(FOTOS): Atleta da Seleção de Hóquei é morto com tiro na nuca em SP em tentativa de assalto

(Fotos: Arquivo Pessoal)

O atleta Matheus Garcia Vasconcelos Alves, de 24 anos, foi morto com um tiro na nuca, na noite desta segunda-feira (18), em São Vicente, no litoral de São Paulo. De acordo com informações da polícia, a principal suspeita é que ele tenha sido vítima de um latrocínio, um roubo seguido de morte, por causa de um celular.

Alves chegou a defender a Seleção Brasileira de Hóquei em patins no Campeonato Mundial de 2015, que aconteceu na França. Na ocasião, a Argentina, que possui uma grande tradição na modalidade, sagrou-se campeã da competição. De acordo com informações apuradas pelo G1, o atleta também atuava como modelo.

De acordo com informações da Polícia Militar, Matheus foi abordado na rua Nicolau Guirão Perez, no Centro da Cidade. As informações iniciais apontam que o assaltante queria roubar o aparelho celular do jovem, que não teria entregado em um primeiro momento. Nervoso, o assaltante acabou disparando contra a nuca de Matheus, que foi encontrado no chão com o carregador na mão.

Matheus foi encaminhado para o Hospital Municipal de São Vicente, por volta das 22h, mas já chegou morto ao local. Ele morava em Santos e cursava Publicidade e Propaganda na Universidade Santa Cecília (Unisanta).

Ainda de acordo com informações da Polícia Civil, um suspeito chegou a ser detido durante a madrugada desta terça-feira (19). Após prestar depoimento, porém, o homem acabou sendo liberado. Imagens de câmeras de monitoramento podem ajudar a polícia a entender o que realmente ocorreu. Informações sobre o suspeito podem ser passadas para o 190 ou 181.

G1

Publicidade

Comentários:

  1. Ems disse:

    Tem "ditadura" pior que esta em que vivemos ???

  2. Ricardo Garcia disse:

    Brasil lixo, só bandido tem valor, país lixo, de vermes

  3. Fran disse:

    Que país é esse? É o país dos mais de 60 mil homicídios por ano, e que a imprensa vagabunda se cala perante os fatos, preferindo atacar a polícia, defender o criminoso, combater quem defende a ordem, e por fim, divulgar apenas casos como este para ganhar notoriedade.

  4. Bolsonaro 2018 disse:

    INFELIZMENTE ESSE É O PAÍS DO SILÊNCIO E DA PASSIVIDADE QUANDO O ASSUNTO É O EXTERMÍNIO DE PESSOAS DE BEM. ACORDA E MUDA BRASIL. PRECISAMOS DE PENAS QUE REALMENTE SURTAM O EFEITO DESEJADO, QUE O CRIMINOSO AO PASSAR PELO SISTEMA NUNCA MAIS PENSE EM DELINQUIR E QUE OS DE FORA NUNCA DESEJEM ENTRAR.