Publicidade

Ribeira Boêmia apresenta Valéria Oliveira e convidados

Com a Roda de Samba oficial do Projeto Cultural, a cantora vai dar vida a pérolas do samba e interpretará seus sucessos autorais

Idealizado há quase cinco anos, o Projeto Cultural Ribeira Boêmia ganhou novo impulso desde 2015, quando passou a ser realizado mensalmente, sempre aos sábados, com sua Roda de Samba oficial composta por músicos fixos, apresentando, a cada edição, renomados artistas locais e nacionais.

Valéria Oliveira, cantora e compositora, é a atração principal do mês de maio, numa edição eminentemente potiguar, trazendo convidados especialíssimos, como o maestro Jubileu Filho, na direção musical, o multi-instrumentista Diogo Guanabara, o cantor e compositor Ivando Monte e as talentosas cantoras Diana Rafaelly e Nara Costa. O show de abertura ficará por conta de Dani Cruz, com seu inconfundível ritmo e voz contagiante.

“É uma satisfação enorme voltar a esse belo projeto cultural e muito bom perceber a trajetória de sucesso do Ribeira Boêmia. Realmente a ideia de propagar o samba potiguar por meio de uma roda de samba, que por sua natureza é informal e descontraída, é muito interessante, pois o formato permite uma maior interação do artista e dos músicos com o público”, revelou a cantora.

No repertório não faltará os grandes sucessos de Clara Nunes, a quem Valéria dedicou o seu disco “Em águas claras”, além de pérolas do samba apresentadas no projeto “Cores do Nosso Samba”, sucessos da atualidade e canções de sua autoria, inclusive do seu último CD, “Mirá”, o 9º de sua vitoriosa carreira, composto majoritariamente por sambas.

Valéria será acompanhada pela Roda de Samba oficial do Ribeira Boêmia, composta por Leonardo Galvão (cavaquinho), Anchieta Menezes (violão 7 cordas), Bruno César (sopros), Daniela Fernandes (voz), Ayrton Neto (voz e percussão), Flaubert Benício, Alfredo Carvalho e Weslley Silva “Cicinho” (percussão e efeitos gerais), além das participações especiais dos músicos Jubileu Filho (violão) e Diogo Guanabara (bandolim).

O Projeto Cultural Ribeira Boêmia contará, na edição de maio, com o patrocínio da Prefeitura do Natal – Programa Djalma Maranhão, Unimed RN, Potiguar Turismo e Casa de Saúde São Lucas, além da parceria com Solar Bela Vista, nova casa do Ribeira Boêmia, e dos importantes apoios culturais, que viabilizam sua manutenção, como o Sistema Fecomércio Sesc Senac RN; Sistema FIERN – Sesi; ART&C Comunicação; Universitária FM; ABIH RN; OAB RN – Caixa de Assistência dos Advogados; Le Postiche; IndetFix; e Neutron.

Sobre Valéria Oliveira

Valéria Oliveira possui um trabalho consolidado no Rio Grande do Norte, reconhecido Brasil afora e até em outros países. Com três turnês de sucesso pela Suíça (2005, 2007 e 2014) e pelo Japão (2000, 2001 e 2002), além de diversas apresentações em New Orleans, nos Estados Unidos, a cantora acumulou, em seus 26 anos de carreira, referências nacionais e internacionais, além de uma aprofundada experiência musical.

No Brasil, realizou turnês, que passaram pelo Rio de Janeiro, com participações de Ademilde Fonseca, Pedro Amorim, Dona Ivone Lara e Rildo Hora (Teatro Rival, Lapinha, Miranda). Na capital carioca fez também participações em shows da Velha Guarda da Portela e da cantora Dorina. Em São Paulo, os shows aconteceram no Sesc Pinheiros, Auditório Ibirapuera (com a participação de Ná Ozzetti), no Tom Jazz e no Crowne Plaza. Em Brasília, desembarcou no Clube do Choro, cantando Clara Nunes. Em João Pessoa lotou o auditório da ENERGISA, também com o show em homenagem a Clara.

Em shows que apresentou em Natal, teve convidados ilustres, como Dona Ivone Lara, a Velha Guarda da Portela, Leila Pinheiro, Joyce e Daúde, e cantou com as norte-americanas Tricia Boutté e Michaela Harrison no Projeto MPB Jazz. Foi convidada de Leila Pinheiro em seu show no Teatro Riachuelo (2015).

Possui 9 discos, sendo o penúltimo deles o projeto “Em águas claras”, em homenagem à Clara Nunes, lançado em 2013, produzido por Rildo Hora, com a participação da Velha Guarda da Portela. Em julho lançará seu novo CD, intitulado “Mirá”, uma produção compartilhada com o maestro Rildo Hora. Mirá vem recheado de sambas inéditos da própria Valéria, vários em parceria com autores potiguares, e de compositores cariocas, como Fátima Guedes, Délcio Luiz e Moacyr Luz, que inclusive faz um dueto com Valéria na faixa “Amor que eterniza”, fruto de sua parceria com Délcio. O disco tem direção musical de Jubileu Filho e foi gravado entre o Rio e Natal.

Serviço:

O quê

Projeto Cultural Ribeira Boêmia apresenta Valéria Oliveira e convidados: Jubileu Filho (Direção Musical), Diogo Guanabara, Ivando Monte, Diana Rafaelly e Nara Costa, com show de abertura de Dani Cruz e banda.

Quando

Sábado, 13 de maio, a partir das 18h.

Onde

Solar Bela Vista, com acesso pela Rua São Tomé, no Centro Histórico de Natal (vizinho ao Senac Centro).

Quanto

Ingressos antecipados a preços promocionais (meia entrada para todos) de R$20.

Vendas antecipadas de ingressos

Le Postiche (Midway Mall e Natal Shopping – 2º piso).

 

(*) Estacionamento gratuito disponibilizado pelo Senac, com vagas limitadas, ocupadas por ordem de

chegada.

(**) As mesas serão disponibilizadas gratuitamente no dia e local do evento, em número limitado,

por ordem de chegada.

Comentários (2) enviar comentário
  1. Antonio disse:

    Valéria Oliveira é uma artista que, com seu belo trabalho, enche de orgulho os potiguares. Seu novo CD, MIRÁ, é primoroso, desde a bela capa da autoria de Elifas Andreato, aos arranjos do maestro Rildo Hora e Jubileu Filho e, lógico, das excelentes canções, muitas delas de autoria da própria Valéria. Os rítimos predominantes são o samba e o bolero, mas tem até uma regravação de "Cofrinho de amor", sucesso do saudoso Elino Julião. O Ribeira Boêmia deste mês, totalmente potiguar, promete ser um belo evento, capitaneado por essa excelente cantora. Sucesso, Valéria!

    • Monica disse:

      Muito bom Antônio! Esperamos você para conferir essa programação que promete muita animação: Ribeira Boemia e Valéria Oliveira.

Publicidade

Ribeira Boêmia neste sábado traz João Cavalcanti, direto do Casuarina

O cantor, compositor, instrumentista e um dos fundadores do Grupo Casuarina, João Cavalcanti, apresentará o seu belo trabalho solo no Ribeira Boêmia, que também contará com luxuosa participação da brasiliense Renata Jambeiro, além do show de abertura do Arquivo Vivo, um dos mais tradicionais grupos de samba potiguar. Eles darão o tom da próxima edição do Projeto Cultural, que acontece no dia 29.04 (sábado), a partir das 18h, no Solar Bela Vista, centro histórico de Natal, coladinho na Ribeira.

O público terá a oportunidade de apreciar um repertório cheio de swing, tradição e composições autorais de João Cavalcanti, uma das vozes do Casuarina, e de sucessos do renomado Grupo carioca, como Certidão (João Fernando/João Cavalcanti), Dissimulata (João Cavalcanti), Ponto de Vista (João Cavalcanti/Edu Krieger), além das consagradas Disritmia (Zé Katimba), Gostoso Veneno (Nei Lopes/Wilson Moreira), Amor Proibido (Cartola) e Eu Quero é Botar meu Bloco na Rua (Sérgio Sampaio), dentre outras.

Teremos também a participação especial da cantora, atriz, dançarina e preparadora corporal Renata Jambeiro, finalista do Prêmio da Música Brasileira de 2016, na categoria “Melhor Cantora de Samba. Jambeiro foi premiada com seu mais recente álbum, FOGARÉU, na coletânea Prêmio Grão de Música 2016, e está com sua música Levanta(parceria com João Martins) na trilha sonora da novela A Lei do Amor da Rede Globo. Contaremos ainda com a presença ilustre do grande compositor e instrumentista potiguar, o músico Diogo Guanabara, que assina a produção musical dos convidados.

A abertura da edição ficará sob a batuta do tradicional grupo de samba natalense, Arquivo Vivo. Há 8 anos na estrada, o trabalho do Grupo vem se destacando na capital com suas composições próprias e interpretando grandes ícones do samba. Tudo começou pelas ruas de Natal, na Ribeira, sem local e nem hora definidos, quando um grupo de músicos decidiu resgatar as rodas de samba. Se inicialmente não havia uma formação fixa, hoje o Grupo Arquivo Vivo tem cinco integrantes, que buscam aperfeiçoar a cada dia o trabalho: Robson Lopes (cavaquinho), Renan Araújo (pandeiro e voz), Glaucia (surdo), Roberto (tantan) e Rafael Tavares (violão).

E, como sempre, a condução de tudo será da roda de samba oficial do Projeto Cultural Ribeira Boêmia, que nesta edição estará composta por Leonardo Galvão (cavaquinho); Anchieta Menezes (violão 7 cordas); Bruno César (sopros); Daniela Fernandes (voz); Ayrton Neto (voz e percussão); Flaubert Benício, Flávio Kioto e Weslley Silva “Cicinho” (percussão e efeitos gerais); e ainda a especial presença de Diogo Guanabara (produção musical e bandolin).

O Projeto Cultural Ribeira Boêmia contará, nessa edição, com o patrocínio da Prefeitura do Natal – Programa Djalma Maranhão, Unimed RN, Potiguar Turismo e Casa de Saúde São Lucas, além da parceria com Solar Bela Vista, nova casa do Ribeira Boêmia, e dos importantes apoios culturais, que viabilizam sua manutenção, como o Sistema Fecomércio RN – SESC – SENAC; Sistema FIERN – SESI, ART&C Comunicação Integrada; Universitária FM; ABIH RN; OAB RN – Caixa de Assistência aos Advogados; Le Postiche; IndetFix; e Neutron.

Sobre João Cavalcanti

João foi um dos fundadores do grupo Casuarina, em 2001, tendo realizado shows no Brasil e exterior, dividindo o palco com vários artistas, dentre eles seu pai, o cantor e compositor Lenine, além de Alcione, Arlindo Cruz, Beth Carvalho, Dudu Nobre, Elza Soares, Maria Rita, Moska, Sandra de Sá e Zélia Duncan.

Lançou, em 2005, como cantor e percussionista do grupo Casuarina, o CD Casuarina pela gravadora Biscoito Fino. E em 2007 o CD Certidão, também pela Biscoito Fino. Ambos foram indicados ao Prêmio TIM de Música, na categoria Melhor Grupo de Samba, e o Casuarina recebeu o Prêmio Rival Petrobrás, na categoria Melhor Grupo Musical.

Em 2009 lançou, com o Casuarina, os CD, DVD e Blu-Ray;MTV Apresenta: Casuarina; pelo selo Sony/BMG. Por esse trabalho, o Casuarina foi eleito Melhor Grupo de Samba no 21º Prêmio da Música Brasileira.

Em 2012 participou, ao lado de Alfredo Del-Penho, Moyseis Marques e Pedro Miranda, do Projeto; Segunda Lapa, com os quais realizou uma temporada de shows no Rio de Janeiro.

Nesse mesmo ano lançou, pelo selo Warner Music, seu primeiro CD solo, o “Placebo”. O disco, produzido por Plínio Profeta, incluiu onze faixas de sua autoria, dentre elas “Binário” (com Diego Zangado); “Mulato”, com participação de Pedro Miranda; “Demônios” (com Marcelo Caldi); e “Frevo do contra-êxodo”, que contou com a participação do grupo Casuarina.

Serviço:

O quê? Ribeira Boêmia convida João Cavalcanti (Casuarina), com a participação especial de Renata Jambeiro e abertura do Grupo Arquivo Vivo.

Quando? Sábado, 29 de abril de 2017, a partir das 18h.

Onde*? Solar Bela Vista – Rua São Tomé – Centro Histórico de Natal (vizinho ao Senac Centro).

Quanto**? Ingressos antecipados a preços promocionais (meia entrada para todos) de R$20.

Vendas antecipadas de ingressos: Le Postiche (Midway Mall e Natal Shopping – 2º piso).

(*) Estacionamento gratuito, com vagas limitadas, por ordem de chegada, gentilmente cedido pelo Senac – Sistema Fecomércio RN.

(**) As mesas serão disponibilizadas gratuitamente no dia e local do evento, em número limitado, por ordem de chegada.

enviar comentário
Publicidade

Ribeira Boêmia realiza prévia de Carnaval na Praia de Pirangi

Pelo 2º ano consecutivo, o aniversário do tradicional Restaurante Paçoca de Pilão será comemorado em ritmo de carnaval. O “Baile de Carnaval do Ribeira Boêmia”, prévia carnavalesca do Projeto Cultural, irá agitar a Praia de Pirangi do Norte, em Parnamirim, no dia 28 de janeiro, a partir das 17h. O local? Claro que será no Paçoca de Pilão, que completa 27 anos de atividades em 2017.

No repertório, marchinhas carnavalescas e os tradicionais sambas-enredos. “O nosso primeiro baile no Paçoca foi um sucesso. Não poderíamos deixar de repetir a dose este ano, e trazer nossa roda de samba para a praia mais badalada do litoral potiguar”, afirma Leonardo Galvão, um dos idealizadores e produtores do Projeto.

“Nesta época do ano, o natalense se desloca para o litoral. Então aproveitaremos a oportunidade para divulgar, na Praia de Pirangi, a importância cultural do bairro da Ribeira, berço da boemia potiguar, e difundir o samba tradicional, de raiz, nessa prévia carnavalesca no aniversário do Paçoca de Pilão”, enfatiza Galvão.

Para acompanhar a Roda de Samba do Ribeira Boêmia no seu Baile de Carnaval, dois ícones do samba potiguar: Debinha Ramos, diretamente das Rocas; o cavaquinista Marcos Souto, trazendo um vasto repertório de sambas-enredos e partido alto. O Baile contará ainda com a presença luxuosa de Luciano Queiroz, acompanhado do seu inseparável violão, interpretando frevos e marchinhas carnavalescas.

A Roda de Samba oficial do Projeto é composta por Leonardo Galvão (cavaquinho); Anchieta Menezes (violão 7 cordas); Bruno César (flauta e sax); Daniela Fernandes (voz); Rogério Madureira (voz e pandeiro); Ayrton Neto (voz e percussão); Rafael de Prada, Flaubert Benício e Alfredo Carvalho (percussão e efeitos gerais).

E o Baile do dia 28 de janeiro reserva mais uma surpresa: o aniversariante do dia, o Restaurante Paçoca de Pilão, vai presentear o público com a participação da Orquestra Tropical de Frevos, a partir das 22h.

Além da parceria com o Restaurante Paçoca de Pilão nessa prévia de carnaval, o Ribeira Boêmia também conta com importantes apoios culturais, que viabilizam a manutenção do Projeto e a realização de suas edições mensais, como a Associação Comercial do RN; Sistema Fecomércio RN – Sesc; ART&C Comunicação Integrada; PRATIKA Locações; ABIH RN; Le Postiche; além dos fornecedores parceiros IdentFix e Neutron.

 

enviar comentário
Publicidade