Publicidade

Advogado diz que morte de motociclista na Prudente foi por "negligência da Semob"

A morte do motociclista Gilvan Alves Galdino, 27, no último sábado (31), ainda está causando revolta. O acidente aconteceu no prolongamento da Avenida Prudente de Morais, em Cidade Satélite. Em um comentário bastante inflamado, o advogado Genason Fonseca diz que os motivos do acidente devem ser apurados e aponta para a negligência da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

O motociclista se deslocava na Avenida Omar O´Grady, no sentido Cidade Satélite – Centro, quando bateu na lateral do ônibus da empresa Cidade do Natal (placas NNR-2739). De acordo com o relato do advogado, que possui fotografias do acidente, há provas de que “praticamente” não ocorreu choque entre a motocicleta e o ônibus. “Não há marcas
de rastro de pneus na pista e não houve nenhum amassado na lateral do ônibus”, apontou.

“O que ocorreu foi que em face de uma negligência dos gestores da Semob, todos os veículos estavam sendo obrigados a realizar um retorno perigoso, inclusive os ônibus, obstruindo a rua por completo (PROLONGAMENTO DA PRUDENTE DE MORAIS), justamente em uma ladeira, em um local de péssima visibilidade”, explicou no comentário.

Ainda de acordo com o advogado, Gilvan escorregou na tentativa de livrar o ônibus. E conclui:  “A responsabilidade merece ser apurada, todavia posso registrar que pelo menos 50 (cinquenta) automóveis passaram pelo local do acidente repetindo um idêntico grito: EU SABIA QUE ISTO IRIA ACONTECER! ESTAVA EVIDENTE!”, finalizou .

Morre um cidadão de bem

De acordo com o Genason, que conhecia o motociclista, Gilvan “além de pessoa de caráter era um trabalhador excelente”. O jovem Trabalhava para a Nivelle Brasil Tecnologias em Construções. Havia sido promovido e iria para Fortaleza ocupar o cargo de supervisor.

O motociclista estava indo para uma reunião de trabalho, na qual Genason estaria presente.

enviar comentário
  1. Terezadavila disse:

    Apoiado! Esse advogado pode perguntar a todos que moram nas proximidades do Prolongamento de Prudente, que não faltarão testemunhas para evidenciar a IRRESPONSABILIDADE da Semob em fazer a intervenção na rotatória, obrigando os veículos (dentre eles 3 linhas de ônibus) a fazer esse retorno perigosíssimo! 

Publicidade

Remoções e exonerações abre crise na Tributação do RN

Um dos escassos setores do Estado do Rio Grande do Norte que está funcionando, a Secretaria de Tributação, também não vive um ambiente de ‘mar de rosas’. A tensão interna promete aumentar nos próximos dias.

“O Fisco está bem entre aspas”, adianta-me uma fonte no ‘olho do tufão’.

“A arrecadação está bem! A Secretaria da Tributação está péssima, sucateada, quase parando”, acrescenta outra fonte interna do Fisco.

A temperatura promete esquentar, sobretudo depois que no final de semana, o secretário da Tributação (Auditor Fiscal de Carreira, José Aírton) promoveu uma verdadeira caça às bruxas hoje. É assim como tem sido visto o lote de mais de 40 remoções de ofício, sem consultar nenhum servidor ou Diretor de Unidade atingido.

Promoveu ainda algumas exonerações de cargos em comissão e na segunda-feira (2) é que esse redemoinho começará a ser melhor interpretado pela ‘tropa’.

Numa análise rápida, mas ainda sujeita ao contraditório e natural debate, a movimentação administrativa teria o intuito de dar um recado claro à categoria. Não aceitará qualquer movimento reivindicatório que contrarie os interesses do Governo Rosalba Ciarlini (DEM).

Acompanhemos as ‘cenas dos próximos capítulos’.

Blog Carlos Santos

enviar comentário
Publicidade

Ex-prefeitos de Jandaíra e Lagoa Salgada são condenados cada um a pagar mais de R$ 500 mil

Exatos R$ R$ 520.846,19. Este é o montante que o ex-prefeito de Jandaíra, Silvano Pinheiro da Câmara, terá que devolver aos cofres públicos, por decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCU). No processo relatado pelo conselheiro Carlos Thompson, foi acolhida a denúncia de irregularidade em recursos do Fundo de Desenvolvimento do Ensino Fundamental (Fundef).

Silvano não está sozinho. Também por irregularidades no Fundef, o ex-prefeito de Lagoa Salgada, Francisco Canindé Freire, terá que devolver R$ 684.522,37.

Ambos os processos serão encaminhados para análise pelo Ministério Público Estadual, para as ações penais cabíveis.

enviar comentário
Publicidade

Amanhã tem pesquisa Sinduscon / Consult para Prefeito de Natal

Amanhã às 09:30 serão divulgados os números da 3º pesquisa Consult / Sinduscon para Prefeito de Natal.

Dessa vez, sem incluir os nomes de Fábio Faria (PSD) e Felipe Maia (DEM), que alegam não serem candidatos. Será que teremos alterações nos números?

O 1º e o 2º lugar na pesquisa já tem dono pelas últimas que foram apresentadas, será Carlos Eduardo e Wilma. Fica a expectativa para saber onde e como vão aparecer Rogério Marinho, Mineiro, Hermano e Micarla.

 

enviar comentário
Publicidade

STF decidiu: Juiz receber auxílio-alimentação não é imoral nem ilegal. Mas engorda

O STF (Supremo Tribunal Federal) arquivou uma ação popular que pedia a suspensão do pagamento do auxílio-alimentação de todos os magistrados brasileiros. O ministro Luiz Fux decidiu indeferir o pedido de liminar da Ação Originária 1725, proposto por um procurador federal.

De acordo com o processo, o benefício tem sido pago com base em ato normativo do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e também em diversas leis estaduais. Assim sendo, o procurador sustentava que o pagamento é indevido pois não está previsto na Loman (Lei Orgânica da Magistratura – Lei Complementar 35, de 1979).

O ministro discordou do argumento do autor, e entendeu que o pagamento de auxílio-alimentação a juízes não representa qualquer imoralidade, ilegalidade ou inconstitucionalidade. Fux afirmou que a jurisprudência da Corte sobre tema, que faz frequente alusão ao texto da Loman em matéria de vantagens asseguradas aos magistrados, tem o objetivo de impedir abusos e distorções no pagamento feito a magistrados.

“Não se vislumbra, em uma visão interdisciplinar e que parta da premissa de que o texto constitucional é o cume axiológico de nosso ordenamento jurídico, qualquer ilícito no pagamento a magistrados de direitos concedidos regularmente à maioria dos trabalhadores brasileiros, servidores públicos ou não”, argumentou o ministro.

Fux equiparou os benefícios concedidos aos trabalhadores comuns às benesses a que a magistratura tem direito. O ministro exemplificou que a Loman não prevê expressamente o direito à licença-maternidade, nem o direito ao adicional de férias. Entretanto, não seria por esse motivo que os juízes brasileiros deixariam de ter o direito.

O relator lembrou ainda que o regime remuneratório da magistratura brasileira tem sido alterado constantemente. Por isso, nem todos os direitos previstos no rol do artigo 65 da Loman são, nos dias de hoje, efetivamente assegurados. A gratificação adicional por tempo de serviço não é paga, de acordo com Fux.

Segundo o relator, tais alterações frequentes “impedem interpretações literais e descontextualizadas da realidade social brasileira”.

Fonte: Última Instância

Do Blog: STF decidiu está decidido. Nem é imoral, nem ilegal. Mas que engorda engorda

enviar comentário
  1. João disse:

    Simplesmente uma MIJADA na cabeça do Procurador Federal lá das Barras do Ceará! Vá procurar uma lavagem de roupa Doutor!

Publicidade
Publicidade

Entre os mais faltosos do Congresso Nacional estão 1 Senador e 1 Deputado do RN

Está no Congresso em Foco:

Veja a lista completa dos 23 deputados e quatro senadores que faltaram a mais de um terço das sessões em 2011, dois são da terra de Poti, o Senador Garibaldi Alves e o Deputado Henrique Alves:

enviar comentário
  1. Marcus Vinicius disse:

    E tome Alves na cabeça! Chapéu de otário é marreta!

  2. Lucia Medeiros disse:

    Isso não é novidade, um pela idade, que não era para estar lá e outro somente sabe fazer politicagem desde que iniciou na vida profissional de politico, vive no toma lá da cá.
    E o pior é sempre se elege, vejam o nivel de esclarecimento de muitos eleitores do  RN.

Publicidade

Demóstenes Torres: Se ficar o bicho pega, se correr o bicho fica

Em privado, o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) discutia na noite passada a hipótese de renunciar ao mandato de senador. Trocou ideias sobre o tema com amigos e com Antonio Carlos de Almeida Castro, o advogado que o defende no processo que apura suas relações com o contraventor Carlinhos Cachoeira.

Com a corda no pescoço, Demóstenes retarda sua decisão por receio de perder a prerrogativa de foro. Renunciando à cadeira no Senado, o inquérito em que arde sua reputação não seria mais julgado pelo STF.

Demóstenes é promotor de Justiça licenciado do Estado de Goiás. Teria de reassumir suas funções. Em tese, como o escândalo envolve crimes federais, o foro passaria a ser o Tribunal Regional Federal –no caso, o TRF da primeira região, sediado em Brasília.

Porém, o STF já decidiu em episódios anteriores que os promotores devem ser julgados pelos tribunais estaduais mesmo quando chamados a responder por delitos federais. Prevalecendo esse entendimento, Demóstenes iria à grelha do Tribunal de Justiça de Goiás.

A eventual renúncia sujeitaria Demóstenes a riscos adicionais. Não são negligenciáveis as chances de que venha a responder a processo disciplinar no Ministério Público goiano. No limite, pode ser expulso da carreira de promotor.

Nesse caso, perderia também o foro do Tribunal de Justiça. Ficaria ao alcance de um juiz de primeiro grau, o mesmo que mandou para a cadeia o “amigo” Cachoeira e o bando dele. Em meio a tantas variáveis, Demóstenes hesita.

Sabe que se tornou uma cassação esperando para acontecer. Não desconhece que terá de se desfiliar do DEM caso não queira ser expulso da legenda. Mas tenta administrar a derrocada política de olho nas consequências jurídicas. Consolidado o terremoto, Demóstenes busca o mal menor.

Na melhor das hipóteses, o caso seria mantido no STF por envolver outros congressistas. Algo parecido com o que ocorre no processo do mensalão. Gente como José Dirceu permanece no banco de réus do Supremo mesmo sem dispor mais de mandato parlamentar. Na pior das hipóteses, Demóstenes seria submetido aos humores do primeiro grau.

Fonte: Josias de Souza

enviar comentário
Publicidade

A partir de hoje Espanhóis só entram no Brasil com passagem de volta marcada e lugar certo para ficar

Começa a vigorar hoje a retaliação do governo ao tratameto dispensado aos turistas brasileiros que viajam à Espanha. Os espanhóis que desembarcarem no País serão submetido a uma série de exigências se quiserem permanecer no Brasil.

Pelas novas regras, os espanhóis que quiserem entrar no Brasil terão de estar com o passaporte válido por, no mínimo, seis meses. Também serão exigidos os comprovantes de passagens de ida e volta, com data marcada.

Se o turista espanhol for se hospedar em residência brasileira, é preciso apresentar uma carta-convite, redigida obrigatoriamente de punho pelo anfitrião. O documento deve conter assinatura do responsável e ser autenticado em cartório.

Para o caso de hospedagem em hotel, o turista deve apresentar documentos atestando ter feito a reserva.

O último item se refere à renda mínima do espanhol que pretende visitar o Brasil. Ele deve comprovar que tem condições financeiras para arcar com até R$ 170 de despesas, por dia, em território brasileiro.

Fonte: Nominuto

enviar comentário
  1. Jlcalbuq disse:

    O BRASIL DE HOJE QUE TEM AQUECIMENTO DE EMPREGOS E INVESTIMENTOS, ESTÁ NUMA CONDIÇÃO PREVILEGIADA, E NADA DEVE AO EXTERIOR, TA NA HORA DE MOSTRAR AOS GRINGOS QUEM SOMOS DE FATO, ÀQUELES QUE IAM PARA O EXTERIOR GASTAR MILHARES DE DOLARES, AO INVÉS E GASTAR DENTRO DO BRASIL.
    DEVEMOS TRATAR IGUALMENTE, OS ESPANHOIS, AMERICANOS, INGLESES, ETC.
    SE LA É TÃO BOM, DEIXEM ELES LÁ, E NÓS AQUI.

Publicidade
Publicidade

Professor de MMA de natal morre em acidente de carro em Lajes

Um acidente ocorrido na tarde de hoje em Lajes tirou a vida do atleta e professor de MMA Bruno Gouvea.

O acidente ocorreu por volta das 16h, na estrada que liga o centro de Lajes ao distrito conhecido como Mulungu. Bruno estava em uma caminhonete de placas MYL-5373, de cor preta. Por motivo ainda desconhecido, a caminhonete capotou na estrada e o professor foi jogado para fora do veículo, morrendo na hora.

Bruno era um conhecido atleta e professor em Natal, bastante admirado pelos colegas de MMA. Ele chegou a treinar grandes praticantes do esporte no Rio Grande do Norte e atualmente dava aulas na academia Pitbull Brothers GT, na avenida Ayrton Senna.

O lutador completou 32 anos neste 1º de abril.

Fonte: Jacson Damasceno

enviar comentário
  1. […] Um acidente ocorrido na tarde de hoje em Lajes tirou a vida do atleta e professor de MMA Bruno Gouvea. O acidente ocorreu por volta das 16h, na estrada que liga o centro de Lajes ao distrito conhecido como Mulungu. Bruno estava em uma caminhonete de placas MYL-5373, de cor preta. Por motivo ainda desconhecido, a caminhonete capotou na estrada e o professor foi jogado para fora do veículo, morrendo na hora. Bruno era um conhecido atleta e professor em Natal, bastante admirado pelos colegas de MMA. Ele chegou a treinar grandes praticantes do esporte no Rio Grande do Norte e atualmente dava aulas na academia Pitbull Brothers GT, na avenida Ayrton Senna. O lutador completou 32 anos neste 1º de abril. Fonte: Jacson Damasceno View original post here: Professor de MMA de natal morre em acidente de carro em Lajes […]

  2. BROTHERWASHINGTON FERNANDES disse:

    è amigo, infelizmente perdemos um guia para a caminhada sabia, conhecia ele moro aqui em lajes, tenho blog, fui tentar tirar a foto dele e os agente do ITEP não deixaram, mas vou tentar pegar com algumas pessoas que chegaram antes, perdemos uma referência na pratica de MMA e artes marciais, meu blog  brotherwhington.blogspot.com, abraços a familia corforto nesta hora

Publicidade

Classificação do 2º Turno do Campeonato Estadual do RN

CLASSIFICAÇÃO 2º Turno P J V E D GP GC SG %
ABC
16
7
5
1
1
10
2
8
76.19%
Baraúnas
14
7
4
2
1
6
4
2
66.67%
América
13
7
4
1
2
12
7
5
61.90%
Assu
12
7
4
0
3
8
7
1
57.14%
Santa Cruz
12
7
3
3
1
7
2
5
57.14%
Alecrim
9
7
3
0
4
9
15
-6
42.86%
Corintians
7
7
1
4
2
8
8
0
33.33%
Palmeira
6
7
1
3
3
6
7
-1
28.57%
Caicó
5
7
1
2
4
5
14
-9
23.81%
10º
Potiguar
2
7
0
2
5
2
7
-5
9.52%
enviar comentário
Publicidade