Margareth Menezes, Dani Cruz e Khrystal encerraram a folia em Ponta Negra

Foto: Márlio Forte

O polo Ponta Negra, do Carnaval Multicultural de Natal, se despediu da folia com muita energia. Margareth Menezes comandou a festa na noite desta terça-feira (9) e animou a multidão que ainda vibrou com a música das potiguares Dany Cruz e Krystal.

O último dia de festa no Polo Ponta Negra teve início com a apresentação de Dany Cruz. Seu repertório diversificado animou o público misturando samba, frevo e maracatu. Músicas autorais e sucessos nacionais agradaram a todos. “Agradeço a Prefeitura pela oportunidade de mostrar o trabalho do artista potiguar nesses dias de carnaval”, comentou a artista.

O prefeito Carlos Eduardo chegou à festa junto com a atração principal do dia, a baiana Margareth Menezes. “O carnaval é um sucesso absoluto, uma explosão de alegria na nossa cidade, cresceu do ano passado para cá e, enfim, o carnaval voltou, ressurgiu das cinzas. O que eu vejo é o pessoal das bandas, dos bairros e de todos os lugares fazendo planos para o ano que vem. Ou seja, o carnaval voltou para ficar”, comentou o prefeito, antecipando sua avaliação sobre a festa que ainda conta com mais folia nesta quarta-feira (10), na Redinha.

A cantora Margareth Menezes disse que está orgulhosa de fazer parte do renascimento do carnaval de Natal. “Desde o ano passado que venho fazer esse carnaval e estou muito feliz. Além disso, essa mistura com artistas da terra é empolgante. Já fiz parceria com Nara Costa e espero poder fazer mais”, revelou a artista antes de subir ao palco e agitar o povão com sucessos antigos e recentes de sua carreira.

A noite não poderia terminar de um jeito melhor para os potiguares e turistas. A cantora da terra, Krystal subiu ao palco cheia de energia, empolgando a massa que superlotou a praça. “Estou muito feliz em ver a nossa terra cada vez mais alegre e produzindo cultura”, disse.

“A mistura de atrações nacionais com artistas da terra foi determinada não pela gestão, mas através de um compartilhamento com aqueles que fazem a folia momesca na cidade. Assim a população se empodeirou da ideia e não tem mais como retroceder”, comentou o secretário de Cultura, Dácio Galvão sobre a participação dos músicos da terra no evento.

“A avaliação do carnaval é positiva. O conceito que a Prefeitura propôs para a cidade já há algum tempo teve resposta imediata. O conceito da diversidade, do multiculturalismo deu certo e a cidade aderiu, se empodeirou desse projeto e tivemos um carnaval feliz, de paz e muito bem aceito pela sociedade potiguar”, concluiu o secretário sobre o Carnaval Multicultural de Natal.

ECONOMIA

Profissionais formais e informais que trabalharam na região do polo de Ponta Negra confirmam a importância do Carnaval Multicultural de Natal. Segundo eles, o movimento aumentou e o dinheiro arrecadado no período vai ser muito importante para suas famílias.

Guttemberg Pereira, 31 anos é taxista há dois anos e disse que esse ano o fluxo de passageiros aumentou muito. “Está muito bom. Esses eventos são ótimos para a gente”, disse. Paulo Barbosa, que vende sanduíches há 15 anos aprovou a festa e disse que suas vendas cresceram.

Os depoimentos confirmam os números da pesquisa Fecomercio que apontaram, já no ano passado, o aumento da circulação de capital em Natal durante o período carnavalesco.

“No carnaval nós aquecemos a nossa economia. Pegamos desde o vendedor de picolé, de pipocas até um ambulante, passando pelas lanchonetes, bares, restaurantes, pousadas, hotéis e movimentamos tudo. Vamos saber tudo ao certo porque a pesquisa da Fecomercio vai ser divulgada. Tenho certeza que cresceu muito. No ano passado foi movimentado R$ 58 milhões na nossa economia e tenho certeza que esse ano vai ser muito mais. Além disso tem outro fator. A cidade está alegre, está colorida, eufórica. Aonde chego as pessoas estão alegres e isso é muito importante”, explicou o prefeito Carlos Eduardo.

Uma das áreas que mais se beneficia com eventos como o carnaval é a do turismo. O secretário da pasta, Fred Queiroz esteve nesta terça-feira no polo Ponta Negra e também comemorou o sucesso do carnaval da cidade. “O público respondeu, a cidade respondeu a proposta da prefeitura que era fazer um carnaval sadio, resgatando o que Natal já teve no passado e acho que funcionou muito bem. A prefeitura encontrou o formato ideal para o nosso carnaval”, festejou Fred.

BLOCOS DE RUA

Antes da folia invadir a praça no Polo de Ponta Negra, foram os blocos que invadiram as ruas do bairro. Nesta terça-feira, quatro das principais agremiações se reuniram e desfilaram juntos no Encontro dos Estandartes.

Suvaco do Careca, Bode Expiratório, As Minas do Cabaret e Ói AÍ Nós de Novo mostraram frevo no pé e contaram com o reforço da criançada por todo o percurso.

Publicidade

Comentários:

  1. BRASIL MOSTRA TUA CARA disse:

    Parece que precisa aumentar o espaço e variar os artistas!

  2. Luiz Moreira disse:

    Só falta ter coragem para lidar com a invasão de ambulantes, veículos mal estacionados, bares improvisados com mesas e cadeiras no percurso das bandas. Pensei que com a experiência dos anos anteriores alguma coisa seria feita para melhorar essa situação. Pelo contrário, piorou bastante. Quem sabe quando houver um tumulto e pessoas ficarem feridas, ou pior, alguma providência seja tomada. Mas os nossos governantes tem extrema dificuldade em tomar decisões que afetem o comércio informal, seja pirataria de filmes nas calçadas, o comércio ambulante em Ponta Negra, – depois de muitos anos estão tentando disciplinar. Ou seja, não se trata de proibir mas disciplinar, organizar, controlar. Do contrário, nosso talento para estragar as coisas boas vai prevalecer.