FOTOS: Globo dá mau exemplo em novela e exibe jovem dirigindo após beber

totalmente_demais_cerveja_jamaica_bebe_1fev_free_big_fixed_big totalmente_demais_cerveja_jamaica_bebe_28jan_free_big totalmente_demais_cerveja_jamaica_dirige_27jan_free_bigA Globo vem dando maus exemplos em Totalmente Demais, sua novela das sete. Em apenas uma semana, ela mostrou duas vezes um personagem bebendo cerveja em um bar e dirigindo em seguida. No capítulo do último dia 27, a sequência foi clara: após ingerir a bebida alcoólica, o despojado artista plástico Jamaica, interpretado por Gabriel Reif, foi embora para casa dirigindo seu carro e dando carona para a estudante de jornalismo Leila (Carla Salle). Anteontem (1º), a sequência mostrou Jamaica bebendo, mas apenas sugeriu que ele dirigiu depois.

Nas cenas desta semana, Jamaica ingeriu pelo menos uma garrafa de cerca de 300 mililitros e um copo americano de cerveja. Ele deixou o bar apressado, após receber um telefonema, e correu para o outro lado da rua, onde o carro dele provavelmente estava estacionado. Leila (Carla Salle), que o acompanhava no bar, lamentou: “Lá se foi a carona”.

A Globo, em sua defesa, diz que que a carona à qual Leila se referia poderia ter sido um táxi. Para quem assistia à novela, no entanto, ficou claro que Jamaica correu em direção ao próprio carro. Ele não precisaria atravessar a rua para pegar um táxi. E, geralmente, as pessoas não se referem a táxi como carona. Muito menos Leila, que já tem um histórico de pegar carona no carro de Jamaica.

O artista plástico foi com Leila até Curicica (na zona oeste do Rio, um bairro de periferia) especialmente para conhecer um bar. Jamaica estava com um copo de cerveja na mão quando recebeu uma ligação de Max (Pablo Sanábio). Bancando o cupido, Max disse a Jamaica que Lu (Julianne Trevisol), por quem o artista plástico está apaixonado, adorou um presente que ele enviara para ela. Afirmou ainda que Lu o estaria esperando em uma boate logo em seguida.

“Então fechou. Eu tô saindo daqui e vou passar batido em casa, vou tomar um banhão e já estou chegando aí”, respondeu Jamaica, todo animado, tomando todo o copo de cerveja em uma entornada só.

Na semana anterior, Jamaica cantou Lu em um outro bar frequentado pelos jovens da trama. Eles aparecem juntos, tomando cerveja em uma mesa. Ao final da noite, Jamaica foi embora com a amiga Leila. A última cena da sequência mostrou Jamaica e Leila tendo uma conversa _e o rapaz ficou o tempo todo com os braços sobre o volante antes de dar a partida.

Felizmente, em ambas as noitadas, Jamaica não foi parado em nenhuma blitz nem se envolveu em acidentes. Uma garrafa de cerveja já seria suficiente para o personagem ser flagrado em teste do bafômetro. A Globo não se manifestou sobre as cenas da semana passada até a conclusão deste texto.

UOL

Publicidade

Comentários:

  1. Fernando Henrique disse:

    Mas que saco ein! Educação e exemplo tem que ter em casa e na escola. Como muitas vezes é falho… querem terceirizar.
    Uma obra de ficção é ficção! Não é cartilha do Denit nem manual de bons costumes. Só o que vejo na TV e no cinema é assassinato, roubo, estupro e o cacete… ai o Jamaica quer tomar uma breja e rende uma matéria infadonha dessa…
    É nisso que dá quando o país mais corrupto e imoral do mundo quer dar uma de politicamente correto…

  2. enio disse:

    a globo não tem nada que preste, nem ensina nada que preste, na verdade na globo nada presta.

  3. Rodrigues disse:

    Fosse só isso BG, a Globo da mal exemplo todos os dias.

  4. João disse:

    Cap. Styvenson já está se dirigindo ao projac!

  5. escritor disse:

    Globo, não mostre mais cenas de homicidio nas novelas. É dar mal exemplo. Não mostre mais cenas de violência. É dar mal exemplo. Mundo ta chato. Isso não é incentivar, é mostrar a realidade cotidiana. E nunca mais pergunte quem matou quem. É feio. Não é politicamente correto.

  6. Henrique disse:

    A globo ensina Aluma coisa que preste.