolvimento econômico”, desabafou Gosson.

 

 

Comentário (1) enviar comentário
  1. caio fábio disse:

    É o reflexo da cidade suja, esburacada, mal cuidada, com serviços caros e deficientes e sem estrutura de lazer.

Publicidade

Rede de sorveteria oferece 11 milhões de combinações de sabores para seus consumidores

Se você é indeciso melhor nem aparecer. Já pensou uma sorveteria com 11 milhões de combinações de sabores? No Brasil, a primeira loja da rede de sorvetes começou a funcionar ainda em agosto, na cidade de Curitiba.  São 86 sabores e um mix de 160 itens que pode ser adicionado. Pelo menos ninguém vai reclamar de tomar o mesmo sorvete sempre.

Escolher um sabor em meio a 11 milhões de combinações pode soar como uma tortura para o consumidor mais indeciso. Mesmo assim, o universo quase infindável de opções é o mais apregoado apelo de marketing da rede de sorveterias norte-americana Coldstone, que acaba de chegar ao Brasil.

A marca, aqui administrada por quatro sócios, começou a funcionar dia 21 de agosto com uma unidade em Curitiba. Eles investiram US$ 2 milhões (cerca de R$ 4 milhões) pela exclusividade da operação, com a contrapartida de lançar 30 unidades no País em quatro anos, viabilizadas por meio do sistema de franquias.

A cidade de São Paulo deve receber a segunda loja brasileira da rede até fevereiro de 2013. A sorveteria paulistana, aliás, será a unidade padrão, segundo Joaquim Fernandez Presas, que além de sócio é responsável pelo marketing da rede.

“A gente está ainda negociando o ponto em São Paulo. Procuramos um lugar de alto padrão para nosso posicionamento”, afirma Presas, que ainda não tem definido o investimento necessário para cada franquia. “Ainda estamos definindo fornecedores brasileiros e até a nacionalização de alguns equipamentos. Trabalhamos com um valor entre R$ 400 mil e R$ 600 mil”, destaca.

Matemática milionária. Dona de um catálogo de 86 sabores e um mix de 160 itens – como coberturas – que podem ser adicionados ao produto (daí a conta de 11 milhões de combinações), a Coldstone tem 1,9 mil unidades ao redor do mundo (79% delas nos Estados Unidos) e faturou, em 2011, US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 3 bilhões).

Mas apesar da pujança de opções, a versão brasileira da rede ainda trabalha na definição de seu sortimento. Na loja de Curitiba, utilizada como teste para a operação, Joaquim Presas mantém um cardápio com 22 sabores e 40 ingredientes. A preocupação, diz o empresário, é não confundir o cliente.

“Na Coldstone, a pessoa escolhe o sabor da massa, que é esticada em uma pedra de granito gelada, e nosso funcionário acrescenta o mix escolhido. O problema é que, o excesso de oferta, percebemos, pode deixar algumas pessoas confusas. Estamos introduzindo as opções e monitorando, semana a semana, a aceitação de cada uma”, destaca o empresário.

Com informações do Estadão.

 

enviar comentário
Publicidade

Hoje tem o dia do amigos da Amico. Vamos?

A AMICO – AMIGOS DO CORAÇÃO DA CRIANÇA, associação sem fins lucrativos, que auxilia famílias carentes com crianças portadoras de cardiopatias, através da sua rede de colaboradores e amigos promove o seu primeiro DIA DE VINHO. Evento beneficente que irá arrecadar fundos para aumentar a nossa rede do bem e nos ajudará a cuidar de mais crianças e famílias carentes.

A VINHEDOS selecionou uma incrível degustação com mais de 40 rótulos de vinhos tintos, brancos e espumantes de 14 países. A degustação harmonizará ainda com pães e frios preparados exclusivamente pela cozinha internacional do SERHS NATAL GRAND HOTEL para este DIA DE VINHO da AMICO, que será hoje 12 de setembro de 2012 das 19 às 22 horas no salão de eventos Agua Marinha do hotel SEHRS, na via costeira.

O DIA DE VINHO da AMICO é uma oportunidade de você fazer o bem duplamente ao coração. O Vinho além de todas as suas propriedades medicinais também nos ajudará a continuar tratando dos coraçõezinhos das nossas crianças, pois toda a renda do evento será revertida para a AMICO.

https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=b63530dcbe&view=att&th=139b0b3d477d88cc&attid=0.1&disp=inline&safe=1&zw&saduie=AG9B_P_e7Veuvjr_HCJ5jNcHrCSO&sadet=1347450384806&sads=K7im_hHCYXIFK_XHbvIOtHjXypY

enviar comentário
Publicidade

Vinhedos realiza degustação Dia de Vinho da Amico

A associação sem fins lucrativos Amigos do Coração da Criança, mais conhecida pelo homônimo Amico, que auxilia famílias carentes com crianças portadoras de cardiopatias, através da sua rede de colaboradores e amigos promove o seu primeiro Dia de Vinho. Evento beneficente que irá arrecadar fundos para aumentar a nossa rede do bem e nos ajudará a cuidar de mais crianças e famílias carentes.

A Vinhedos selecionou uma incrível degustação com mais de 40 rótulos de vinhos tintos, brancos e espumantes de 14 países. A degustação harmonizará ainda com pães e frios preparados exclusivamente pela cozinha internacional do Serhs Natal Grand Hotel para este Dia de Vinho da Amico, que será no 12 de setembro de 2012 das 19 às 22 horas no salão de eventos Bossa Nova do hotel Sehrs, na via costeira.

O evento é uma oportunidade de você fazer o bem duplamente ao coração. O Vinho além de todas as suas propriedades medicinais também nos ajudará a continuar tratando dos coraçõezinhos das nossas crianças, pois toda a renda do evento será revertida para a instituição.

enviar comentário
Publicidade

Quem anota o que come emagrece mais, aponta estudo

Já que segunda-feira é o dia clássico de começar uma dieta, aqui vão três recomendações eficazes, saídas diretamente de estudo publicado no Journal of the American Dietetic Association, com 120 mulheres acima do peso:

1 – Registre tudo o que você come num diário (em papel ou na internet/celular).

Quem anota tudo o que come durante o dia, tem uma noção melhor da própria alimentação. No papel, fica mais difícil se auto-enganar. Mas, o próprio estudo diz, não pode mentir pra si mesmo. É pra anotar tudo, com as devidas quantidades e tamanhos.  As mulheres que fizeram isso emagreceram, em média, 3 quilos a mais do que as que não registraram nada. Uma outra pesquisa, feita em 2008, já havia mostrado que quem anota  o que come chega a reduzir em até 50% as calorias ingeridas.

2 – Não pule nenhuma refeição.

Novamente, quem deixou de tomar café, almoçar ou jantar, pensando estar emagrecendo mais rápido por causa disso, deixaram de perder 3,5 quilos em média, em comparação com as mulheres que fizeram religiosamente todas as refeições programadas durante o dia.  Pulando refeições, o metabolismo fica mais lento e a fome aumenta, o que leva geralmente a excessos na refeição seguinte.

3 – Evite sair para jantar.

Quem jantou em casa, emagreceu, em média, 2 quilos a mais do que quem saiu para comer fora. A explicação é simples: em casa, você programa o que vai comer, não é exposto a grandes tentações. Num restaurante, a oferta é mais variada e a chance de pedir um prato irresistível é bem maior.

A grande conclusão do estudo, que parece bem óbvia, mas nunca é demais repetir, é que você emagrece quando começa a prestar atenção ao que come. Só assim, consegue realmente escolher conscientemente – e cortar os excessos.

E, para quem não acha mais prático nem charmoso carregar um caderninho de anotações, tem alguns aplicativos bem práticos que ajudam a registrar e a contar as calorias ingeridas. Selecionei alguns, pra facilitar, mas tem muitas opções de aplicativos, e para todos os sistemas operacionais.

MyNetDiary Calorie Counter  (um dos mais populares, disponíveis para Iphone, Blackberry e Android)

*MyFitnessPall – (Além de contar as calorias, sugere programas de exercícios)

* FitDay Mobile (Esse é pra Ipad, bem simplezinho)

*ShapeUpClub (Também disponível para Ipad, fácil de usar,  é bastante intuitivo)

Fonte: Estadão

enviar comentário
Publicidade

[FOTOS] McDonald's terá maior loja da rede dentro da Vila Olímpica dos jogos de Londres

O McDonald’s terá o maior restaurante e cardápio da rede durante os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Londres. Focada em sustentabilidade, a marca levou três anos entre planejamento e execução do projeto, instalado na Vila Olímpica do evento.

Ao todo, o restaurante tem 1.500 lugares, incluindo 70 em um balcão no segundo piso, e cerca de 500 funcionários. O maior da rede em todo o mundo. Entre as inovações, estão as filas expressas, com pagamento sem dinheiro, e equipamentos de cozinha com dispositivos que diminuem o consumo de água e energia.

O fast food também recolherá e reciclará o óleo usado, que será transformado em biodiesel para abastecer caminhões durante as entregas no Reino Unido. Após o evento, 75% dos materiais serão reutilizados e alguns itens reciclados para serem reaproveitados e distribuídos entre os restaurantes futuros e já existentes.

enviar comentário
Publicidade