Juiz ouve a “voz das ruas” e solta PMs acusados de execução no Rio

Pessoas olham para o corpo de um dos homens executados pela polícia do Rio, em 30 de março (Foto:  DIEGO HERCULANO AP )
FOTO DIEGO HERCULANO

 

El País

Os dois PMs flagrados executando dois traficantes feridos no chão no último 30 de março no subúrbio norte do Rio responderão ao processo em liberdade e trabalhando. O juiz que revogou a prisão preventiva dos agentes, Alexandre Abrahão Dias Teixeira, disse na sua decisão que “meditou muito sobre cada detalhe” do procedimento e “ponderou especialmente a voz das ruas.” Um abaixo assinado na plataforma change.org recolheu mais de 104.000 assinaturas de apoio aos policiais sob a chamada “heróis do 41º BP”, em referência ao batalhão onde atuavam os agentes envolvidos.

O cabo Fabio de Barros Dias e o sargento David Gomes Centeno foram gravados por um morador durante um confronto em Acari, bairro carioca tomado pelos traficantes. Nas imagens é possível ver os PMs se aproximando de dois suspeitos deitados no chão e atirar com seus fuzis contra eles. Com os traficantes foram encontradas duas pistolas e um fuzil. Na ocasião, a menina Maria Eduarda, de 13 anos, que estava numa escola próxima em uma aula de educação física, foi morta por disparos. Pelo menos um deles, segundo a perícia, saiu do fuzil de um dos policiais (a investigação desse crime ainda está em andamento). Juntos, os dois agentes respondem por 37 autos de resistência – mortes de suspeitos em operações – desde 2011.

Publicidade

Comentários:

  1. Walter disse:

    Parabéns começarão a acertar agora só falta dar condecoração

  2. Charles disse:

    Acertou uma a justiça. Aplausos.

  3. JR disse:

    Os policiais deveriam receber um gratificação por cada Bandido morto. A criminalidade diminui e ainda diminui o custo com a estada deles nas cadeias !!

  4. Afonso disse:

    Medalha e bonificação para esses heróis

  5. Caicoense Fingido disse:

    Para quê devido processo legal se existe a opinião do povo?

  6. Alex disse:

    Finalmente uma atitude positiva e eficaz contra a violência. Matar bandidos.

  7. Fernando Junior disse:

    Na verdade os policiais deveriam receber medalhas de distinção, por bravura e bons serviços prestados a sociedade.
    Viver arriscando a vida todos os dias, defendendo a vida dos outros, já é um ato de HEROÍSMO, por parte dos nossos agentes de segurança, que mesmo sem equipamentos adequados, armamentos obsoletos, em relação as armas dos bandidos. Sem falar na quantidade de munição que o estado propicia aos nossos combatentes urbanos.
    Digo, COMBATENTES, sim, porque eles travam uma guerra todos os dias contra grupos, em muitos casos, mais bem armados que eles
    PARABÉNS A ATITUDE do juiz que decretou a soltura dos PM's!!!

  8. Ojuara disse:

    Matou bandido tem que receber medalha,é assim que se faz em países sérios