GREVE UNIFICADA: Nota dos servidores sobre a ocupação na SEMAD

Os servidores do município de Natal, representados pelo Sinsenat, Sindsaúde, Sindguardas, Sindern e Soern, que encontram-se em greve e ocupando a Secretaria da Administração (SEMAD) pelo atraso de salários e falta de transparência na folha de pagamento, entre outros pontos, tomaram conhecimento da decisão judicial determinando a desocupação do prédio.

Os servidores, ao contrário do Prefeito Carlos Eduardo que descumpre sistematicamente a Lei, debateram e resolveram respeitar a decisão judicial. A ocupação foi uma vitória, reforçou a greve, já com cerca de 2 meses, garantiu o pagamento do restante da folha de dezembro e mostrou a toda população o que os servidores estão passando sem os seus salários e com a falta de transparência nas contas públicas – prática recorrente desta gestão.

Cumpriremos a decisão judicial mediante uma inspeção no prédio, realizada por representantes da Prefeitura, da OAB e do Poder Judiciário. Convocamos esta inspeção para amanhã (12), às 9h. A vistoria comprovará que os servidores zelaram pelo patrimônio público, contrariando as declarações do Prefeito Carlos Eduardo ao chamar os grevistas de “baderneiros desqualificados”.

A desocupação não significa o término da greve! Por isso, convocamos todos os servidores para comparecer amanhã (12), em frente a SEMAD, a partir das 8h, para realização um ato político.

Na sexta-feira (13), teremos assembleias específicas de cada um dos Sindicatos (Sinsenat, Sindsaúde, Sindguardas, Sindern e Soern). E na próxima terça (17), uma assembleia geral unificada, às 9h no Sinsenat.

Prefeito Carlos Eduardo, respeite os servidores! A greve continua!

Publicidade

Comentários:

  1. brejeiro disse:

    Estranho esses mesmos sindicatos não atuarem contra o Governo do estado. Politicagem barata e falta de respeito aos usuários dos serviços municipais. Servidor público tem que acabar essa classe.

  2. Flavio. disse:

    Reclamem, reclamem!!! QUEM COLOCOU O REPRESENTANTE DA OLIGARQUIA ALVES NO PODER, MAIS UMA VEZ, FOI A GRANDE MAIORIA DO POVO DE NATAL. ENTÃO NÃO CHOREM! VAI SER MAIS QUATRO ANOS DE ARROGÂNCIA E PREPOTÊNCIA . AGORA NÃO ADIANTA CHORAR O LEITE DERRAMADO!

  3. Boneco de olinda disse:

    A nossa justiça sempre é rápida para atender os pleitos do dono da cidade, o Sr. Carlos Eduardo que em vídeo recente dizia que entregaria a chave da prefeitura ao tjrn se esse mesmo tribunal não atendesse seus pleitos, agora o que me estranha muito é a justiça não obrigar o prefeito a cumprir a lei orgânica do Município, Justiça tem que servir a todos e não só a os Alves não!

  4. Luiz Fernando disse:

    Sem querer justificar, mas é muito estranho o comportamento dos sindicatos em relação ao estado e município pelos mesmos motivos .

    • eduardo disse:

      Caro, Luis Fernando. Posso até concordar com vc. mas, o que é mais estranho é o Prefeito Carlos Eduardo não querer divulgar a folha de pagamento dos servidores. Ora, o que há de estranho ou a esconder na folha? o prefeito contratou e pagou R$ 4.000,000 (quatro milhões) a FALCONI para esmiuçar a folha de pagamento e o que encontrou? e pq não divulgou? posso imaginar que é um número altíssimo de cargos comissionados recendo valores exorbitantes..pq se fosse de servidores efetivos já tinha divulgado a séculos.

  5. luis disse:

    É notório que o Prefeito Carlos Eduardo não gosta de servidores e tão pouco valoriza os mesmos. e seus auxiliares (cargos comissionados) muito menos. Prova disso, é que em menos de 48 horas o Sr. Jerônimo Melo, atual secretário da semsur, ganhou a antipatia de todos os servidores. Chegou com estrelismo, arrogância e prepotência. Inclusive tratando mal alguns servidores, já em seu primeiro contato, se comenta nos corredores que a perseguição será grande. Obs: só para frisar, trabalho na semsur.

    • Luiz Fernando disse:

      Não estou querendo justificar a atitude do Prefeito, só acho que a situação do Estado/Governador é muito pior e há mais tempo e não vejo nenhuma manifestação das lideranças sindicais.