Instituições não podem ser atacadas, diz Aécio sobre denúncia contra Lula

Ao comentar a denúncia apresentada pelo Ministério Público de São Paulo à Justiça contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou nesta quinta-feira (10) que, nessa hora, é necessário ter “serenidade para apresentar resposta a questionamentos”.

“Acho que todos temos que ter nessa hora serenidade para apresentarmos resposta a todos os questionamentos. Isso serve para todos. Eu me incluo entre essas pessoas. Tem que haver espaço a ampla defesa. O que não podemos fazer numa hora como essa é ter como defesa o ataque às nossas instituições”, disse o presidente do PSDB.

O petista é acusado de ocultação de patrimônio, uma modalidade do crime de lavagem de dinheiro, e falsidade ideológica no caso do tríplex em Guarujá, no litoral paulista, conforme a denúncia do MP apresentada na noite de quarta (9).

Também foram denunciados a mulher de Lula, Marisa Letícia, e um dos filhos do casal, Fábio Luís Lula da Silva, esses dois acusados apenas de lavagem de dinheiro.

Se aceita a denúncia pela Justiça, Lula passa a ser réu numa ação criminal.

Nesta quarta, o advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, disse à Folha desconhecer o conteúdo da denúncia, mas criticou a apuração e destacou que a “ação só confirma a parcialidade com que o assunto está sendo conduzido”.

Aécio aproveitou para fazer ataques ao governo petista, a quem culpou pelas crises econômica, política e social. “Só as nossas instituições sólidas vão nos tirar da crise. O Congresso funcionando, fazendo seu papel, a Justiça, o MP, a PF. É uma decisão de um promotor que tem que ser respeitada e cabe a quem foi acusado apresentar sua defesa”.

Folha Press

Publicidade

Comentários:

  1. Vitor disse:

    Tirar o PT para colocar o PSDB é o mesmo que querer se limpar com mer..