Polícia Civil do RN inaugura simulador virtual de tiro para treinamento dos seus policiais

3333333333333A Polícia Civil do Rio Grande do Norte inaugurou na manhã desta segunda-feira (02/12), um equipamento virtual para treinamento de tiros batizado de Sistema de Tomada de Decisões ou “Simulador de Tiros” como é mais conhecido. A solenidade de inauguração aconteceu no prédio da Delegacia de Capturas (Decap), com a presença da Governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini, do Secretário de Segurança Pública, Aldair da Rocha, do Delegado Geral da Polícia Civil, Ricardo Sérgio Costa de Oliveira e demais autoridades da Segurança Pública do Estado.

O simulador virtual leva o nome do delegado da Polícia Civil Robson Luiz Medeiros Lira, como forma de homenagem a ele que faleceu no dia 04 de junho de 2002, em confronto com assaltantes na cidade de Macau/RN. Robson Lira tinha 43 anos e era natural de Alagoinha-PB. Ele havia tomado posse como delegado da Polícia Civil do Rio Grande do Norte em agosto do ano de 2000, sendo designado como titular da Delegacia Municipal de Macau/RN, e também chegou a atuar como delegado adjunto em Currais Novos/RN.

“É um equipamento realmente moderno que vai ajudar ao treinamento e tomada de decisões dos policiais, bem como para dar mais proteção a eles que estão na luta contra a criminalidade, para prepará-los melhor. E essa homenagem ao delegado Robson Luiz é para deixar registrado na história da Polícia Civil a contribuição que ele deu para o nosso estado, para que todos que entrarem aqui lembrem dele”, proferiu a governadora Rosalba durante a solenidade.
444444444444 5555555555555
O simulador de tiros virtual foi adquirido em agosto de 2012 através de um convênio de aproximadamente um milhão de reais com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) com a finalidade de capacitar os policiais. O Rio Grande do Norte é o primeiro estado do Nordeste a adquirir o sistema de treinamento, que já funciona em outros cinco estados do país, dentre eles Rio de Janeiro, Goiás, São Paulo e Amazonas.

O simulador funciona como uma espécie de vídeo game na qual o policial fica dentro de uma sala composta de três grandes painéis que projetam um cenário virtual em ambiente 3D.  Durante o treinamento, os policias usam o próprio armamento, mas os disparos são efetuados por um laser. Também é utilizado um colete vibratório que é acionado caso o policial seja atingido por algum disparo.

A ferramenta vai permitir aos policiais simularem quarenta situações de confronto diferentes. O objetivo é simular diversas situações de abordagem, que fazem parte da rotina do policial. Num ambiente virtual, os policiais treinam a agilidade, técnica e o melhor momento de reagir sem cometer erros, permitindo também se proteger em ocasiões de risco.

Segundo o Delegado Geral da Polícia Civil, Ricardo Sérgio Oliveira, o sistema é de extrema importância e vai capacitar não somente policiais civis, como policiais militares, federais e bombeiros por exemplo. “Esse treinamento vai possibilitar aos policiais aprenderem a tomar decisões reais em questão de segundos, se deve ou não atirar e como realizará a abordagem, decisões essas que podem influenciar tanto a vida dele como a de outras pessoas envolvidas, amadurecendo assim o policial nas suas atividades”, explicou.

Morte em Combate

No início da tarde de 4 de junho do ano de 2002, uma quadrilha composta por cerca de 20 homens liderada por José Valdetário Benevides e Francimar Fernandes Carneir, fortemente armados com fuzis, pistolas e metralhadoras, ocupando veículos potentes como camionetes Hilux, Ranger e Peugeot, invadiu a cidade de Macau/RN  e assaltou simultaneamente as agências do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e Caixa Econômica Federal (CEF), na rua Martins Ferreira; e o Banco do Brasil (BB), na Augusto Severo.

A ação audaciosa do grupo de assaltantes durou cerca de 20 minutos. Os delegados Antônio Teixeira e Robson Lira participavam de uma reunião quando receberam o comunicado do que estava acontecendo na área bancária e se dirigiram numa viatura até o local do crime.

Quando chegaram próximo ao local dois dos assaltantes armados com fuzis AR-15 se colocaram no meio da rua e abriram fogo, perfurando o pára-brisa e atingindo os três ocupantes. A rajada de tiros disparada pelos assaltantes pegou e equipe da Polícia Civil de surpresa. Na tentativa de impedir a ação criminosa, o delegado municipal Robson Luiz Medeiros de Lira, que conduzia a viatura, acabou perdendo a vida após ser alvejado pelos bandidos, morrendo ainda no local; O delegado regional que estava com ele, Antônio Teixeira dos Santos Júnior, também foi baleado com cinco tiros e um agente também ficou ferido gravemente.

Sete dos 13 integrantes da quadrilha foram condenados a penas superiores a 107 anos de prisão. José Valdetário Benevides foi morto pela polícia em confronto registrado em 2003. Francimar Carneiro também foi alvejado e morto pela polícia durante assalto em Sergipe.

Atuando na cidade de Macau há cerca de um ano e meio, o delegado Robson Lira, segundo populares na época, gozava de respeito devido o trabalho que desempenhava conjuntamente com o seu colega Antônio Teixeira.

    3 Comentários

    1. zé Ninguém disse:

      Será que existe um SIMULADOR DE GOVERNO. HEIN?
      Bem que poderiam inventar um pra Governadora treinar no virtual, pois no real ela só dá fora. Gastar essa quantia em dinheiro por Game interativo só serve para tapear os bestas e criar uma matéria jornalistica para autopromoção da GOVERNADORA E DO secretário CANDIDATO A DEPUTADO…

    2. primo das primas disse:

      Nao sei a eficacia de treinar em um video game de 1 milhao de reais, cuja maquina parece treinar apenas um policial por vez. Daqui a 1 ano esse video game vai estar quebrado ou necessitando de manutenção, nao vai haver dinheiro.
      Se gastassem 1 milhao em munição para treinamento em 2 anos seria mais eficiente, e ainda sobraria para comprar um nintendo com pistolinha de plastico.

    3. Albuquerque disse:

      Do Agente ferido ninguém fala..pq?