FOTO: Apresentação cultural. Pessoal acaba dançando NU na UFRN

Atualizado às 20:28h: Pense numa manifestação de futuro, em nome da “cultura” a galera acabou ficando quase todos NUS…

Só por curiosidade, qual é o exemplo acadêmico dessa apresentação?

Informações e Foto do instagram de Thiago FrancoTrote UFRN

 

    129 Comentários

    1. Rosângela Cristina disse:

      Que absurdo se fosse mãe dessas meninas me sentiria envergonhada e faria os responsáveis por esse ato idiota responder, isso está longe de ser arte.

    2. Elaine Vasconcelos disse:

      Se a professora que usou o espaço público tivesse a capacidade de entender e explicar o nu artístico também em público, tudo bem. Temos que entender que podemos ousar, mas temos que ter a consciência das ações e reações dessa ato. Afinal, ninguém tira a roupa em público por tirar. É uma ação acadêmica então use o espaço adequado para não expor as pessoas. Até por que se fecham a cara e mostram o corpo não é um ato artístico e muito menos consciênte. Houve uma obrigação, e falta de explicação da ação em si. Os pais desses jovens o que pessam disso? Será que viram suas filhas assim? E a colega professora sabe explicar por que suas alunas escondem a cara em ato de LIBERDADE, se´r que é liberdade? Ou imposição dos colegas e necessidade de cocar a sociedade. O que tem de expressivo nessa foto me expliquem que eu fico calada. Que palhaçada!

    3. werniau disse:

      Ótima ideia, deveria ser feito com mais frequência em vários lugares diferentes.

    4. Josean disse:

      O problema não está em estar nu, pois não nascemos vestidos de tecidos mas sim de pele e pelos. O problema está em como algumas pessoas sem conhecimento irão interpretar o nu artístico que não têm nada haver com ilegalidade, mas sim claro com a beleza, delicadeza, sensibilidade e a sensualidade divina que possuímos.

    5. Umberto Bertone disse:

      Fama instantânea, mesmo que seja só na UFRN, só em Natal, só na internet. Vocês lembram daquela falsa loura que foi à faculdade “vestida para chocar” e provocou a reação dos demais estudantes? Teve seus 15 minutos de fama, posou para revistas masculinas, e quase ganhou um programa na tevê para comandar. Agora é a Josie e amigos, criados vendo Xuxa e BBB, veem arte onde os outros só veem exibicionismo e falta de educação. Os humanos só andavam nus quando viviam na Idade da Pedra; e o vestuário é intrínseco à ideia de civilização, na África, na Ameríca, na Europa e na Ásia. Fossem egípcios, aztecas, gregos ou mongóis, todos os povos se vestiam, por uma questão óbvia de respeito a si mesmos e aos outros. Pena que a “arte” tenha se transformado nessa produção de factóides ridículos que alimentam o processo de decadência cultural que vivemos nos últimos 50 anos.

    6. Rosane Felix disse:

      Essas mídias incompatíveis… Tentei colar o comentário de um senhor no meu façabook, e o meu comentário. Gente que discussão é essa… Direitos humanos? Estamos em pleno início de milênio, o que está acontecendo com nossas estratégias de produzir conhecimentos é que elas estão se conciliando com nossa capacidade cognitiva racionalista. Vamos viver… só nos resta viver! Quem não busca liberdades que não as procure. Se procurar: ACHA. Os HiPPYes se transformaram. Os Punks se transformaram.As borboletas se transformam. Viva o EFEITO BORBOLETA Estamos conectados em redes sociais . Fóruns de liberdades expressivas. Que tal mais polidez? Bom dia em todos que leêm o mundo em suas diversidades e em suas igualdades. Frida FHALO. Direto de Pau dos Ferros- RN.

    7. Fernandes disse:

      Dei Valor!!
      kakakakak.. Ilário.. Eu estava no campus e escutei uma zuada danada, não sabia o que estava acontecendo, mas nunca imaginei que era isso.. Se eu soubesse tinha ido ver!!!

    8. elaine disse:

      afff em plena universidade esse tipo de manifestação , é o fim mesmo !!

    9. Alex disse:

      Eu poderia escrever durante horas sobre essa foto, mas sei que não ia entrar na cabeça de vocês. Por favor, cresçam .

    10. Carla disse:

      O que dizer de tudo isso? Bom…já tivemos vários cometários de diversos tipos, de grande revolta, de ironias, de sarcasmos, brincadeiras…enfim…não nos restam mais o que dizer! Como sabemos desde sempre, imagens valem mais do que mil palavras…

    11. Felipe disse:

      Até quando os nossos órgãos genitais serão um tabu? Desde quando um corpo por si só é obsceno?

    12. Diego disse:

      Se não gosta do que vê feche os olhos e saia! Se não compreende o que vê, aprecie! busque! Julgue! Faça o que quiser! Só não seja ignorante questionando, denegrindo o que não sabe ainda. A universidade foi feita pra acrescentar, crescer, aprender a aprender. Se uma nudezinha ofende por não compreenderem o que se passa, o que você faz pra tornar sentido a sua vida?

    13. Renata disse:

      Para a psicanálise, vcs que ficam tão revoltados com manifestações como essa, tem desejos sexuais reprimido, inconsientemente. Daí vem todo esse ódio… Reflitam.

      • Mr. R disse:

        Todos temos! minha cara, inclusive você. E sobre a notícia: liberdade de expressão, cada um olha para onde quer, aqui na universidade não tem crianças e até mesmo elas não ficariam chocadas como isso, tanto quanto muitos ficaram. A obscenidade está na mente de quem vê.

    14. Yuri Magalhães disse:

      Devemos respeitar o livre exercício da imbecilidade. Se as pessoas que se dizem “universitárias” insistem em enxergar a nudez unicamente pelo viés da sacanagem, da imoralidade, e da safadeza, não há nada o que fazer.

    15. Everton disse:

      Sempre tem que haver esse pessoal que bate em latas e tambores envolvido… Eles, com um falso pretexto que são motivados pela arte, e quando na verdade são encorajados pelos narcóticos que usam… Creio que devesse urgentemente rever as ações praticadas por este pessoal de artes da UFRN, pois teatro, tem local e horário para ser feito.

      • Camila disse:

        Olha, gente aí falando que o teatro tem hora e local pra ser feito, pois tá aí: ocorreu pelas 17h30 no espaço em frente ao CCHLA :) Tá aí a hora e o local, meu bem.

    16. Gomes de Melo disse:

      Virou zona na UFRN, sob o pretexto de mostrar arte. UM LOCAL PÚBLICO NÃO É PARA MOSTRAR NUDEZ, É UM ATENTADO AO PUDOR. COMO DIZIA NELSON RODRIGUES TODA NUDEZ SERÁ CASTIGADA. OLHA QUE NÃO SOU UM FALSO MORALISTA, ADMIRO A NUDEZ NA SUA ESSÊNCIA.

    17. pH disse:

      Há algo de muito estranho quando o nu causa espanto ao mesmo tempo que a população permanece omissa e doutrinada diante da canalhice política.

      Natal, maldita eterna província das oligarquias moralistas e hipócritas!

    18. Paulo disse:

      O blog deveria entrevistar a reitora da universidade. E os pais desses artistas.
      Certo. É arte, tudo bem. Mas existem lugares para manifestações do tipo. Em lugar fechado, tudo bem. Em público não dá.
      Não devemos esquecer que existe Código Penal.
      Art. 233 – Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público:
      Pena – detenção, de três meses a um ano, ou multa.

      • Camila disse:

        Gente, parem de achar que CULTURA e ARTE são a mesma coisa.

        Altos argumentos “onde o nu está representado na cultura dessa forma e blabla?”
        Mas isso está ligado a um trabalho artístico e fundamentado, se quiserem saber mais pra se INFORMAREM e terem a opinião mais correta e fundamentada também, vão na página do grupo CRUOR e pronto.

        Mas antes disso, respeitem os trabalhos dos outros, porque muita gente só consegue enxergar o nu de forma pornográfica, mas esse modo de enxergar não é ÚNICO, então não venha dizer o que é abuso, ato obsceno, e etc.

      • Rogério disse:

        Defina ato obsceno? A mera exibição de um corpo nu é um ato obsceno? E mais: o contexto não conta para se qualificar algo como ato obsceno? No carnaval pode. E qual seria o espaço “apropriado” para estudantes de ARTE praticarem seu ofício senão a universidade – pólo de saberes e culturas?

    19. Elves Alves disse:

      Momento mais que propício para, passado o Dia Nacional da poesia, homenagear o poeta Ivanaldo Setúbal através de seu célebre “La dolce vulva”:

      NADA NO MUNDO É MAIS ATRAENTE
      QUE UM BELO PRIQUITO,
      PORQUE, NEM O INDIVÍDUO MAIS ESQUISITO,
      NEM O SER HUMANO MAIS INDOLENTE,
      QUANDO ENCARÁ-LO ASSIM, FRENTE A FRENTE,
      POLPUDO, QUENTINHO, CHEIROSO E MOLHADO
      EVITARÁ QUE HABITE EM SI UM TARADO,
      QUE AO MERGULHAR COM A LÍNGUA TREMENDO,
      COM OS OLHOS FECHADOS E OUVINDO GEMIDOS,
      TENHA SEUS DRAMAS TODOS ESQUECIDOS,
      E NOTE, MAIS UMA VEZ, QUE NESTE VELHO MUNDO
      O VELHO PRIQUITO, A PARTIR DO PINGUELO
      ALÉM DE SER O QUE HÁ DE MAIS BELO
      É, ABSOLUTO, O QUE HÁ DE MAIS PROFUNDO.

    20. Rodrigo disse:

      O melhor da nudez nas artes em geral é fazer caírem as roupas dos hipócritas e falso-moralistas.

    21. alisson disse:

      BANDO DE NÃO TER O QUE FAZER. SOMENTE!

    22. João Silva disse:

      COMEÇANDO ASSIM, IMAGINA SÓ O QUE VAI ROLAR, DURANTE O CURSO…EITA UFRN!

    23. Marina disse:

      Não acho esse ato uma imbecilidade, não julgo, pois aqui não cabe julgamentos. Isso seria hipocrisia, nos termos que muitos estão colocando aqui. Universidade o nome já diz, é um universo, de saberes, de profissões, de vocações, de conhecimento, de frustrações, de horizontes, enfim, de seres humanos que a fazem e ampliam sua visão de mundo. O sentido artísticos dessa imagem é válido, sim. E enquanto existirem imagens assim, existirão pessoas para torcer o nariz e chamarem de palhaçada, de poluição visual. Mas essas mesmas pessoas, talvez ingenuamente tomam uma dose de palhaçada todos os dias, como telespectadores da mídia manipuladora. E misturam esses paradigmas com os “valores culturais/religiosos/sociais” e engendram sua visão rasa de mundo. Pensem! o mundo é lugar pra se pensar. Ajam com dignidade. Essa é minha opinião

    24. warhead disse:

      “Só quem é de lá, sabe o que acontece.”
      Tem muito comentário ignorante aqui, algum desses autores desses comentários são ao menos estudantes de arte? Creio que não. O ser pode até achar ridículo ‘à primeira vista’, mas ao menos tava lá pra saber o que tava acontecendo? E se estivesse, tem noção do que é? Povo conservador hipócrita…

    25. Franco Sued disse:

      Não vejo razão para tanta celeuma. A nudez está impregnada de tal forma na nossa cultura que uma manifestação dessas não deveria espantar ninguém. É uma bela imagem de jovens saudáveis exibindo seus corpos, apenas isso. Qualquer coisa a mais que se acrescente é hipocrisia e produto de mentes deturpadas por falsos pudores. Quem se incomoda com uma coisa tão singela deveria se mudar para o Afeganistão, aliás, deveria ter nascido lá.

    26. Ramon disse:

      Pra vocês verem a que nivel estao chegando as universidades, gostaria de saber qual a importancia disso, onde esta a cultura nisso, onde esta o respeito, o carater, aposto que os que est]ao ai participando são pessoas que acham o banal, o vulgar, uma coisa de grande valor….

    27. Omar disse:

      Isso não é arte, nem aqui nem em qualquer cando do mundo. Isso é muganga de gente oca, sem noção e recalcada. Ainda bem que o futuro da nossa nação não depende dessa corja. Vou chamar Seu Lunga prá dar uma cagada artística na mesa de jantar da casa desses sunés, prá ver se eles gostam.

    28. maria disse:

      acho o nudismo desnescessario, é possivel de provar seus pontos e transmitir a suas ideas sem ” agredir ” outras pessoas. Acredito sim que o motivo é nobre, mas não concordo do modo que foi feito.

    29. Umberto Bertone disse:

      Puro exibicionismo. Ridículo. Sensacionalismo barato. Falta de educação. Parece até aquelas apresentações patéticas de prostitutas ucranianas que gostam de se exibir com a desculpa de que estão criticando alguma coisa. Ou as tais “femens” (é isso mesmo?) Ou talvez a “marcha das vadias”, onde piranhas se apresentam seminuas para mostrar como é bom ser periguete hoje em dia (basta ver o BBB ou ir a um baile funk para notar a decadência social). Pra todo lado é só vulgaridade, mas choca mais ver que são estudantes quem estão promovendo a degradação… em vez de estarem procurando ajudar a nossa população, coitada, tão desorientada.

    30. Daniel Bruno disse:

      Antes de tudo, sou a favor desse tipo de experimento, inclusive, já trabalhei dessa maneira, só que, deve-se ter bastante planejamento. Arte é responsabilidade. E usar de parâmetros sociais errôneos, como os que citaram acima, não justificam nada. E nem sempre definição é limitação. Se a definição for baseada em valores universais, é válido sim. Um costume social só poderá ser realmente respeitado, se não ferir a dignidade humana. No caso, a nudez não fere. Nudez é naturalidade. Agora, vamos lá (a maioria dos artistas ficam putos com isso), qual real propósito de todos que estavam nessa intervenção? Qual era o público alvo? O horário? Isso não é limitação, nem muito menos presunção ou arrogância de achar que as pessoas são incapazes de conceber a nudez como algo normal, nem também a preocupação de agradar alguém ou à todos. A pergunta é: essa intervenção foi benéfica para todos? Despertou para o real aspecto da nudez? As pessoas tem capacidades e culturas diferentes, portanto, deve-se levar em consideração vários aspectos. Arte pela arte é um ciclo vicioso que só beneficia temporariamente os próprios envolvidos. Enfim, vendo a foto, eu gostei sim. Mas, se eu tivesse passado por lá seria indiferente ou talvez perguntasse só por curiosidade, porque não senti força nessa intervenção…fraquinha, a ideia foi boa, mas vaga…
      faltou consistência. Só espero que todas essas entrelinhas possam ter sido concebidas com esse espetáculo, pra não cometerem o mesmo erro. Continuem com o trabalho com cada vez mais maturidade. Sexualidade é coisa séria. O corpo é precioso, pois é um aspecto da vida.

    31. Gaby disse:

      Estudem, isso não é arte, nem cultura. É imbecilidade… Em nome da cultura.. af ¬¬ Poderiam fazer pesquisas e mostrar a nossa cultura local, valorizar nossa terra, nossos artesãos, pintores, dançarinos, atores que não são reconhecidos. Uma pesquisa seguido de uma ideia inteligente que despertasse cultura em nossa população, quando chamo alguém em natal p ir ao teatro ninguém vai. Corpo nu não significa liberdade nem desapego, vcs não conseguiram passar a “imagem”, a intenção dessa cultura toda.. não foi captada por quem estava vendo. pq sera? pq vcs agora estão sendo mal falados no facebook? quer mostrar liberdade? quer mostrar estudo? Acho que a intenção desse movimento foi ser “Redeldes”, quando não seguem os demais (8)

      • Helena disse:

        Acho que algumas pessoas precisam descer do palco e entender que só se conhece o contexto do mundo de produção artística quando SE VIVE NO CONTEXTO DO MUNDO DE PRODUÇÃO ARTÍSTICA. Dizer “é arte” ou “não é arte” é a coisa mais banal e mais leiga que se pode dizer sobre uma obra artística e não acrescenta absolutamente nada em nenhuma discussão, ainda mais se o motivo pra classificar for “moral e bons costumes”. Interessa pra mim muito mais saber se essas pessoas foram condicionadas ou pressionadas a participar.

      • Renata disse:

        Eles já estudam! Por isso que fizeram isso, a partir de estudo. Mas como a maioria das pessoas tem fórmulas prontas de como viver a vida, do certo e do errado fica jogando dogmas ultrapassadíssimos em quem os largou. Na tv ás 20h da noite se assiste cenas de fetiches sexuais com as crianças na sala, mas não chega a ser um desrespeito, mas numa intervenção que não trata sobre sexo a galera fica com esse moralismo. Daí rolam festinhas em que é natural os meninos embebedarem as meninas pra transar, em que é normal beber cair e levantar, em que a paquera é feita passando a mão e puxando o cabelo, as músicas agridem e levam caráter submisso a mulheres, isso sim é a cultura dominante no RN, e ninguém se incomoda. Mas ao ver a nudez de forma não televisiva agride a todo mundo. Vocês não sabem NADA de arte. A arte não é valorizada aqui pra vocês a conhecerem, vocês pensam que sabem o que é e o que não é arte, mas não pagam 5 conto num teatro popular pra assistir uma peça. Galerinha que estuda pra ser o que papai foi, com fórmulas prontas pra tudo. Isso é medo de se libertar das máscaras e saber que não tem nada por baixo delas, apenas o que as mídias e os governos ensinaram. Parabéns aos alienados, vocês nunca saberão que o são. Fechem as bocas e abram as mentes!

        • Anderson disse:

          Eu garanto a você que este tipo de arte é porcaria tal qual o que é exibido na TV e o que se vê nas baladas desta cidade… A sociedade moderna hoje tem disto e incentiva a isto. Tá tudo explicado!

        • Ana Luiza disse:

          Apoiadíssima, Renata!!!

    32. Ronaldo disse:

      Mais conhecido como falta do que estudar.

      Devia ter feito essa arte lá onde as mulheres usam a burca. Aí sim eram dignos de admiração.
      Quero ver se chegam em casa artisticamente desse jeito. Ou então fica só um artista fantástico desse as 22h esperando o circular ali perto da piscina. Aí, meu amigo, vc é um artista foda!

      • Renata disse:

        Foda é você Ronaldo, fazendo comparações com a burca, porque? Você gostaria que a mulher fosse submissa aqui como é lá? Lá mulheres são vítimas de tanta submissão que os maridos tem costume de jogar ácido nelas, quando elas não se comportam, sabia? Você que manda o outro estudar não deve saber, mas eu como estudante de artes visuais que não estudo nada que preste, sei. Você acha mesmo que eles que estão certos? Coitada da mulher que estiver com você.

    33. Eden Soares disse:

      Me parece que na falta de criatividade ou algo que chame a atenção para a arte. Usa-se essas presepadas.. de vez em quando aparecem aquelas russas nuas protestando tirando a roupa como forma de chamar a atenção.. dai a originalidade desse povo sem noção

    34. Dionizyo disse:

      Bom se eles conseguiram fazer com quer vcs usassem a cabeça pra pensar sobre o tema corpo, e sobre o que é arte, eles estão de parabéns, pq tem muitos universitários que tem preguiça de pensar de colocar sua opinião achando q universidade é um local onde abre a cabeças dos alunos e joga informações, mais digo a vcs que o espaço da universidade é um lugar de debater determinados assuntos, se vc não gosta de colocar sua opinião, fica em casa vendo o BBB ou bebendo, dá mais futuro vcs não acham?

    35. Pedro Balduino disse:

      Postagem interessante sobre o assunto e a repercussão da foto. Pra refletir sobre o que tem de errado naquela nudez, se ninguém incitava sexo e se não houve desrespeito moral? A comparação com a nudez de carnaval é mais que pertinente nesse caso.

      http://tonsdevioleta.blogspot.com.br/2013/03/nudez-e-arte.html

    36. Martins disse:

      A UFRN ERA PARA DAR BOM EXEMPLO. ISSO É RIDÍCULO SE NÃO FOR IMORAL, ALUNOS DANÇANDO NUS. AINDA FALAM MAL DA UNP!!!!! TERMINEI MINHA GRADUAÇÃO LÁ E NUNCA VI NENHUM ALUNO DANÇANDO NU. QUE VERGONHA UFRN!!!!!
      DAQUI UNS TEMPOS OS ALUNOS VÃO FAZER SEXO EXPLICÍTO EM PÚBLICO.

    37. Mauricio disse:

      Meus caros amigos,
      uma das esculturas mais amosas da história da humanidade é o “Davi” de Michelangelo. E, pasmem, é o corpo de um homem nu. Uma celebração do corpo, uma celebração da beleza.
      O escritor britânico Joseph Conrad disse que “o autor escreve apenas metade de um livro. A outra metade fica por conta do leitor”. Alguns dos comentários que li neste blog onde defensores da moral tentam “proteger” menores de idade, questionam se a nudez é arte ou insinuam que algo nesta apresentação fosse imoral, que confundem nudez com pornografia só confirmam o pensamento de que a verdadeira pornografia, a vergonha e a imoralidade estão, na realidade dentro da cabeça destes mesmos baluartes da moral. Abram suas mentes, meus amigos. Libertem-se destas amarras. Olhem-se no espelho, admirem seus próprios corpos e tenham orgulho daquilo que veem.

    38. Yasmin disse:

      Acho que antes de tudo é necessário estudar, buscar referencias. Esse grupo é um projeto de ações associadas da UFRN, creio que esse trabalho não surgiu do nada, deve haver algum embasamento teórico, e só pelo que vi podemos citar vários autores, como Michel Foucault, que fala justamente sobre essa repressão ao corpo. Creio que o olhar sobre essa obra deve se direcionar pra nós mesmo, por que ver pessoas nuas me incomoda tanto? qual a simbologia que esse performance me trás? vivemos em um mundo onde a repressão ao corpo é ocorre a todo momento, o corpo se tornou matéria de manipulação, seja de movimentos, comportamentos, esse é pecaminoso.
      Por que ligamos a nudez a sexualidade, ao profano? o corpo nu é apenas um corpo nu, o braço não difere dos seios, da genitália, isso é apenas uma convenção criada pelo próprio homem. Fazendo uma dicotomia entre corpo e mente, aquele é santo e este é pecaminoso. Por que só podemos ver uma pessoa nua se tivermos relações intimas, ou sexuais com elas? Por que o corpo nu é tão impactante, se nos vemos nus todos os dias frente ao espelho, é esse corpo nu que nos torna iguais, pois as roupas, adornam nossos corpos, diferenciando cada individuo. Assim, vejo pessoalmente um significado na utilização dessa burca de igualdade, por que além das roupas nosso traços mais pessoais, mais significativos não escondemos, que é o nosso próprio rosto.
      A utilização do nu vem desde a pré história, cujo homem, utilizava peles de animais para se proteger do frio, ou em rituais de caça, os índios deram continuidade a essa tradição, nos ditos como “civilizados” nos escondemos atrás de panos para podermos vivermos em sociedade, assim nos mostrando verdadeiros “selvagens”.
      Creio que o grupo quis trazer uma questão recorrente em nossa sociedade, por que a maneira como vinhemos ao mundo nos agride tanto?
      Devemos repensar.

    39. Alex disse:

      Pessoal,
      Independente desta manisfestação pública ser arte ou não, precisamos entender que a liberdade precisa ser mantida. Tanto a liberdade dos que apoiam este movimento como a pura expressão da arte quanto os que a repudiam. Se esta manifestação é democrática, deveria respeitar a opinião dos que também são conservadores e não gostam dela. Não podemos fazer o que bem entender, em nome apenas de nossa liberdade. A liberdade de um não deve podar a de outro, senão viveremos em conflito e numa ditadura. Respeito o ato, mas a forma como se expressaram, atentam ao pudor de muitas pessoas, que como eu, sugerem que sejam em ambientes adequados. Não podemos ser obrigados a ver isto, simplesmente porque somos conservadores. Pior ainda são as crianças que passam neste momento.

      • Cris disse:

        eu tenho total e absoluta certeza que os menos ‘prejudicados’ seriam crianças porque elas não têm a maldade que vocês têm. o grupo não estava tratando de sexo, ou se comportando de forma sexual… uma criança que observasse a cena, iria provavelmente rir e achar curioso. não ía achar que ‘daqui a uns tempos vão fazer sexo explicito ao vivo’. agora se você diz isso e deixa ela ver novela e BBB, TEM QUE VER ISSO AÍ

    40. Laiane disse:

      Porque vocês não mostram a cara? Não são tão moderninhos e descolados? Vamos entender que pra tudo existe um limite, limites são dados as todos, caso contrário onde vamos parar em nome da “ARTE”? Então andar sem roupa agora é sinônimo de arte e modernismo? Ah tá! E eu é que tenho a mente retrograda… Nossa quanta falta de noção hein pseudo artistas…

    41. Daniel disse:

      isso é sofisticado demais para o senso comum leviano de Natal. vide comentários.

    42. RODOLFO MAIA disse:

      Esse pessoal da DEART, sempre se julgando o diferencial, os melhores, ficam tentando movimentar a cidade e quando levam CACETE da Polícia e do governo, vão chorar nas redes sociais atrás dos seus DIREITOS. E pra completar pagam de hipocritas ai vocês acham que essa revolta toda aqui nos comentários é pelo o que? quem disse que eles fazem alguma coisa errado??

    43. Carlos disse:

      Exemplo acadêmico?
      Isso é arte e uma forma que eles encontraram protestar. Nessa hora todos começam a criticar, um bando de pessoas de mentes fechadas e falsos moralistas.
      Por isso que essa cidade nunca vai deixar de ser um pequeno vilarejo.

    44. Eu disse:

      Apoio a liberdade de expressão, um grande direito do ser humano e que deve ser buscado, mas: 1) acho que acima da liberdade de expressão está o Respeito. Existem pessoas que não gostam de atos como esse. Eu não tenho nada contra, mas tenho certeza que se minha avó visse isso ia se sentir extremamente desconfortável e invadida. E não se fala tanto em ter respeito aos idosos? Não acho honesto querer ganhar espaço retirando o espaço dos outros. A questão da globeleza, você assiste se quiser, não gostou, desliga a TV. Mas nesse caso todos os passantes estão sendo “obrigados” a ver. 2) existem áreas que necessitam muito mais de busca por liberdade de expressão. Porque não lutar pela liberdade de, por exemplo, organizar movimentos de protesto contra à corrupção, contra aumento de passagem etc. sem ser investigado?
      Se isso for apenas teatro, retiro a parte que falei da busca por liberdade. Mas deixo a questão do Respeito.

    45. ana disse:

      é incrível achar q se despir e ficar dançando no campus em nome de manifestações cliches seja arte.. é muito clihe levar arte para esse lado!! n quer dizer que porque dançaram pelados são artistas ou revolucionarios.. ou que quem discorda desse ato seja conservador. não é ”foda” dançar pelado e chamar outros de conservadores.. na verdade eu acredito que o mundo precisa muito mais de pessoas que agem do que pessoas que se satisfazem protestando artisticamente.. é claro q arte tem a sua importância, assim como as manifestações artisticas. mas por favor, dançar pelado n é sinonimo de arte nem mto menos de protesto, né rs

    46. Igor Jácome disse:

      Uns gostaram… outros, não.
      Mas pelo menos em dois aspectos, eles atingiram o objetivo da verdadeira arte: causaram algum tipo de reflexão e incomodaram.

      • Daniel disse:

        Se o evento é de tanta grandeza artística, por que não surgiu alguém neste espaço democrático, anunciando a participação e elogiando a apresentação da namorada, da irmã, ou da mãe? Não me levem a mal mas, olhar mulheres nuas é muito bonito! Desde que não sejam nada minha.

    47. jsxa disse:

      Até onde eu sei, esse tipo de exposição em lugar público é proibido e passível de punição no código penal. O pretexto de estar fazendo arte não muda a lei. O o campus da UFRN é um lugar público sub a jurisdição da polícia federal. Eu queria só ver se alguém tivesse dado queixa na polícia federal. Arte é um coisa, baderna é outra.

    48. Flavius disse:

      A “coisa” é mais ou menos assim: “o direito dos outros acaba quando o nosso inicia”. Ninguém deve ser obrigado a ver o que não reputa conveniente.

    49. Lucas Silva disse:

      Ratifico o meu posicionamento quanto à não sensatez do ato e com máxima vergonha alheia, volto ao blog para comentar sobre isso. Sou sim, discente de humanas e fico extremamente consternado em ver essa foto. Dantesca a cena. Esdrúxula. Pavorosa. Arte no inferno, seria o tema, título, dessa aberração, bizarrice extrema. Eu denunciaria se os meus docentes, pensassem em fazer um tipo de avaliação desse nível. Querer comparar arte é demais, não podemos querer citar artistas verdadeiros e renomados neste caso, seria explicar o inócuo.
      #VERGONHA disso tudo.

      Parabéns ao BLOG.

    50. Paulo disse:

      Guardem a nudez de vcs pra ARTE DE VERDADE!
      Isso foi pra provar ou mostrar oq e a qm?
      Pra mim isso foi ridículo!
      A experiência pode até ter sido boa pra qm fez… mas então…
      Montem um espetáculo de vrdd e de vergonha que transmita uma mensagem
      ao invés de achar q estamos sendo hipócritas qnd acho q vcs é q foram!
      Grande abraço mas ñ sei se digo fiquem com Deus!
      Se alguém aí acredita, Fica!

    51. Daniel disse:

      A imagem no Facebook, já está com rostos limpos. Acho que as paredes da Ouvidoria da URFN, estão gritando até agora, de reclamações. Baixaria. O que falta acontecer, nessa UFRN?

    52. Eduardo Vinícius disse:

      Nudez não me choca. Até desejo parabéns pelo trabalho e pelo grupo. Contudo, choca algumas pessoas e elas precisam ser respeitadas. Não é porque passa na globo que pode. Tá errado tbm lá. Mas o problema é que têm pessoas que esse tipo de atitude fere seus direitos como cidadão.

    53. Ricardo Pufal disse:

      Ah saudade de Alborgheti!
      Omundo está descambando a uma velocidade assombrosa e as pessoas que têm algo dentro da cabeça não estão se dando conta!

    54. Beto disse:

      BG vejo muitas pessoas lhe criticaram, a maioria por não ter a sua coragem e até por inveja mesmo.
      Não vou entrar no mérito se é arte ou se não é mas lhe parabenizo por mais uma vez vc trazer a luz do dia um tema tão importante na sociedade para debate.
      Vc não é perfeito, comete erros logico, mas vc informa com coragem e sem mascara.
      Abraços
      Roberto

    55. Renata disse:

      Se for a Globeleza na tv aberta em qualquer horário não tem problema, não é?! Nudez no carnaval é cultural e no teatro é vergonha? Olha a hipocrisia, ACORDEM! O que há de imoral em um corpo? Grupos de teatro como o Living Theater de Nova York e o Teatro Oficina de São Paulo usam a nudez para chocar desde os anos 60 (!!!) e vcs ainda se chocam com isso? Sociedade provinciana.

      • Jivago disse:

        Concordo com a Renata! Desde os anos 60 isso ocorre… Diretores teatrais como o José Celso… Vamos acabar com o falso pudor!

      • mimimi disse:

        Quem quiser ir ao teatro ver sem-vergonhices que vá, ao ar livre é atentado ao pudor

      • Luana Barros disse:

        Para mim isso é arte, é inovação, é corpo humano. Se na televisão brasileira um dos canais que dá mais ibope, a Rede Globo de Televisão, passa, em período de carnaval, uma mulher nua (não deixa de está nua, porque está pintada), em pleno horário aberto, a maioria acha bonito, porque achariam ridículo e falta de respeito essa manifestação de arte? AH, santa paciência, né?! Deixem de hipocrisia!

      • Umberto Bertone disse:

        Ô Renata, quem foi que disse que a nudez da Globeleza “não tem problema”? Claro que tem,.e claro que é o mesmo fenômeno do vulgarismo que tomou conta do Brasil. Você já viu mulhers de outros paises terem prazer em sair dançando nuas ou mesmo seminuas no meio da rua, mesno no Carnaval? Tem mulher nua no carnaval de Nova Orleans? No carnaval de Veneza? Mesmo no carnaval brasileiro de 50 anos atrás? Então por que só as mulheres brasileiras são tão vulgares? (nem todas, é claro, vejam bem). O que levou esses/essas estudantes/estudantas (como quer a Dilma) se despirem em público? Imagine ter que ver pessoas estranhas nuas dançando no meio da universidade… Ainda bem que não moro no RN, onde os estudantes (nem todos, vejam bem) têm prazer em se exibir pelados diante de quem não deseja ter qualquer intimidade com eles. Por que não fazem isso em locais privados? Não sabem a diferença entre o que se faz em locais públicos e o que se faz em privados? Qualquer hora vãoi querer defecar em público para mostrarem que não são “hipócritas”. O mundo se acabando, a natureza morrendo, os alimentos sendo adulterados geneticamente, e os estudantes da UFRN se comprazendo em se exibirem ridiculamente.

        • Ana Luiza disse:

          Hilário, Humberto!
          Certamente você nunca saiu do Brasil, né?
          Ou mesmo já leu melhor sobre a cultura de outros países…
          Recentemente estive em Berlim e lá, bem no meio da cidade há uma praça. Nessa praça pode-se observar pessoas nuas… Assim como vamos à paria em trajes de banho no Brasil, alguns alemães vão à praça deitar na grama e sentir o calor do sol em seus corpos nús.
          Imensa pouca vergonha, não é?
          A vergonha e a safadeza está na sua cabeça e na daqueles que compartilham a sua opinião. Um corpo nú é um corpo nú! Tudo o mais dito, pensado, imaginado e feito com ele, só depende de quem o domina.

      • Felipe Banks disse:

        E eis que aparece a Renata, a intelectual, chamando todos nós de provincianos.
        Grupos de teatro fazem isso em teatro. Vai quem quer. Paga quem quer.

        Gostaria muito de ver a reitora tomando alguma iniciativa contra esses “artistas”.

      • Rogério disse:

        Renata, seus comentários são a luz nessas trevas que lemos por aqui. Natal medieval, nunca duvidei disso.

    56. Matheuss disse:

      Isso não é ridículo. Ficar pelado na grama dançando que nem um bando de retardado?

      Isso está abaixo do ridículo!

    57. Eduardo Vinícius disse:

      Sou totalmente a favor dos direitos femininos e qualquer expressão de arte que respeite os direitos do próximo. Penso que realmente não é o locar apropriado para tal ato. Como já foi dito, existe estudantes menores de idade que transitam pelos espaços da UFRN além de pessoas de maiores que podem se sentir constrangidos com a nudez alheia. Acho que o pessoal que realizou essa dança não pensou no direito do outros.

      Atte,
      Eduardo Vinícius, estudando de BCT.

    58. Fernando disse:

      Vergonha, vergonha e vergonha.
      Como é que a UFRN permitem que usem seu espaço para apresentações desse nível?
      Porque não fazem essa arte em local fechado e adequado?
      Isso é uma afronta

      • Josué Peixoto disse:

        É isso aí! Arte é arte!
        Existe uma distância abismal entre nudismo e vulgaridade
        É para se expressar mesmo

        Para esses conservadorezinhos um grande só lamento, experimente ficar nus também ^^
        Acho que essas palavras de ojeriza de raiva mostram uma falta de amor reprimida

        Grande abraço!

        PS: O rosto coberto nada mais simboliza do que a repressão que temos por não sermos livres de julgamentos de pessoas da cabeça pequena! Viva a arte

        • pssoa disse:

          pra mim, cada um com a sua arte com o seu direito de expressão, se vcs acham bacana o nudismo como forma de arte ótimoo o que não dá é vcs forçarem as pessoas a presenciar esse tipo de manifestação, com certeza ha aqueles que apreciam, por isso deveriam ter escolhido um lugar fechado pra fazer a arte de vcs e quem se interessasse poderia ir prestigiar! existe uma música que passa uma excelente mensagem, pena que poucos conheçam, ela diz exatamente assim: Até onde vai a liberdade? onde está traçada essa linha a fronteira da sua vontade termina onde começa a minha!

        • Eu mesmo disse:

          Que arte “meu amigo”?? Isso é crime!! Andar nú por vias públicas é atentado ao pudor se voce nao sabe!!

    59. Armando disse:

      Arte agora se define, é isso? Ridículo não é manifestação, vestido ou despido, goste ou desgoste, ridículo é restringir arte a conceitos pré-definidos e querer que se faça arte padronizada.

    60. disse:

      Pense numa marmota…

    61. Matheus disse:

      Isso pode ser arte, mas a área externa do campus não é lugar pra isso. É preciso levar em consideração a presença de menores de idade (inclusive crianças). Isso é pra ser feito num local fechado com controle etário de acesso dando a alternativa às pessoas de presenciarem ou não tal “apresentação”.

      • Robson Crusoé disse:

        E qual o lugar da arte, jovem?
        Restringir a arte a um ambiente se chama censura

        • gustavo disse:

          Campeão, nada contra. Se tem um bando de otárias querendo ficar nuas, eu acho é bom, desde que não tenham parentesco comigo. Não me ofende em nada. Mas o cerne aqui não é a definição de arte e muito menos a censura. Estamos tratando de nudez voluntária em espaço público. O mesmo fundamento que incide sobre quem se expõe na rua para urinar causando desconforto à família, ao ser humano médio. Ofensa ao sentimento de moralidade da comunidade… Percebe a diferença? Tivemos o exemplo de um cidadão que subiu ao palco de um teatro e introduziu um terço no ânus dizendo ser arte. Mas ali era um espaço restrito. Eu não quero entender sobre “arte”. Os princípios e conceitos necessários se viver em sociedade talvez não sejam tão subjetivos quanto a sua arte. certo?

        • Matheus disse:

          Exatamente, meu caro, chama censura… E quem disse que a censura é sempre ruim? Você não iria querer que seu filho, por exemplo, assistisse a um filme inapropriado pra idade dele, iria? É a mesma coisa. Não estou querendo reprimir o movimento, mas qual a relevância disso ter acontecido neste local?

      • LoL disse:

        Vão arrumar o que fazer!Para ver arte não preciso de um bando de gente tirando a roupa na minha frente!

    62. oi disse:

      se é arte… pq ter vergonha e cobrir o rosto?

      • Josie disse:

        Cobrimos nossos rostos simbolizando a repressão que o corpo sofre, mulheres muçulmanas não podem mostrar seus rostos, por exemplo. A “Burca” já é um simbolo de repressão do corpo e se você tiver lido meu comentário anterior vai ver que nós lançamos questões em torno disso…. Não é obrigatório que dancemos de burca dentro da roda, tanto é que eu tirei, por queria me sentir livre.

      • tdbem disse:

        Oi
        Nem todos estavam com os rostos cobertos.
        Mas mesmo assim,
        A arte proíbe alguém de cobrir o rosto?
        E se cobrir,
        É necessário que seja por vergonha?
        E mesmo que seja…
        Se desqualifica como arte?

      • Yuri Magalhães disse:

        A grande burrice dos artistas é tentar esclarecer os imbecis.

      • Rintimtim Patrício disse:

        Só é arte se não cobrir?
        Já ouviu falar de Bansky? Já viu o seu rosto?

    63. Josie disse:

      Antes de mais nada gostaria de entender que especie de jornalismo é este que não investiga o que pretende noticiar? afinal, nenhum momento Thiago Franco procurou algum integrante do grupo que estava fazendo a apresentação para, pelo menos, tentar entender do que se tratava. Pois bem, vou lhe dizer do que se trata…. O nome do trabalho, considerado uma Instauração Cênica feita pelo grupo Cruor Arte Contemporânea (http://www.artecruor.com/), é “Corpo Livre”. Nesta instauração nós propomos uma celebração ao corpo e questionamos as diversas formas de repressão para com esse corpo, como a violência contra ele como o moralismo em torno dele. Querido autor deste blog, você não passa de UM CORPO! É isso que todo mundo é, somos corpos de passagem.
      A questão disso ser arte ou não…para nós que estamos CENA isso é arte! E para muitos que viram -e ao contrário de você, buscaram um dialogo com o grupo- Eles viram arte… muito viram diversas referencias, que talvez para você não signifiquem nada…. pois como pude perceber, pessoas superficiais, geralmente não conseguem ter a sensibilidade de enxergar um palmo a sua frente.
      Enfim… para finalizar, gostaria de lhe dizer, que iremos repetir este trabalho amanhã no departamento de artes de UFRN e você esta convidado a assistir e se quiser conversar com o grupo e se mostrar um jornalista sério… estaremos a disposição.

      • bruno disse:

        Josie poderia me passar teu contato para fazermos uma reportagem?

        • Josie disse:

          como disse estamos no departamento de artes amanhã repetindo este trabalho e você está convidado. Se não puder ir neste dia poderá aparecer por lá qualquer dia a tarde a partir das duas, por estamos “ocupando” a galeria do DEART, expondo nosso processo de criação.

      • Serapião disse:

        É o velho puritanismo hipócrita e superficial do senso comum

        • Bruno disse:

          Concordo plenamente

        • Eduardo Paschoal disse:

          Achei muito massa! Irreverência, contraponto, contraditório, debate, enfrentamento, movimento, questionamento, pensamento, provocação, experimento, sensação, emoção, desafio, superação, ação.

          Não ofende a ninguém. Menos ainda numa universidade que, por sua natureza, não recebe nenhum nível intelectual incapaz de processar o choque de observar animais humanos sem proteção vestuária.

      • Tavares disse:

        Se isso é ARTE faça na sua casa respeite para ser respeitado, vcs deveriam ser expulso da UFRN

      • Jumencio Terjando disse:

        Qual o posicionamento da UFRN quanto a isso? O que será que os responsáveis por essa instituição acham a respeito ??
        O Blog do BG irá entrevistar os Coordenadores do DEART? Ouvirá a opinião da Reitoria?
        Será que eles estão sabendo disso? A promiscuidade usando o nome da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

    64. eu disse:

      Se isso fosse ARTE realmente, essas pessoas não precisariam esconder os rostos como a foto mostra rostos cobertos ou rasurados… isso é muito comum em atos de vandalismos ou protestos infundados, onde esses “artistas” fazem isso para não serem reconhecidos. Lamentável também é ver comentários a favor do “protesto” com palavras fortes e sem educação de algumas pessoas. LASTIMÁVEL!

    65. Bruna disse:

      Se fosse na Globo ninguém estaria chocado.

    66. ygor disse:

      Esse blog é preconceituoso. Saia da rede meu amigo, saia da mídia. Agora, vocês moralistas, reprimidos e caretas olhem bem , pois a juventude vem com criatividade cuspir na cara de vocês.

      • Jota SG disse:

        Agora nudez aleatória sem noção é arte?
        Arte passa algo, além de paudurice e sem noçãozice.
        Vivo num mundo onde merda é arte e arte é caretisse.

    67. aluna da ufrn disse:

      Não. Pra ser arte tem que ter atores famosos e caros cobrando ingresso. (modo ironia on)

    68. Laura disse:

      Galera acha isso ridículo, mas beber até cair, pegar todo mundo no carnaval e dizer que “ai se eu te pego” é música não é né!?
      Ridículo, deplorável e lamentável são as pequenas mentes de vocês!

    69. Lucas Silva disse:

      Isso é arte onde? Pelo amor de Deus, Estudo na UFRN há 3 anos e no setor de humanas; e jamais faria esse tipo de aberração chamada de apresentação “CUltural”. Não é porque estamos dentro de um universo de ensino que devemos nos “despir” totalmente de valores e conceitos ao ponto de tirar a roupa em plena universidade para sermos avaliados por docentes. “Isso” na minha terra…. ou aqui em casa, se chamaria outra coisa… “festa do cabide”. Que critérios seriam adotados nessa “avaliação”?

      • Josie disse:

        hã? e quem disse que estávamos sendo avaliados? Estávamos celebrando, vivendo, dançando… só isso. Eramos corpos vivos! E quero te dizer, que eu pude me sentir livre!

        • Sergio disse:

          E você estava preso para se sentir livre ali? Quer ficar nu em lugar público, vá para praias apropriadas ou faça em sua residência. Ninguém é obrigado a ficar vendo isso. Se acham que é permitido, façam na frente de policiais. Depois não achem ruim da forma que é taxado as mulheres dessas áreas. Cada dia que passa a UFRN está virando terra sem lei.

    70. David disse:

      Gente perguntando se isso é arte. Até quando se chocar com nudez? Até quando tanta hipocrisia? Não sabem que muitos dos maiores artistas da história pintavam pessoas nuas? Como Courbet no quadro “A Origem do Mundo”? Que alguns artistas chegavam a utilizar pessoas nuas meladas de tinta em frente a uma platéia, para pintar uma tela? Então pesquisem e se informem, antes de perguntar o que é arte!

      • Luciana disse:

        E o que é arte para vcs estudantezinhos da UFRN? Realmente vcs se consideram capazes de querer definir ARTE? E não são capazes de entender uma apresentaçao onde ARTISTAS se desnudam dentro de uma instituição “livre”, usando burcas… bom, não sei se sinto raiva ou pena de vcs, mentes brilhantes!
        SIM, ISSO É ARTE!

    71. Maria disse:

      Isso é arte?

    72. Manuel Marcelino Filho disse:

      São esses o futuro do Brasil ?

    73. Ricardo José disse:

      Bruno lamentável essa apresentação cultural.
      Foi um apresentação do departamento de ARTES ao lado da biblioteca.
      Galera perdeu a noção do ridiculo..

    74. Sergio Nogueira disse:

      Imaginar que esse povo estuda com o dinheiro dos impostos de uma população inteira, para produzir cenas deploráveis como essa. Afinal de contas, isso é arte?

      • Paulo Cesar disse:

        Sinto vergonha dos meus impostos pagarem qualquer coisa para os srs. Fernando , Armando e os incontáveis zés que aqui destilam fel moralista e repressor, enquanto compram filmes pornôs para assistir no aconchego do lar. Bando de hipócritas malevólos e ignorantes.

    75. Manoel disse:

      Esse pessoal estuda no DEART. Já fizeram isso algumas vezes por lá…

    76. Jairo do Bar de Mãe disse:

      Imundo, mentiroso, calunioso, mistificador. Safado. Foi uma apresentação.

      • Alexandre disse:

        Eles conseguiram… Incomodaram vocês!!! Ainda fizeram vocês pensar se isso é Arte. Agora, fala sério: Futuro do BRASIL? Realmente, não há futuro nem uma limitação e a impossibilidade de ver as coisas com outros os olhos (??????????)Críticas? Talvez! Pensar o que acontece… sempre!!!!

        • Luiz disse:

          Ouvi falar que amanhã vai ter no setor 4 uma intervenção artística. Uma releitura livre da obra do grande dançarino russo Alexandr Pistoletov.

        • flávio disse:

          pouca vergonha,porque não foram visitar os idosos do juvino barreto,porque não foram fazer apresentações sobre cultura nas comunidades mais carentes

      • Cruor Arte Contemporânea disse:

        visite http://www.artecruor.com
        e saiba mais….

        • Marcela disse:

          Vão lavar um tanque de roupa pelados na casa de vcs e deixem blá blá blá!!!

        • Auriaerton disse:

          Sinceramente, acho inconguente como estudantes de uma Universidade de tão renomado nome, vem de forma ridícula mostrar o corpo nu como se arte fosse. Sejamos coerentes, isso não passa de uma forma de se mostrar ao público, do realmente querer aparecer, arte se mostra com palavras, poemas, versos e atos, diferentemente dos atos ora praticados. Tenham vergonha na cara, vão estudar e deixar de macular a imagem da Universidade, não é DEART que diz que ficar nu é um gesto de fazer a imagem do corpo um tipo de libertação da alma e do corpo. Isso merece banalização e cabível de ação penal, configurado no Art. 233 – Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público:
          Pena – detenção, de três meses a um ano, ou multa.

        • luana disse:

          Com as palavra de vocês eu pergunto:
          ” O rosto coberto nada mais simboliza do que a repressão que temos por não sermos livres de julgamentos de pessoas da cabeça pequena! Viva a arte.” ”restringir a um ambiente chama-se censura pois a juventude vem com criatividade cuspir na cara de vocês”
          Arte? Eu acredito que não! Esta nudez tornou-se apenas um modo de atrair público para a Artecruor. e onde está a criatividade? tirar a roupa no meio do campus universitário agora é ser criativo e ser artista? Apenas fico chocada com o nível intelectual destes ”artistas” que tanto enchem o peito para falar de arte e acabam nos presenteando com uma cena ”útil” como essa. A arte não se trata apenas de estética, mas sim do conceito do conjunto de uma obra, mas eu pergunto aos artistas da UFRN que obra, que conceito de liberdade vocês queriam transmitir? na minha concepção uma cena de nudez deve estar relacionada a um contexto. obviamente cada um faz o que bem quer e o que bem entende com o seu corpo, mas é sempre bom salientar que nem todos os universitários da UFRN se sentiram confortáveis ao ver essa cena. e eu não falo isso por moralismo ou coisa parecida, falo por acreditar que a UFRN têm condições de formar artistas que contribuam de alguma maneira benéfica para a vida das pessoas.

        • Lu disse:

          Acho que o direito de um termina quando começa o direito do outro. Quem achar que ficar nu, dançando e pulando de um lado pro outro é arte e forma de expressão, faça-o, mas em local que não obrigue outras pessoas que estudam, trabalham ou estão só de passagem, verem uma cena que não são obrigados a ver e que é cabível de pena por lei.
          Enfim.. existem outras formas de fazer revolução, protesto e principalmente ARTE. Só porque consideramos ridículo alguém se prestar a um papel desses em plena uma universidade à luz do dia, não significa que essas mesmas pessoas não gostem de ARTE. (De outras formas). Parem de se julgar os entendedores de arte do mundo pq ficam pulando em circulo peladas com um pano amarrado na cabeça. Me poupem!