Grêmio espionou treinos rivais com drones para ter informações, diz TV

A emissora de televisão ESPN Brasil divulgou nesta segunda-feira reportagem na qual revela um suposto emissário do Grêmio, que utilizou drones e câmeras para captar imagens exclusivas de treinamentos de adversários, durante toda a temporada.

Durante cinco meses, a reportagem acompanhou os passos do homem. Vídeo publicado no site do canal mostra o espião agindo próximo ao CT do Lanús, rival dos gaúchos na final da Libertadores, na periferia de Buenos Aires, enquanto ocorria um treino fechado. Ele foi abordado pela polícia local e teve que prestar esclarecimentos. Ao ser interpelado, o homem negou qualquer contato com o clube tricolor. “Não trabalho, só faço foto”, disse.

Segundo a matéria, “a equipe de Renato Gaúcho teve acesso aos segredos e estratégias de todos os seus rivais: escalações, jogadas ensaiadas, esquemas táticos. Tudo era de conhecimento da comissão técnica e também dos jogadores, que assistiam às imagens feitas pelo espião antes dos confrontos”. O Grêmio estaria bancando todas as despesas das viagens do agente.

Durante entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, o zagueiro Pedro Geromel riu ao ser questionado sobre o uso de drone para espionar adversários. “Nem sabia dessa história. Eu ouvi quando a gente estava vindo e o pessoal falou alguma coisa sobre drone . Que negócio é esse? E agora me perguntam de novo, mas não estou sabendo de nada, não”, afirmou o zagueiro.

Os boatos sobre o espião gremista não eram novos. Em entrevista para aGaúchaZH , o vice-presidente de futebol Odorico Roman negou estar ciente do tema. “Desconheço. Quando há decisões, surgem histórias. Desconheço esse assunto”, afirmou o dirigente. O clube afirmou que, por enquanto, não deve se pronunciar sobre a reportagem.

 

 

TERRA

Publicidade

Comentários: