Cerco à Rocinha: 3 mortos, 9 presos e 18 fuzis apreendidos

Armas, munição e drogas apreendidos pelo Bope na Rocinha  (Foto:  Uanderson Fernandes / Agência O Globo  )

O Globo

Passadas 24 horas do início do cerco das Forças Armadas na Rocinha, pelo menos três pessoas morreram e nove foram presas. Além disso, 18 fuzis e sete granadas foram apreendidos. Entre os presos está Luiz Alberto Santos de Moura, conhecido como Bob do Caju. Ele é acusado de ter planejado a invasão à Rocinha, no último domingo. As armas apreendidas teriam sido usadas pelos traficantes que participaram da ação no domingo.

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) também acharam 136 munições e 75 carregadores. Os presos e as armas foram encaminhados à 11ª DP (Rocinha).

Desde o início dos conflitos na Rocinha, no último domingo, seis pessoas morreram —- uma delas foi identificada como Thiago Fernandes da Silva, e seis pessoas ficaram feridas. Além disso, foram 12 presos (já contando os oito das últimas 24 horas). Além deles, também foram presos Edson Gomes Ferreira, Wilklen Nobre Barcellos, Fabio Ribeiro França e Edson Antônio da Silva Fraga — que se entregou.

Publicidade

Comentários:

  1. Cláudio disse:

    Se matassem 100 políticos por dia, demoraríamos anos pra acabar com muitos bandidos no Brasil…

  2. charles disse:

    Era para matar 1000 bandidos por dia na Rocinha. Seria um grande favor para a sociedade.

  3. Tarcísio disse:

    Se mão santa fosse vivo, pegaria muito mais sozinho.