Publicidade

Justiça determina que Estado deve transferir presos do CDP de Ceará-Mirim em 90 dias; situação caótica e desumana, segundo MP

O juiz João Henrique Bressan de Souza, da 1ª Vara Cível de Ceará-Mirim, determinou que o Estado do Rio Grande do Norte transfira, de forma gradativa e no prazo máximo de 90 dias, para estabelecimento prisional adequado (penitenciária), os presos que se encontrem no Centro de Detenção Provisória de Ceará-Mirim (CDPCM) e que já possuam sentença condenatória, transitada em julgado ou não, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil.

O caso

A determinação atende pedido feito pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte em uma Ação Civil Pública onde o órgão afirmou que instaurou inquérito civil objetivando apurar a regularidade da capacidade carcerária daquele CDP.

Segundo o Ministério Público, verificou-se que os custodiados daquela unidade prisional vivem em situação caótica e desumana, a qual, por sua vez, gera reflexos nas condições de trabalho dos agentes penitenciários que lá laboram. O MP também alegou que, de acordo com as informações prestadas pela direção do CDPCM, mesmo após a recente reforma da unidade, existem 61 presos distribuídos em cinco celas.

De acordo com a Resolução nº 003/2005, editada pelo Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, as celas que possuem área mínima de 10m² devem ser ocupadas por, no máximo, seis detentos. Entretanto, no caso das celas atualmente disponíveis no CDPCM, a área total de cada uma delas ultrapassa os 10 m², possuindo a unidade prisional ocupação máxima total para 30 presos.

Contudo, ela se encontra com uma população carcerária de 61 detentos, o que perfaz uma média de 12,2 pessoas por cela. Denunciou ainda que oito dos custodiados que se encontram abrigados no CDPCM, estabelecimento exclusivamente destinado para presos provisórios, já estão cumprindo pena definitiva.

Decisão

Quando julgou a ação, o magistrado João Henrique Bressan constatou, da análise dos documentos do inquérito anexados aos autos, que o Centro de Detenção Provisória de Ceará-Mirim, há muito tempo, vem abrigando presos em número superior ao que sua capacidade permite e se encontra com estrutura deficiente, necessitando de reforma e ampliação. Contudo, salientou que o problema de superlotação carcerária não se encontra adstrito aquele estabelecimento prisional.

De acordo com o juiz, a situação caótica vivenciada pelo sistema penitenciário do Estado do RN, desde 2015, é fato público e notório, tanto que culminou na edição do Decreto nº 25.017/2015, o qual decretou estado de calamidade no sistema penitenciário potiguar.

Apesar disso, o julgador reconhece que o Ministério Público vem adotando grandes esforços no sentido de melhorar as condições a que estão submetidas os presos. A par destas considerações, considerou mais prudente a adoção de solução intermediária que, de um lado, atenda à questão referente à segurança pública e, de outro, se volte à melhoria das condições dos detentos que se encontram no estabelecimento.

“Com isso, afigura-se razoável a determinação para que, no CDPCM, permaneçam tão somente os reclusos provisórios, entendidos como aqueles que ainda não tenham sentença condenatória em seu desfavor, devendo os demais presos serem transferidos, gradativamente, para estabelecimento prisional adequado (penitenciária)”, decidiu João Henrique Bressan.

(Ação Civil Pública nº 0102750-77.2016.8.20.0102)
TJRN

Comentário (1) enviar comentário
  1. BarbyBarby disse:

    Esse MP deveria visitar os BPMs para vê as condições desses estabelecimentos ou policial militar não merece também um lugar de excelência pada trabalhar?

Publicidade

TRT-RN lança nesta sexta aplicativo que permite acompanhar processos pelo celular

O aplicativo para celular Mobile JTE da Justiça do Trabalho do Rio Grande do Norte será lançado nesta sexta-feira (31), às 9h, no átrio das Varas do Trabalho de Natal (Av. Capitão Mor Gouveia, 3104, Lagoa Nova).
O Mobile JTE, que estará disponível gratuitamente para as plataformas Android e IOS, permite a consulta de pautas de audiências e julgamentos, da tramitação processual e da jurisprudência do TRT-RN.

O acesso é livre para qualquer pessoa, embora algumas funcionalidades mais específicas do processo dependerão de cadastro no próprio aplicativo.

O TRT-RN disponibilizará esse cadastramento para advogados, trabalhadores reclamantes e empresas reclamadas, magistrados, servidores e peritos no próprio aplicativo, a partir de sexta-feira.

Além disso, o Móbile JTE disponibiliza um alerta sobre a movimentação de processos, a realização de propostas de acordos e um chat que permite o diálogo entre as partes, seus advogados e os magistrados do TRT-RN, dentre outras funcionalidades.

O Móbile JTE foi desenvolvido pelo TRT da 5ª Região (BA). O TRT-RN e o TRT-RS foram escolhidos para utilizarem o aplicativo como projetos pilotos, sob a coordenação nacional do Conselho Superior da Justiça do Trabalho.

SERVIÇO

Lançamento JTE Móbile do TRT-RN

Data: Sexta-feira (31), às 9:00h.

Local: Átrio das Varas do Fórum Trabalhista de Natal Av. Capitão Mor Gouveia, 3104, Lagoa Nova).

Fonte: Ascom – TRT/21ª Região

Comentários (3) enviar comentário
  1. Junior disse:

    Pura verdade ana, se trabalhassem mais e falassem menos seria melhor.

  2. Ana disse:

    Era melhor estes juízes trabalharem mais e fazer jus aos salários altíssimos
    e inclusive o auxilio moradia que recebem, tem processos que passa anos e anos esperando só por uma simples assinatura e nada.

  3. Cida disse:

    Parabéns! Isso sera muito útil!

Publicidade

Em depoimentos, relator indica argumentos para cassar Temer

O ministro Herman Benjamin, no TSE

Perguntas feitas pelo ministro Herman Benjamin, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a delatores da Odebrecht indicam ao menos três pontos que devem ser utilizados para embasar sua posição no processo que pode cassar a chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014.

Relator da ação, ele insistiu em questionamentos sobre esses temas e chegou a indicar, ainda que discretamente, seu posicionamento durante as oitivas. A expectativa, segundo a Folha apurou, é que ele peça a cassação da chapa. O ministro não se manifesta sobre o voto, em razão de sigilo.

O primeiro ponto abordado com insistência por ele trata do uso de R$ 50 milhões em propina na campanha, fruto, segundo os delatores, de contrapartida pela aprovação da medida provisória 470, apelidada de Refis da Crise, em 2009.

O dinheiro, de acordo com a delação, acabou não sendo utilizado na campanha de 2010, ficando como “crédito” para as eleições de 2014.

O segundo tema é o pagamento de R$ 25 milhões, via caixa 2, para “comprar” (termo usado nos relatos) o apoio de partidos à chapa Dilma-Temer e aumentar o espaço de propaganda na televisão.

O terceiro assunto perseguido pelo relator nos depoimentos diz respeito a gastos não declarados de ao menos R$ 16 milhões com o marqueteiro João Santana, que trabalhou na campanha.

Os depoentes que mais trataram dos temas foram Marcelo Odebrecht, ex-presidente e herdeiro do grupo, Alexandrino Alencar, ex-diretor de Relações Institucionais, Hilberto Mascarenhas, ex-diretor do departamento de operações estruturadas da empresa, conhecido como o setor de propinas, e Fernando Migliaccio, ex-funcionário da mesma área.

Para entender o processo de aprovação da MP 470, Benjamin fez ao menos 25 perguntas somente a Marcelo Odebrecht.

No diálogo, o ministro questiona: “Os R$ 50 milhões não saíram em 2010?”. O executivo responde que não e é novamente acionado: “Ficou o crédito?”. Em seguida, o relator faz perguntas sobre de que forma o governo teria dado contrapartida ao grupo.

O ministro do TSE deixa claro que, além de querer saber se o dinheiro foi ou não utilizado em 2014, também quer esclarecer se trata-se de caixa 2 “puro”, uma doação não contabilizada, ou se foi um ato de corrupção, quando envolve promessa ou ato em troca de uma vantagem indevida.

Durante as audiências,o ministro expôs seu entendimento sobre a diferença.

“Porque tecnicamente, só para orientar o depoimento, eu nem sei se o senhor terá informações sobre isso, caixa 2 não está necessariamente vinculada à propina no sentido de: olha, eu vou lhe dar um benefício que não é muito lícito, mas, em contrapartida, eu espero uma contribuição. Isso é propina”, disse o relator.

COMPRA DE ALIADOS

Sobre a compra de partidos para que a coligação tivesse mais tempo na televisão, Benjamin indagou ao menos 29 vezes Alexandrino Alencar, o responsável pela negociação de R$ 21 milhões com três siglas (PC do B, Pros e PR) em menos de uma hora de oitiva. Esse foi basicamente o único tema explorado com o ex-executivo. Além desses partidos, o PDT, segundo a Odebrecht, recebeu R$ 4 milhões pelo mesmo esquema.

“Em outras palavras, segundo o que o senhor disse, só com a compra de tempo de três partidos e, portanto, de caixa 2, esse valor já superava a contribuição oficial? Não é isso?”, disse Benjamin.

Os partidos negam a acusação e afirmam que apoiaram a chapa Dilma-Temer por questões ideológicas.

Os três pontos destacados dizem respeito apenas aos depoimentos de delatores da Odebrecht – os últimos a serem chamados. A Folha teve acesso às transcrições na última semana.

O processo, porém, começou em 2014, logo depois da eleição. Cerca de 50 pessoas foram ouvidas ao longo desses dois anos. Nesta segunda (24), ele entregou o relatório final do caso ao tribunal, abrindo caminho para o início do julgamento da ação.

FOLHAPRESS

Comentários (9) enviar comentário
  1. Ceará Mundão disse:

    Esse Cabral só pode tá brincando. Sem comentários.

  2. Sandro Alves disse:

    Tem que cassar os dois, e todos os militontos na cadeia!

    • cabral disse:

      Fernandes respeite o blog, vc não esta em casa, na hora do almoço não.

  3. cabral disse:

    Tudo armação, para ser punido tem que ser do PT.

    • Pedro disse:

      Mas Cabral quem corrompeu, manipulou, tinha conta corrente na odebrecht, desviou foi o PT.
      Vocês falam que o governo Temer é ilegítimo pois ele não foi votado, uma grande mentira, e agora querem condená-lo pois pertencia a chapa com Dilma? Qual a lógica nisso? O que importa é deixar os corruptos no poder e os demais que sejam culpados?

    • cabral disse:

      A resposta e simples, Nada foi provado contra o PT, a cada dia as evidencias inocenta o PT. As investigações apontam o PMDB e o PSDB como os causadores de tudo.

    • Fernandes disse:

      Cabral, já comeu sua porção de mer… Hoje?

  4. Curioso disse:

    Deve ter simpatia pela quadrilha petista e quer o pior para o país.

  5. Manoel Lucas disse:

    O choro continua livre , pelo menos para a Foice de São Paulo.

Publicidade

Cunha acusa Moro de cerceamento de defesa e pede absolvição

O Globo

A defesa do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pediu ao juiz Sérgio Moro a absolvição do ex-presidente da Câmara por crimes como lavagem de dinheiro, corrupção e evasão de divisas. O pleito foi feito nas alegações finais do processo que responde sob a acusação de receber propinas na compra pela Petrobras do campo de petróleo do Benin, na África.

Os defensores de Cunha alegam que houve cerceamento de defesa na ocasião em que Moro indeferiu perguntas do ex-deputado ao presidente Michel Temer (PMDB), arrolado na ação como testemunha de defesa.

Na ocasião, o juiz da Lava-Jato argumentou que Cunha tentou intimidar o presidente e vetou metade de um total de 41 questionamentos enviados pelos advogados de Cunha.

Comentários (2) enviar comentário
  1. Carlos Bastos disse:

    Acho é pouco vai ficar muito tempo preso seu pilantra. Cadê seu amiguinho Temer que vc ajudou no golpe.

  2. cabral disse:

    Desentendimento dentro da quadrilha vai inocentar lula.

Publicidade

Moro pede que PF se manifeste sobre vídeo de coercitiva de Lula

Marcelo Antunez e Antonio Calloni, diretor e ator, respectivamente, de ‘Polícia Federal – A lei é para todos’, filme sobre a Operação Lava-Jato    (Foto: Divulgação/Ique Esteves )O Globo

Em despacho na última sexta-feira, o juiz federal Sérgio Moro pediu que a Polícia Federal se manifeste sobre um suposto vídeo feito durante a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em março do ano passado. A gravação, de cerca de duas horas, que incluiria desde a chegada ao edifício onde mora o ex-presidente, teria sido usada pelos produtores do filme Polícia Federal – a lei é para todos”, sobre a Operação Lava-Jato para reconstituir as cenas da condução coercitiva.

Em petição na última quinta-feira, a defesa de Lula pediu a Moro que determine investigações a respeito do uso indevido das imagens da ação por parte da PF. Os advogados acusam a polícia de ter cedido a gravação para os produtores. A polícia ainda não se manifestou sobre o caso porque alega ainda não ter sido notificada.

Ao analisar a petição da defesa de Lula, Moro escreveu que não cabe ao juízo “impor censura a veículos de comunicação ou mesmo à produção de algum filme”.

Comentários (9) enviar comentário
  1. Walter disse:

    O Luladrao roubou bilhões
    E quer se livrar da cadeia porque uma mosca estava na sala do juiz kkkkk
    Nada haver e ladrao e cadeia para ele é os outros também

  2. Carlos Bastos disse:

    Eu não entendo esse Juiz um dia manda a PF, pegar o rapaz que tem um blog e agora não pode fazer nada. Kkkkkkkk

  3. joaojunior disse:

    Esse tal de Moro se acha acima de Deus…

    • JUNIOR disse:

      Ele não está acima de Deus, apenas tá querendo colocar esse marginal na cadeia e vai conseguir, vcs querendo ou não!

    • cabral disse:

      Ele não pode querer nada, ele tem que seguir a lei. e acabou.

    • Fernandes disse:

      E é assim mesmo que ele vai colocar esse pulha na cadeia, esse marginal, cínico!

    • cabral disse:

      Isto fernandes! O Aecio, O temer e toda quadrilha.

  4. Dilermando disse:

    Grande delegado Ivan Romano, do filme Polícia Federal – A Lei é Para Todos, interpretado pelo ator Antônio Calloni.

    • Luiz Carlos disse:

      Acima de Deus não, mas está tenta fazer com que o o que é justo esteja acima das injustiças. Não devemos esperar perfeição de um cidadão que não é perfeito, assino a nossa lei que não é perfeita, tem suas falhas, mas que em um todo ainda oferece mais justiça que injustiça, assim tem sido os juízos proferidos por Sergio Moro.

Publicidade

Promotores recomendam que MPRN não alugue prédio e abrem inquérito

Os promotores de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, Giovanni Rosado Diógenes Paiva e Keiviany Silva de Sena, abriram inquérito para apurar o processo de aluguel de um prédio por parte do próprio Ministério Público do RN e recomendaram que o procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, não celebre o contrato de locação.

De acordo com os promotores, existe inconsistências no laudo de avaliação do valor de locação do imóvel situado na avenida Interventor Mário Câmara, nas Quintas, em Natal. O empreendimento Sun View pertencente a uma construtora potiguar. O contrato de aluguel previa valor mensal de R$ 248.184,00, tendo vigência de cinco anos.

O prédio seria usado para instalação das Promotorias de Justiça da Comarca de Natal, com valor total estimado de R$ 14.891.040,00.

Na recomendação, publicada através de portaria no Diário Oficial, os promotores do Patrimônio Público levam em conta um laudo de vistoria e avaliação técnica contratado pela própria Procuradoria-Geral de Justiça e emitido pelo engenheiro civil Paulo Waldomiro Soares Cunha, no dia 8 de março deste ano. “O laudo utilizado como base para definição do valor de mercado do aluguel do imóvel, apresenta, a princípio, evidentes inconsistências que repercutem diretamente na avaliação do imóvel”, destaca a portaria.

Giovanni Rosado e Keiviany Sena explicam que o referido laudo “sequer diz qual é o bairro do imóvel avaliado, restringindo-se a mencionar que fica no município de Natal/RN”. E completam ainda afirmando que: “embora o imóvel esteja encravado no bairro Quintas e o perito reporte a ‘visita a outros imóveis localizados no entorno daquele em análise, objetivando identificar ofertas de venda de terrenos e valores de mercado’ e ‘ofertas de vendas de terrenos na cidade de Natal, no mesmo bairro ou em bairros próximos’, o laudo de vistoria e avaliação técnica utiliza como parâmetros imóveis situados exclusivamente nos bairros de Neópolis, Capim Macio, Candelária e Ponta Negra, que são regiões da cidade muito mais valorizadas do que o local do imóvel avaliado”.

O imóvel objeto da ação contém 60 unidades de apartamentos com área entre 75,6 e 76,19m², de modo que o valor apontado pelo perito equivale ao valor mensal de aluguel de cada unidade por R$ 4.133,00. Por isso, os promotores ressaltam que “sob este prisma, é absolutamente incompatível com a realidade do mercado local”.

 

Com informações do G1/RN

Comentários (18) enviar comentário
  1. AlbertoCaico disse:

    O Estado quebrado ai vem esse louco fazendo titica de galinha !!

  2. Sergio disse:

    Depois desse atentado, vai aparecer tanta coisa, nem comento, v só aguardar p ver o mar de lama.

  3. Junior disse:

    Sei nao viu. Pense numa turma que ta bagunçada, é cabra metendo bala nos promotores, é outros promotores recomendando que os promotores nao alugue um predio que nao vale um peido de uma tacaca, entre outros problemas. Mas tem moral, afinal so o auxilio moradia é R$ 4500, eita Brasil veio.

  4. Carlos taxista disse:

    O oooo rê. Aí. Têm. Nosso dinheiro sendo saqueado.

  5. Berg disse:

    O que nos deixar a perceber que o Sr. Guilherme foi imprudente, mas, que existe muita coisa a ser explicada dentro do MP. R$ 4.133,00 em um AP de 75 metros é brincar com a inteligência da população. Vamos aproveitar que esse dinheiro está sobrando no MP, que já possui vários prédios, devolvendo o recurso pra conta do Estado que está cada dia mais falido por procedimentos do tipo que é visto nesta reportagem.

  6. Carla disse:

    Totalmente incompatível. Mas como eu ja disse… o q esperar se o orgao q estaria para defender o povo esta sob cuidado de corruptos. A carta deixa isso bem claro.

  7. paulor disse:

    kd o terreno adquerido na Deodoro da fonseca ??? abafaram o assunto ?? estão protegendo quem ??

  8. Brasil disse:

    Temos que colocar a boca no trombone….esses promotores se acham acima da lei ,vamos usar as redes sócias para gritar ,se acham Deuses.

  9. MR disse:

    PARABENIZO OS PROMOTORES! MAS, QUE LOUCURA ESSA DE ALUGAR APTO POR MAIS DE R$4.000,00 POR APTOS NÃO VENDIDOS! ALGUÉM ESTÁ GANHANDO NESSE ALUGUEL DESSE PRÉDIO FALIDO!

  10. Luciana Morais Gama disse:

    Parabéns aos Promotores Giovanni Rosado e Keiviany Sena. O MP/RN precisa de pessoas assim. A sociedade agradece.

  11. Givanildo Barata disse:

    É cobra engolindo cobra. Os promotores enviaram a tal "Recomendação" uma excrescência inventada pelo próprio Ministério Público, inexistente na Legislação brasileira, para impedir ou tentar impedir a própria entidade de locar um prédio. É o maximo…
    E olhem que diversos promotores no estado vivem expedindo as tais "Recomedações" que, eles promotores, querem que tenham força de decisão judicial.
    Tá mais do que na hora de se por um freio neste Ministério Público.

  12. Brasil disse:

    Conheço esse imóvel,um AP desse com condomínio,não passaria de 1500 de aluguel de forma alguma .

    • Judson disse:

      Não vale R$ 800 com condomínio. Aquela região é péssima, infestada de crakudos à noite. MP(contribuinte diga-se) iria fazer mais um péssimo negócio.

  13. Marcelo disse:

    Não tem órgão que se salve no Brasil.

  14. Carlos Bastos disse:

    É o terreno da Deodoro perto do Marista como ficou quem foi o culpado, já sei foi o contribuinte que paga seus impostos.

    • pronto falei disse:

      MP órgão responsável por fiscalizar, em Natal / RN, órgão com questões e atitudes que devem ser investigadas. Não precisava os tiros, mas bem que o tal Guilherme quis mostrar alguma coisa.

    • paulo disse:

      Outra coisa sem explicação e pior botaram o prédio abaixo, que poderia ter sido vendido como estava pois traria menos prejuízo ao erário público. A emenda saiu pior do que o soneto, afinal esses senhores se acham acima de tudo inclusive a LEI.

Publicidade

Relator pede para TSE marcar julgamento da ação sobre chapa Dilma-Temer

O relator da ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, ministro Herman Benjamin, pediu nesta segunda-feira (27) para a Corte marcar o julgamento do processo.

O TSE apura desde 2015, a pedido do PSDB, se chapa formada por Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014 cometeu abuso de poder político e econômico, recebeu propina e se beneficiou do esquema de corrupção que atuou na Petrobras.

No pedido feito ao tribunal nesta segunda, Herman Benjamin também deu 48 horas para o Ministério Público se manifestar na ação. Na última sexta (24), a Procuradoria-Geral Eleitoral chegou a enviar um documento à Corte eleitoral no qual informou que estava abrindo mão de se manifestar.

Na petição, o vice-procurador-geral eleitoral, Nicolau Dino, informou que iria aguardar os partidos entregarem as alegações finais para, então, se manifestar.
O prazo para a última manifestação das defesas se encerrou à meia-noite de sexta. Os advogados de PT, PMDB e PSDB apresentaram as alegações dentro do prazo-limite.

 

G1

Comentários (4) enviar comentário
  1. Júnior disse:

    Tem que julgar e tirar, bem como punir com a extinção todos os partidos envolvidos, sejam grandes ou pequenos !!! A começar pelo PMDB e PT sem esquecer quê o PSDB também fez campanha milionária!!!! Devendo também ser investigado para ser extinto também!!!!!!

  2. Carlos Bastos disse:

    Esse PSDB é uma piada pediu a cassação de Dilma e Temer e agora que está mamando nas tetas do Governo pediu nas alegações final para condenar Dilma e absolver o Temer. Kkkkkkkkkkk

  3. Blue disse:

    Com Gilmar, o processo tende a parar.

  4. escritor disse:

    Ma minino. Advinha quem vai pedir.vistas ao processo?. E devolver daqui a 2 anos. Ganha um bombom quem descobrir.

Publicidade

Sindicato dos Servidores do Ministério Público Potiguar emite nota

NOTA À IMPRENSA – SINDICATO DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO DO RIO GRANDE DO NORTE

O Sindicato dos Servidores do Ministério Público Potiguar (SINDSEMP-RN) vem a público esclarecer que se posiciona expressamente contra qualquer tipo de violência, e, da mesma forma, que jamais se utilizaria de fato grave e de tamanha repercussão para toda a sociedade, de forma desleal.

Já há, entretanto, o que é de se lamentar, uma espécie de “utilização política” de toda essa lamentável situação.
O SINDSEMP-RN não permitirá que esse episódio isolado venha a ser usado como meio de atingir a atuação da Entidade. Não existe a correlação que alguns tentam fazer. Isso é antiético, amoral e vil!

Em tempo, o SINDSEMP-RN declara que permanecerá firme no propósito de defesa de toda a Classe dos Servidores do Ministério Público do Rio Grande do Norte.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Blue disse:

    👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

Publicidade

Confira íntegra do documento Guilherme Wanderley, acusado de atentado no MPRN

Confira documento na íntegra disponibilizado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, em que o ex-assessor Guilherme Wanderley, acusado de atentado contra procurador e promotor, dentro do órgão em Natal, premedita crime.

(mais…)

Comentários (20) enviar comentário
  1. Caicoense Fingido disse:

    Desmandos, arbitrariedades e corrupção existem na integralidade do poder público e é comum (mas não é ético) na gestão pública.
    Entretanto, DÓI MENOS FAZER SEU TRABALHO FELIZ E CALADO, SATISFEITO POR TER UM BOM SALÁRIO E TER ESTABILIDADE FINANCEIRA E FAMILIAR e deixar a investigação para a polícia civil. Faz umas denúncias anônimas, faz uns fakes e pronto. Já é bastante para o que lhe cabe. O Hobin Hood Nutella se lascou.

  2. Eduardo disse:

    Possa existir fundo de verdade, em uma mente conturbada e um relato complexo que fala muito da forma escrita e não explica nada; Deus está presente, Jesus e Nossa senhora, faz saber que o indivíduo prescisa de luz. Os fatos relativo a conduta dos diregentes, se houver crime que haja denúncia, e que os órgãos superiores se posicione.
    (Um bom psiquiatra é capaz de avaliar esse conflito mental apresentado.)

  3. Sensatez disse:

    Quem não tem mundo cor de rosa é ele, que ganha 10 mil? Por certo porque não trabalha 6hs né?

  4. vandernisson disse:

    Para quem trabalha no mundo de Alice…mundo cor de rosa…está tudo uma maravilha no MP. É tudo fantasioso! Tem que abrir a caixa preta e já!!

    • Fernanda disse:

      Posso lhe assegurar que o mundo de alice de que você tá falando é um bocado sofrido. Quem trabalha no MP, sobretudo no interior, sabe do quanto é preciso reinvindicar pra fazer um trabalho correto. Problemas em relações pessoais existem em todos os lugares (e existem outros meios pra resolvê-los). Nem tudo é perfeito, nem nunca será em lugar nenhum, seja no setor público ou privado. Afinal, o mundo é feito de homens. Que a caixa preta seja então aberta e a investigação seja realizada. E que o verdadeiro culpado seja penalizado. O problema do brasileiro é querer sempre achar uma razão pra justificar um erro ao invés de procurar progresso!

    • Fernanda disse:

      *renunciar

  5. Fernanda disse:

    É preciso que se diga que a realidade do MPRN não é a retratada nessa carta e somente quem está dentro tem autoridade pra falar dela. "Falar é fácil, mas conhecer é preciso". O MPRN é um excelente local de trabalho, composto por pessoas em sua grande maioria de bom trato e corretas. Os atos de corrupção mencionados são FANTASIOSOS. Nem o próprio agressor, em que pese a extensão de seu texto, conseguiu explicar quais seriam eles. Enfim, a população ignorante não pode dar voz a esse ato de extrema covardia!

    • André Gonçalves de Medeiros disse:

      Mentira. Já não são poucos os relatos de perseguições e assédio moral no MPRN. A divulgação do histórico funcional do servidor é uma prova cabal disso.
      A propósito, vem a calhar o verso do poeta Gregório de Matos Guerra, o Boca do Inferno, que vaticinou a mais de 5 séculos: "…em todo canto um governante quer nos governar cabana e vinha. Não sabem governar sua cozinha e querem governar o mundo inteiro."

  6. Paulo disse:

    Tem que haver uma investigação séria, para ambos os lados!!!!!

  7. Anita disse:

    Tudo isso e misto de frustraçao pessoal e inveja dos promotores, pelos cargos que desempenham.

  8. Pedro Jorge disse:

    Que pelo menos essa loucura sirva de atenção aos dirigentes politicos, o povo está cansado de ser preterido para sustentar regalias. O mundo precisa mesmo de mais justiça social, esse imoral tal auxilio -moradia é um escarnio com os trabalhadores.
    Hoje a judiciario e o MP reflete pouco do seu principio e é mais injustiça e regalias, sombra da politicagem.

  9. !!! disse:

    Um cara que ganha R$10.000,00 por mês, mais ou menos, trabalhando no gabinete do concunhado…deu até pena dele!

    • Hoje disse:

      Eu acho que está bem claro que a questão não era financeira.
      Só não vê quem não quer!

  10. Cris disse:

    Como a própria carta diz , desde o primeiro dia da gestão atual ela planeja isso !!! Claro que não foi nenhuma conduta que o levou a tal desiquilibrio , a não ser o ódio . Outro sim , se ele assessor do próprio concunhado como os promotores por ele citado teriam usado de assédio moral ??? O cargo Tecnico e vitalício o de assessor , comissionado ( acredito eu ) , logo foi tudo semeado por ódio as pessoas .
    Em todos os lugares haverá excessos por parte de algum dirigente , empresário , juiz , medico etc.. Até dentro dos nossos lares !!!
    Tudo isso foi motivado por muito ódio , desequilíbrio e muita falta de Fé !!

    • Hoje disse:

      Não é nepotisto trabalhar com o concunhado e ele era devidamente concursado. Ninguém concorda com o ato que foi produto de um surto psicótico, mas há MUITO de podre no reino da dinamarca.

  11. Almir Dionisio disse:

    Complicada a situação – de um lado um documento que foi escrito com um misto de desequilíbrio, algo que parece de uma pessoa com transtornos mentais, mais por outro com informações que merecem de análise e de investigação.
    O ato praticado pelo servidor não tem justificativa, poderia ter tirado vidas, este não é o caminho de quem quer mudanças, pois ninguém tem o direito de tirar a vida do outro.
    Por outro lado, fala algumas verdades, existem Juízes e Promotores que se julgam verdadeiros DEUSES.
    Isto é fruto de um ato desesperador – de uma população que sofre com os desmandos dos políticos e as regalias dos Judiciário.
    Fruto de uma população cansada de sofrer com as desigualdades sociais.
    Repito, nada justifica o ato do servidor, mais este relato precisa de uma análise.

    • JUNIOR disse:

      Almir tá certo!

    • Potiguara disse:

      Acho que é isso mesmo. O servidor não tem direito de tirar a vida de ninguém e sua carta mostra desequilíbrio. Mas as informações contidas na carta não podem ser desprezadas.
      Há muita coisa obscura aí

Publicidade

Congressistas avaliam que fim do foro privilegiado vai deixar País ingovernável

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Congressistas contrários ao fim da prerrogativa de foro avaliam que o País ficará ingovernável com a medida. Como a regra cairá para todos, do presidente da República, a ministros do STF, todos ficarão a mercê de juízes de primeira instância.

Coluna do Estadão – Andreza Matais e Marcelo de Moraes

Comentários (17) enviar comentário
  1. Ceará Mundão disse:

    O grande problema no Brasil é o eterno casuísmo em que se enfrenta os problemas no país. Há que se pensar em soluções independentes do momento atual pelo qual atravessa o Brasil. O fato dessa enorme roubalheira descoberta nos governos petistas chega a atrapalhar a busca de soluções imparciais, que sirvam para qualquer situação que o país atravesse. É inadmissível, por exemplo, que os parlamentares federais fiquem à mercê de qualquer juízo no território nacional. Imagine-se a bagunça que isso geraria.

  2. Ceará Mundão disse:

    Essa discussão precisa mudar de nível. Parece inadmissível que as autoridades brasileiras (todas) fiquem à mercê de qualquer juízo, em qualquer local do país. Isso instituiria o caos, com certeza. Mas poderia-se diminuir o rol de autoridades sujeitas ao foro especial e, talvez, pudesse ser criada uma alternativa à atual realidade em que todos vão parar nos tribunais superiores, já sufocados por outras ações. Um meio termo à atual situação.

  3. Cabral disse:

    vai sobrar algum político limpo quando retirarem o foro privilegiado???? e olha o quanto eles falaram mal dos militares… e acabaram fazendo muuuuiiiito pior….

  4. Albafares disse:

    Será que eles estão com medo do Moro, aí fala em juízes de 1ª instância

  5. Albafares disse:

    Roubar pode ir para a cadeia não era só o que me faltava.

  6. Jofran disse:

    A verdade é que o problema não está na existência do "Foro Privilegiado". Mas sim na inoperância e lentidão do STF, QUE TEM SIDO INCAPAZ DE FUNCIONAR ALÉM DO TRADICIONAL PROTEGER E ATACAR.
    O STF precisa mudar!

  7. Paulo Cardoso disse:

    O brasil ainda não está ingovernável mas está desgovernado e quem se sente necessitado de foro privilegiado é quem está predisposto a cometer crime

  8. Jv disse:

    Ingovernável está, por conta da inlindade que existe

  9. cabral disse:

    Não existe maior declaração de corrupção do que esta.

  10. Fran disse:

    É a primeira vez que ouço falar que com a prisão ou interdição de políticos corruptos, um país ficaria ingovernável.

  11. INDIGNADO! disse:

    Quem não deve, não teme! Agora já os ladrões corruptos…

  12. Curioso disse:

    Nem todo mundo é corrupto. Com certeza existe político integro também.

  13. Foraptzadacorruptos disse:

    É se não tivesse tantos bandidos e ladrões não precisaria se incomodar com isso.
    Quem sabe tirando toda a quadrilha,assim não consertaria esse país.

  14. paulor disse:

    É por essa proteção que existe tento roubo nesse pais sem lei…vcs não são melhores do que ninguém , isso é bom porque vcs pensaram duas vezes antes de fazer besteira…

Publicidade

Ampern critica uso de atentado no MPRN como dividendo eleitoral no âmbito da sucessão

O portal No Ar destaca nesta segunda-feira(27) a crítica do presidente da Associação do Ministério Público do Rio Grande do Norte, Fernando Vasconcelos, no que se refere a utilização do atentado no Ministério Público do Rio Grande do Norte como dividendo eleitoral no âmbito da sucessão de Rinaldo Reis como chefe do órgão. Para ele, na verdade, a sucessão e a tragédia que se abateu sobre o MPRN na semana passada não têm relação. Ele reconhece que o sindicato dos servidores ganhou protagonismo recentemente ao se opor ferrenhamente à gestão atual, mas, por outro lado, Vasconcelos analisa que o direcionamento do Sindsemp não se aplica à maioria dos servidores do Ministério Público.

“É desonesto tentar tirar proveito político da situação. Nesse momento, precisamos estar unidos”, conclamou Fernando Vasconcelos. Abertamente, nenhum membro do MP ousa relacionar os dois assuntos. Nos bastidores, no entanto, promotores especulam o impacto do atentado e seu simbolismo sobre a gestão de Rinaldo Reis.

“Foi algo reprovável. Não há nada que justifique. Se todas as pessoas que tiverem desagrado partir para isso, voltaremos à Idade da Pedra”, ironizou o presidente da Ampern.

Comentários (6) enviar comentário
  1. Falastrão disse:

    O maior falastrão da história do MPRN se chama Rinaldo Reis. Ou….como é conhecido intra muros….RUINaldo.

  2. Cláudio Santana disse:

    Dr. Faça uma pesquisa sem identificar os servidores. Desafio o senhor. E não tenho medo de errar: 90% está insatisfeita e quer sair do órgão. Quer que eu aponte os motivos? Ainda precisa? Converse com os servidores, Dr.

  3. Albafares disse:

    Sim eu me lembrei, em 2015 deram um valor menor de reajuste aos servidores e aprovaram o auxílio moradia de cinco mil e tarará para cada promotor e em 2016 não deram nada aos servidores e brindaram os promotores com + ou – 7.000 reais no final do ano.

  4. Albafares disse:

    Poderiam deixar o sindicato dos servidores fora disso, que eu saiba por matérias da imprensa, quem não queria negociar com o sindicato era o próprio Procurador-geral.

  5. soraia disse:

    Muito bem! Deve estar havendo muito descalabro! Como é um órgão muito corporativista, vao botar pra lascar no rapaz! Deus que tenha misericórdia dele, que claramente se ver que está com problemas mentais!

  6. Hoje disse:

    Não há nada aue justifique a violência. Não sou a favor da pena de morte. Mas não dá pra tapar o sol com a peneira e falar que somente uma minoria de "privilegiados" (os antigos assessores) estava sendo massacrada pelo atual gestor.
    Isso é mentira!!!
    Todos servidores (técnicos e analistas) que não tiverem rabo preso (gratificação) poderão falar o que acontece por trás dos muros do mp.

Publicidade

Desvios no Idema/RN: Senador e deputados são citados em delações

O portal G1-RN teve acesso a um documento em que constam homologações pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux em 3 de março. Ainda em sigilo, elas se referem as delações premiadas celebradas entre o Ministério Público Federal, o Ministério Público potiguar, o ex-diretor administrativo do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) e uma professora universitária.

Segundo a reportagem, um senador da República e dois deputados federais do Rio Grande do Norte foram citados em delações premiadas celebradas. As citações são relativas ao esquema de desvios dentro do Idema que resultou na deflagração da operação Candeeiro, em setembro de 2015.

Ainda segundo a reportagem, Luiz Fux lembra, no documento, que a Operação Candeeiro investigou “esquema de corrupção desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no âmbito do Idema”. Ainda não se sabe quem são os políticos citados por Gutson Reinaldo e Vilma Rejane nas delações, mas o ministro esclarece que “em face da menção dos colaboradores ao envolvimento de parlamentares federais, especificamente dois deputados federais e um senador, nos fatos delituosos, configura-se a competência do Supremo Tribunal Federal para a homologação dos acordos”.

Veja mais detalhes aqui

Comentários (16) enviar comentário
  1. Ceará Mundão disse:

    Claro que chegará o momento em que o povo ficará sabendo de quem se trata. Quanto a alguns comentários sem noção por aqui, já tivemos MUITOS vazamentos de delações envolvendo políticos de todas as cores partidárias. Inclusive, vazamentos citando políticos do PSDB, sempre lembrados pelos petistas (amor eterno rola entre eles). Portanto, não procede essa conversa de vazamentos seletivos. Isso é papo de petista tentando "se limpar".

  2. Nilda de Araújo Lima disse:

    Por que não colocam os nomes do Senador e demais envolvidos ?

  3. Balanar disse:

    Impressionante o tamanho das costas desses políticoa, resultado: não vai dá em nada!!!

  4. Maria Lúcia Ferreira disse:

    Qdo vão citar os nomes dos políticos envolvidos? Vamos o povo quer saber quem são os ladrões. FAMOSOS.

  5. Helio disse:

    FaFaFatalmente iremos saber…

  6. Marcos Bilro Júnior disse:

    Dizem que JáJá saberemos, mas fico tb preocupado que esse processo demore uns 9.090 anos, daí ficarei GáGá e não saberei nunca quem danado tava misturado e escondido nesse saco preto de danadices do Idema.,…né?

  7. Juca disse:

    Já Já saberemos . . .

  8. Luiz Gomes disse:

    Todos leitores já deduzem quem são só parlamentares Candeeeiros. Certamente, se vc ligado à esquerda já estaria na manchete.

  9. Maria Lúcia Ferreira disse:

    Tem que um político, é o cabeça da quadrilha.

  10. Impertinente disse:

    E por que não revelam os nomes?
    Porque não são do PT?
    Ah, esqueci esse detalhe.

    • Ceará Mundão disse:

      Comentário tendencioso, "cumpanhero". Já foram divulgados muitos vazamentos de delações envolvendo políticos de TODAS as cores partidárias, inclusive de alguns que são sempre lembrados por vocês, petistas. Não é verdade?

  11. vida de brasileiro é dura. disse:

    Todo dinheiro e tempo investidos nessa operação não prendera qualquer politico do RN. Pode prender sim, qualquer outras pessoas. BRASIL!!!!!!

  12. Val Lima disse:

    Quem serão??!!Rsrsrsrs

  13. escritor disse:

    Deve ser um senador de outro Estado. Não acredito que seja daqui do RN. Acaba vazando. Jajá a gente sabe.

  14. Zé lizin disse:

    Vamos ver no que dar!!!

Publicidade