Publicidade

Orquestra Sinfônica da UFRN abre temporada 2017 neste sábado

A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (OSUFRN) abre a Temporada Oficial 2017 neste sábado, dia 18. O concerto mantém o projeto de internacionalização da OSUFRN com a participação especial do pianista alemão Markus Stange, fruto da parceria mantida nos últimos anos entre a UFRN e a Universidade de Karlsruhe (Alemanha). O evento começa às 20h e a entrada é gratuita.

O maestro André Muniz conta que o público vai apreciar duas obras brasileiras e o Concerto n.03 para piano e orquestra, do compositor húngaro Bela Bartók. Do repertório nacional, o maestro destaca a abertura da ópera O Guarani, de Carlos Gomes, popularmente conhecida como tema do programa radiofônico A Voz do Brasil.

O primeiro concerto marca também a estreia dos instrumentistas selecionados no início deste ano. É prática da Orquestra Sinfônica da UFRN fazer seleção para novos músicos a cada início de temporada. Segundo André Muniz, a audição é a preparação dos alunos dos cursos técnicos, bacharelado e pós-graduação para o mercado. “Mantemos a qualidade sonora no mais alto nível, bem como preparamos nossos alunos para seleções dos grandes conjuntos orquestrais”, afirma o maestro.

O pianista

Markus Stange atua há mais de 20 anos como pianista solo. Teve participação especial em concertos na Europa, Canadá, Estados Unidos, México, Gana, Coreia do Sul e Japão. O músico também toca e grava regularmente em rádios da Alemanha. Em 2003, foi convidado para ser solista da Orquestra Filarmônica de Berlim, um dos melhores conjuntos orquestrais do mundo.

A vinda do pianista faz parte da parceria entre a UFRN e a Universidade de Karlsruhe por meio do Programa UNIBRAL. Segundo o coordenador, professor Fábio Presgrave, apesar de terem conseguido a renovação do projeto, esta será uma das últimas ações por conta das mudanças das políticas públicas no país em relação ao setor artístico.

A parceria levou em 2015 a Orquestra Sinfônica da UFRN para os palcos da Alemanha e trouxe a Orquestra de Karlsruhe para turnê no Brasil. Também é fruto desta parceria a vinda de cinco alunos para UFRN e a ida de quatro estudantes da Escola de Música para Europa.

Com informações da UFRN

Comentários (2) enviar comentário
  1. Silvio Romero disse:

    Excelente matéria. Só a título de sugestão, seria interessante divulgar também o local do espetáculo.

  2. Saul Saraiva disse:

    Aonde será?

Publicidade

Orquestra Sinfônica da UFRN seleciona novos instrumentistas

A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (OSUFRN) abriu nesta sexta-feira, 13, o processo seletivo para novos instrumentistas. Para se inscrever, é preciso ser aluno da UFRN ou estar participando de algum processo seletivo da Instituição. As inscrições gratuitas são feitas por meio deste formulário online e acontece até o dia 16 de fevereiro.

Estudantes que fizeram parte da formação da orquestra em 2016 e que desejem continuar com as atividades neste ano, também precisam participar da audição. Todos os naipes da orquestra serão alvo da audição seletiva. A seleção acontece nos dias 20, 21 e 22 de fevereiro de 2017 no auditório principal da Escola de Música (EMUFRN).

Os horários das provas de cada instrumento serão divulgados a partir do dia 17 de fevereiro. Confira o edital e os excertos orquestrais específicos para cada instrumento.

Com informações da UFRN

enviar comentário
Publicidade

Orquestra Sinfônica da UFRN realiza concerto gratuito no dia 18

A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) apresenta, no sábado, 18 de junho, o segundo concerto da “Temporada Oficial 2016”. O evento gratuito acontece no auditório Onofre Lopes, na Escola de Música (EMUFRN), às 20h.

O repertório escolhido atende ao projeto do maestro André Muniz, que busca desafiar os músicos para que alcancem o nível de performance das grandes orquestras do mundo. A Sinfônica executa o classicismo de Mozart, o cotidiano latino-americano de Alberto Ginastera e a romântica Sinfonia de Brahms (considerada pela crítica como a Décima Sinfonia de Beethoven).

Como convidado especial da noite, a orquestra leva o trompista Eliaquim Farias. O jovem é aluno do bacharelado da Escola de Música da UFRN e, apesar da pouca idade, tem um currículo comparado ao dos grandes músicos. O trompista ganhou, em 2014, o prêmio de primeiro lugar no concurso “Marcus Bonna” para Jovens Trompistas. O maestro ressalta que trazer Eliaquim como solista da obra de Mozart é uma forma de demonstrar que a EMUFRN vem sendo referência internacional na formação de jovens solistas.

Além do concerto, a Orquestra da UFRN mantém o programa de educação musical por meio da “Palestra Pré-concerto”, que ocorre uma hora antes do evento, às 19h, na sala 24.

Com informações da UFRN

enviar comentário
Publicidade

Orquestra Sinfônica da UFRN é convidada para intercâmbio na Alemanha

Captura de tela 2015-03-26 11.12.26Foto: Divulgação

A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (OSUFRN), um dos poucos grupos sinfônicos existentes na universidade brasileira, se prepara para viajar à Alemanha, em junho deste ano, para participar de concertos e outras ações de intercâmbio.

O convite para a temporada no país europeu aconteceu depois da parceria realizada com a Orquestra da MusikHochSchule de Karlsruhe (escola de música alemã), que visitou a UFRN em 2013, e se apresentou com a OSUFRN em concertos nas cidades de Natal e de João Pessoa.

Na viagem à Alemanha a OSUFRN participará de intercâmbio técnico artístico com os professores da MusikHochSchule de Karlsruhe e sua orquestra, e realizará concertos com ênfase nos repertórios alemão e brasileiro, em especial a première da Composição do professor Danilo Guanais, da Escola de Música da UFRN (EMUFRN).

Segundo o maestro da OSUFRN, professor André Muniz, a viagem também possibilitará a melhoria do nível de performance de outros grupos musicais do Nordeste, visto que muitos do alunos da orquestra da UFRN atuam como instrumentistas e professores na região.

O professor destaca ainda que “esta é a primeira viagem de uma orquestra universitária brasileira à Europa”. A OSUFRN é composta por 50 integrantes e tem desenvolvido intensa atividade artística no Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará, Pernambuco, Alagoas e São Paulo ao longo dos últimos 5 anos.

Na última viagem à Brasília, a reitora Ângela Paiva Cruz manteve contatos com o Ministério da Cultura (MINC) pedindo apoio para obter as passagens para o grupo. A estada dos integrantes da orquestra e o deslocamento terrestre dentro do país já estão garantidos pelo Governo alemão por meio do Programa Unibral. A contrapartida brasileira será o traslado aéreo Natal‐Frankfurt‐Natal no período de 23/06 a 03/07/2015.

Com informações da UFRN

enviar comentário
Publicidade