FOTO: Teto da FAL desaba mais uma vez

O Teto ontem de uma sala de aula da Universidade FAL/Estácio mais uma vez caiu, a sorte foi que a professora e os alunos que estavam na sala começaram a escutar uns estalos e foram deixando seus lugares e se dirigindo para outros lugares da sala.

Em questão de segundos veio abaixo boa parte do forro da sala em cima das cadeiras.

Não custa lembrar que no dia 18 de fevereiro outro teto de outra sala também desabou na faculdade.

Não está na hora do bombeiros fazer um vistoria não?

Segue fotos de Christian Furtado tiradas ontem:

Publicidade

Comentários:

  1. Stephanie disse:

    Isso sem contar que o 9 período, sala onde desabou o teto, está há dois meses sem professor da disciplina de empresarial. Aliás, semana passada que disponibilizaram o professor. Engraçado que apesar de toda repercusão, ninguém toma providência. Sem contar o fato de as aulas já terem começado há mais de 90 dias, no entanto, nós do 9 período só tivemos 20 dias de aula. Enquanto isso pago R$ 970,00 para nao ter a mínima prestação de serviço adequada.
    O pior de tudo é que estamos presos a essa vergonha pelo simples fato de não podermos nos transferir para outra instituição, o que perderiamos no mínimo um semestre,

  2. Fernanda disse:

    Isso é uma VERGONHA para uma faculdade privada, cujas mensalidades são absurdamente caras e não se vê uma contraprestação de qualidade.

  3. Juvenal disse:

    Não foi falta de aviso… No dia 18/02/2013, na oportunidade da outra matéria a respeito da mesma situação, do desabamento do teto de outra sala, alertei sobre as condições que se encontram os forros de gesso da instituição, vejam:
    Juvenal disse:
    18 de fevereiro de 2013 às 22:37

    Sou aluno desta instituição e posso afirmar: ISSO JÁ ERA PREVISTO POR TODOS HÁ MUITO TEMPO. A instituição não oferece as minimas condições para os alunos. Depois da repercussão da matária aqui do blog, resolveram suspender as aulas por 15 dias para reforma. Mas se fosse feita uma vistoria minuciosa pela vigilancia sanitária, aquilo seria interditado. A água que serve os bebedouros vem direto da caixa, que há anos não deve ser lavada (isso quando tem água, pois as vezes passamos dias sem água, tanto para beber quanto parar uso nos banheiros). As telhas de aluminio vivem batendo com a força do vento. O forro de gesso é todo cheio de manchas, rachaduras e buracos. Ar condicionados que devem fazer anos que não são limpos, pois quando adentramos nas salas de aula, o odor de mofo é grande. Enfim, são muitos problemas, e infelizmente, quando a gente começa um curso em uma instituição, fica dificil mudar, pois a burocracia para as mudanças de faculdade é grande. Existe diferenças nas grades curriculares, o que pode terminar atrasando o termino do curso. Então temos que conviver com esses problemas, pois o objetivo principal é a conclusão. MAIS OS PROBLEMAS SÃO MUITOS, E A FISCALIZAÇÃO POR PARTE DAS AUTORIDADES DEVERIA EXISTIR!

    E o pior é que se não forem tomadas medidas drasticas por parte do poder público, isso vai voltar a acontecer, podendo ocorrer algo mais grave. Será isso que o Corpo de Bombeiros, CREA e órgão competentes estão esperando que aconteça? Já temos muitos exemplos no Brasil de algo que já era previsto, mas que só foi tomada as devidas providências após tragédias chocantes. Vide caso da Boate Kiss, em Santa Maria, onde após o ocorrido, foi feita megas operações em boates Brasil a fora para que não mais ocorresse. No caso especifico da FAL, deve-se fiscalizar e interditar não só a sala onde ocorreu o sinistro, mas todas as demais, pois TODAS apresentam rachaduras no teto, e a instituição ESTÁCIO/FAL não está nem ai para os problemas, pois o capitalismo selvagem a qual fazem parte, não os permitem pensar nas vidas que ali necessitam estar todos os dias, e sim em acomodar mais e mais alunos, e continuar as aulas, mesmo sem condições, por que não podem deixar de arrecadar com as mensalidades. Pra se ter ideia, estamos em aula em meio a reformas, o que tambem representa um risco. Alguns podem achar que temos o direito de sair da instituição e procurar outra, no entanto, pra quem já terminou mais da metade do curso, é dificil mudar de instituição, pois as grades são diferentes, e as vezes terminamos nos prejudicando, perdendo até um semestre. Então, se não contarmos com o apoio do poder público em obrigar a instituição a fazer as devidas reformas (BEM FEITAS) e ter o devido zelo pelas vidas que ali se encontram, só nos resta focar num objetivo (QUE É CONCLUIR NOSSO CURSO) correr o risco e rezar para que nada nos aconteça!

    • Juliana disse:

      Concordo com tudo o que foi falado, é um descaso. Pagamos caro na mensalidade, pagamos por tudo que precisamos na instituição, de uma declaração de matricula a uma mudança de matéria, e é assim que nos tratam, como se nada houvesse. . É inadmissível que isso aconteça numa unidade privada e nada seja feito. E cadê as autoridades pra interditar a unidade??? Alguns alnos foram no corpo de bombeiros, denunciou e nada foi feito,só vão tomar atitude qndo algém morrer ou for atingido. ABSURDO.

  4. SERGIO DA SILVA SANTIAGO disse:

    ESSA BARCA É FURADA , NÃO TIREM ESSE COMENTÁRIO , POR FAVOR !!!

  5. nilde disse:

    agora e moda!!!

  6. SERGIO DA SILVA SANTIAGO disse:

    FUÍ ALUNO. ESSES CARAS DO RIO VIERAM PARA NATAL PARA TENTAR DOMINAR O ENSINO SUPERIOR MAS COM SUA IMPOSIÇÃO E ARROGANCIA DE SR. LEANDRO E SR.EDUARDO NÃO CONSEGUIRAM , COMPRARAM AS INSTITUIÇÕES E SE ACHARAM OS DONOS DE NATAL , QUANDO ERA FAL TINHA MANUTENÇÃO EM TUDO , HOJE ESTA AI , A FACULDADE MAIS CARA DE NATAL E NADA.