Publicidade

GRANDE REPERCUSSÃO: Polícia prende suspeito de matar mulheres em Goiânia

A Polícia Civil de Goiás anunciou nesta sexta-feira (8) a prisão de um suspeito de envolvimento na morte de mulheres em Goiânia.

Desde o início do ano, 15 mulheres foram assassinadas por um motoqueiro na capital goiana. A polícia também investiga a morte de um homem, nas mesmas circunstâncias, e uma tentativa de homicídio –outra tentativa de homicídio, que estava sendo apurada junto, foi descartada.

O superintendente da Polícia Civil de Goiás, Deusny Aparecido Silva Filho, disse que há duas evidências contra o suspeito, sem dar detalhes. Ele não informou se o homem é suspeito de uma ou mais mortes e disse que ele negou envolvimento nos crimes.

Também foram apreendidas uma moto e vestimentas pretas. “Ele já é conhecido no meio policial por roubo a mão armada, formação de quadrilha e outros crimes”, disse.

O suspeito foi preso em sua casa na quinta-feira (7) e não ofereceu resistência. A prisão preventiva já foi decretada.

Para chegar ao suspeito, que não teve o nome divulgado, foi importante o depoimento de uma testemunha. Segundo a polícia, um caminhoneiro presenciou um dos crimes e seguiu o homem por dois quilômetros.

Questionado se a descrição física batia com a do suspeito de cometer os crimes –alto (1,80 m) e moreno claro–, o superintendente confirmou, mas disse que essas características são muito genéricas e que só elas não seriam suficientes para apontá-lo como suspeito.

A polícia disse ainda que a motivação dos crimes continua desconhecida.

Folha Press

enviar comentário
Publicidade