Publicidade

RN vai à Alemanha divulgar destinos turísticos para 120 mil pessoas

Por interino

O RN é destaque essa semana, de 8 a 12 de março, na ITB 2017, em Berlim, na Alemanha. A feira dedicada à indústria do turismo recebe nesta edição mais de 120 mil visitantes que terão a oportunidade de interagir com 180 nacionalidades distintas, para realização de negócios e apresentação de potenciais destinos turísticos.

As equipes da Setur RN e Emprotur divulgam o Rio Grande do Norte como co-expositores no estande de 368 metros quadrados da Embratur (Ministério do Turismo).

“Estamos em uma das cidades mais importantes da Europa, compartilhando o RN com o mercado do turismo mundial. Reforçando nosso trabalho voltado para a interiorização do turismo no Estado, indo além do sol e mar, ampliando nossas potencialidades para o turismo de aventura, religioso, de eventos e negócios”, ressalta o secretário da Setur RN, Ruy Gaspar.

A gerente de promoções internacionais da Emprotur, Nayara Santana apresentou, no mini auditório do estande brasileiro (novidade da Embratur para 2017, em termos de estrutura para ambientes de feira), aos participantes os atrativos e encantos dos cinco polos turísticos do RN; os visitantes também receberam material promocional exclusivo sobre o Estado.

“O mercado europeu já é entusiasta dos destinos no RN, como Natal, Pipa, Galinhos e São Miguel do Gostoso; nossa meta é abrir cada vez mais propostas interessantes e atrativas neste sentido”, diz a presidente da Emprotur, Aninha Costa.

Comentários (11) enviar comentário
  1. José rocha Júnior disse:

    Está e a indústria do RN ????

  2. Luiz Moreira disse:

    Quanto comentário tosco! A promoção do destino turístico RN e Brasil deve ser um trabalho permanente. É claro que, assim como os cidadãos brasileiros, os turistas também ficam sujeitos a algum tipo de violência. Mas os turistas sabem disso e nem por isso deixam de viajar. O Rio de Janeiro é uma das cidades mais violentas do Brasil e é a que mais recebe turistas estrangeiros. É o dinheiro do turismo que ajuda aos governos a melhorarem as cidades, investir em segurança, etc. A Turquia teve vários atentados graves, a França outros tantos e nem por isso as pessoas deixam de visitar. Vamos ser críticos mas sem sermos burros!

    • Antonii disse:

      A vida do ser humano é mais valiosa que esse seu comentário.

    • Romulo Leite disse:

      Qualificar os tais comentários como "toscos" é por demais elegante….Vender nosso destino, uma das únicas oportunidades de projeção de que dispomos para gerar renda, é essencial inclusive para investir em todos os aspectos negativos citados…..que tenha sido coroada de sucesso esta participação!!

  3. Alf disse:

    Vão lá buscar novas vitimas para a bandidagem!!!!
    Primeiro deveriam arrumar a casa para trazer gente de fora aqui. O resultado disso é que o primeiro gringo a ser assaltado vai espalhar para o resto do mundo a atual realidade do Brasil!!!!!

  4. Junior Pinheiro disse:

    É eles passeando….China, Alemanha e etc….e o servidor pagando a conta……. É horrível! !!! Desgoverno tá superando a ROSALBA. Lamentável! !!!

  5. Francisco Mota disse:

    Divulguem a realidade de Natal! A Cidade do Sol tornou-se cidade onde quem manda é bandido! TODO DIA E EM QUALQUER CANTO DA CAPITAL E REGIÃO METROPOLITA TEM ASSALTO.
    A quem devemos recorrem ? pois o executivo não faz nada, o legislativo pior ainda e o judiciário não sai do gabinete ! O jeito é recorrer as autoridades externas porque os donos dos porcos não toma conta de nada !

    #RNPEDESOCORRO!

  6. Ari disse:

    Falta dinheiro pra tudo , pagamento atrasado, mas tem dinheiro pra este tipo de evento( turismo), concordo com o nobre Thiago "precisa apresentar redes sociais a este governo".

  7. Thiago disse:

    Está faltando alguém apresentar a esse Governo as Redes Sociais.

  8. paulo martins disse:

    A 'penosa' travessia do Atlântico… Esse filme é velho.

  9. bueno disse:

    Ter tudo isso e não ter segurança. Os turistas vem pra cá são assaltados e ao invés de levar uma boa imagem levam prejuízos, traumas e hematomas. Façam o básico pra não passarem vergonha.

Publicidade