VÍDEO: confiram o tumulto entre Desembargador e Cliente em Padaria

O Amigo Cezar Alves postou no Youtube um dos quatros vídeos que tem corrido os grupos de whattsapp da confusão que aconteceu hoje na padaria Mercatto envolvendo o Desembargador Dilermando Mota, um garçom e um cliente que tomou as “dores” do garçom que teria sido “destratado” pelo Desembargador.

Segue vídeo

http://www.youtube.com/watch?v=Y2ta8knWQ0I

 

    41 Comentários

    1. julio cesar disse:

      Desabafo referente ao ato do desembargador evangélico Dilermando Motta.
      Espero que meu comentário chegue ao excelentíssimo (ou meritíssimo, ou vossa excelência, ou ao senhor). VOCÊ, sim, você (pois na presença do altíssimo, não há títulos, e sim igualdade, por JESUS, o nosso salvador, que pregou humildade e nEle todos nós deveremos nos espelhar), veja o que você fez. Pode se achar no direito, mas tanto você quanto eu sabemos que a justiça do homem falha, mas a de DEUS não, e você. como um “representante” de DEUS, melhor que qualquer leigo, sabe da verdade. Você humilhou um ser humano e espero que sua consciência faça você ser humilde o suficiente para pedir perdão ao pobre rapaz. Aí sim, quem sabe você seja perdoado por nós e, principalmente, por DEUS.
      Espero que minhas palavras cheguem a você. Reflita sobre o que você fez. Você não é mais que ninguém. Com todos esses anos de vida que você relata, observa-se que não foi o suficiente para torná-lo HUMILDE.

    2. Oão disse:

      Incrivel que, mesmo com dezenas de testemunhas, e com o gordinho falando no video sobre a existencia das cameras da padaria, ainda tem gente que defende o desembargador.

      A reforma moral de que o Brasil precisa, essa ranço colonia do “puder” perpetuado por certas esferas de cargos publicos, por pessoas que deveriam SERVIR ao publico, pois pagamos impostos para isso, essa reforma comeca com a atitude desse gordinho indignado. Ele me representa,

      • Ilson Galvão disse:

        Esse povo da justiça além de ganharem muito dinheiro e não fazerem nada, ainda por cima acham-se acima de Deus… outro dia no aeroporto Augusto Severo um membro da justiça aposentado irritou-se com um cachorro que estressado pelo tumulto, latia e independente de eu saber quem era ele, falei que para a companhia aérea ele valia a mesma coisa que o animal. Com aquele ar de superioridade pergunto-me se eu sabia com quem eu estava falando. Respondi-lhe que ele era um simples passageiro como eu e tinha os mesmos direitos e deveres como os outros , e o animal.

    3. Hernani Pacheco disse:

      Aos que têm dúvida sobre o ocorrido, leiam a página a seguir. Comentário escrito por quem presenciou mais uma cena de abuso de autoridade do desembargador:
      http://www.biconarede.com/2013/12/video-confusao-envolvendo-o.html

    4. Fernando Cesar disse:

      Só gostaria de comentar uma coisa: como nossas mídias televisivas e impressas se fazem de “surdo-mudos” nestas circunstâncias por se tratar de personagens de influência em nossa sociedade. Prova maior de que é tudo “farinha” do mesmo saco.

    5. Jetro disse:

      Vídeo tendencioso… só mostra a partir do momento em que o Desembargador se alterou.
      Julgar algo por conta disso é errado. Tenho que ver desde o início.
      Mas, como está em moda condenar o crente, entendo a postura de vocês.

    6. Katyuce disse:

      Sr. Desembargador, para quem se diz evangélico, o senhor deveria conhecer e propagar os ensinamentos de Cristo de humildade e amor ao próximo. Se o seu entendimento das leis for igual ao da religião, Deus tenha piedade de nós…

    7. MIGUEL disse:

      UM ABSURDO O QUE SE VER NESSE VIDEO , ESSE DESEMBARGADOR NAO PODE HUMILHAR UMA PESSOA INFERIOR,MAIS VAMOS ENTREGAR AO PAI TODO PODEROSO E ELE RESOLVERA,POIS AS AUTORIDADAS DA TERRA NAO VAO RESOLVER NADA POIS SE TRATA DE OUTRA AUTORIDADE,UMA PENA QUE NO BRASIL SEJA ASSIM.

    8. Felix disse:

      Pergunte em Patú, sobre esse Dr Juiz.

    9. Maurício Giovani disse:

      Esse lamentável incidente aconteceu em um estabelecimento de primeira linha. Se fosse em uma padaria de bairro de periferia, a galera já teria descido o cacete, dizendo que era coisa de gente pobre que briga talvez por duas fatias de mortadela. A natureza humana é imprevisível. As vezes somos racionais e em dados momentos, irracionais. Os pobres e pacíficos de Natal, certamente entrarão 2014 ainda como pobres, mas como pobres de boa educação e com a certeza que deixarão o ano de 2013 com a alma lavada.

    10. Juca disse:

      EU acredito que o desembargador, como gentleman que é, irá pedir desculpas ao garçom e a todos os clientes, tendo em vista que como autoridade, ele é um espelho da sociedade, referência da educação e cultura do povo potiguar…Isso será um exemplo de ombridade, moral e lisura..Aí eu quero ver o que vão falar os que criticaram o nobre desembargador

      • Jânio Edno disse:

        Se o desembargador fizer isso não esta fazendo mais que sua obrigação, afinal ele é um servidor público, servidor esse pago com o dinheiro do contribuinte, nesse episódio o servidor prestou um desserviço a população.

      • Eunice disse:

        O Desembargador, se gentleman fosse, teria tratado com respeito ao garçom. Pedir desculpas depois de “fincar o prego em uma madeira”, pode amenizar, mas a humilhação e o abuso de poder, se aconteceram, ficaram cicatrizados, nada apaga.

    11. Ricardo disse:

      Engraçado, o Coronel responsável pelo policiamento da capital disse no RNTV de sábado em uma matéria sobre os constantes arrombamentos no conjunto Monte Belo que os moradores contratasse segurança privada (SIC) pois a prioridade é o policiamento do litoral….. ai um funcionário publico arruma briga em uma padaria vem quatro viaturas da policia….. FRANCAMENTE….

    12. Francisco Dias disse:

      Será que a Comissão de Direitos Humanos da OAB vai perder a chance de defender um trabalhador humilhado em seu ambiente de trabalho? Esqueci: não vão contrariar um Desembargador nem defender um trabalhador. Eles só acusam policiais e só defendem bandidos. Uma pena.

    13. Micaelly disse:

      Para que não saia da rede, que tal salvarmos o vídeo e e portarmos de nossas contas particulares no FB!? Assim farei e vamos ver no que dá. Espero que seja muito visto e comentado. Esse digníssimo desembargador merece a fama que lhe convém! Palmas pro gordinho! Ainda há esperança de um mundo melhor.

    14. Ricardo Batista disse:

      O vídeo, sem contextualização é altamente tendencioso. Parece que o outro cliente que não é o desembargador está descontrolado e querendo partir pra cima de um pobre coitado que não sabe o que faz, acuado no canto de uma padaria e protegido por outras pessoas.
      ATENÇÃO AO CONTEXTO DO VÍDEO.

    15. Jo disse:

      Esse vídeo não passa da segunda na rede…

    16. Antonio Oliveira disse:

      Verddade Fla, fazer comentario é uma temeridade, mas ainda aparece gente como “anonimo” para tentar dewfender a autoridade, que acha que manda chuva em quialquer lugar e não um cidadão comum como todos nós em ambientes publicos privados….

      • Gerson disse:

        Antes de fazer comentário sobre algo que você não viu, procure saber a verdade dos fatos e, sobretudo, conhecer também a nossa língua mãe.. Se não sabe escrever não deve fazer comentários, notadamente quando não conhece os fatos na sua real verdade.

    17. Jose Ribeiro disse:

      Não dou razão a A e nem B. Mas só sei que esse senhor Cezar, é, possivelmente, uma das pessoas que tem mais ódio de Judiciário e Juízes aqui no Estado. Assim, vamos distorcer um pouquinho, para sujar o que já está emporcalhado, não é??

    18. Aparecida disse:

      Parabéns a esse Senhor que conseguiu se indignar e se manifestar contra a humilhação sofrida pelo garçom. É tão raro hoje em dia encontrar alguém q deixa de mirar seu umbigo e solidarizar-se com a dor alheia. Quanto ao outro senhor, ele é desembargador no TJ, ali é um cliente, um cidadão como outro qualquer.

    19. Jânio Edno disse:

      Concordo que o cliente extrapolou, mas por outro lado acho pouco provável que ele tenha entrado em defesa do funcionário se o que ele ouviu não tenha sido nada demais, eu já tive uma reação parecida no Hiper da Prudente de Morais e sei como é desagradável ver uma pessoa menos favorecida sendo humilhada a troco de nada.

      • Allan Cesar disse:

        Também percebi a atitude do anônimo em defesa do Desembargador. Se ele realmente acreditasse no que diz, não se esconderia no anonimato e se permitiria o debate frontal. Saudações sempre espartanas.

    20. Frasqueirino disse:

      Essa pessoa que se identificou como anonimo deve ser cargo comissionado ou protegido do magistrado. As midias sociais sao unanimes em afirnar que houve abuso de poder e palavras que humilharam o garcon dai surgindo a tebolta de um popular appiado pela maioria dos predentes.

    21. Marcelo disse:

      Agora, quando formos entrar em um estabelecimento, melhor perguntar. …. Fulano está aí? Já chegou? Já saiu? Será que ele vem? . Ele trabalha aqui? Quando chegar avise. Quero sair. Tem sido praxe.

    22. anônimo disse:

      Os videos mostram o Des. Sendo agredido e intimidado pelo outro cliente, inclusive o gerente está impedindo que o sr agredisse o Des. Que por isso chamou a policia para se defender desse senhor. Todo fato onde so se apura uma versão eh tendencioso. Nao sejam tao alienados.

    23. Luciana Morais Gama disse:

      Bruno, seu blog eh o unico que deixa a gente sempre bem informada, pois nos outros blogs hoje eh FERIADO, e as noticais so vao chegar amanha. Parabens!!!

    24. fla disse:

      Quem é doido pra fazer comentário?