VÍDEO: relembrem a entrevista de Ronaldo “que onda é essa meu irmão” que foi executado no sábado no Bairro Nordeste

O jovem Ronaldo Cordeiro de Matias, de apenas 19 anos, que foi executado a tiros, na noite deste sábado na comunidade do Mosquito, bairro Nordeste, ficou famoso pelo bordão “que onda é essa meu irmão”.

Na oportunidade, a frase de Ronaldo “que onda é essa meu irmão”, ganhou os grupos de Zap e viralizou no Facebook, relembrem a entrevista de Ronaldo ao Patrulha Policial.

Publicidade

Comentários:

  1. Verdade seja dita disse:

    País sem estrutura moral que critica seus pequenos delinquentes, não vejo aqui o mesmo entusiasmo para criticar quem de fato rouba nesse País.

  2. Edu disse:

    A sociedade está tão desacreditada, tão assustada, tão fora de si, quem tem gente com pena do Ronaldo ladrão que morreu, uma me disse aqui onde trabalho: "ele era só ladrão, não era estuprador…", meus amigos onde já se viu isso, o Código Penal servindo para separar um criminoso de um crime maior e de menor potencial ofensivo? Todos são bandidos, e no caso de Ronaldo, a sociedade conta como menos um que se foi, graças a Deus.

    • Brasil, meu país! disse:

      A mais pura essência dos nossos cristãos. Se Jesus voltasse suicidaria.

  3. Val Lima disse:

    Drama da vida cotidiana…..

  4. Cidadao RN disse:

    O ERRREEENNNEE não é o Estado do Crime por acaso, pois a IMPRENSA, AUTORIDADES E, ESPECIALMENTE, A SOCIEDADE HIPOCRITA estão do lado do criminoso e do CRIME, pois um SF desse, que tem uma tatuagem de "157" no peito, morre em razão dos crimes aí um bando de "cidadão de bem", lamentando a morte de uma carniça dessa que já foi tarde! Nas redes sociais são centenas de "cidadão de bem" lamentando a morte de uma alma sebosa dessa. Quero ver se lamentam quando morre um POLICIAL, ficam caladinhos. Mas continuem assim, pois os amiguinho desse bandido continuam vivos e se multiplicando, quem sabe um dia vc ou seus familiares não vão assistir uns videos para recordar dos bons tempos!

  5. Chico disse:

    Acho que é falta de matéria(pauta). Quando não for dada tanta audiência a esse tipo de matéria, talvez a criminalidade diminua em nosso estado, pois ladrão quer ibope, quanto mais melhor, ou pior.

  6. Vera Cavalcanti disse:

    A imprensa dar destaque a morte de delinquentes é o fim! Por isso e tantos outros motivos que estamos nesse caos de segurança pública.

    • Brasil disse:

      Estava trabalhando honestamente,tentenado ter uma vida normal.Caus de insegurança se dar pelo ESTADO e não pela imprensa e outra o cara roubar um desodorante ser chamado de LADRÃO,É POR ISSO QUE ESSE PAIS NÃO VAI PRA FRENTE,ENQUANTO UM POLÍTICO,OU MESMO UM CIDADÃO QUE QUER LEVAR VANTAGEM NÃO É NADA

    • Mila disse:

      Brasil, ladrao de desodorante ou ladrao de banco é ladrao! Muito de admira estarem lamentando a morte desse delinquente. Ele procurou….ele achou!

  7. Carlos Alexandre Pinheiro disse:

    Ladrao agora virou "jovem" e "celebridade"… O país esculhambado esse..