Caminhão

Publicidade

Pediatra Ney Fonseca será o entrevistado desta segunda-feira do Meio-Dia Cidade

A grande falta de pediatras na capital norte-rio-grandense, problema que há muito tempo está deixando pais e mães em estado de aflição, será um dos temas da entrevista desta segunda-feira (27), do programa Meio-Dia Cidade.

Na bancada para discutir a gravidade do assunto, o pediatra Ney Fonseca, membro da Sociedade Brasileira de Pediatria. Ainda na pauta do programa, os apresentadores Bruno Giovanni e Rilder Medeiros debaterão com o convidado sobre o aumento de casos de virose nesta época do ano e o fechamento de leitos pediátricos

Participe você também do nosso programa através do:

WhatsApp: 84 9212-2276;
Twitter: @meiodiacidade;
Facebook: /meiodiacidade e
Instagram: @meiodiacidade

 

enviar comentário
Publicidade

Time de futsal do Cazaquistão treinado por potiguar vence Barcelona e conquista a UEFA Futsal Cup

jujuba 1

Jogador Joan, natalense, integra a equipe campeã

jujuba 2

Comissão técnica

O Kairat Almaty, time do Cazaquistão, treinado por Cacau, natural de Ceará-Mirim, venceu o Barcelona por 3-2, este domingo, na final da UEFA Futsal Cup que se disputou no MEO Arena em Lisboa.

A equipa cazaque esteve sempre na frente do marcador. Humberto (17’) inaugurou o marcador para o Kairat, e pouco depois Divanei (19’) aumentava a contagem para 2-0, resultado com que se seguiu para o intervalo.

O Barcelona haveria de reduzir por Saad (30’), mas no minuto seguinte chegava a resposta da equipa treinada por Cacau (32’) para o 3-1. Lin (32’) ainda acalentou a esperança dos catalães (32’), mas os cazaque aguentaram a pressão do adversário até final.

Com esta vitória, o Kairat destrona o Barcelona, campeão em título, e conquista a segunda UEFA Futsal Cup da sua história, depois de já o ter feito em 2013.

 

enviar comentário
Publicidade

Vasco marca nos acréscimos e acaba com vantagem do Botafogo

Parecia que o Botafogo levaria para a segunda partida da final do Campeonato Carioca o privilégio de jogar por um empate, mas o Vasco golpeou já nos acréscimos para acabar com a vantagem alvinegra. Rafael Silva, aos 46min do segundo tempo, marcou o gol que deu aos cruzmaltinos a vitória por 1 a 0 no Maracanã, e a condição de jogar por uma igualdade no placar para ser campeão no próximo domingo. Apesar do maior volume de jogo, o time alvinegro terá que fazer mais no confronto de volta para ficar com a taça. Veja como foi o jogo em detalhes.

Com o triunfo vascaíno, não há mais a possibilidade de o Botafogo se utilizar da melhor campanha no campeonato para ser campeão – isso só aconteceria no caso de dois empates. Como o time de Doriva venceu o primeiro jogo, os comandados de René Simões precisam agora ganhar por dois gols de diferença para levar o troféu nos 90 minutos. Em caso de vitória botafoguense por um gol, haverá disputa de pênaltis. Qualquer empate, agora, favorece o Vasco.

Logo que a bola rolou, no primeiro minuto, o Botafogo já teve a chance de abrir o placar com Bill, mas o centroavante parou em grande defesa de Martín Silva após a bola sobrar em bate-rebate na área. Apesar da oportunidade perdida, os alvinegros foram um pouco melhores na primeira etapa em um jogo fraco tecnicamente. Ainda assim, o Vasco teve uma ocasião cristalina com Julio dos Santos, quando o paraguaio ficou frente a frente com Renan após falha de Diego Giaretta, mas bateu para fora.

Sem alterações, o Botafogo seguiu melhor no segundo tempo, e novamente Bill teve a chance de tirar o zero do placar, mas falhou ao tentar tirar a bola de Martín Silva – acabou tirando também do gol, e mandou para fora. Só a partir dos 15min é que o Vasco passou a entrar no jogo e assustou Renan com uma cabeçada de Julio dos Santos e uma tentativa de longe de Rafael Silva.

Os botafoguenses tiveram as melhores chances no fim, com Gilberto exigindo outra ótima intervenção de Martín Silva, e Willian Arão chutando no travessão. Mas quando tudo apontava para uma igualdade sem gols, o Vasco fez a festa dos cruzmaltinos no Maracanã: já nos acréscimos, Bernardo levantou na área, e Rafael Silva apareceu livre para escorar para as redes. Vantagem para o time de São Januário na finalíssima, daqui a uma semana.

O gol

46min do segundo tempo – Vasco 1 x 0 Botafogo
Bernardo cobrou falta para a área do Botafogo, a bola passou por toda a defesa sem tocar em ninguém e encontrou Rafael Silva, livre, que desviou de primeira para as redes.

Terra

enviar comentário
Publicidade

FOTO: PM resgata mais de 100 aves silvestres em Parnamirim

passarinho

A Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipam) realizou, na manhã deste domingo (26), um dos maiores resgates de aves silvestres da história da Companhia no Rio Grande do Norte. Ao todo, 101 aves silvestres foram resgatadas em um cativeiro localizado na rua Santa Luzia, no bairro Bela Vista, em Parnamirim. Entre os animais estavam 5 Sibites, 6 Sanhaçus, 6 Sanhaçus Pardo, 16 Guariatans de Coqueiro, 3 Azulões, 3 Galos de Campina, 1 Sabiá, 4 Papas Capim, 11 Golinhas, 11 Bigodes, 4 Saíras, 26 Vem-vem, 3 Gaturamas, 1 Cabloquinho e 1 Concriz. Além das aves, 100 gaiolas foram encontradas no local.

Francisco Sales, de 61 anos, foi detido no local e responderá administrativamente como também judicialmente pela posse irregular dos animais. Ele também terá que pagar multa por cada ave apreendida.

A ação foi realizada após uma denúncia anônima informando sobre a criação ilegal de animais silvestres naquela área. Diante da informação, os policiais realizaram a verificação e constataram a veracidade do fato, baseado no artigo 29 da lei de crimes ambientais. As aves resgatadas, foram entregues ao IBAMA que reintroduzirão as espécies ao meio ambiente.

enviar comentário
Publicidade

Dudu perde pênalti, mas Palmeiras bate Santos e abre vantagem na final

O Palmeiras saiu na frente na busca pelo título do Paulistão. Com gol de Leandro Pereira, o time de Oswaldo de Oliveira venceu o Santos por 1 a 0 na tarde deste domingo (26), no Allianz Parque. Com recorde de público, o estádio ainda poderia ter visto o placar aumentar, mas Dudu desperdiçou cobrança de pênalti no segundo tempo. Por causa da infração, aliás, os santistas jogaram por 30 minutos com um a menos, com o zagueiro Paulo expulso.  Não foi à toa que os visitantes deixaram o palco do jogo comemorando.

Sem Valdivia e Robinho (o santista), que não ficaram nem no banco por causa de lesão, o jogo foi burocrático, com o Santos marcando a saída de bola palmeirense apenas no meio-campo, permitindo que os zagueiros alviverdes ficassem mais com a bola. A válvula de escape, como sempre, foi Dudu, que aproveitou muito os espaços dados na lateral para infernizar a vida do rival. Do lado santista, a melhor jogada tinha Geuvânio partindo para cima de Zé Roberto.

A taça conhece seu dono em 2015 no próximo domingo, na Vila Belmiro, também a partir das 16h. Vale destacar que o Santos não terá a vantagem do empate no placar agregado por ter sido o melhor time do campeonato na primeira fase.

Fases do jogo: A partida começou amarrada, com o Santos atuando mais para não perder do que para buscar um gol. A marcação dos visitantes, aliás, começava apenas no meio-campo. Forçado por causa da lesão de Arouca, Oswaldo acabou colocando o time mais para frente com a entrada de Cleiton Xavier e deu certo. O camisa 8 deu um belíssimo passe pela direita, achou Lucas, que cruzou no pé de Leandro Pereira. Ele só desviou e abriu o placar. No fim da etapa inicial, o Palmeiras ainda chegou mais duas vezes com perigo. Em uma delas, Rafael Marques foi travado e reclamou de pênalti.

Na volta para o segundo tempo, os times voltaram sem seus treinadores, expulsos. Logo aos 10 minutos, Oswaldo viu, da arquibancada, Leandro Pereira sofrer pênalti em falta de Paulo, que foi expulso. Na batida, no entanto, Dudu acertou o travessão de Vladimir. O Santos se animou com o erro e passou a ir para cima do adversário, sempre na bola aérea. Victor Ramos e Vitor Hugo, no entanto, conseguiam segurar a pressão.

A alternativa palmeirense foi a entrada de Gabriel Jesus e Kelvin, nos lugares de Leandro e Robinho. O Palmeiras passou a aproveitar melhor o fato de ter um jogador a mais, mas não conseguiu converter isso em gols, para o desespero de seu torcedor.

O melhor: Cleiton Xavier. Assim como já havia sido contra o Corinthians, o meio-campista mudou o jogo com a sua entrada. Foi ele que iniciou a jogada que deu o gol da vitória ao Palmeiras.  Leandro Pereira, com um gol e um pênalti sofrido, também merece destaque.

O pior: Ricardo Oliveira. O atacante santista quase não apareceu no jogo. Geuvânio era a grande esperança de gols santistas.

Para lembrar:
Expulsos!
Palmeiras e Santos voltaram para o segundo tempo sem seus treinadores na beira do gramado. Oswaldo de Oliveira arranjou um espaço na arquibancada, mas ficou à frente dos torcedores palmeirenses, atrapalhando a visão do jogo. Após reclamações, o comandante foi para outro lugar sem atrapalhar os seus apoiadores.

Valdivia e Robinho só desfilaram. Os dois chegaram ao estádio e passaram apenas pela zona mista, com os trajes de um jogador comum. Depois de entrar no vestiário, no entanto, ambos foram cortados e nem foram ao campo.

Que confusão, juizão! Vinicius Furlan marcou o pênalti de Paulo em cima de Leandro Pereira no segundo tempo. Ao correr para expulsar, ele deu para David Braz, que ficou enlouquecido. Depois, ele corrigiu o erro.

Recorde. O Palmeiras bateu mais uma marca em 2015. Com quase 40 mil pessoas, o Allianz Parque teve seu novo recorde de público.

enviar comentário
Publicidade