Publicidade

Servidores preparam ato durante leitura da mensagem do governador na Assembleia

assembleia-legislativa-rnO Fórum Estadual dos Servidores do RN irá realizar um ato público nesta terça-feira (2), a partir das 09h, na reabertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa do RN. Na ocasião o governador Robinson Faria fará um pronunciamento aos deputados. Os servidores irão protestar contra salários atrasados, férias não pagas, direitos retirados, atrasos nos concursos públicos, desabastecimento de medicamentos e materiais e crise nos serviços públicos, em especial na segurança e saúde.
O ato é convocado pelas seguintes entidades do Fórum: Sindsaúde-RN, Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte), Sinai (Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Indireta do Rio Grande do Norte), Sinsp (Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Estado do Rio Grande do Norte), Sindasp (Sindicato dos Agentes Penitenciários), além das centrais CSP-Conlutas e Intersindical. Servidores terceirizados da saúde, em greve há 17 dias pelo pagamento de férias e de parcela do 13º, também irão participar do ato.

“Depois de passar um ano utilizando o recurso do Fundo Previdenciário, o governo Robinson agora passa a atrasar salários e direitos. O estado vive uma crise profunda, e hospitais, escolas e presídios passam por seus piores momentos. Os servidores já estão há anos com salários congelados. Não dá pra continuar pagando pela crise”, afirmou Rosália Fernandes, do Sindsaúde-RN. Os sindicatos também irão denunciar medidas como a venda de empresas públicas, concessões, aumento de impostos e as parcerias público-privadas (PPPs) na segurança e saúde.

enviar comentário
Publicidade

[Imagem] Amanda Gurgel comanda Ato Público em frente a prefeitura

Chegou agora ao BLOG do BG a imagem de um ato público em frente a Prefeitura do Natal comandando pela professora boa de voto Amanda Gurgel (PSTU). O protesto já havia sido anunciado pelo twitter da vereadora e é realizado em razão dos 2 anos e 4 meses da administração de Rosalba e dos 100 dias de Carlos Eduardo. “Os governos pedem paciência. mas nós temos pressa!”, diz trecho do convite.

IMG-20130410-WA000

Comentários (5) enviar comentário
  1. caio fábio disse:

    Nunca trabalhou na vida, é só o que ela sabe fazer

  2. rnatal disse:

    Valeu Amanda. Bote pra quebrar. Afinal de contas é um absurdo o que ganha um professor. Minha esposa tem pós-graduação, vários cursos, inclusive está fazendo mais um pela UFRN e ganha muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito pouco pelo esforço e conquistas no estudo e pela responsabilidade com os alunos.

    Um professor não pode ganhar menos que R$ 3.000,00 ou será que o Prefeito, a Governadora e a Secretária de educação do Município que é educadora não valorizam a educação.

    Aliás, a Senhora secretária de Educação do Município de Natal depois que assumiu o cargo, parece que esqueceu os educadores e está mais interessada nos interesses do Prefeito.

  3. Ricardo Silva disse:

    Isso é uma palhaçada………….

  4. Lamartine disse:

    A GOV ROSA TEM TANTO DINHEIRO E MANDOU A PGE RECORRER DA DECISÃO QUE BLOQUEAVA OS RECURSOS PARA PAGAR AS OBRAS DO CEDUC PITIMBU. É UMA VERGONHA. OS INFRATORES CONTINUAM SOLTOS SEM TER PARA ONDE IR..

  5. Joao disse:

    Zuada essa Vereadora sabe fazer muito bem,
    mas realizar projetos para Natal ??????
    Vereadora com demagogia e zuada é que esse seu partido sabe fazer muito bem.
    Isso é tão real que apos 50 anos consegui fazer uma parlamenta aqui em Natal

Publicidade

Médicos do RN vão fazer manifestação em defesa da saúde no Dia da Independência

Uma grande manifestação em defesa da saúde será realizada no feriado de 07 de setembro. Em reunião na noite desta terça-feira (28), no Sinmed, os médicos do RN decidiram pela realização do ato público. O Sinmed convoca trabalhadores de outros sindicatos da saúde, organizações sociais, estudantes e a sociedade para participar da passeata em prol de uma saúde pública de qualidade. A concentração será às 8h30 na Praça 07 de setembro, em frente à Assembleia Legislativa. Participe!

Segundo o presidente do Sinmed, Geraldo Ferreira, é notória a violação dos direitos humanos, diariamente, nos hospitais de urgência e emergência do RN. “O descaso dos governos com a saúde pública está tornando a população fragilizada, refém dessa situação escandalosa. Essa manifestação é um chamado aos gestores para que se cumpra a letra da constituição, onde a saúde é um dever do estado, um direito dos cidadãos”, disse.

O Sinmed entrou em contato com a delegacia regional de Mossoró para que a manifestação de 7 de setembro também seja realizada na cidade.

Se você também acredita que a independência do Brasil, para ser efetiva, passa pela saúde pública de qualidade, participe! Leve seu cartaz, faixa e apitos.

Comissão de Direitos Humanos

Após a realização da manifestação, o Sinmed dará sequência às reivindicações de melhores condições na saúde pública do RN com a convocação da Comissão de Direitos Humanos da Fenam (Federação Nacional dos Médicos) para visitar os hospitais de urgência e emergência do RN. A Comissão da Fenam, em sua passagem pelo estado, deverá também solicitar audiências com a OAB e a Igreja. Essa visita poderá desencadear ações nos Tribunais Nacionais e Internacionais de Justiça.

Crise na saúde pública

Os médicos do Hospital Santa Catarina e da unidade de saúde Sandra Celeste também participaram da reunião de ontem. Motivados pela falta de pagamento, os profissionais do Sandra Celeste irão atender somente até 15 de setembro, sendo que o atendimento externo será até dia 14 e o dia 15 será dedicado à transferência dos pacientes já internados na instituição. No caso dos médicos do Santa Catarina, acontece a suspensão do atendimento noturno devido à crise de recursos humanos no hospital.

Em todas as terças serão realizadas reuniões com médicos no sindicato, às 19h, para deliberações ou atualização do movimento grevista nos hospitais do Estado, que alcança mais de 100 dias.

enviar comentário
Publicidade

Na reta final, Prefeitura enfrenta greves e protestos de várias categorias

Faltando menos de quatro meses para deixar a Prefeitura, Micarla e sua equipe ainda enfrentam uma grande crise com greves e protestos por parte do funcionalismo público.

A greve dos servidores municipais completou uma semana na última sexta-feira (10) e parece não dar indicativos que deva terminar tão cedo. Isso porque, de acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natal (Sinsenat), a Prefeitura do Natal se recusa a negociar com os trabalhadores.

Diante do impasse, os servidores municipais vão realizar nesta terça-feira (14), uma assembléia geral em frente a sede do sindicato a partir das 8h seguido de ato público . Em pauta está a discussão e avaliação do movimento grevista.

Além do movimento do Sinsenat, a Prefeitura também vai ter que enfrentar outro ato público, só que em frente ao Palácio Felipe Camarão a partir das 9h.  Esse segundo movimento é um protesto organizado pelo Sindicato dos Guardas Municipais do Rio Grande do Norte (Sindguardas), Associação Natalense dos Trabalhadores da Administração Pública (Anata) e Sindicato dos Trabalhadores em Saúde (Sindsaude).

É protesto e greve que não acaba mais. É bom os eleitores aproveitarem bem essa oportunidade de escolher um novo gestor nas eleições de outubro desse ano.

enviar comentário
Publicidade

Ato Público do Sindsaúde protesta contra fechamento da pediatria do Santa Catarina a partir do dia 25

Um problema grave que vem sendo denunciado pelo Sindsaúde é a redução da pediatria no Rio Grande do Norte. Desta vez a área vem sofrer mais um ataque. A pediatria do hospital Santa Catarina está correndo o risco de fechar suas portas a partir do dia 25 de julho devido a ausência de médicos pediatras.

Apesar de ter convocado concursados em maio, o governo encaminhou todos para a UTI neonatal enquanto que o Pronto Socorro está desfalcado. Cinco médicos irão se aposentar e a escala só está garantida até o dia 24.

Na segunda-feira, 23 de julho, o Sindsaúde e o Sindicato dos Médicos farão um Ato Público, às 15h em frente ao hospital. Também já foram encaminhados ofícios ao Cremern e ao Ministério Público pedindo providências para que isso não venha a ocorrer.

 

enviar comentário
Publicidade

Servidores e sindicalistas invadem prédio da Prefeitura em ato público

Cerca de 50 servidores municipais e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natal (Sinsenat) invadiram as instalações do Palácio Felipe Camarão agora há pouco. Nesse momento, eles estão ocupando o prédio. A ocupação faz parte de um ato público.

Os manifestantes invadiram a sede da Prefeitura do Natal cobrando vários posicionamentos da prefeita Micarla de Sousa, principalmente: a revogação do Decreto que reduz o adicional noturno e gratificação especial dos servidores (GEE); a aprovação das matrizes das categorias; e a não-redução dos vales e auxílios transportes em 50%.

A prefeita Micarla não está no prédio. Ela se encontra cumprindo agenda fora do Palácio, mas os manifestantes já mandaram o recado dizendo que não deixam o prédio enquanto não forem ouvidos.

enviar comentário
Publicidade