Deputados referendam corte de mais de 700 cargos na Assembleia do RN a unanimidade

2abf1a2d0fb275c86033ee1a4e755981Os deputados estaduais aprovaram a unanimidade, na sessão desta quinta-feira (03), a Resolução Nº 003 que regulamenta a exoneração de quase 700 cargos comissionados. Assim o colegiado dos deputados referendou a decisão da Mesa Diretora anunciada pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), em pronunciamento feito no início da semana.

“Anunciei no pronunciamento a decisão da Mesa Diretora de garantir estes cortes antes mesmo da Reforma Administrativa e o colegiado desta casa confirmou a unanimidade este posicionamento. As medidas serão de corte imediato e as exonerações vão ocorrer nos próximos dias com a extinção dos cargos”, salientou Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB).

A modernização da gestão na Assembleia Legislativa foi ressaltada pelo deputado Ezequiel Ferreira a partir do Planejamento Estratégico aprovado em fevereiro de 2015, do lançamento do Novo Portal da Transparência e a estruturação da Ouvidoria e do chamamento dos demais concursados aptos a assumir seus cargos até o final deste ano.

ALRN

Publicidade

Comentários:

  1. Teresa disse:

    Espera que em breve voltam todos… sempre assim!

  2. Rodrigues disse:

    700 só? É muito pouco. Quando chamarem os aprovados, vai da no mesmo. O Razoável era demitir pelo menos dos 2.500 comissionados que tem lá uns 2.350. De verdade gente. 150 comissionados mais os efetivos toca aquilo com tranquilidade. Não tenho nem medo de errar.

  3. Helio Motta disse:

    Estão jurando que fazem um favor?
    Enquanto não tirarem os outros 2300 não vamos sossegar.

  4. Maracujina disse:

    Pouco . No mínimo demitir mais 1500 , para começarmos a conversar com esses senhores .

  5. barretto disse:

    Ora… Vejam só…a ALERN se qualifica tambem em casa espiritual. Após a descoberta dos "fantasmas e genéricos", inchando a folha de pagto., ela agora revela os santos, seus criadores alheios…. Enquanto o povo potiguar se “lasca” enfrentando as dificuldades, diárias e naturais, Um grupo de "funcionários" privilegiados da ALERN, nem sequer comparecem ao trabalho e alguns nem mesmo reside no estado. Aproveitando do silêncio dos bons, fantasmas & genéricos, comprometem a todos os demais, inclusive seus criadores. E o pior…Em uma casa, onde um número 300 servidores bem capacitados, seria o ideal, para fazer a tarefa dos 3.200 que lá estão. O resto no momento é um bla, bla, bla dos inresponsáveis, que até hoje , aproveitaram da farra ,e agora tentam se safar do balaio comum. MP neles…

  6. reginaldo disse:

    QUEREMOS VER A LISTA E PRA QUEM TRABALHAVAM

  7. filho disse:

    Aos poucos, os cargos vão ser preenchidos novamente! Quem viver, verá!!!

  8. Elias Prado disse:

    Quer sabe quem se tora nessa historia? Só se lasca os menores pq eles que vão pra rua. Os apadrinhados fantasminhas não vão perder a boquinha do dinheiro todo mês. Se o MP fica encima eles começam a ir pra casa do povo fingir que tão fazendo alguma coisa.

    Pode anota aí que esses 700 é tudo peixe pequeno de 2/3 mil conto por mês. Quero ve tirar os de 10/15.

  9. Curioso disse:

    Devia ser 2.700 e não essa merrequinha de 700…

  10. Vinicius disse:

    QUER DIZER QUE A FAMILIA DE UM BLOGUEIRO MUITO CONHECIDO EM NATAL VAI SER EXONERADO, SERÁ QUE PELOS ACONTECIMENTOS ELE TEM ALGUM A FALAR ?

  11. jorge disse:

    Vergonha ….tem que colocar todos os 3500 comissionados e fazer concurso público

  12. Val Lima disse:

    Mais de setecentos ou quase esse número??!!

  13. Jeremias disse:

    A prova maior de que os cargos foram providos sem o menor critério é essa. Se eles fossem tão necessários, como disse o ex-presidente Ricardo Motta, jamais haveria o corte imediato de 700 cargos.

  14. Cláudio disse:

    Quero ver a lista.

  15. Luciana Morais Gama disse:

    Unanimidade, graças à pressão popular e também pelos zap zap. Todo dia tem pessoas novas (fantasmas) mostrando no zap zap, gente que ninguém imagina. Viva as mídias sociais!!