Publicidade

Parada LGBT repete Virada Cultural e vira ato contra Temer em São Paulo

29mai2016---placas-de-protesto-contra-o-governo-temer-e-a-homofobia-sao-exibidas-na-20-parada-do-orgulho-lgbt-1464532413425_956x500

Depois de dominar a Virada Cultural em São Paulo no final de semana passado, os protestos contra o presidente interino Michel Temer (PMDB) também prevaleceram na 20ª edição da Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (29), na capital paulista. Ativistas e políticos presentes no trio elétrico de abertura puxaram o grito “Fora Temer”, mas, antes disso, manifestantes já portavam cartazes, adesivos e até leques com frases contra o peemedebista.

Além das frases “Fora Temer” e “Temer jamais”, que apareceram em número maior, havia cartazes pedindo a volta da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) e faixas “Fora todos”, contrárias a ambos. Adesivos contra o presidente interino foram distribuídos pela UNE (União Nacional dos Estudantes).

Os ativistas entendem que o governo Temer representa um perigo de retrocesso para a agenda de inclusão da população LGBT. “É um momento arriscado. Pode haver retrocesso em direitos adquiridos”, disse a artista Drag Tiffany.

“Primeiro, foi a extinção do ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. Depois, a extinção da coordenação nacional LGBT. A secretaria do Conselho Nacional LGBT está vaga. No ministério da Saúde, o orçamento para a Aids e para a política de saúde da população LGBT está congelado, e a pasta que cuida dessas agendas está vaga”, argumentou a estudante de direito Phamela Godoy.
Transfobia

Além disso, reclamam da ação de parte da bancada evangélica de tentar derrubar o decreto assinado por Dilma que permite a transexuais e travestis usar o nome social nos órgãos públicos do governo federal.

O tema da edição 2016 da Parada foi a defesa do projeto de lei de Identidade de Gênero, justamente em favor de transexuais e travestis. O segundo dos 17 trios elétricos presentes foi o da “Visibilidade Trans”.

UOL / Foto: Wellington Ramalhoso

Comentário (1) enviar comentário
  1. cabral disse:

    Mimimimimimimimimi

Publicidade

Em rede social, governador do RN anuncia que salário será antecipado

Robinson-FariaO governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria usou uma rede social nesta segunda-feira (1º) para anunciar que o pagamento dos salários de janeiro dos servidores públicos estaduais serão antecipados. Antes previstos para serem pagos nos dias 29 e 30 do mês passado, o governo chegou a confirmar que só pagaria os vencimentos de janeiro nos dias 4 e 5 deste mês. Agora, segundo Robinson, os pagamentos serão feitos nos dias 3 (para aposentados e pensionistas) e 4 (servidores ativos).
“Uma boa notícia aos servidores: conseguimos antecipar o pagamento dos salários com relação ao que divulgamos na semana passada. Com isso, os servidores inativos e pensionistas vão receber nesta quarta, dia 03, e os ativos na quinta, dia 04. Garantindo que todos estejam com salários no bolso antes do Carnaval!”, postou o governador em perfil no Instagram.
“O pagamento dos servidores nos primeiros dias do mês subsequente, conforme previsto em lei, garante o salário integral de todo o funcionalismo. A medida foi necessária em virtude da crise econômica que afeta o país, especialmente os estados mais dependentes das transferências da União”, justifica a Secretaria de Planejamento e Finanças (Seplan).
Ainda de acordo com a Seplan, “o Rio Grande do Norte sentiu o impacto da queda acentuada dos repasses federais, em especial royalties, Fundo de Participação dos Estados (FPE) e ICMS. As frustrações nas receitas chegaram a R$ 613 milhões em comparação ao orçamento previsto para o exercício de 2015. Somente de royaties o Governo deixou de receber 45,38% dos recursos previstos no ano passado. No FPE a frustração real chegou a 7,39% e continua em 2016 com previsão negativa já anunciada de 15,7% a menos do que o valor transferido pela União em janeiro do ano passado”.
“É importante ressaltar que em janeiro de 2015 o FPE já foi menor do que no mesmo mês de 2014. No comparativo entre 2015 e 2014, a queda na Receita Líquida do Tesouro chegou a 7,2%”, acrescentou o secretário Gustavo Nogueira.

Comentários (8) enviar comentário
  1. Beto disse:

    Quando o governo é bom para população, será melhor pra todos nós! Vamos unir forças no sentido de um RN melhorado! Amém

  2. Berg Natal disse:

    Boa notícia seria pagar dentro do mês trabalhado. Conheço pessoas que mal chegam ao fim do mês com o salário recebido, e estão passando necessidade com esse atraso. Vergonha ver pessoas puxando o saco do governo aqui, achando o máximo a antecipação de um dia. Piada de mal gosto.

  3. haroldo disse:

    Esse povo acha que nós somos um trouxa , quando fala em antecipação, de que?

  4. Ari disse:

    Não é nem um favor, trabalhamos e temos que receber, não tivemos nenhum reajuste salarial com o sr. e sua equipe juntamente com a alta cúpula. E antecipou apenas um dia dos 5 dias de atraso.

  5. João Paulo disse:

    Não é antecipação, é atraso de 3 e 4 dias respectivamente.

    • marcos disse:

      Por lei o pagamento devera ser efetuado ate o 5(quinto) dia util do mes subsequente ao mes trabalhado.

    • Roberval Junior disse:

      Nós não somos celetistas, meu caro. Somos ESTATUTÁRIOS.

    • Carol disse:

      O senhor conhece a palavra "analogia", Roberval Júnior. O ente público pode, sim, pagar até o quinto dia útil do mês subsequente ao vencido. Vamos estudar antes de falar bobagens.

Publicidade

Servidores preparam ato durante leitura da mensagem do governador na Assembleia

assembleia-legislativa-rnO Fórum Estadual dos Servidores do RN irá realizar um ato público nesta terça-feira (2), a partir das 09h, na reabertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa do RN. Na ocasião o governador Robinson Faria fará um pronunciamento aos deputados. Os servidores irão protestar contra salários atrasados, férias não pagas, direitos retirados, atrasos nos concursos públicos, desabastecimento de medicamentos e materiais e crise nos serviços públicos, em especial na segurança e saúde.
O ato é convocado pelas seguintes entidades do Fórum: Sindsaúde-RN, Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte), Sinai (Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Indireta do Rio Grande do Norte), Sinsp (Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Estado do Rio Grande do Norte), Sindasp (Sindicato dos Agentes Penitenciários), além das centrais CSP-Conlutas e Intersindical. Servidores terceirizados da saúde, em greve há 17 dias pelo pagamento de férias e de parcela do 13º, também irão participar do ato.

“Depois de passar um ano utilizando o recurso do Fundo Previdenciário, o governo Robinson agora passa a atrasar salários e direitos. O estado vive uma crise profunda, e hospitais, escolas e presídios passam por seus piores momentos. Os servidores já estão há anos com salários congelados. Não dá pra continuar pagando pela crise”, afirmou Rosália Fernandes, do Sindsaúde-RN. Os sindicatos também irão denunciar medidas como a venda de empresas públicas, concessões, aumento de impostos e as parcerias público-privadas (PPPs) na segurança e saúde.

enviar comentário
Publicidade

Verão Fora do Script encerra domingo com animações de Fernando Farias e Legal D’Mais

image10Projeto que vem bombando aos domingos em Natal, o “Verão Fora do Script” chega a sua última edição no próximo dia 31, no Decky Bar, em Ponta Negra, com a animação garantida de pagode e forró, a partir das 18h.

A festa tem quase oito horas de duração e terá abertura com o forró de Fernando Farias, seguido da contagiante apresentação do Legal D’Mais, que promove muita interatividade. “No verão as pessoas querendo se divertir e adoram nosso repertório, que coloca eles pra dançarem muito”, explica o vocalista Andrézinho.

Informações detalhadas nos perfis oficiais do projeto no Instagram e Facebook: ForaDoScriptRN.

enviar comentário
Publicidade

Governo do RN assina acordo de R$ 1,25 bilhão com entidades da Rússia

Acordo

O Rio Grande do Norte terá uma parceria internacional para o desenvolvimento econômico e científico, com aporte financeiro de aproximadamente R$ 1,25 bilhão em investimentos a partir de 2016. Na tarde desta quarta-feira (18), os deputados estaduais da Frente Parlamentar das Energias Renováveis e da Frente Parlamentar do Cooperativismo participaram, no auditório da Governadoria, da assinatura de Acordo de Cooperação Científica, Técnica e Tecnológica com a Câmara de Fomento Social, Cultural e Econômico da Rússia com o Rio Grande do Norte.

O governador em exercício e presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo, Ezequiel Ferreira (PMDB), assinou o documento junto ao secretário Estadual de Agricultura, Haroldo Abuan; ao presidente da Agência Internacional de Promoção e Defesa da Economia Social, Roberto Coelho da Silva; e o presidente da Frente Parlamentar de Energias Renováveis para o desenvolvimento do RN, deputado George Soares (PR). O parlamentar, inclusive, comemorou a viabilização do acordo e enalteceu o empenho dos parlamentares para beneficiar o estado.

“É um resultado para se comemorar, que foi fruto das interlocuções que a Assembleia Legislativa está fazendo no âmbito estadual e internacional”, disse George Soares, que fez viagem recente à Alemanha com os deputados Galeno Torquato (PSD) e Gustavo Fernandes (PMDB) em busca de estreitar relações e trocar experiências no âmbito das energias renováveis.

Com o acordo firmado com a Câmara de Fomento Social, Cultural e Econômico Rússia/Brasil, a BS&S LLC e a Agência Internacional de Promoção e Defesa da Economia Social, haverá o estabelecimento de condições favoráveis à cooperação científica em várias áreas, principalmente na busca de soluções para a crise hídrica, com o desenvolvimento de estudos estratégicos de recursos hídricos e minerais, e implantação de sistemas avançados de tratamento de água e saneamento básico, além da implantação de centros para diagnóstico e tratamento de câncer.

 

 

Comentários (2) enviar comentário
  1. Vergonha Allheia disse:

    Finalmente um Governo com mentalidade de empresariado para tirar este Estado do fosso!!!!

    • IB disse:

      O estado sempre foi governado por governadores com mentalidade de empresario. Por isso que ta no fosso!

Publicidade

5º Reveillon da Praia confirma as atrações de Sambô e Patusco

sambôO lugar com o visual mais bonito de Natal o Beach Club, será palco pelo 5º ano doReveillon mais charmoso da cidade, o Reveillon da Praia. Sucesso desde a primeira edição, por seu serviço Premium, localização privilegiada e atrações nacionais de tirar o fôlego, este ano promete se superar ainda mais.

Para garantir o sucesso, o evento desse anos traz a Natal a banda paulista Sambô, conhecida por um estilo único a que deram o nome de “rock-samba”, mais DJs e, direto das ladeiras de Olinda, a banda Patusco.

A festa terás erviço premium para cerca de duas milt pessoas com Open Bar, Open Food, Espaço Kids e a tradicional queima de fogos.

enviar comentário
Publicidade

Médico Antônio Fonseca morre aos 84 anos; velório será no Centro São José

Faleceu hoje de manhã, em Natal, o médico Antônio dos Santos Fonseca, um dos proprietários do Centro de Patologia Clínica. Antônio é pai dos médicos Antônio Sérgio e Henrique Fonseca e do engenheiro Renato Fonseca. Ele deixa a viúva Edna Macedo.

O velório de Antônio Fonseca se iniciará as 16h no Centro São José do Grupo Vila, na avenida São José, em Lagoa Seca. O sepultamento acontecerá no Cemitério Parque Nova Descoberta, as 9h, deste sábado (18).

Fica o sentimento do blog a toda a família e amigos.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Victor macedo disse:

    Obg Bruno, tio muito querido, homem de inúmeras qualidades!!

Publicidade

TRT-RN: Juiz analisa mudanças nas leis do trabalho doméstico

Com a entrada em vigor, nesta quinta-feira (7), da Lei 12.964/2014, que institui a cobrança de multa para o empregador doméstico que não assinar a Carteira de Trabalho e Previdência Social de seu empregado, a expectativa do juiz Cácio de Oliveira Manoel, do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN), é a de que a formalização dos empregados domésticos no país aumentará.

A partir de agora, o empregador doméstico que não cumprir essa lei pagará uma multa de R$ 805,06.

O juiz Cácio Manoel alerta que essa medida não faz parte da Proposta de Emenda Constitucional Nº 72 (PEC das Domésticas),  promulgada no ano passado pelo Congresso Nacional.

“Essa é uma lei específica, que regulamenta a Lei 5.859, de 1972”, observa Cácio. “A grande novidade que ela traz é a inclusão da multa para quem não assinar a carteira do empregado doméstico”, esclarece o juiz.

A PEC das Domésticas garantiu 16 direitos trabalhistas para a categoria, mas apenas sete desses direitos ainda não entraram em vigor, porque precisam de regulamentação.

São eles, a indenização em demissão sem justa causa, conta no FGTS, salário-família, adicional noturno, auxílio-creche, seguro-desemprego e seguro contra acidente de trabalho.

Os empregados domésticos já têm garantidos em lei o direito ao registro em Carteira de Trabalho, o recebimento do salário mínimo, aposentadoria, férias, 13º salário, aviso prévio, jornada de trabalho de 44 horas semanais, pagamento por horas extras e intervalo entre turnos de jornada.

O juiz Cácio Oliveira alerta que “a competência para fiscalizar o cumprimento da lei nº 12.964/14, que entra em vigor hoje, não é da Justiça do Trabalho, que só age quando provocada pelo empregado ou pelo empregador”.

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) é quem tem a competência de fiscalizar o cumprimento da nova lei e de aplicar as multas, mas “pode esbarrar no direito constitucional de inviolabilidade do lar, que cria obstáculo à ação fiscal”, reconhece o juiz.

Apesar dessa dificuldade, Cácio Oliveira acha que “a cultura do brasileiro é a de temer a aplicação da multa, e isso será importante para a eficácia da lei”, frisa.

Estima-se que existam no Brasil cerca de 7 milhões de empregados domésticos e que 2/3 deles ainda não têm a carteira de trabalho assinada.

domestica

enviar comentário
Publicidade

Manifestantes atearam fogo em sacos de lixo e pneus em frente ao Midway Mall

Os manifestantes que protestam contra um possível aumento na tarifa do transporte público encerraram, por volta das 7h40 da noite, desta quinta-feira (17), o protesto em frente ao shopping Midway Mall. Após a chegada, alguns participantes atearam fogo em sacos de lixo e pneus – mas o fogo foi logo controlado.

A manifestação teve início próximo ao shopping Via Direta e terminou na Avenida Bernardo Vieira, onde os estudantes, grande maioria, se reuniram pra decidir sobre a continuação ou término do protesto. A concentração causou transtornos aos motoristas que passavam pelas avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira.

Um roletaço, sem muita adesão dos manifestantes, encerrou o protesto.

Durante o percurso, policiais militares acompanharam a movimentação dos manifestantes e, em um determinado momento, alguns foram revistados por policiais da PRF. Além de transtornos no trânsito e discussão entre estudantes e policiais, o protesto foi considerado tranquilo e pacífico.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Carvalho disse:

    Parabéns à PRF pela atuação.

Publicidade

XXI Exposição de Orquídeas do Rio Grande do Norte começa nesta sexta

Começa amanhã (4) a XXI Exposição de Orquídeas do Rio Grande do Norte, no Sam’s Club, na BR-101, organizado pelo Círculo Potiguar de Orquidofilia (CPO). O evento vai até domingo (6) com orquidófilos de vários estados exibindo diversas espécies de orquídeas, desde as mais populares e nacionais, a estrangeiras e algumas raras.

 

Durante a mostra, haverá a comercialização de orquídeas, vasos, caixas e artigos para a produção, além de oficinas gratuitas sobre o cultivo das espécies. O presidente do CPO, Antônio Marinho, explica que na XXI Exposição será realizada uma premiação para os melhores expositores, em sete categorias, por três jurados e por meio do voto popular. Os cinco primeiros votantes sorteados receberão uma orquídea.

 

Os visitantes também terão oportunidade de apreciar alguns exemplares de bonsai através do expositor Don Martins e, no segundo dia da exibição, a engenheira florestal do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), L.C. Meneses (Lú Meneses) fará o lançamento do seu livro.

 

A Exposição de Orquídeas do RN acontece, no mínimo, duas vezes ao ano, atraindo admiradores e orquidófilos. “Não tem quem olhe e não as admire. Dentre todas as flores, as orquídeas são as mais peculiares e exóticas. Toda flor de orquídea é apaixonante”, comenta o diretor do evento, Gerson Paiva.

Horários da exposição:

Sexta-feira: 04/04 – 07h às 21h

Sábado: 05/04 – 07h às 21h

Domingo: 06/04 – 09h às 16h

Oficinas:

05/04 (Sábado) 10h – Oficina sobre adubação, com o instrutor Sérgio Ricardo (PE);

05/04 (Sábado) 11h – Palestra sobre a espécie Cattleya Labiata (Rainha do Nordeste), com Ricardo Medeiros;

05/04 (Sábado) 15h – Oficina de Cultivo de Orquídea, com o grande cultivador Carlos Neves;

06/04 (Domingo) 10h – Oficina sobre plantio e generalidade de orquídea, com o instrutor Gerson Paiva (RN).

Comentários (2) enviar comentário
  1. nara disse:

    qnd vem p natal rn …adoro orquídeas tenho 9 mas não sei os nomes….

  2. luciano Brito disse:

    Por favor o local, nao consegui identificar

Publicidade

FANTÁSTICO: Carta Aberta de colunista para Letícia Spiller bomba na Internet

Por Rodrigo Constantino colunista do Portal VEJA

carta aberta que escrevi para a atriz Letícia Spiller, assaltada em sua própria residência ontem, causou enorme celeuma e já foi, em poucas horas, lida por mais de 250 mil pessoas. A grande maioria tem elogiado, o que nos enche de esperança com o país, pois muitos estão cansados do sentimento de impunidade que reina por aqui.

Mas várias críticas têm surgido sobre o momento inoportuno, a falta de respeito por “usar” o sofrimento dela para promover meu livro, ou um suposto tom de “bem feito”. Nada mais falso. A carta não contém ironia, tampouco eu desejaria que algo tão terrível, como ter bandidos armados em sua própria casa, acontecesse com ela (não desejo isso nem ao Sakamoto!). Eu realmente lamento o ocorrido.

Também não preciso promover meu livro, pois ele já é um best-seller, com mais de 20 mil exemplares vendidos, e eu sequer dependo desta renda para viver (o que não quer dizer que seja ruim ganhar um extra com meu trabalho, viu, Record?). Portanto, essa crítica de oportunismo não se sustenta e mais parece projeção da própria esquerda materialista, que só pensa em dinheiro, por mais que sempre diga o contrário.

O momento foi inoportuno devido ao sofrimento da atriz? Não creio! Afinal, ela está bem, nada de pior aconteceu (felizmente), está em segurança, com a família, apesar de provavelmente ainda sentir angústia com a noite assustadora que passou. Mas isso quer dizer que o momento é justamente oportuno! Explico.

Alguns perguntam se já tive arma apontada na cabeça, como se com tal pergunta pudessem me desmoralizar como alguém insensível diante da dor alheia. Respondo: já, sim. E foi muito desagradável. Não foi em casa, e sim no carro. Uma arma prateada que bateu no meu vidro, com o marginal demandando meu relógio, que fora presente de casamento dos meus pais (valor emocional, se é que alguns esquerdistas compreendem isso).

Eu até já contei esse caso aqui em outra ocasião. O fato é que tinha minha filha com apenas um aninho em casa me esperando, e mantive a maior calma do mundo, entregando o relógio sem gestos bruscos. Quando me vi em segurança, longe do vagabundo, a perna tremeu um pouco. Não é uma sensação boa estar entre a vida e a morte sob a mira de uma arma.

Mas aqui vem a parte importante: esse momento tenso ajudou a mudar, em parte, minha vida, quem eu sou, e para melhor. Eu era muito jovem, e mais ligado a bens materiais. Na verdade, tinha coleção de relógios, pois os adorava. Tudo isso pareceu pouco importante perto de continuar vivo e poder chegar em casa e ver o sorriso de minha filha.

Experiências traumáticas podem, sim, mudar a gente. E foi exatamente com isso em mente que escrevi a carta para a atriz, aproveitando este momento delicado que ela enfrenta. Oportunismo sim, mas no bom sentido. Como eu acredito no livre-arbítrio, tanto dos bandidos como dos artistas, acho que a Letícia Spiller pode mudar, usar essa experiência para se dar conta de que vem defendendo bandeiras muito erradas, que apenas incitam a criminalidade ao tratar bandidos como vítimas da “sociedade”.

Infelizmente, a reação de muita gente diz mais sobre eles mesmos do que sobre mim. Felizmente, foi uma minoria perto da imensa maioria que compreendeu o espírito da coisa. Há luz no fim do túnel…

Agora leiam a Carta Aberta que Rodrigo Escreveu. Fantástico:

Prezada Letícia,

Antes de mais nada, gostaria de dizer que admiro seu talento como atriz e também te considero muito bonita. Infelizmente, você tem endossado certas ideias um tanto estapafúrdias, aplaudido regimes nefastos como o cubano, e alegado que se arrepende de ter usado uma camisa com a bandeira americana no passado, chegando a afirmar que se fosse hoje usaria uma com o Che Guevara.

Ontem, sua casa no Itanhangá foi assaltada por bandidos armados, que lhe fizeram de refém enquanto sua filha dormia logo ao lado. Lamento o que você passou, pois deve ser, sem dúvida, uma experiência traumática. Nossa casa é nosso castelo, e se sentir inseguro nela é terrível, especialmente quando temos filhos menores morando com a gente. A sensação de impotência é avassaladora, e muitos chegam a decidir se mudar do país após experiências deste tipo.

O que eu gostaria, entretanto, é que você fosse capaz de fazer uma limonada desse limão, ou seja, que pudesse extrair lições importantes desse trauma que ajudassem a transformá-la em uma pessoa melhor, mais consciente dos reais problemas que nosso país enfrenta. Se isso acontecesse, então aquelas horas de profunda angústia não seriam em vão.

Como você talvez saiba, sou o autor do livro Esquerda Caviar, que fala exatamente de pessoas com seu perfil (aproveito para lhe oferecer um exemplar autografado, se assim desejar). Artistas e “intelectuais” ricos, que vivem no conforto que só o capitalismo pode oferecer, protegidos pela polícia “fascista”, mas que adoram pregar o socialismo, a tirania cubana ou tratar bandidos como vítimas da sociedade: eis o alvo da obra.

Essa campanha ideológica feita por esses artistas famosos acaba tendo influência em nossa cultura, pois, para o bem ou para o mal (quase sempre para o mal), atores e atrizes são formadores de opinião por aqui. Quando um Sean Penn, por exemplo, abraça o tiranete Maduro na Venezuela, ele empresta sua fama a um regime nefasto, ignorando todo o sofrimento do povo venezuelano. Isso é algo abjeto.

No Brasil, vários artistas de esquerda têm elogiado ditaduras socialistas, atacado a polícia, o capitalismo, as empresas que buscam lucrar mais de forma totalmente legítima, etc. Muitos chegaram a enaltecer os vagabundos mascarados dos black blocs, cuja ação já resultou na morte de um cinegrafista.

Pois bem: a impunidade é o maior convite ao crime que existe. Quando vocês tratam bandidos como vítimas da sociedade, como se fossem autômatos incapazes de escolher entre o certo e o errado, como se pobreza por si só levasse alguém a praticar uma invasão dessas que você sofreu, vocês incentivam o crime!

Pense nisso, Letícia. Gostaria de perguntar uma coisa: quando você se viu ali, impotente, com sua propriedade privada invadida, com armas apontadas para a sua cabeça, você realmente acreditou que estava diante de pobres vítimas da “sociedade”, coitadinhos sem oportunidade diferente na vida? Ou você torceu para que fossem presos e punidos por escolherem agir de forma tão covarde contra uma mãe e uma filha em sua própria casa?

Che Guevara, que você parece idolatrar por falta de conhecimento, achava que era absolutamente justo invadir propriedades como a sua. Afinal, o socialismo é isso: tirar dos que têm mais para dar aos que têm menos, como se riqueza fosse jogo de soma zero e fruto da exploração dos mais pobres. Você se enxerga como uma exploradora? Ou acha que sua bela casa é uma conquista legítima por ter trabalhado em várias novelas e levado diversão voluntária aos consumidores?

Nunca é tarde para aprender, para tomar a decisão correta. Por isso, Letícia, faço votos para que esse desespero que você deve ter sentido ontem se transforme em um chamado para uma mudança. Abandone a esquerda caviar, pois ela não presta, é hipócrita, e chega a ser cúmplice desse tipo de crime que você foi vítima. Saia das sombras do socialismo e passe a defender a propriedade privada, o império das leis, o fim da impunidade e o combate ao crime, nobre missão da polícia tão demonizada por seus colegas.

Te espero do lado de cá, o lado daqueles que não desejam apenas posar como “altruístas” com base em discurso hipócrita e sensacionalista, daqueles que focam mais nos resultados concretos das ideias do que no regozijo pessoal com as aparências de revolucionário engajado. Será bem-vinda, como tantos outros que já acordaram e tiveram a coragem de reconhecer o enorme equívoco das lutas passadas em prol do socialismo.

Um abraço,

 

Comentários (19) enviar comentário
  1. Rosana Garcia disse:

    Que lixo de texto, hein? Maniqueísta, superficial, ilógico, irracional, estúpido.

  2. Tec disse:

    “Esquerda Caviar”
    Por Francisco Bosco

    O mundo já é muito complexo e turvo para os que se propõem a compreendê-lo honestamente. Por compreensão honesta designo fundamentalmente a atitude intelectual que tem como princípio examinar quaisquer argumentos sem o preconceito ideológico que costuma obscurecer a construção coletiva do diagnóstico da realidade. Todos têm, de modo consciente ou não, posições ideológicas prévias, mas essas devem ser sempre submetidas ao teste da realidade; são pontos de partida, não pontos de chegada. Infelizmente, a atitude intelectual de Rodrigo Constantino — como demonstrou Jean Wyllys (relembre aqui), com a clareza devida, em artigo recente — é desonesta, procedendo por reduções, simplificações grosseiras, maniqueísmos sistemáticos, diversos procedimentos que agem no sentido de obscurecer o trabalho público e coletivo da compreensão da realidade (sem falar no abuso da dimensão imaginária das polêmicas — recorrendo sempre a argumentos ad hominem e ridicularizando pessoas famosas, a fim de produzir uma espécie de sensacionalismo intelectual).

    Ao contrário, vou propor aqui uma leitura honesta do que considero, até onde li, seus argumentos principais na defesa da pertinência da expressão “esquerda caviar”, com tudo o que ela carrega de desqualificação. Vou fazê-lo porque julgo que por meio dessa expressão pode-se compreender melhor quais os sentidos e as possibilidades efetivas da esquerda no mundo atual.

    O argumento principal de Constantino é o que a expressão sugere de cara: haveria uma contradição entre ser de esquerda e usufruir das benesses propiciadas pelo capitalismo às classes sociais mais altas. Admitida essa contradição, segue-se logicamente que os ricos autodeclarados de esquerda são hipócritas, apenas adotando o semblante de uma retórica socialmente valorizada — e que a sua diferença para os ricos de direita está tão somente em que esses últimos não capitulam a coerção social da hipocrisia.

    Comecemos então por nos perguntar: o que é ser de esquerda? Sem dúvida, ser de esquerda significa primordialmente considerar a redução das desigualdades econômicas e sociais um objetivo fundamental. Isso, entretanto, não implica necessariamente adotar uma perspectiva anticapitalista utópica, seja nos moldes da experiência efetiva da esquerda no século XX ou de algum modelo a se inventar. Concordo com T. J. Clark, para quem, em vez disso, é preciso que a esquerda contemporânea faça profundamente a experiência da sua derrota, das catástrofes intoleráveis por ela produzidas, e se esvazie de sua dimensão utópica, engajando-se antes numa política moderada, operando no interior do capitalismo, “por pequenos passos”, “propostas concretas” agindo no sentido de produzir igualdade em diversos âmbitos.

    Provavelmente a experiência de esquerda mais bem-sucedida no mundo hoje é a dos países nórdicos, capazes de dirigir o capitalismo por meio de um Estado pequeno, porém eficaz no sentido de promover equilíbrio social, conciliando assim os princípios do mercado e da seguridade social, da individualidade e do coletivo, em suma, da liberdade e da igualdade (como mostrou ampla matéria da revista “The Economist”, recentemente). Ser de esquerda não implica portanto um anticapitalismo sistêmico e revolucionário — concordo ainda com T. J. Clark quando escreve que, nas condições atuais, a esquerda moderada é que é revolucionária —, cuja prova pessoal de coerência seria uma espécie de franciscanismo, de resto inútil. Mas sim engajar-se, seja por qual via for, na luta pela promoção da igualdade de direitos (conforme fazem, cada um a seu modo, as pessoas desqualificadas por Constantino como símbolos da “esquerda caviar”: Wagner Moura, Regina Casé e Gregorio Duvivier, entre outros).

    É oportuno desconstruir outra suposta contradição. Segundo Constantino, os membros da “esquerda caviar” costumam criticar instituições, notadamente a polícia, mas recorrer a elas quando necessário. Deveria ser escusado lembrar que a crítica é um princípio democrático de aperfeiçoamento, e não um instrumento de negação absoluta. Quando pessoas de esquerda criticam a polícia, não estão a defender sua extinção, ingênua ou irresponsavelmente; antes repudiam a sua ação hierarquizante, logo antidemocrática.

    O que nos leva a um último aspecto da expressão. Ao negar a possibilidade de cidadãos de classe média e alta serem de esquerda, é nada menos que a mediação social da solidariedade o que se está anulando. Parece ser impossível para Constantino assimilar a ideia de que há pessoas dispostas a defender causas igualitárias mesmo em detrimento de suas vantagens pessoais. Mas, pasme, é precisamente isso o que, como princípio, define a esquerda.

  3. hailton disse:

    caros leitores não devemos esta preocupados com português,temos que nos preocupar e com o sistema político,nem esquerda,nem direita,estam todos do mesmo lado. que pais e esse que fica só em troca de moeda.

  4. marcela disse:

    Um dos melhores textos que já li na internet. Parabens pela forma realista de tratar o assunto.

  5. Fagner disse:

    O Socialismo é cruel. Leiam "A revolução dos bichos", esta é uma das melhores explicações do que acontece a um povo socialista.

  6. Cátia disse:

    Sabem por que Marx não morreu? Por que a direita ainda está viva. Vivíssima, diga-se de passagem.

    • cátia disse:

      O porque é junto, não separado no comentário que fiz. Esses tablets e os seus donos alvoroçados…

    • João Azevedo disse:

      Cátia… Você precisa de algumas aulas de português. Depois de conhecê-la, estude historia.

    • marcela disse:

      Não querida, o 'por que' numa frase interrogativa é separado mesmo…rs.

  7. eduardo disse:

    Eita Caro Editor, me esqueci dos acentos no texto anterior, vou reenviar com os acentos. Brincadeira Paulo, mesmo nao o conhecendo, desculpe a intimidade!

  8. eduardo disse:

    Paulo Kasisnk com toda sua eloquencia e cuidado com a correcao ortografica em seus comentarios, deveria nao se ater tanto ao portugues, lingua que foi nos emprestada, e abrir a cabeça. Deve achar a Veja ( tem tendencia conservadora sim) o demonio capitalista e considerar a Carta Capital referencia em imparcialidade e democrata

  9. Sergio Nogueira disse:

    Alguns países do mundo lançam suas populações ao sabor do socialismo. Cuba é nosso exemplo americano mais próximo. Pois bem, os artistas brasileiros são o que são, ganham o que ganham e tem o que tem, não por força do regime que defendem mas pelo que estão inseridos.
    Ainda não vi nenhuma Letícia, Wagner ou Caetanos se dizer envergonhada por ter o nível de vida que a coloca. Pior: sendo 'socialistas" invariavelmente eles trabalham na Globo, símbolo do regime que deu certo, o capitalista. Contraditório? Claro.
    Ouso até imaginar suas razões: eles precisam passar a ideia que são humildes, pobres, precisam incutir nos demais o pensamento que eles integram a maioria da população, ou seja, estão entre um pouco mais que a pobreza e muito menos que o luxo. Precisam manter esse canal que ao final os mantém onde querem e lutam para estar.
    Mas supondo que suas falas são verdadeiras fica a pergunta: porque eles não se mudam para Cuba? E a reposta: porque eles adoram ser ricos, adoram o luxo, só não podem admitir isso.

  10. Vinicius disse:

    Já tive uma arma apontada para minha cabeça em um assalto então acho que também posso comentar com propriedade. Começo dizendo que essa briguinha entre direitistas e esquerdistas é sempre um debate destrutivo, nunca construtivo. Sobre o tema da carta, a minha opinião é a de que bandido não é vitima da sociedade e policial não é juiz, nem o cidadão comum. Precisamos investir na estrutura dos presídios, necessitamos construir métodos de ressocialização e dar condições adequadas e treinamento à polícia, tudo isso parece óbvio, mas os direitistas e esquerdistas preferem discutir quem gosta ou odeia um defunto conhecido como Che Guevara. Peço que elevemos a discussão ao patamar da modernização da gestão pública.

    • Kelly disse:

      Enfim um comentário coerente, pq de briguinha entre esquerdopatas e direitopátas o inferno tá cheio!

  11. paulo kasinsk disse:

    Pois é, meu estimado editor. Se não fosse por você, não saberia quem é Rodrigo Constantino, já que de há muito deixei de ler a Veja. Ideologias à parte, o texto é de uma infelicidade total, além de ser meio frufru, se é que você me entende. É inoportuno até dizer basta. Invasivo, até. É quase que mais uma arma, embora de plástico, na frente da atriz, num momento de total fragilidade. O cidadão arrodeia, arrodeia e volta à velha matéria de Educação Moral e Cívica. O horror, meu caro! Aliás, o texto não é inoportuno: é oportunista. Sim.

  12. caio fábio disse:

    Aplausos ao Autor, é muito fácil idolatrar regimes ditos comunistas, vivendo e usufruindo do capitalismo

  13. Rogerio disse:

    a VEJA tem uma mágoa do PT, ave.

    • claudio disse:

      Quando as matérias da veja , eram contra o FHC, o PT adorava a revista, agora tem birra. Eta revista estranha que gosta de escrever contra o governo…. agora q desnuda o PT nao agrada mais os companheiros. Como são seletivos essa gente, ou falta memória??

Publicidade

UTILIDADE PÚBLICA: Saiba como deixar sua cerveja supergelada em apenas 4 minutos

Por Mega Curioso

Você não é a única pessoa no mundo que está morrendo de calor ultimamente. O verão brasileiro está batendo todos os recordes possíveis e esse calor todo é ideal para, na verdade, tomar aquela cervejinha estupidamente gelada depois de um dia cansativo de trabalho suado, não é mesmo?

O problema é que todo mundo tem essa ideia e, se você não tem a sua cerveja na sua geladeira e acaba a comprando no mercado, é bem capaz de levar uma garrafa não tão estupidamente gelada assim para casa. Antes de adiar sua cervejinha para o dia seguinte, saiba que há uma maneira bem simples e rápida de resolver o problema.

Fonte da imagem: Reprodução/papodebar

Tudo o que você vai precisar é de uma garrafa de cerveja – ou quantas garrafas você for beber, logicamente –, guardanapos e, claro, uma geladeira. Você vai enrolar a garrafa (pode ser lata também, fique tranquilo) no guardanapo e molhá-la com água da torneira. Em seguida, basta levar a garrafa para o congelador. Por quanto tempo a bebida deve ficar lá? Apenas quatro minutos.

É essa, na verdade, a grande faceta do truque: ele é realmente rápido. Não vale deixar a cerveja no congelador por mais de quatro minutos, hein! Nesse caso, a bebida começa a congelar e você não vai gostar tanto assim dela. Na dúvida, use um cronômetro.

Essa técnica funciona porque o guardanapo é muito fino e, quando molhado e levado ao freezer, congela muito rapidamente. A garrafa, quando em contato direto com uma substância congelada, fica cada vez mais gelada também. Simples assim.

E vale lembrar que o que hidrata mesmo nesse calorão é a boa e velha água, da qual a cervejinha não é, definitivamente, substituta.

FonteTerra

Comentários (10) enviar comentário
  1. Maria disse:

    Boco é os que ficam perdendo tempo discutindo e dando lição de moral nos outros

  2. Marretinho disse:

    Usei uma lata de refrigerante e não funcionou.

  3. Patricia disse:

    Affff, não sei nem pq perdi tempo e papel toalha fazendo isso, não adianta nada. Nem percam tempo tentando fazer, é só pra dar lambuzo no freezer.

  4. Davi disse:

    É muita falta de conhecimento de física pra saber que isso não funciona!!!

    Pode até adiantar o processo em 5%, mas 4 minutos é piada.

    • Ricardo disse:

      E tem babaca que vai "testar". Em 4 minutos pode ser que resfrie o guardanapo (só o guardanapo)

  5. José Carlos disse:

    Nossa…q anta! Será q ela não viu a foto?

  6. Laura disse:

    Nao seria um comentario, apenas uma duvida. Guardanapo de papel ou tecido?

    • Rodrigo disse:

      De papelão. Affff.

    • Renato disse:

      Valeu Rodrigo, tem gente que não é bom intendedor, para nós meia palavra basta! Essa foi… Kkkk

    • Julia disse:

      Tudo bem que a pergunta foi idiota mas não julga a pessoa já que tu escreve "intendedor". Cruzes.

Publicidade