Publicidade

Polícia prende suspeito de participar de linchamento de dona de casa no Guarujá

A Polícia Civil de Guarujá, no litoral paulista, prendeu na tarde desta terça-feira um suspeito de participar do linchamento da dona de casa Fabiane Maria de Jesus, de 33 anos, no fim de semana. O suspeito foi detido no bairro Morrinhos 4, região onde aconteceu o crime, por volta das 15h45m, em uma área do bairro conhecida como “palafitas”, onde estão casas à beira de um córrego.

Fabiane, inclusive, chegou a ser jogada no córrego por populares no dia da agressão. Ela foi agredida a pauladas e chutes, além de arrastada confundida com uma suposta sequestradora de criança por moradores do bairro. A dona de casa morreu nesta segunda-feira, após dois dias internada na UTI.

Segundo policiais, o suspeito foi identificado por imagens entregues à polícia que mostram o momento do linchamento.

Ao som de gritos de “queremos justiça”, a dona de casa Fabiane Maria de Jesus foi enterrada na manhã desta terça-feira no Cemitério Jardim da Paz, no Guarujá, litoral de São Paulo. A Polícia Civil ouviu nesta terça-feira o responsável pelo site “Guarujá Alerta”, que publicou a foto da suposta criminosa.

Segundo a polícia, Fabiane apresentava problemas psiquiátricos – sofria de transtornos bipolares, alternando estados de agitação e depressão – e não consta qualquer ocorrência ou acusação contra ela. A Polícia também não confirma sequestro e morte de crianças em rituais de magia negra no Guarujá, como divulgado pelo site “Guarujá Alerta”.

O Globo

Comentários (2) enviar comentário
  1. Luciano disse:

    Com a palavra a irresponsável Scherazade, Datena, Marcelo Rezende, alguns blogueiros e um bocado de inconsequentes…..

Publicidade