Publicidade

Prefeita sanciona lei e estende gratuidade na emissão de carteiras para todos os estudantes de Natal

A partir de 2012, Natal os alunos da rede privada de Natal terão acesso gratuito as carteiras de estudante e se somarão ao percentual da rede pública, que já dispõe da gratuidade. A medida, ratificada pela prefeita Micarla de Sousa em Lei, fará com que a capital seja a única cidade brasileira na qual 100% dos estudantes têm acesso ao benefício sem nenhum custo..

A estimativa é de que 328 mil estudantes sejam beneficiados com a Lei nº 9.310/11, que define regras para habilitação das entidades estudantis para emitir a nova identidade eletrônica em suas próprias sedes.

Micarla justificou a medida em solenidade com estudantes, em solenidade nesta segunda-feira no Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure), destacando que a medida vai ao encontro de um direito legítimo dos estudantes de pagar a meia passagem no transporte coletivo e meia-entrada em eventos culturais e esportivos.

Diversas entidades estudantis marcaram presença no evento, tais como a União Nacional dos Estudantes (UNE), a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), a União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas (UMES), entre outras. De acordo com o tesoureiro da UNE, Luis Felipe Maciel, o ato fortalece o movimento estudantil e visa facilitar o acesso à meia passagem e à meia-entrada em eventos culturais e esportivos.

Durante a solenidade, a União Potiguar dos Estudantes (UPES), por meio de suas entidades representativas, entregou uma placa a Micarla de Sousa, concedendo o título de “PREFEITA AMIGA DO ESTUDANTE”, “por sua luta e dedicação em defesa da classe estudantil, visando sempre, a garantia dos direitos e o respeito à juventude natalense”.

Comentário (1) enviar comentário
  1. TEREZADAVILA disse:

    A REDE PÚBLICA DISPÕE DE CARTEIRA ESTUDANTIL GRATUITA (NA VERDADE, UM SELO QUE FOI COLADO AOS CARTÕES DE PASSAGENS), MAS COM RESSALVAS. A MINHA, POR EXEMPLO (SOU DA UFRN) NÃO É ACEITA PARA MEIA-ENTRADA EM EVENTOS CULTURAIS. O CINEMARK, POR EXEMPLO, EXIGE A CARTEIRINHA DE ESTUDANTE (NÃO ACEITA O CARTÃO COM O SELO COLADO). PARA VIAGEM INTERMUNICIPAL TAMBÉM NÃO VALE. OU SEJA, NÃO ADIANTA DAR A "CARTEIRINHA DE ESTUDANTE" SE ELA NÃO FOR ACEITA PARA TODOS OS SEUS EFEITOS, PORQUE DE TODO JEITO O ESTUDANTE TERÁ QUE ADQUIRIR OUTRA(PAGANDO).

Publicidade

Prefeitura do Natal ainda não tem dinheiro para pagar o décimo terceiro

Duas fontes informaram ao blog que não há recursos alocados e que a Prefeitura do Natal não sabe como vai tirar cerca de R$ 20 milhões para pagar os 21 mil servidores, aposentados e pensionistas.

Em junho passado, 40% do décimo foi antecipado após certa perrenga. Mas o dinheiro saiu.

Agora, o Executivo trabalha para que o servidor entre 2012 tendo muito mais o que comemorar do que reclamar.

Ao que tudo indica, vai sobrar para os credores.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Epaminondas disse:

    Bruno os funcionários que tiraram férias depois de junho não receberam o terço de férias a que tem direito. A esperança era receber o terço de férias junto com o décimo.

Publicidade

Destaque divulga horários do Carnatal 2011

Se você é folião, confira a hora em que seu bloco passa na avenida:

CARNATAL 2011:

Quinta-feira 
19h Me Leva – Netinho
19h30 Nana Banana – Chiclete com Banana
20h00 Burro Elétrico – Capilé
20h30 Trio 51 – atração a ser divulgada

Sexta-feira 
18h30 Nana Banana – Chiclete com Banana
19h00 Cerveja e Coco – Ása de Aguia
19h30 Bicho – Ricardo Chaves
20h00 Swingaê – Psirico
20h30 Caju – Eva
21h00 Trio 51 – atração a ser divulgada

Sábado 
17h30 Nana Banana – Chiclete com Banana
18h30 Cerveja e Coco – Ivete Sangalo
19h30 Caju – Cláudia Leite
20h Swingaê – Parangolé
21h30 – Bicho – Tomate
22h30 – Amar É – Jammil

Domingo 
17h30 Cerveja e Coco – Ása de Aguia
18h00 Swingaê – Grafith
18h30 Caju – Tuca Fernandes
19h00 Bicho – Ricardo Chaves
19h30 Trio 51 – atração a ser divulgada

Comentário (1) enviar comentário
  1. adailton silva disse:

    carnatal é bom demais mais infelizmente não poderei ir. valeu divirtam-se

Publicidade

Bope apreende na Rocinha arma com capacidade para derrubar helicóptero

Leio na Folha que policiais militares do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) apreenderam nesta terça-feira uma metralhadora .50 na favela da Rocinha, zona sul do Rio. A metralhadora, de uso exclusiva das Forças Armadas, tem potencial para furar blindados e derrubar helicópteros.

A arma foi encontrada na localidade conhecida como Pocinho. Ela estava enterrada em tonéis.

A polícia encontrou ainda uma grande quantidade de cocaína, munição e material para a embalagem da droga em localidade conhecida como Laboriú. O material apreendido também foi levado ao 23° DP, onde será contabilizado.

BALANÇO

Desde a ocupação nas comunidades da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, no domingo (13), a polícia do Rio já apreendeu 69 fuzis, informou a Secretaria da Segurança Pública na tarde desta terça.

Hoje, na Rocinha, denúncias levaram a duas grandes apreensões. Pela manhã, nove dos fuzis e uma carabina foram encontrados na laje de uma casa na localidade conhecida como Roupa Suja. À tarde, na localidade conhecida como 199, foram apreendidas mais 21 armas –sendo 16 fuzis, uma metralhadora.30, duas espingardas calibre 12, duas pistolas 9 mm–, além de nove granadas e 123 carregadores para fuzil, mostra o balanço divulgado pela secretaria.

Policiais mantêm as varreduras nas comunidades, na chamada Operação Choque de Paz. Nos três dias de ocupação, a polícia também apreendeu drogas, veículos, máquinas caça-níqueis e veículos. Ao menos oito pessoas foram detidas.

enviar comentário
Publicidade
Publicidade

Jornalista entrevista traficante Nem antes de ele ser preso e se surpreende com declarações

A jornalista Ruth de Aquino, de Época, entrevistou o traficante Nem antes de ele ser preso pela polícia. Ela se surpreendeu com o ex-dono da Rocinha, educado e com convicções políticas e socais surpreendentes.

Nem defende as UPP e condena o tráfico. Reconhece sua dívida com a sociedade. Quer pagá-la. Não admitia crack na favela, a droga que destrói famílias, comentou ele.

Abaixo, os trechos principais da conversa

UPP “O Rio precisava de um projeto assim. A sociedade tem razão em não suportar bandidos descendo armados do morro para assaltar no asfalto e depois voltar. Aqui na Rocinha não tem roubo de carro, ninguém rouba nada, às vezes uma moto ou outra. Não gosto de ver bandido com um monte de arma pendurada, fantasiado.

A UPP é um projeto excelente, mas tem problemas. Imagina os policiais mal remunerados, mesmo os novos, controlando todos os becos de uma favela. Quantos não vão aceitar R$ 100 para ignorar a boca de fumo?”

Beltrame “Um dos caras mais inteligentes que já vi. Se tivesse mais caras assim, tudo seria melhor. Ele fala o que tem de ser dito. UPP não adianta se for só ocupação policial. Tem de botar ginásios de esporte, escolas, dar oportunidade. Como pode Cuba ter mais medalhas que a gente em Olimpíada? Se um filho de pobre fizesse prova do Enem com a mesma chance de um filho de rico, ele não ia para o tráfico. Ia para a faculdade.”

Religião “Não vou para o inferno. Leio a Bíblia sempre, pergunto a meus filhos todo dia se foram à escola, tento impedir garotos de entrar no crime, dou dinheiro para comida, aluguel, escola, para sumir daqui. Faço cultos na minha casa, chamo pastores. Mas não tenho ligação com nenhuma igreja. Minha ligação é com Deus. Aprendi a rezar criancinha, com meu pai. Mas só de uns sete anos para cá comecei a entender melhor os crentes. Acho que Deus tem algum plano para mim. Ele vai abrir alguma porta.”

Prisão “É muito ruim a vida do crime. Eu e um monte queremos largar. Bom é poder ir à praia, ao cinema, passear com a família sem medo de ser perseguido ou morto. Queria dormir em paz. Levar meu filho ao zoológico. Tenho medo de faltar a meus filhos. Porque o pai tem mais autoridade que a mãe. Diz que não, e é não. Na Colômbia, eles tiraram do crime milhares de guerrilheiros das Farc porque deram anistia e oportunidade para se integrarem à sociedade. Não peço anistia. Quero pagar minha dívida com a sociedade.”

Drogas “Não uso droga, só bebo com os amigos. Acho que em menos de 20 anos a maconha vai ser liberada no Brasil. Nos Estados Unidos, está quase. Já pensou quanto as empresas iam lucrar? Iam engolir o tráfico. Não negocio crack e proíbo trazer crack para a Rocinha. Porque isso destrói as pessoas, as famílias e a comunidade inteira. Conheço gente que usa cocaína há 30 anos e que funciona. Mas com o crack as pessoas assaltam e roubam tudo na frente.”

Recuperação “Mando para a casa de recuperação na Cidade de Deus garotas prostitutas, meninos viciados. Para não cair na vida nem ficar doente com aids, essa meninada precisa ter família e futuro. A UPP, para dar certo, precisa fazer a inclusão social dessas pessoas. É o que diz o Beltrame. E eu digo a todos os meus que estão no tráfico: a hora é agora. Quem quiser se recuperar vai para a igreja e se entrega para pagar o que deve e se salvar.”

Ídolo “Meu ídolo é o Lula. Adoro o Lula. Ele foi quem combateu o crime com mais sucesso. Por causa do PAC da Rocinha. Cinquenta dos meus homens saíram do tráfico para trabalhar nas obras. Sabe quantos voltaram para o crime? Nenhum. Porque viram que tinham trabalho e futuro na construção civil.”

Policiais “Pago muito por mês a policiais. Mas tenho mais policiais amigos do que policiais a quem eu pago. Eles sabem que eu digo: nada de atirar em policial que entra na favela. São todos pais de família, vêm para cá mandados, vão levar um tiro sem mais nem menos?”

Tráfico “Sei que dizem que entrei no tráfico por causa da minha filha. Ela tinha 10 meses e uma doença raríssima, precisava colocar cateter, um troço caro, e o Lulu (ex-chefe) me emprestou o dinheiro. Mas prefiro dizer que entrei no tráfico porque entrei. E não compensa.”

Comentários (6) enviar comentário
  1. Digogama disse:

      Será mesmo o Nem nessa entrevista ou um cara com uma mascara tentando esconder da população o que realmente acontecia na Rocinha.
      Assassino mandava cortar pessoas e depois queimar!

  2. Thicleteiro disse:

    Ja morou na Rocinha??? Tem caras e caras! O Nem traçou o destino dele, se não fosse ele seria outro… e de fato, na Rocinha não se ve a destruição de outras favelas… Mas claro que há os contras! Dos males o menor!!!

  3. Dinco disse:

    em breve ele será pastor ou político.

  4. Dinaldo disse:

    Só falta agora ele entrar para a política.

  5. TEREZADAVILA disse:

    UMA ENTREVISTA CHEIA DE HIPOCRISIA. DE QUE ADIANTA OSTENTAR ESSA MENTALIDADE E CONTINUAR NA BANDIDAGEM? O DINHEIRO FALA MAIS ALTO DO QUE AS CONVICÇÕES DELE.

Publicidade

Terceiro andar de hotel em Ponta Negra é atingido por incêndio

O terceiro e último andar do Hotel Panorama, localizado na avenida Engenheiro Roberto Freire, em Ponta Negra, foi atingido por um incêndio e ficou bastante danificado. O incidente ocorreu no início da manhã desta terça-feira (15), e assustou os hóspedes do local.

A primeira pessoa a perceber as chamar foi o chefe de cozinha Eduardo Melo, 29, que estava no quarto em frente ao apartamento 304, onde ocorreu o incêndio. Ele conta que os próprios hóspedes ajudaram a conter as chamas com os institores, até a chegada do Corpo de Bombeiros.

Um cliente pernambucano do estabelecimento que preferiu não se identificar conta que na noite desta segunda-feira (14) houve problema com o chuveiro elétrico de um dos apartamentos. O aparelho não funcionou e um hóspede precisou trocar de quarto. Devido a este fato, o ele acredita que o incêndio ocorreu por falta de manutenção. O soldado Jair, dos Bombeiros, afirma que o incidente pode ter sido provocado por uma sobrecarga no frigobar ou no ar-condicionado do apartamento 304.

Informações da Tribuna do Norte atualizada às 8h39

Mais informações em instantes

enviar comentário
Publicidade

Incêndio atinge mais um condomínio no Tirol; sem estrutura, bombeiros repetem vexame

Madrugada de tensão para os moradores do edifício Amadeus Mozart, no Tirol. Um incêndio tirou-lhes o sossego e mais uma vez expôs as dificuldades do Corpo de Bombeiros.

Em seu Twitter, a jornalista Eliana Lima relatou que o fogo teria começado em razão de um curto circuito, no sexto andar. Os bombeiros, quando chegaram ao local, repetiram o vexame do último incêndio, também no Tirol: a escada magirus não funcionou.

Morador de lá, o advogado Armindo Albuquerque disse que o prédio foi interditado, e que todo o sexto andar foi prejudicado. Os moradores ainda aguardam laudo do ITEP para voltarem a seus apartamentos.

Segundo Armindo, o fogo, que começou devido o mal funcionamento de um condicionador de ar, foi em apartamentos novos, com moradores também novos. Que má a sorte a desse povo.

Enquanto o fogo corria, os bombeiros teriam se arriscado sem os EPIs necessários. Eliana narrou caso em que um dos homens desceu do condomínio com o rosto tomado por cinzas.

O fogo começou no quarto de uma criança de quatro anos que recentemente teve pneumonia. Imaginem a aflição dos pais. Nenhum morador se feriu. Os bombeiros controlaram o fogo heroicamente do jeito que puderam, igualmente ao que ocorreu no evento anterior.

Engraçado é que no desfile de 7 de setembro, o Corpo de Bombeiros foi exibido como um troféu. Tudo bem direitinho, funcionando. Mas na hora essencial, passa vexame que põe em risco a vida das pessoas.

Talvez se fosse um incêndio no Centro Administrativo a escada haveria de ter funcionado.

Comentários (3) enviar comentário
  1. Yasmin disse:

    nesse gov não  funciona  nada da uma ligadinha pro ciospe depois das 2 da manha pra ver se vc e atendido, as vtrs estão todas sucateadas nem freio tem imagine se o bombeiro que tem as melhores condiçoes estar assim imagine o resto, o gov ruim kkkk

  2. Anônimo disse:

    Em risco também a vida dos próprios bombeiros que têm que realizar o trabalho, sem as condições adequadas. Nossa cidade tem crescido verticalmente de uma maneira acelerada.  O corpo de bombeiros precisa equipar-se para esta nova realidade. E os prédios, estão também de acordo com todas as exigências de segurança? Um ponto importante para facilitar o trabalho dos bombeiros em qualquer caso emergência.

  3. CArlinhos disse:

    Gostei do texto, mas duvido que a escada funcionasse no Centro Adminstrativo. Seria mais uma descupa para uma obra sem licitação, mias uma descupara para não pagar aumento dos servidores e, talvez, mais uma descupa para pagar aos próprios servidores, semo aumento mesmo.

Publicidade

Mais de 2.300 juízes respondem processos disciplinares no Brasil

Eliana Calmon, ministra do STJ e corregedora-geral do CNJ, reafirmou nesta segunda (14) que há, sim, “bandidos de toga” no Brasil.

Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, ela atribuiu a reação às suas declarações a entidades de classe.

Disse que, na Era da internet, os juízes já não podem ser julgados secretamente. Acha que, submetida à onda de transparência, a sociedade mudou. “Até o mundo árabe caiu”, disse.

Entre as entidades que resistem às mudanças, Eliana citou espeficicamente a AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), que questiona no STF o poder do CNJ para investigar juízes.

Disse que a corregedoria do CNJ, como “órgão censor, começa a investigar comportamentos, atitudes. E isso começa a desgostar a magistratura.”

Acha que se trata de um fenômeno “cultural”. A categoria, segundo ela, sempre lidou com seus problemas “intramuros”.

Declarou que a AMB entende que os juízes “corruptos devem ser investigados sigilosamente, secretamente.”

Lida-se, no dizer da ministra, com uma “cultura de dois séculos”, incompatível com os novos tempos.

“Precisamos entender que […] o mundo está transparente de tal forma que não podemos mais esconder nada de ninguém. Está aí a internet, o Faceboock. Até o mundo árabe caiu.”

Defendeu o endurecimento das penas impostas a juízes corruptos. Hoje, vão de mera advertência à aposentadoria compulsória, com preservação dos vencimentos.

“Aposentadoria não pode ser punição para ninguém. Foi no passado, mas agora não dá mais”, disse a ministra.

Eliana voltou a esclarecer: não pretendeu generalizar ao dizer que há juízes bandidos. A maioria dos magistrados, segundo ela, é honesta.

Presidente do STF e também do CNJ, o ministro Cezar Peluso defende que a investigação dos magistrados seja feita pelas corregedorias estaduais.

Para Peluso, o CNJ só deve intervir nos casos em que ficar evidenciada a ineficiência dos órgãos de correição locais.

Eliana pensa de outro modo. Para ela, a tese segundo a qual o fortalecimento das corregedorias reduziria a corrupção no Judiciário não corresponde aos fatos.

Por quê? As corregedorias funcionam para os juízes de primeia instância, não para os desembargadores dos Tribunais de Justiça.

“Os desembargadores não são investigados pelas corregedorias”, realçou a ministra.

“São os próprios magistrados, colegas, que sentam diariamente junto deles, que se conhecem há 10 anos, 20 anos, 30 anos, que vão investigar.”

Para ela, além de ineficaz, o modelo é “injusto” com os próprios magistrados, compelidos a julgar velhos conhecidos.

O correto, na opinião de Eliana é que, havendo a corregedoria nacional do CNJ, “essa atividade de investigação de desembargadores passe para o órgão superior.”

Há pouco mais de um mês, nas pegadas da polêmica inaugurada pela frase dos “bandidos de toga”, Peluso recebeu no STF os corregedores dos Estados.

Desse encontro, resultou de expor no portal do CNJ o banco de dados que quantifica em cerca de 700 os processos que correm contra juízes nas corregedorias estaduais.

Eliana disse que não se sentiu desprestigiada pelo fato de Peluso ter recebido os corregedores. Esclareceu que, na sequência, eles estiveram também em seu gabinete.

Concordaram, segundo ela, com o óbvio diagnóstico de que a Justiça brasileira não está livre do convívio com bandidos.

De resto, Eliana informou que a Corregedoria do CNJ dispõe de cadastro mais completo do que aquele divulgado por ordem de Peluso.

Pelos dados disponíveis na Corregedoria-Geral, há mais de 2.300 juízes respondendo a processos disciplinares, não 700.

São bandidos?, um repórter indagou. A ministra disse que não. Só depois da conclusão do processo, disse ela, será possível saber quem é desonesto.

A altruas tantas, perguntou-se a Eliana Calmon por que juízes não vão para a cadeia no Brasil.

E ela: “Vou colocar de outra maneira: o senhor conhece algum colarinho branco preso?”

– Serviço: Pressionando aqui, você chega ao vídeo com a íntegra da entrevista. Tem 1h32min47s.

Blog do Josias

enviar comentário
Publicidade

Carlos Lupi liberou 7 sindicatos fantasmas

Nem só de ONGs é feito o descalabro do Ministério do Trabalho. Há também sindicatos-fantasmas.

Carlos Lupi autorizou a criação de sete inusitados sindicatos patronais no Amapá. As entidades têm duas coisas em comum:

1. Representam setores industriais que o próprio governo amapaense declara inexistentes no Estado.

2. Os pedidos de registro foram liberados por Lupi a pedido de um deputado federal do PDT, partido do ministro.

O nome do parlamentar não poderia ser mais adequado: Bala Rocha (PDT-AP).

Na semana passada, Lupi dissera que só deixaria a Esplanada se fosse “abatido a bala”. Dilma Rousseff, segundo ele, não o substituiria nem na reforma ministerial.

Deve-se o novo disparo contra Lupi aos repórteres Andreza Matais e Jose Ernesto Credencio.

A dupla informa que as arapucas sindicais ganharam vida entre os meses de abril e agosto de 2009.

Antes, em fevereiro do mesmo ano, a Federação das Indústrias do Amapá informara ao ministério, por escrito, sobre a fraude.

Em resposta, a pasta de Lupi alegara: “Não cabe ao ministério apurar se os integrantes da entidade possuem indústria no ramo ao qual pretendem representar.”

Os certificados de criação dos sindicatos de fancaria carregam duas assinaturas: a de Lupi e a do então secretário de Relações do Trabalho, Luiz Antonio Medeiros.

Ao lado do jamegão do ministro, uma inscrição: “certifico e dou fé.” Certificou sindicatos que, por inexistentes, não mereciam a minima fé.

Um deles diz representar, por exemplo, indústrias de Construção Naval. O Amapá não fabrica um mísero navio.

Os outros alegam defender os interesses dos setores de: Papel e Celulose, Material Plástico, Bebidas não Alcoólicas, Joalheria e Ourivesaria, Mármores e Pesca.

Pela lei, os presidentes de sindicatos patronais precisam ser donos de indústrias. Os pseudo-empresários do Amapá são, em sua maioria, motoristas.

Servem a uma cooperativa de automóveis controlada por político do PTB, aliado no Amapá ao PDT do deputado Bala e do ministro Lupi.

Esconde-se sob a tramóia a disputa por uma arca de mais de R$ 10 milhões. Verbas do ‘Sistema S’, geridas pela Federação das Indústrias do Amapá.

Cabe aos sindicatos patronais eleger os dirigentes da federação, hoje sob jugo do PR. Graças à autorização de Lupi, os sem-indústria do PDT ganharam direito a voto.

O ministério diz que procedeu conforme a lei. O deputado Bala confirma que patrocinou os pedidos.

Instado a comentar o fato de os sindicatos representarem indústrias inexistentes, Bala disparou: “A organização sindical é livre.”

A bandalheira sindical, como se vê, também é livre. Lupi certifica e dá fé. Dilma, por ora, finge-se de morta. Até quando?

Josias de Souza

enviar comentário
Publicidade

Ministro LUPI é pego literalmente na Mentira

Daniel Pereira/Veja
O então secretário de Políticas Públicas de emprego do Ministério Ezequiel Nascimento desce de avião avião King Air, de prefixo PT-ONJ, no Maranhão, seguido pelo ministro do Trabalho, Carlos Lupi (no destaque)O então secretário de Políticas Públicas de emprego do Ministério Ezequiel Nascimento desce de avião avião King Air, de prefixo PT-ONJ, no Maranhão, seguido pelo ministro do Trabalho, Carlos Lupi (no destaque)

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, mentiu na semana passada ao dizer que não conhece o gaúcho Adair Meira, dono de três ONGs que têm contratos milionários com a pasta. Adair providenciou um avião King Air, de prefixo PT-ONJ, para que Lupi cumprisse uma agenda oficial em sete municípios do Maranhão, em dezembro de 2009.

No sábado, numa tentativa de reagir ao fato revelado por VEJA, Lupi não só ratificou a mentira como decidiu ampliá-la, num comunicado divulgado a toda a população. No texto, Lupi afirma que viajou pelo estado a bordo apenas de aviões Sêneca, providenciados por dirigentes do PDT.

Chegou a divulgar fotos dessas aeronaves em aeroportos do interior rodeadas de populares. As fotos não provam que Lupi desembarcou ou embarcou sempre em Sêneca. Nem poderiam. Fotos divulgadas hoje pelo portal www.grajaudefato.com.br mostram o ministro desembarcando no município de Grajaú justamente no King Air providenciado por Adair Meira.

E não apenas Lupi, como também o ex-secretário de Políticas Públicas de emprego do Ministério Ezequiel Nascimento. Ezequiel foi quem contou a VEJA que coube a Meira, dono das ONGs que fraudaram o governo, a pagar otour maranhense de Lupi. Abaixo, as fotos que derrubam a farsa do ministro.

Reprodução

Página do site Grajaú de Fato, com imagens de caciques do PDT descendo de avião particular em viagem oficial do ministro do Trabalho Carlos LupiPágina do site Grajaú de Fato, com imagens de caciques do PDT descendo de avião King Air em viagem oficial do ministro do Trabalho, Carlos Lupi. Na primeira imagem, aparece o então secretário de Políticas Públicas de emprego do Ministério Ezequiel Nascimento. Na segunda, o ministro Lupi. Na terceira, o ex-governador do estado Jackson Lago, já falecido.

enviar comentário
Publicidade

Atividade de vulcão ameaça formação de tsunami; RN seria atingido

A atividade sísmica de um vulcão nas Ilhas Canárias, do outro lado do Atlântico, pode colocar em risco as populações dos litorais do Piauí, Ceará, Maranhão e litoral norte do nosso RN, informou o Jornal da Paraíba.

Na semana passada, autoridades de lá elevaram para vermelho o níveo de alerta por risco vulcânico na Zona de La Restinga, no qual está localizado o vulcão, que é submerso.

Na madrugada da sexta-feira (11), um sismo de magnitude 4,6 na escala Richter, o mais forte desde o início da crise sismovulcânica em julho, foi registrado em El Hierro, ilha do arquipélago das Canárias.

O instituto tecnológico e de energias renováveis de Tenerife revelou que a atividade do vulcão já elevou a temperatura da água no mar de Las Calmas em 11 graus.

A atividade vulcânica pode provocar um tsunami com capacidade de alcançar a Paraíba antes mesmo de atingir Fernando de Noronha.

O vulcão está a 4.500 KM do Nordeste e uma erupção mais forte pode provocar ondas gigantes que viajariam a 800 Km/h até atingir, entre seis e oito horas, o litoral paraibano.

 

Comentários (2) enviar comentário
  1. Fabiorhino disse:

    preparem-se. A natureza vem aí mostrar que quem manda e desmanda aqui é ela. Pobres ricos pequeninos que dizem ser donos de um nada, ou do tudo que nunca foram. Tudo virá de água abaixo. Simplicidade amigos, esse será o slogan de quem quizer tocar a vida nova que surgirá. aos prepotentes, vaidosos e orgulhosos esses caribarãoo passaporte pra marte.

  2. Diogo disse: