Confira a programação do Parque das Dunas neste final de semana

O projeto Dançando nas Dunas está de volta ao palco do anfiteatro Pau-brasil, e apresenta neste sábado (06), às 16h30, o Balé Popular Terras Potiguares, com o espetáculo Inversos e Cores!

Ao longo de seis anos, o Balé vem apresentando, com sua primeira montagem cênica, as danças e brincadeiras do Pastoril. Sendo assim uma opção cultural para os jovens do município de Passa e Fica. Com mais de trinta e cinco componentes e sete sequências folclóricas envolvendo música, dança e teatro, o grupo é acompanhado de uma banda regional: sanfona, violão, zabumbas, ganzá, alfaias e etc. Sempre trabalhando em cima do som autêntico de cada folguedo e as coreografias baseadas no folclore de raiz do Rio Grande do Norte.

Na tarde do domingo (07), às 16h30, o Som da Mata recebe Carlos Zens e a banda Rabeca Peixe-boi, formada por jovens do bairro Felipe Camarão, todos sob a influência dos mestres da cultura oral do bairro, inspirados no Boi do Mestre Manoel Marinheiro, na Rabeca de Mestre Cícero e nas brincadeiras do João Redondo de Mestre Chico Daniel.

No repertório preparado para essa apresentação no Parque das Dunas, a diversidade musical brasileira surge através de peças autorais da banda, Carlos Zens, Milton Nascimento, Lô Borges, Luiz Gonzaga, Teatro Mágico, Jorge Mautner e Jorge Ben Jor, através do Choro, Baião, Arrasta-pé, Forró, Maracatu, Ciranda e Afoxé, num show com muita flauta, sax soprano, rabeca, pífano e percussão.

Dividindo o palco com o Zens, estarão Abner Moab (flauta transversal), Fabrício Cardoso (rabeca), João Paulo Gurgel (violão naylon e viola de 10 cordas), Fabricio Lúcio (zabumba, surdo e caixa do mar), Fausto Galvão (ganzá, triângulo e caixa), Ozawa Galdêncio (rabeca) e Valério Felipe (pandeiro e ganzá), além das participações especiais de Amanda Larissa (flauta transversal) e Carol Benigno (sanfona).

A entrada custa R$1,00.

Publicidade

Comentários: