Retratos de Natal – Edição #SouNatal

Hoje é um dia especial, completamos 412 anos como sempre no dia do nascimento de Jesus, o BG homenagea a todos os moradores dessa cidade com mais um Sessão da série Retratos de Natal. Algumas fotos são de Jaecy, outras são do acervo do Memoria Viva e algumas não sabemos os autores.

Construção Escola de Serviço Social - Hoje CMN
Av. Rio Branco 1991
Condomínio Porto Brasil
Escola Domêstica
Igreja Matriz 1990
Palácio do Governo. Hoje Palácio da Cultura
Porto De Natal
Praia do Forte anos 80
Praia do Meio final inicio anos 90
Praia do Meio inicio anos 90
Ruínas da Capela do Forte do Reis Magos
Frente do Colégio Salesiano São José
Solenidade pátio Marista
Ulisses Caldas - Prefeitura do Natal
Viaduto de Ponta Negra em 1975

Blog encerra a série Retratos de Natal e prepara para o leitor outros resgates históricos

Após 14 domingos de publicações, a série Retratos de Natal se encerra. O último post será neste fim de semana com a liberação de 32 fotos das décadas de uma Natal esquecida no tempo.

Foram quatro meses de lembranças e 36 mil acessos únicos às fotografias que registram as transformações de nossa cidade.

Mais da metade do trabalho mostrado aqui no BG foi cedida por Jaeci Galvão, e outros leitores que contribuíram para o acervo.

Não há, contudo, motivos para tristeza. Estamos preparando uma nova série, dessa vez com imagens que remonta às décadas mais recentes de 1980 e 1990.

Além disso, também trabalhamos no resgate de grandes reportagens sobre eventos que tocaram a sociedade natalense.

    1 Comentário

    1. Renato Souza disse:

      A série Retratos de Natal foi umas das iniciativas mais bacanas que já vi nos blogs potiguares. A divulgação desse material antigo é na minha opinião muito importante por dois motivos: primeiramente prestigiar a arte fotográfica antiga, uma vez que essas fotos foram feitas por profissionais da época. Segundo, que é normal do brasileiro esquecer o passado. Temos que resgatar sempre essas imagens para a população ver como tinhamos uma cidade harmoniosa e que não podemos só pensar em expandir sem que haja desenvolvimento sustentável na cidade que vivemos. Dou parabéns ao blog pela iniciativa, assim como fiz há uns 2 meses através do twitter.