Os profissionais mais buscados no Sul e Nordeste ganham até R$ 45 mil

“Vemos os primeiros sinais de melhora, mas ninguém tem convicção do que vai acontecer. A única certeza é que é preciso estar preparado para a retomada quando ela vier”. A afirmação é de Ricardo Basaglia diretor de uma das maiores e mais respeitadas consultorias de recrutamento que atuam no Brasil, a Michael Page.

De fato, quem estiver preparado vai sair na frente e ganhar mercado, sobretudo nas regiões Sul e Nordeste, duas das mais afetadas pela crise, na opinião do executivo. “Não são regiões com a diversidade setorial do Sudeste, e, por isso, sofreram mais impacto”, explica.

Na sua opinião, mais do que reduzir custos, a busca é pela reinvenção do negócio, o que deve trazer de volta a experiência para as empresas. “O desafio dos profissionais é que já entrem jogando”, diz.

Além de pessoas com maior bagagem, Basaglia destaca que têm mais chances de contratação aquelas que tiverem participado de projetos parecidos em áreas também similares às das vagas em questão. Interessados em se candidatar às seleções podem conferir as oportunidades no site da consultoria, segundo o executivo.

A seguir confira os profissionais mais procurados nas regiões Sul e Nordeste, os perfis e salários oferecidos:

Região Sul

Gerente de logística

Por que está sendo mais procurado neste ano no Sul do país: setores de bens de consumo e varejo se preparam para a retomada do consumo.

O que faz: é responsável pelo gerenciamento das operações de depósito, armazém e distribuição de bens produtos e também serviços.

O que o profissional precisa saber: conhecimento sobre armazenagem, movimentação e distribuição de bens, produtos e serviços.

Salários oferecidos: entre 14 mil reais e 23 mil reais.

Gerente sênior/diretor de recursos humanos

Por que está sendo mais procurado neste ano no Sul do país: sem dinheiro para treinamentos tradicionais de desenvolvimento de funcionários, a necessidade se volta para profissionais mais orientados ao negócio em si, ou seja, para as áreas de vendas e de operação. É que as empresas querem pessoas que tomem medidas com efeito mais rápido.

O que faz: planeja, organiza, dirige e controla as atividades de RH, por meio da definição de estratégia, visão e política corporativas.

O que o profissional precisa saber: liderar e ter visão estratégica e de negócios. É preciso estar apto para atuar como parceiro de negócio das áreas fim da empresa.

Salários oferecidos: 21 mil reais a 40 mil reais

Diretor financeiro (CFO)

Por que está sendo mais procurado neste ano no Sul do país: depois de dois anos enxugando custos e tentando economizar com planejamento tributário e ganho de eficiência, o momento agora pede abordagem de negócios e estratégia para encarar um novo ciclo de crescimento.

O que faz: é o líder máximo da área financeira da empresa.

O que o profissional precisa saber: liderar e cuidar das transações operacionais da empresa para haja crescimento de receita e lucro. Confiabilidade deve ser palavra chave na trajetória.

Salários oferecidos: 30 mil reais a 45 mil reais.

Gerente de crédito

Por que está sendo mais procurado neste ano no Sul do país: há expectativa de retomada, mas o futuro próximo ainda é incerto e a necessidade de diminuir riscos é premente em instituições financeiras e empresas.

O que faz: gere a equipe de análise de crédito e coordena a gestão de risco. Também é quem implementa as políticas para evitar que a empresa se endivide e tenha problemas financeiros no futuro.

O que o profissional precisa saber: visão analítica do mercado e conhecimento financeiro, além de ter um olhar atento para as práticas de regulamentação de políticas de crédito.

Salários oferecidos: de 12 mil reais a 20 mil reais.

Especialista contábil

Por que está mais procurado neste ano no Sul do país: o momento é de atenção à rentabilidade.

O que faz: cronogramas de fechamento contábil e garante o cumprimento dos prazos estabelecidos. Também é quem controla, calcula, classifica e lança a apropriação das contas.

O que o profissional precisa saber: é necessária graduação completa em Ciências Contábeis, CRC ativo e conhecimento em BRGAAP e USGAAP.

Salários oferecidos: de 6 mil a 10 mil.

Gerente de Exportação (vendas internacionais)

Por que está mais procurado neste ano no Sul do país: a crise fez com que empresas olhassem para fora do país, em busca de consumidores fora dos limites das fronteiras nacionais.

O que faz: avaliação, definição e gerenciamento de parcerias e braços comerciais no exterior com objetivo de ganho de marcado e rentabilidade em operações internacionais.

O que o profissional precisa saber: ter conhecimento sobre como funciona o mercado estrangeiro e falar os idiomas dos seus países-alvo.

Salários oferecidos: 18 mil reais a R$ 28 mil

Controller

Por que está mais procurado neste ano no Sul do país: a recessão dos últimos dois anos deu ainda mais importância a esse profissional.

O que faz: garante o bom planejamento orçamentário e a sua execução.

O que o profissional precisa saber: é necessária experiência em gestão de custos, bom relacionamento com os demais setores da empresa, visão de negócios. As empresas querem um profissional produtivo..

Salários oferecidos: 16 mil reais a 22 mil reais

Gerente comercial

Por que está mais procurado neste ano no Sul do país: com o desenvolvimento das equipes comerciais fica claro que a meta das empresas é manter clientes, equilibrar rentabilidade com volume de vendas e aumentar a participação no mercado.

O que faz: sua função é buscar maneiras de conquistar novos clientes e garantir manutenção dos existentes , além, é claro, de gerenciar o time comercial da empresa.

O que o profissional precisa saber: fazer a manutenção do portfólio de clientes e aumentar a margem de vendas, além disso, é preciso ter bom relacionamento com as principais marcas do segmento de atuação e poder de influência.

Salários oferecidos: de 12 mil reais a 18 mil reais.

Gerente de desenvolvimento organizacional

Por que está mais procurado neste ano no Sul do país: empresas querem melhoria no desempenho dos executivos e na definição da estratégia dos negócios.

O que faz: avalia a performance de todos os executivos da empresa, alinha planejamento estratégico da companhia ao desenvolvimento de carreira dos funcionários. Também é responsável por encontrar, reter de talentos e desenhar treinamentos.

O que o profissional precisa saber: gestão organizacional, ter visão de negócio e experiência em aquisição de talentos e planejamento estratégico.

Salários oferecidos: 18 mil reais a 22 mil reais

Gerente de desenvolvimento de TI

Por que está mais procurado neste ano no Sul do país: empresas precisam lidar com a intensidade de oportunidades, riscos e dúvidas em Tecnologia da Informação.

O que faz: gere time de desenvolvimento de software e conduz projetos de avanço e criação de novos serviços. Também gerencia expectativas da equipe e direciona as atividades para a prioridade do negócio.

O que o profissional precisa saber: diferentes linguagens de programação, ambientes de desenvolvimento e database, em cloud ou localmente.

Salários oferecidos: de 10 mil reais a 18 mil reais.

Gerente/Especialista de melhoria contínua:

Por que está mais procurado neste ano no Sul do país: redução de custos segue na pauta de todas as empresas e isso pressupõe revisão de metodologias, estruturas e padrões utilizados.

O que faz: desenvolve projetos de melhoria contínua usando sistemas de gestão e produtividade 6 Sigma e WCM.

O que o profissional precisa saber: empresas querem que comprove experiência mista em áreas de produção/desenvolvimento e programas de melhoria contínua.

Salários oferecidos: 8mil reais a 18 mil reais

Especialista em Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA)

Por que está mais procurado neste ano no Sul do país: As empresas precisam de profissionais que antecipem cenários e promovam alertas relevantes.

O que faz: coordena processos de saúde, segurança e meio ambiente tanto na operação quanto na administração. Fiscaliza, revê processos e tenta mitigar riscos.

O que o profissional precisa saber: normas de segurança, procedimentos de saúde do trabalho e legislação ambiental. O perfil buscado é técnico-analítico.

Salários oferecidos: de 6 mil reais a 12 mil reais.

Nordeste

Gerente de Planejamento Financeiro

Por que está mais procurado neste ano no Nordeste do país: empresas precisam de pessoas com bom trânsito em bancos para facilitar a gestão saudável de caixa, sem perder foco nos resultados de curto prazo.

O que faz: elabora, analisa e planeja as finanças da empresa. Faz relatórios mensais, orçamentos e articulação de estratégias com a direção da área financeira.

O que o profissional precisa saber: domínio em gestão orçamentária e pode ter formação em administração de empresas, economia e ciências contábeis (matemática e estatística). É importante ter concluído/iniciado MBA ou pós-graduação.

Salários oferecidos: de 10 mil reais a 20 mil reais.

Gerente de recursos humanos:

Por que está mais procurado neste ano no Nordeste do país: por conta das reestruturações e demissões, as empresas precisam de apoio para recontratações, renegociações de contratos e treinamentos.

O que faz: cria a estratégia de recrutamento, seleção, treinamento e desenvolvimento. Também é responsável pela elaboração do plano de cargos e salários e a rotina de exigências legais em relações trabalhistas.

O que o profissional precisa saber: usar a áreas de RH para aumentar os resultados das empresas. Empresas querem profissionais que tenham formação em recursos humanos e psicologia, e também especializações em coaching, formação de líderes, cursos de neurociência aplicada à gestão de pessoas e treinamentos sobre comportamento humano.

Salários oferecidos: de 8 mil reais a 15 mil reais.

Gerente de novos negócios:

Por que está mais procurado neste ano no Nordeste do país: empresas querem desenvolver novos produtos e serviços, além de conquistar novos clientes. A necessidade é de profissionais que tenham parceria de qualidade para retomada de crescimento que o mercado projeta.

O que faz: estuda as possibilidades de expansão para o negócio.

O que o profissional precisa saber: domínio completo da área de atuação e perfil generalista.

Salários oferecidos: de 10 mil reais a 20 mil reais

Diretor financeiro (perfil reestruturação)

Por que está mais procurado neste ano no Nordeste do país: redução de custos e ganho de eficiência segue na agenda ao mesmo tempo em que cresce a necessidade de consolidar competitividade com a retomada do crescimento.

O que faz: comanda a administração e planejamento financeiro da empresa.

O que o profissional precisa saber: formação em contabilidade e administração são frequentes. Experiência e domínio na área de finanças. Geralmente já têm experiência como auditores externos, contadores ou gerentes financeiros. MBA, Mestrados e outros tipos de cursos de pós-graduação e cursos para desenvolver habilidades específicas, como gestão orçamentária, expansão internacional entre outros, são frequentes.

Salários oferecidos:25 mil reais a 35 mil reais.

Exame

Publicidade

Comentários:

  1. Hugo disse:

    Com essas características, o "Gerente de TI" da Exame n consegue vaga nem de estagiário.