Deputado que “odiava os gays” se demite após ser flagrado fazendo sexo com outro homem dentro do próprio gabinete

Wes Goodman, 33 anos, um deputado do Partido Republicano de Ohio, nos EUA, foi flagrado tendo relações sexuais com outro homem dentro de seu próprio gabinete.

Curiosamente, o político, que se demitiu do cargo após o escândalo, era conhecido por ser extremamente conservador e por seus discursos contra os ideais da comunidade LGBT.

Goodman, que tinha como ideal a ideia de que o “casamento natural” deveria ocorrer apenas entre um homem e uma mulher, é casado com a diretora assistente do evento anual antiaborto, March for Life (Marcha para a Vida), de acordo com informações do The Independent.

Sugere-se que a situação, que ocorreu há algumas semanas e foi flagrada por um indivíduo não identificado, foi passada a Mike Dittoe, secretário-geral do parlamento estadual de Ohio, levando a renúncia do deputado.

Goodman era considerado a “consciência do movimento conservador”. Em sua página oficial no Twitter, que agora é privada, ele se auto definia como “Cristão. Americano. Conservador. Republicano”, embora tenha sido flagrado em “conduta imprópria” – de acordo com seus próprios discursos. A página oficial do deputado no Facebook já não está mais online, bem como o site oficial de sua campanha foi tirado do ar.

“Os ideais de uma família com o amor de um pai e uma mãe, um casamento natural, e uma comunidade cuidadora são para tentar alcançar e proteger“, dizia ele em seu site.

Em um comunicado, Goodman comentou sobre o caso, admitindo sua demissão: “Todos trazemos nossas lutas pessoais para a vida pública. Isso também é verdade para mim e, sinceramente, arrependo-me das minhas ações, que me impediram de servir os meus eleitores e o nosso estado e de uma maneira que reflete os melhores ideais para o serviço público“, disse.

“Àqueles que desiludi, peço desculpas. Enquanto me dirijo para um novo capítulo da minha vida, peço privacidade para mim, a minha família e os meus amigos“, acrescentou.

Jornal Ciência via [ Elle News / Independent ] [ Foto: Reprodução / Independet ]

Publicidade

Comentários:

  1. paulo martins disse:

    Deve ser uma alma socialista: odeia a concorrência e a competitividade.

  2. Paulo Cardoso disse:

    No Brasil os políticos condenam publicamente a corrupção são flagrados mas não chegam a despontar algum vestígio de dignidade

  3. Romualdo disse:

    Marcos Feliciano que se cuide, pois até Bolsonaro, depois que recebeu o apoio de Alexandre Frota, já começou a se abrir, declarando que só não faz beijar em público, mas…
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Pedro disse:

    Se for estudar a vida dos homofóbicos, vai descobrir o desejo frustrado por pessoas do mesmo sexo ou até flagrar relações do mesmo tipo, pois não há outra explicação para odiar uma pessoa por tal motivo. #HIPOCRISIA

  5. Calixto Silva disse:

    Lamentável………..

  6. Olheiro disse:

    Mas isso tem em todo canto do mundo…. de todas as formas e tamanho…. e muitos são homens respeitados, pais de familia, chefes de repartições, etc… pode ter um do seu lado tb….

    • Jk disse:

      Olheiro! De tordas as formas e tamanhos… É o que esses "caras" mais gostam. kkkkkkk… Os cara num honram nem a barba que usam!

  7. CURITIBA JÁ disse:

    O Baitolinha odiava era a concorrência que deve ser alta