Publicidade

Em rede social, governador do RN anuncia que salário será antecipado

Robinson-FariaO governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria usou uma rede social nesta segunda-feira (1º) para anunciar que o pagamento dos salários de janeiro dos servidores públicos estaduais serão antecipados. Antes previstos para serem pagos nos dias 29 e 30 do mês passado, o governo chegou a confirmar que só pagaria os vencimentos de janeiro nos dias 4 e 5 deste mês. Agora, segundo Robinson, os pagamentos serão feitos nos dias 3 (para aposentados e pensionistas) e 4 (servidores ativos).
“Uma boa notícia aos servidores: conseguimos antecipar o pagamento dos salários com relação ao que divulgamos na semana passada. Com isso, os servidores inativos e pensionistas vão receber nesta quarta, dia 03, e os ativos na quinta, dia 04. Garantindo que todos estejam com salários no bolso antes do Carnaval!”, postou o governador em perfil no Instagram.
“O pagamento dos servidores nos primeiros dias do mês subsequente, conforme previsto em lei, garante o salário integral de todo o funcionalismo. A medida foi necessária em virtude da crise econômica que afeta o país, especialmente os estados mais dependentes das transferências da União”, justifica a Secretaria de Planejamento e Finanças (Seplan).
Ainda de acordo com a Seplan, “o Rio Grande do Norte sentiu o impacto da queda acentuada dos repasses federais, em especial royalties, Fundo de Participação dos Estados (FPE) e ICMS. As frustrações nas receitas chegaram a R$ 613 milhões em comparação ao orçamento previsto para o exercício de 2015. Somente de royaties o Governo deixou de receber 45,38% dos recursos previstos no ano passado. No FPE a frustração real chegou a 7,39% e continua em 2016 com previsão negativa já anunciada de 15,7% a menos do que o valor transferido pela União em janeiro do ano passado”.
“É importante ressaltar que em janeiro de 2015 o FPE já foi menor do que no mesmo mês de 2014. No comparativo entre 2015 e 2014, a queda na Receita Líquida do Tesouro chegou a 7,2%”, acrescentou o secretário Gustavo Nogueira.

Comentários (8) enviar comentário
  1. Beto disse:

    Quando o governo é bom para população, será melhor pra todos nós! Vamos unir forças no sentido de um RN melhorado! Amém

  2. Berg Natal disse:

    Boa notícia seria pagar dentro do mês trabalhado. Conheço pessoas que mal chegam ao fim do mês com o salário recebido, e estão passando necessidade com esse atraso. Vergonha ver pessoas puxando o saco do governo aqui, achando o máximo a antecipação de um dia. Piada de mal gosto.

  3. haroldo disse:

    Esse povo acha que nós somos um trouxa , quando fala em antecipação, de que?

  4. Ari disse:

    Não é nem um favor, trabalhamos e temos que receber, não tivemos nenhum reajuste salarial com o sr. e sua equipe juntamente com a alta cúpula. E antecipou apenas um dia dos 5 dias de atraso.

  5. João Paulo disse:

    Não é antecipação, é atraso de 3 e 4 dias respectivamente.

    • marcos disse:

      Por lei o pagamento devera ser efetuado ate o 5(quinto) dia util do mes subsequente ao mes trabalhado.

    • Roberval Junior disse:

      Nós não somos celetistas, meu caro. Somos ESTATUTÁRIOS.

    • Carol disse:

      O senhor conhece a palavra "analogia", Roberval Júnior. O ente público pode, sim, pagar até o quinto dia útil do mês subsequente ao vencido. Vamos estudar antes de falar bobagens.

Publicidade

Lei que reajusta salários dos servidores públicos de Natal em 8% é publicada

Foi publicada no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (13) a lei 6.435/2014, que reajusta em 8% os salários dos servidores públicos municipais em Natal. Assinado pelo prefeito Carlos Eduardo, o reajuste é retroativo a janeiro deste ano, e beneficia servidores da administração direta e indireta.

O aumento foi votado neste mês, durante convocação extraordinária da Câmara Municipal de Natal (CMN). Com a lei, o menor salário pago pela Prefeitura de Natal é no valor de R$ 575,59, em plano geral nível I (início de carreira). O maior salário, de R$ 4.557,01, é dado a especialistas em saúde nível E.

Comentários (2) enviar comentário
  1. francisco disse:

    Com a lei, o menor salário pago pela Prefeitura de Natal é no valor de R$ 575,59, em plano geral nível I (início de carreira). SEGUNDO NOSSA LEGISLAÇÃO O MENOR SALARIO QUE É O "MÍNIMO" ESTÁ ATUALMENTE EM R$680,00 REAIS, ENTÃO TEM ALGUMA COISA ERRADA, MESMO PARA INÍCIO DE CARREIRA, CONCORDA COMIGO?

    • Luiz disse:

      O salário mínimo atual é de R$ 724,00, ou seja, a situação é pior que a relatada por você.

Publicidade

Planos de Saúde: Operadoras correm risco de deixar 2,7 milhões de servidores públicos na mão

Pelo menos 2,7 milhões de servidores públicos que pagam pesadas mensalidades a 34 planos de saúde específicos da categoria podem ficar sem atendimento. Afetados pela má gestão e envoltos em suspeitas de desvio de recursos e de superfaturamento de contratos, os convênios vêm registrando rombos constantes de caixa, acumulam faturas gigantescas com fornecedores e prestadores de serviços e, em vários casos, estão com patrimônio negativo. Ou seja, se fossem encerrados hoje, não teriam recursos suficientes para honrar todos os compromissos – apesar de receberem, regiamente, subsídios do governo. A ineficiência dos planos de saúde custa aos cofres públicos cerca de R$ 3 bilhões ao ano.

Os dados são alarmantes, reconhece a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que já interveio em pelo menos três das operadoras que atendem o funcionalismo público: a Fundação de Seguridade Social (Geap), o Serviço Social das Estradas de Ferro (Sesef) e a Fundação Assistencial dos Servidores do Incra (Fassincra). Juntas, atendem 614 mil pessoas, que já sofrem diante do forte encolhimento da rede credenciada e das constantes recusas de médicos e laboratórios. A Fundação Assistencial dos Servidores do Ministério da Fazenda (Assefaz), com 94 mil associados e deficit de R$ 37 milhões em 2012 pode engrossar o grupo. A entidade está sob fiscalização do Ministério Público Federal.

Correio Braziliense

enviar comentário
Publicidade