Ato de apoio a Guararapes reúne 5 mil pessoas em frente ao MPT

Rua onde funciona o Ministério Público do Trabalho foi interditada pela manifestação

Funcionário da empresa Guararapes, empresários e donos de facções têxteis participaram na tarde de hoje, 21, de um protesto contra a ação do Ministério Público do Trabalho, motivada por irregularidades identificadas nas fábricas do interior do Estado. O ato aconteceu em frente a sede do MPT, em Lagoa Nova, e, segundo organização, reuniu 5 mil pessoas.

 

Foto e informações da Tribuna do Norte

Publicidade

Comentários:

  1. JCabral disse:

    Pelos comentários que seguem, seria bom cumprir a determinação do MPT, pagar a todos e depois decretar falência e sair do RN…

  2. Tomaz Albuquerque disse:

    A senzala patrocinada pelos seus senhores

  3. eu disse:

    Homi, Eu sendo Nevaldo Rocha, já teria acabado com a polêmica. teria transferido toda produção para o Paraguai ou para a China. Pronto, ai o MPT ficaria Feliz e e guararapes continaria dando lucro. Pronto acabou. E os empregos? homi o MPT arruma novos, isso é tranquilo pro MPT.

  4. juniho disse:

    5 mil pessoas???
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    quando o protesto é político e idôneo os números são menores, né??
    essas 5 mil pessoas passearam por calçadas na salgado filho e nem de longe tinha 200 pessoas, quiça 5000.

  5. Brito disse:

    Não conheço aqui na Região Seridó empresas que se submetam há um controle de qualidade no ambiente de trabalho como as facções; para se ter uma ideia até a água servida aos funcionários passa por um controle de qualidade mensal. Quais outras empresas fazem isso na região e no Estado? Garanto que pouquíssimas.

    Agora, quem não conhece a realidade do Sertão, não sabe a importância das facções para nossa gente. Aqui as outras oportunidades de trabalho, são na agricultura e pecuária de subsistência num campo castigado pela seca, na pesca em reservatórios quase secos, na insalubridade das cerâmicas e minerações, na informalidade de "trabalhos" como moto táxi e até cambista do jogo do bicho (rsrs, é a realidade). PEÇO QUE COMPAREM, a perspectiva de qualidade no ambiente de trabalho entre as atividades citadas acima e as facções. COMPARARAM? E aí? Oportunidade de trabalho para mulheres? Não havia por essas bandas.

    HÁ DE HAVER RAZOABILIDADE. Hoje são as facções que salvam parte da nossa economia, pois as cerâmicas estão falindo, as mineradoras reduziram drasticamente suas operações, as atividades do campo estão cada dia mais difíceis e tudo isso gera um colapso no restante da economia das nossas cidades que ficam sem dinheiro pra circular no comércio, dependendo de aposentados sobrecarregados e prefeituras falidas.

    Em Tempo: NÃO SOU FACCIONISTA, NÃO SOU FUNCIONÁRIO DE FACÇÃO, sou EMPRESÁRIO DO RAMO DE ALIMENTAÇÃO, e sei o quanto pode pesar o fim das facções para nossa Região.

    • Robert disse:

      Porem o nordestino sao tratados com descriminaçao e preconceito. Até pelos conterraneos EMPRESÁRIOS de nordeste. QUER ENGANAR QUEM?

  6. joao disse:

    melhor o empresario ganancioso fechar a fabrica e deixar esse povo todo desempregado.. tenho certeza que o MPT mão aberta vai arranjar emprego pra esse povo todo.. eles sao inteligentes, afinal passaram em concurso publico e ganham muito bem.. pelo menos ganham umas 26x mais que esse povo.

  7. Thiago disse:

    Quem pagou pelas camisas…
    A maioria tinha um símbolo: RCHLO…

  8. Netto disse:

    Não passa nas cabecinhas ocas dos chavistas que os interesses de patrões e empregados possam convergir em alguns pontos. A eterna lutinha de classes… como se no final trabalhadores e consumidores não fosse a mesma pessoa (e o empresário malvado quer o pobre e indefeso trabalhador compre, se encha de bens materiais… que dos bens transcendentais cuidam as religiões; como se fosse delimitável, hoje em dia, se dizer que até que ponto se e proletário e de que ponto se passa a ser burguês… divisão estúpida incapaz de dar um entendimento do mundo atual.

  9. Lobo disse:

    Coitados. Massa de manobra da Guararapes. Depois vão chorar as pitangas na Justiça do Trabalho. Eu tenho é pena!

  10. ALERTA disse:

    A "modernização" das leis trabalhistas ainda nem começaram a vigorar e veja como já estão os ânimos…

  11. Comedor de Coxinha disse:

    As faixas todas iguais.
    Quem será q mandou fazer? Os trabalhadores?
    Apoio total ao MPT.

  12. Eduardo disse:

    A empresa não quer cumprir a legislação trabalhista, mas tem dinheiro pra intimidar os fiscalizadores?

    Apoio total ao MPT!

    Não importa quem seja, não importa se a empresa é grande, se tem dinheiro, a lei é para todos.

  13. José de Arimatea disse:

    Para criar empregos é necessario correr riscos, ser leniente, inteligente e corajoso.
    Ja para extinguir, basta apenas uma caneta, burocrático, um pouco de preguiça e muito ódio no coração .