FOSEG apoia luta dos servidores da Segurança por salários em dia e cobra diálogo por parte do Governo

O Fórum de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (FOSEG-RN) tem acompanhado de perto a situação dos servidores estaduais e apoia as mobilizações dos operadores da Segurança que cobram seus salários em dia.

O FOSEG-RN – entidade que reúne as instituições de segurança pública que atuam no estado – ressalta a necessidade do Governo do Estado abrir diálogo com as categorias e, principalmente, divulgar o calendário de pagamento dos meses de novembro e dezembro, bem como do 13º salário.

A entidade informa que se fará presente na assembleia geral dos policiais e bombeiros militares, na quarta-feira da próxima semana, dia 13 de dezembro, a partir das 14h, no Clube Tiradentes, na qual será colocada em pauta a possibilidade de uma paralisação das categorias.

Além disso, o FOSEG-RN está apoiando os agentes penitenciários do Rio Grande do Norte que, também nesta terça-feira, decidiram entrar em estado de greve a partir do dia 13. A categoria cobra o envio da mensagem do Projeto de Lei que estabelece os níveis da carreira de Agente Penitenciário.

“O FOSEG-RN não só tem acompanhado de perto como tem atuado no sentido de apresentar propostas ao Governo para auxiliar na busca por soluções para os problemas do Estado. No entanto, tem sido difícil encontrar portas abertas para um diálogo. Não por acaso, as categorias têm deliberado por mobilizações e paralisações nos últimos meses. Esperamos que neste mês de dezembro tenhamos um cenário diferente, para que possamos começar 2018 trilhando novos caminhos”, afirma Dalchem Viana, presidente da Associação dos Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte e membro do Fórum.

 

Publicidade

Comentários:

  1. Ruy disse:

    Mire-se nos governos do Ceará,Paraíba e Pernambuco,Desgoverno Incompetente do RN…

    • M. D. R. disse:

      É o único ESTADO, doNORTE /NORDESTE, nesta situação criado por essa crise governo ROBINSON. Agora digo: DINHEIRO TEM, o que está faltando é GESTÃO.

  2. paulo martins disse:

    Um "elefante" lascado economicamente, mergulhado em profunda crise fiscal, administrado por políticos profissionais incompetentes e portadores de alergia congênita a planejamento.
    Saúde pública em permanente estado de calamidade, educação pífia que nem merece maiores comentários, segurança tão insegura que já afugenta até os turistas. Mas quando se anuncia concurso para qualquer área, é imenso o mar de gente louca para sofrer na fila dos com salário atrasado.

    • Lutemberg disse:

      A razão pra isso, você mesmo citou em seu comentário. A economia do RN fragilizada pelos desmandos administrativos dos péssimos gestores e demais autoridades constituídas, então a alternativa que muitos vêem para se empregar é o concurso público.