Publicidade

Plutão Já Foi Planeta lança single e clipe da música “O Ficar e o Ir da Gente”

Nos preparativos para o lançamento do segundo álbum, a banda potiguar Plutão Já Foi Planeta apresenta “O Ficar e o Ir da Gente”, primeiro single e clipe de seu novo trabalho, ainda sem nome. O quinteto lança o novo material na próxima quinta-feira (15), às 12hrs (horário de Brasília), em todas as plataformas digitais de streaming e no canal oficial do grupo no YouTube.

Escrita por Natália Noronha, Sapulha Campos e Gustavo Arruda, “O Ficar e o Ir da Gente” conta sobre as idas e vindas de um relacionamento. A faixa vem para aquecer e antecipar ao público o que a banda preparou no novo trabalho de estúdio, que teve a produção musical de Gustavo Ruiz. A canção também contou com a participação de Cris Botarelli, da natalense Far From Alaska, na guitarra e sintetizadores.

No clipe, os atores protagonizam três casais que nunca se encontram, seja por compromissos ou acasos do dia-a- dia. Com roteiro e direção de Henrique Fontes, o vídeo foi gravado em Natal durante quatro dias em diversas locações. Diego Marcel, fotógrafo da banda e autor do Projeto Quarto, ficou responsável pela direção de fotografia. Produção geral e direção de Arte foram incumbências de André Maia, produtor executivo do quinteto, e Débora Medeiros.

SLAP

O lançamento do single e clipe de “O Ficar e o Ir da Gente” já faz parte da parceira que a banda fechou recentemente com a Slap, selo que integra a gravadora Som Livre. O novo álbum do grupo será lançado no primeiro semestre deste ano, contendo 10 faixas, produção de Gustavo Ruiz e participações especiais.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Washington luiz disse:

    Essa é d+ encheu o rn de orgulho. Curto muuuuuuuito!!!!!!

Publicidade

VÍDEO: Plutão Já Foi Planeta adianta músicas do novo álbum no Rio; confira reportagem com imprensa nacional

plutao2016_pordiegomarcel_19-2A banda potiguar Plutão Já Foi Planeta – Divulgação/Diego Marcel

De volta ao Rio nesta quinta-feira, quando se apresenta no Imperator pelo festival Rio Novo Rock (a noite conta ainda com show do grupo Lisbela, de São João de Meriti), a banda potiguar Plutão Já Foi Planeta mostrará ao público algumas das músicas que estarão em seu novo disco, sucessor do estreante “Daqui pra lá” (2014). Com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2017, o trabalho, fruto de um financiamento coletivo, terá produção de Gustavo Ruiz e participações de Liniker, Cris Botarelli (da conterrânea Far From Alaska) e Ari Noronha, harpista e pai da vocalista Natália Noronha.

— A gente está dividindo o show entre músicas do nosso primeiro disco e as novas. Então, é como se fosse um pré-lançamento. A galera já está conhecendo — contou Natália, durante entrevista ao vivo exibida no Facebook do GLOBO, nesta quarta-feira.

Além do papo, a banda ainda tocou algumas músicas como “Viagem perdida”, Daqui pra lá” e a fresquinha “Alto mar”, que estará no novo disco. Assista abaixo, na íntegra:

O processo de produção do álbum acabou tendo um obstáculo “positivo”, por assim dizer. Entre abril e junho deste ano, a Plutão participou do reality show musical “SuperStar”, da TV Globo. Destacou-se e acabou na segunda posição, terminando atrás do grupo de forró Fulô de Mandacaru. O prêmio principal não veio, mas a banda saiu satisfeita da experiência.

— Foi muito mais positivo do que qualquer coisa. A gente aprendeu muito. Estávamos em uma fase em que precisávamos multiplicar nossa imagem e nosso som para o Brasil inteiro. Já tinhamos o disco lançado e tocávamos bastante no Nordeste. E precisávamos expandir. O “SuperStar” foi um grande aliado naquele contexto e ainda estamos colhendo muitos frutos. Nossa agenda melhorou muito e temos feitos shows por todo o Brasil, chegando a cidades onde nunca tínhamos tocado antes, com a galera cantando — avalia a vocalista. — É tipo um pé no underground e outro no mainstream.

Uma das razões por trás do sucesso do grupo no programa foi a opção por privilegiar as músicas compostas por eles, seu trabalho autoral — grande parte dos participantes do “SuperStar” tocam canções de outros artistas.

— Essa conversa vem de antes do programa. Vem desde 2013, quando da criação da banda, já falávamos de privilegiar música autoral — explica o guitarrista Sapulha Campos. — Quando veio a oportunidade, até paramos pra conversar, mas foi rápido, porque todos da banda queriam manter isso.

— A gente falou: “é melhor tocar uma música nossa e ser eliminado no começo do que passar com uma que não é nossa” — relembra o guitarrista Gustavo Arruda. — A imagem que a gente queria deixar era a das nossas músicas.

A Plutão, formada ainda pela baixista Vitória de Santi e pelo baterista Khalil Oliveira, surge hoje como um dos expoentes da prolífica cena de Natal, que tem ainda nomes como Far From Alaska, Camarones Orquestra Guitarrística, Mahmed, Fukai, Luísa & os Alquimistas, Talma & Gadelha e muito mais. Natália explica como é fazer parte deste momento frutífero da música potiguar, impulsionado por festivais como DoSol e Mada:

— A gente pode definir a cena lá em Natal como um conjunto de pessoas que tem feito alguma coisa por um grupo de músicos, tem se destacado e tem movimentado o público. Lá a galera vai a show mesmo, compra o ingresso, curte o festival… De fato, Natal tem chamado atenção no Brasil como uma cidade destaque na música.

— É um momento de união para mudar um cenário que até pouco tempo não era muito favorável para o artista na parte musical — conclui Sapulha.

SERVIÇO

Rio Novo Rock com Plutão Já Foi Planeta e Lisbela

Onde: Imperator — Rua Dias da Cruz, 170, Méier (2597-3897).

Quando: Nesta quinta-feira, às 19h.

Quanto: R$ 20.

Classificação: 16 anos.

O Globo

 

enviar comentário
Publicidade

Internautas em todo o país ainda reclamam de dificuldade para votação da “Plutão Já foi Planeta” na final do SuperStar

isabella-pinheiro-7954Fulô de Mandacaru e´a grande campeã do SuperStar 2016 (Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)

O resultado não vai mudar. Mas, uma coisa é certa. É grande, e até surpreendente a quantidade de pessoas que reclamam em todas as redes sociais de uma suposta dificuldade – e frustração- em não se conseguir votar na banda “Plutão Já Foi Planeta”, na final do programa Super Star, da Rede Globo, nesse domingo (26).

De todas as regiões do país, mais forte que o questionamento da banda vencedora são as reclamações durante a apresentação da banda potiguar, principalmente, na grande final, na terceira apresentação contra o grupo pernambucano, “Fulô de Mandacaru”, que atingiu 70% dos votos, contra 48% da “Plutão”.

plutãoReprodução: SuperStar – Rede Globo

Fãs da banda potiguar espalhados pelo Brasil, ainda questionam os segundos finais da “Fulô de Mandacaru”, quando sua porcentagem saiu de 46% para 70%, reclamação mais fragilizada, por ser imaginar que a produção tenha segurado o resultado até o seu fim, para se criar um suspense.

1111111111 222222222 33333333

55555555Reprodução: Facebook Superstar

Comentários (18) enviar comentário
  1. Rnaldo disse:

    a banda vencedora pode até ter musicas autorais, mas sinceramente eu só vi eles cantarem musicas de Luiz Gonzaga e de outros artistas, já a Plutão e a OutroEu sim, tem belas composições e pra mim foram as duas melhores, mais o sucesso esta garantido pra ambas. PLUTÃO JÁ FOI PLANETA, campeã moral!

  2. Socorro Andrade disse:

    Deixei pra votar na última música de Plutão… e não consegui. Quem estava comigo e votou na primeira não teve problemas.
    E para piorar meu flamengo perdeu ridiculamente.
    #Revoltada

  3. Brasil, Meu país NÃO será dos fascistas (Original) disse:

    Globo e golpe tdo a ver. Eu q nao perco tempo vendo esse lixo de TV.

  4. Val Lima disse:

    Sem tirar o mérito da "fulô",
    mas na minha humilde opinião,
    ela simplesmente foi mais do mesmo…
    Em contrapartida a" Plutão" foi sensacionalmente ORIGINAL !!!!
    Mas quase sempre é assim,
    a melhor não vence…

  5. Silva disse:

    Os forrozeiros são incontestáveis, muito bom, ritimo Nordestino, coisa nossa, os caras são muito bons! Mas a qualidade da plutão, o estilo musical, tendia também agradar o nordeste e o resto do país, de maneira que o resultado pra eu não foi justo.

  6. Jamilson Damasceno disse:

    Com certeza houve marmelada neste resultado e forjado também.

  7. Carlos disse:

    Também tentei. O aplicativo simplesmente não registrava o voto

  8. Senhor Cidadão disse:

    Primeiro foi com cristal agora com Plutão já foi planeta !!! eita País cheio de Roubo!!!

  9. JegueDegue disse:

    O indivíduo em pleno 2016 que acredita na Globo é o mesmo que ainda acredita na mula sem cabeça, papai noel e saci. Faz-me rir. Estava na cara que iria acontecer isso. Pra quem acompanhou sabe o que eu estou dizendo.

  10. Paulo disse:

    A globo sendo a globo.

  11. Eduardo Cosme. disse:

    Dá Rede Golpista, tudo pode acontecer. Kkkkk

  12. Rosário disse:

    De dez telefones que estavam na minha casa, só 2 conseguiram registrar os votos. Tremenda falta de respeito com o público que acompanhou o programa!

    • Flauberto Wagner disse:

      Pura verdade, eu também juntamente com o povo daqui de casa passamos pelo mesmo processo, mas a nossa banda genuinamente potiguar foi a grande vencedora.

  13. anonimo disse:

    eu tentei várias vezes mas nada

  14. Teresa cortez disse:

    Foi combinado. Cada edição foi escolhida um género musical. Este tinha que ser o forró . Devido às festividades juninas. Ta na cara. Só burro que não viu. Muita marmelada e votação.

Publicidade