Publicidade

Em inventário de Marisa, patrimônio de Lula é de R$ 11,7 milhões; veja relação dos bens do casal

(Foto: Ailton de Freitas/Agência O Globo)

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entregaram à Justiça, na semana passada, informações sobre os bens do petista e da ex-primeira-dama Marisa Letícia, que morreu em fevereiro deste ano. As informações fazem parte do inventário de Marisa. O patrimônio declarado do casal soma R$ 11,7 milhões.

Lula lista 20 bens. São imóveis, carros e aplicações financeiras. Os bens mais valiosos são duas aplicações financeiras em previdência privada, que alcançam R$ 9 milhões.

Os advogados afirmam, porém, que não conseguiram acesso a todas as informações de aplicações financeiras. Solicitaram à Justiça, inclusive, extratos e posições consolidadas de contas na Caixa Econômica Federal, no Banco do Brasil na Bolsa de Valores. Os advogados excluíram a conta utilizada por Lula para receber sua aposentadoria.

Os herdeiros de Marisa Letícia são Marcos Cláudio Lula da Silva, Fábio Luís Lula da Silva, Sandro Luís Lula da Silva e Luís Cláudio Lula da Silva.

Leia abaixo a relação dos bens do casal:

1 – Apartamento residencial no Edifício Green Hill, em São Bernardo do Campo
Valor: R$ 602.435,01

2 – Apartamento residencial, número 92, no Edifício Kentucky, em São Bernardo do Campo
Valor: R$ 179.606,73

3 – Apartamento residencial, número 102, no Edifício Kentucky, em São Bernardo do Campo
Valor: R$ 179.606,73

4 – Fração do Sítio Engenho da Serra, em São Bernardo do Campo
Valor: R$ 413.547,57

5 – Direito de aquisição de uma fração do Sítio Engenho da Serra, em São Bernardo do Campo
Valor: R$ 130.000,00

6 – Automóvel Ford Ranger 2013/2013
Valor: R$ 104.732,00

7 – Automóvel Ômega CD 2010/2011
Valor: R$ 57.447,00

8 – Conta-corrente no Bradesco
Valor: R$ 26.091,51 (posição de fevereiro/2017)

9 – Crédito junto à Bancoop referente a sua demissão do quadro de sócios
Valor: R$ 320.999,20 (posição de fevereiro/2017)

10 – 98 mil cotas sociais da LILS Palestras, Eventos e Publicações
Valor: R$ 145.284,91

11 – Poupança na Caixa
Valor: R$ 126.827,43

12 – Poupança no Itaú
Valor: R$ 21.438,70

13 – Poupança no Bradesco
Valor: R$ 2.946,69

14 – Aplicação financeira Invest Plus, no Bradesco
Valor: R$ 16.605,25

15 – Aplicação financeira LCA, no Banco do Brasil
Valor: R$ 98.378,89

16 – Renda Fixa, no Banco do Brasil
Valor: R$ 191.926,45

17 – Renda Fixa, no Banco do Brasil
Valor: R$ 52.709,96

18 – Renda Fixa, no Banco do Brasil
Valor: R$ 39.929,24

19 – Previdência Privada VGBL, no Banco do Brasil
Valor: R$ 7.190.963,75

20 – Previdência Privada VGBL, no Banco do Brasil
Valor: R$ 1.848.331,34

Total: 11.749.806,36

Expresso – Época

 

Comentários (2) enviar comentário
  1. paulo disse:

    BG
    Falta ainda o fundo de pensão que está bloqueado mais uns R$ 11.000.000,00, coitadinho muito pobre.

  2. paulo disse:

    BG
    Ohhhhhhhhhhhh coitadinho era um torneiro mecânico e arranjou todo esse patrimônio. Simplesmente INCRÍVEL. A maioria dos seus antigos colegas de trabalho devem estar recebendo de aposentadoria uma MIXARIA e este individuo MILIONÁRIO.

Publicidade

FOTOS: Ônibus de Paula Fernandes quebra e cantora pede carona no Piauí

Ônibus de Paula Fernandes quebra no Piauí – 15/10/2017 (Paula Fernandes/Instagram)

Após se apresentar em um festival na noite de sábado 14, Paula Fernandes e sua equipe passaram por um contratempo no trecho da BR-343, próximo ao município de Campo Maior, Norte do Piauí. No caminho para o aeroporto, na capital Teresina, o ônibus em que estavam quebrou.

Sem perder o bom humor, a cantora sertaneja brincou com a situação nas redes socais e postou dois vídeos, feitos em seu celular.

No primeiro, sua equipe aparece empurrando o ônibus e ela comenta o ocorrido. “A situação aqui é complicada. A bateria pifou e a equipe inteira está empurrando para ver se pega no tranco”, disse Paula Fernandes.

Na segunda postagem, Paula aparece pedindo carona no acostamento da rodovia. Na legenda a cantora escreveu “O caminhão parou”, se referindo ao veículo que aparece vindo em direção a ela na imagem.

Radar On-Line, Veja

 

 

enviar comentário
Publicidade

Prefeitura de Parnamirim contrata 49 médicos para atuar na ESF

Quarenta e nove médicos foram recebidos na manhã de hoje, 16, durante uma reunião no auditório do Centro Administrativo, pelo prefeito Rosano Taveira e passam a integrar o quadro de profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF). Os profissionais foram contratados em processo seletivo para suprir as necessidades da rede municipal de saúde.

Na ocasião, o prefeito cumprimentou a todos, falou da importância de os profissionais garantirem o bem-estar da população e lembrou que apesar dos poucos recursos, através de melhorias na gestão financeira já foi possível melhorar o salário dos médicos. “Ainda temos muito a realizar e conto com a ajuda de vocês que estão chegando agora à nossa rede de atenção básica . A nossa prioridade é o parnamirinense que necessita dos nossos serviços ”, disse o gestor.

A reunião também contou com a presença do secretário de Saúde, João Albérico, e da coordenadora da ESF, Isabelle Albuquerque.João Albérico falou da importância de todos trabalharem em equipe e dar o melhor atendimento possível à população. “Já estamos concluindo a licitação para ampliar e regularizar o fornecimento de medicamentos e atender melhor a demanda do município”, declarou.

Parnamirim dispõe hoje de 52 equipes da Estratégia Saúde da Família. “Contratamos 49 profissionais e temos mais 3 equipes do programa Mais Médicos. Acreditamos que assim poderemos melhorar o atendimento à demanda que é bastante alta”, disse o secretário de Saúde.

A gestão do prefeito Rosano Taveira tem priorizado a atenção básica que é a porta de entrada do SUS, a capacitação dos profissionais e a contratação de médicos. Esses profissionais são os responsáveis pela promoção de saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais frequentes, além da manutenção da saúde nas comunidades.

enviar comentário
Publicidade

Ladrão deixa bilhete com crítica após furto: ‘Droga de cidade’

(Foto: Arquivo Pessoal/Paulo Saponga)

Um ladrão deixou um bilhete inusitado após furtar o computador do Instituto de Pesquisa e Educação Ambiental Planeta Terra, em Itapeva (SP). No bilhete, ele faz críticas à administração municipal. “Este foi mais um jeito de roubar o povo itapevense. Num local imenso grande dinheiro investido pra depois ficar assim: largado. Que droga de cidade!”

O local é mantido pela ONG Planeta Terra e pela prefeitura. De acordo com um dos responsáveis pela ONG, Paulo Roberto Saponga, o furto foi descoberto no sábado (14), quando um funcionário foi até o local para alimentar um animal e constatou que a porta da sala estava arrombada.

No interior do imóvel, ele verificou que o computador doado pela Câmara Municipal, com vários arquivos da instituição, havia sido furtado. No lugar havia apenas o bilhete com as críticas.

A suspeita é que o crime tenha acontecido no feriado e que o ladrão tenha pulado um alambrado para entrar no local.

Em um tom de indignação, Paulo relatou em sua rede social o furto do computador. “Senhor vagabundo, o local não está abandonado, está fechado nos feriados e fins de semana por falta de funcionários, e isso não lhe dá o direito de pular alambrado, arrombar a porta do quiosque e roubar o único bem de valor do Instituto Planeta Terra, o nosso computador, que tem todos a documentos, ofícios.”

O instituto ocupa uma área de quase 40 mil metros quadrados, onde são realizados eventos e palestras ambientais.

No post, o responsável falou que a ONG desenvolve um trabalho com crianças e jovens “para que não sejam iguais a você”, referindo-se ao ladrão. E destacou a “petulância” do criminoso em deixar o bilhete com “lição de moral”: “Esse é o Brasil e seus brasileiros”.

A ONG espera a doação de outro computador para continuar o trabalho na cidade.

O caso foi registrado na delegacia e será investigado pela polícia. Nenhum suspeito foi preso.

Paulo Saponga, responsável pela ONG, critica bilhete deixado por ladrão (Foto: Reprodução/Facebook)

G1

enviar comentário
Publicidade

Ibope divulga ranking digital, e Flamengo é o clube mais seguido nas redes; América o 29º e ABC o 30º

O Ibope divulgou nesta segunda-feira um ranking digital em que elenca os clubes com mais seguidores nas redes sociais do Brasil. E uma novidade foi apontada: o Flamengo ultrapassou o Corinthians e é o novo líder.

Na soma de seguidores em Facebook, Twitter, Instagram e Youtube, o Rubro-Negro totaliza 19.208.606. O Alvinegro é líder somente no Twitter, com 5.442.408. Vale destacar que o clube paulista foi o primeiro a ultrapassar a marca de 19 milhões de seguidores.

O Flamengo ganhou mais de 2,4 milhões de novos inscritos neste ano. Em janeiro, por exemplo, o Corinthians tinha mais de um milhão de seguidores a mais do que os cariocas.

Globo Esporte

enviar comentário
Publicidade

Temer sancionou lei: Justiça Militar vai julgar crimes de membros das Forças Armadas

Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo

O presidente Michel Temer sancionou um projeto de lei que permite que a Justiça Militar julgue eventuais crimes praticados por militares das Forças Armadas contra civis durante operações de Garantia da Lei e da Ordem – como as ações de combate à criminalidade nas favelas do Rio de Janeiro. Até agora, as suspeitas eram avaliadas pela Justiça comum.

O projeto de lei 44/2016 estabelece o foro militar para casos de homicídios dolosos, quando há intenção de matar, e outros crimes dolosos contra a vida.

A medida vinha sendo defendida há anos por membros das Forças Armadas para dar segurança jurídica a operações militares excepcionais destinadas ao combate à criminalidade. Mas a ideia encontrava resistência de críticos que afirmam que ela seria um privilégio para a classe militar e poderia dar margem a eventuais abusos.

As regras valem para operações de paz e de garantia da lei e da ordem, cumprimento de tarefas estabelecidas pelo presidente ou ministro da Defesa e ações que envolvam a segurança de instituição militar ou de missão militar.

Ainda de acordo com o projeto, de autoria do deputado Espiridião Amin (PP-SC), o militar que praticar qualquer tipo de crime, incluindo os citados acima, fora de uma operação militar, vai continuar sendo julgado pela Justiça comum.

Argumentos contra e a favor

O comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Boas afirmou ao UOL em entrevista no início do mês que a sociedade deveria debater os “efeitos colaterais” de ações militares mais efetivas contra o crime organizado. Ele defendeu que a Justiça Militar seria mais rápida e eficiente para julgar eventuais casos de abusos cometidos durante operações especiais em comparação à Justiça comum.

Ele disse que a falta dessa garantia jurídica poderia inibir a ação de militares no combate ao crime organizado no Rio de Janeiro.

O Ministério da Defesa divulgou nota afirmando que a mudança “vem corrigir um equívoco legislativo” de uma lei anterior. Segundo a pasta, uma lei de 1996, que determinava julgamento civil em tribunal do júri, pretendia alcançar apenas os policiais militares das polícias estaduais. Mas acabou teria acabado atingindo as Forças Armadas por não especificar a quais militares se referia.

Segundo o ministério, a lei anterior usou a expressão “militar”, quando, se quisesse envolver o Exército, Marinha e Aeronáutica, deveria ter usado o termo “Forças Armadas”.

Mas críticos da mudança dizem que ela pode gerar privilégio indevido para os militares. O professor de direito constitucional da Universidade de São Paulo, Rubens Beçak, afirmou ao UOL no início do mês que, embora a proposta não seja inconstitucional e haja jurisprudência de que crimes envolvendo militares sejam julgados em tribunais militares, todos os cidadãos deveriam ser tratados de forma isonômica diante da lei.

“Se alguém é tratado de forma diferenciada, isso gera desconfiança e uma sensação de injustiça”, disse o jurista na ocasião. Segundo ele, em meio ao atual clamor popular por ações das Forças Armadas contra a criminalidade, a Justiça precisa encontrar equilíbrio para julgar sem ser influenciada pelas opiniões da população, mas ao mesmo tempo sem se distanciar muito da realidade das ruas.

Segundo Rafael Custódio, que coordena a área que analisa violência institucional na organização de defesa de direitos humanos Conectas, todos os cidadãos, inclusive os militares, têm que ser julgados de forma igual. Ele disse também que os militares das Forças Armadas não têm treinamento para atuar em funções policiais.

Distorções jurídicas

O Ministério da Defesa afirmou em sua nota que a mudança sancionada pela Presidência corrigiria ao menos duas supostas distorções jurídicas que vigorariam no país:

“Se um militar das Forças Armadas retirasse dolosamente a vida de um civil em operação militar de abate de aeronave, nos termos da Lei nº 9.614/98, seria julgado pela Justiça Militar da União, mas, se retirasse dolosamente a vida de um civil no exercício de qualquer outra operação militar, seria julgado pelo Tribunal do Júri, o que não faz sentido jurídico”, diz o texto.

O outro exemplo seria: “Se um civil retirasse dolosamente a vida de um militar, seria julgado pela Justiça Militar da União, mas, se um militar retirasse dolosamente a vida de um civil no exercício de operação militar, seria julgado pelo Tribunal do Júri”, afirmou o Ministério da Defesa.

A pasta também defendeu que o julgamento em tribunal militar para militares que participam de operações de caráter especial está previsto na Constituição.

Disse ainda que “a aprovação do PL 44/2016 dá mais segurança para a atuação das Forças Armadas, pois proporciona agilidade do julgamento e assegura a compreensão das peculiaridades no exercício da atividade de militares das Forças Armadas, pois proporciona agilidade do julgamento e assegura a compreensão das peculiaridades no exercício da atividade de militares das Forças Armadas, gerando, consequentemente, maior segurança para toda a população brasileira, haja vista que esses profissionais são cada vez mais acionados para atuar, não só em defesa da soberania nacional, mas, como em operações de garantia da lei e da ordem (quando esgotados os meios de segurança pública).”

UOL

 

enviar comentário
Publicidade

UFRN registra abalo sísmico de 3,0 no nordeste na manhã desta segunda

A equipe do Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte detectou na manhã desta segunda-feira (16), por volta das 7h, um tremor no município de Cascavel, Ceará. De acordo com as informações da Defesa Civil, o terremoto também foi sentido no município cearense de Pacajus.

As análises preliminares do LabSis por meio das estações sismográficas de Pau dos Ferros e Riachuelo, cidades do interior do Rio Grande do Norte, indicam que a magnitude do evento foi de 3,0. O técnico do Labsis, Eduardo Menezes, junto com representantes do órgão da Defesa Civil, foi até o local para coletar novos dados.

enviar comentário
Publicidade
Publicidade

Aluna da UFRN recebe prêmio de melhor dissertação da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade

A aluna Moema Hofstaetter do Programa de Pós-Graduação em Estudos Urbanos e Regionais, ligado ao Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), recebeu o prêmio Anppas de melhor dissertação no VIII Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade, realizado no início deste mês.

A ​dissertação premiada, ​Energia Eólica: entre ventos, impactos e vulnerabilidades socioambientais no Rio Grande do Norte​, recebeu orientação da professora Zoraide Souza Pessoa. O Estudo aponta que a necessidade de se desenvolver energias alternativas e renováveis diante da crise ambiental contemporânea não é isenta de impactos sociais e ambientais.

O objetivo do trabalho é demonstrar, a partir da observação da relação entre o discurso de energia limpa e as condições de vulnerabilidade, os impactos socioambientais nas comunidades do entorno dos parques eólicos no estado do Rio Grande do Norte.

Prêmio Anppas

A Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade (Anppas) congrega os programas e instituições brasileiras, que desenvolvam atividades de pesquisa e/ou formação strictu sensu de pessoal especializado em nível de pós-graduação de caráter interdisciplinar, que focalizem a interação Ambiente e Sociedade em suas múltiplas dimensões. A UFRN sediou a VIII Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade de 8 a 11 de outubro.

Com informações da UFRN

Comentário (1) enviar comentário
  1. Raphaela Diniz disse:

    Parabéns Moema, super merecido!

Publicidade

Temer envia carta a parlamentares e fala em “conspiração” para derrubá-lo

O presidente Michel Temer escreveu uma carta a deputados e senadores se defendendo de acusações contra ele. No texto, Temer diz que é vítima de “uma campanha implacável com ataques torpes e mentirosos” e que há uma “conspiração” para derrubá-lo do cargo.

A carta foi enviada por Temer a parlamentares da base aliada e da oposição no momento em que a segunda denúncia da Procuradoria-geral da República (PGR) contra ele está sendo analisada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

Temer inicia a carta, entregue hoje (16), dizendo que a “indignação” é o que o faz se dirigir a eles. “São muitos os que me aconselham a nada dizer a respeito dos episódios que atingiram diretamente a minha honra. Mas para mim é inadmissível. Não posso silenciar. Não devo silenciar”, escreveu.

O presidente diz aos parlamentares que “afirmações falsas, denúncias ineptas alicerçadas em fatos construídos artificialmente sustentaram as inverdades que foram divulgadas” e que “a armação está sendo desmontada”.

Ao longo de quatro páginas, Temer cita os áudios das conversas entre os dirigentes da JBS Joesley Batista e Ricardo Saud e diz que neles fica claro que o objetivo era derrubar o presidente da República. Faz menção também à delação premiada do doleiro Lúcio Funaro, cujos vídeos foram divulgados pela imprensa nos últimos dias. “Agora trazem de volta um delinquente conhecido de várias delações premiadas não cumpridas para mentir, investindo contra o presidente, contra o Congresso Nacional, contra os parlamentares e partidos políticos”, defende na carta.

Temer ainda faz críticas à atuação do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e cita o ex-deputado Eduardo Cunha ao dizer que, em uma entrevista, Cunha relatou que sua delação não foi aceita porque o procurador-geral exigia que ele incriminasse o presidente da República.

“Jamais poderia acreditar que houvesse uma conspiração para me derrubar da Presidência da República. Mas os fatos me convenceram. E são incontestáveis”, diz Temer aos parlamentares.

Temer finaliza o texto citando dados positivos da economia como a redução da inflação, criação de emprego e ações como a aprovação da reforma trabalhista. Ele diz aos parlamentares que a retomada do crescimento no país foi alcançada com o “apoio decisivo” da Câmara e do Senado.

A partir de amanhã (17), os deputados se concentrarão na análise, discussão e votação na CCJ da Câmara da denúncia contra Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco. O parecer sobre a peça foi apresentado na última terça-feira (10) pelo relator, deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que recomendou a rejeição do prosseguimento da denúncia, afirmando que ela se baseia em “delações espúrias, sem credibilidade não havendo justa causa para o prosseguimento da ação penal”.

Agência Brasil

 

Comentários (2) enviar comentário
  1. Mortadela com pão disse:

    Óleo de peroba nesse golpista

  2. Romualdo disse:

    INOCENTE!!!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Publicidade

Chavismo vence eleições para governador em 17 dos 23 Estados disputados na Venezuela

O partido governista ligado ao presidente venezuelano Nicolás Maduro, o PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela), venceu as eleições para governador em 17 dos 23 Estados disputados.

A coalização opositora MUD (Mesa da Unidade Democrática) ganhou em cinco Estados. O CNE (Conselho Nacional Eleitoral) informou que o resultado ainda está indefinido no Estado de Bolívar.

Segundo a presidente do CNE, Tibisay Lucena, a participação dos eleitores foi de 61, 14%. O número é superior ao registrado nas eleições para governador de 2012, que levou 53,94% do eleitorado às urnas.

Antes do anúncio do resultado, a oposição já havia feito acusações de fraudes contra o chavismo. O chefe de campanha do MUD, Gerardo Blyde, disse que todas as rádios do Sistema Nacional de Meios Públicos da Venezuela faziam campanha a favor do governo.

“Existem diferentes mensagens a favor dos candidatos do presidente da República, Nicolás Maduro e do governo; e contra os (candidatos) da Unidade. Isso viola absolutamente a lei. A campanha acabou “, disse Blyde durante uma entrevista coletiva neste domingo (15).

R7

 

 

Comentários (3) enviar comentário
  1. FORA CORRUPTOS disse:

    Engraçado esse povo aqui. Querem saber o que é dos outros. Quem tem que saber sobre os venezuelanos são eles que moram lá. Nós temos é que se importar com o nosso lado. Se lado não tem democracia, não tenho certeza. Já aqui tenho toda certeza que não tem. Só corrupção e manipulação da boa vontade do povo.

    • Netto disse:

      Depois que começarem a se aglomerar famílias de venezuelanos famintos nos cruzamentos de Natal, fazendo malabares, com crianças de colo ou sobrecarregando os nossos precários hospitais, fora envolvidos com furtos e prostituição, como já acontece em Boa Vista, a gente vai ver se a preocupação foi infundada.

  2. Eleitor disse:

    Eleição fraudada… essa e qualquer outra…. Será que o Governo teria coragem em deixar uma comissão internacional participar da fiscalização das eleições venezuelanas?

Publicidade

Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura(FUNPEC) abre processo seletivo; salário de R$2.055,01

A Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura – FUNPEC está com processo seletivo aberto de uma vaga para Técnico em Manutenção de Equipamento de Informática. A atuação será em projeto acadêmico gerenciado pela Fundação. Salário é de R$ 2.055,01. A Carga horária é de 40 horas semanais.

Os candidatos à vaga deverão ter nível médio completo, curso técnico em Tecnologia da Informação de Rede de Computadores ou estar cursando ensino superior na área de TI. Além disso, é preciso ter experiência profissional comprovada de, no mínimo, seis meses em manutenção e suporte de computadores e redes.

As inscrições vão até o dia 20 de outubro e são feitas, gratuitamente, no site da FUNPEC – www.funpec.br. Lá constam o edital de seleção e o formulário de inscrição. O processo seletivo será realizado em três etapas: análise de currículo, prova prática e escrita, além de entrevista técnica. O resultado final será divulgado no site da Fundação.

 

enviar comentário
Publicidade