Publicidade

Rogério convoca forças políticas de Natal para discutir problemas da cidade

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) convocou todas as forças políticas de Natal para discutir as propostas de solução para os mais variados problemas da cidade. Para o parlamentar, “está na hora de parar com a fulanização do processo, precisamos qualificar o debate”.

Rogério Marinho explicou que o projeto Pensar Natal tem como objetivo “traçar uma proposta que esteja em ressonância com o sentimento da população, que possa ser executado de forma adequada e sem exageros”.

Segundo o deputado, a intenção é que essa proposta possa “ser apresentada e discutida pelo cidadão da nossa cidade, e que as outras forças políticas de Natal venham a público para debater conosco e com a sociedade, que mostrem suas ideias para que sejam resolvidos os graves problemas que a cidade tem”.

Em 2011 o Pensar Natal visitou postos de saúde, terminais rodoviários e escolas, entre outros diversos setores da administração pública municipal. Na oportunidade, Rogério Marinho conversou com servidores e com a população, os usuários desse serviço.

“O Pensar Natal é isso, entender o sentimento e a sensação da população da nossa cidade. A segunda etapa do consiste em escutar pessoas que são importantes nos diversos segmentos da cidade para ter uma visão plural”, disse Rogério Marinho nesta terça-feira (7) na 96 FM.

Comentário (1) enviar comentário
  1. beto costa disse:

    chama a policia…….

Publicidade

Democratas não querem mais ser chamados de DEM

O Democratas não quer mais ser chamado de DEM. Com base em uma pesquisa qualitativa apresentada nesta segunda-feira, em seminário da legenda em São Paulo, detectou-se que a diminuição do nome é prejudicial a seu reconhecimento junto à população.

“Nós nunca inventamos esse DEM. Portanto, massifiquem o nome Democratas”, pediu o senador e presidente do partido Agripino Maia (RN). Lideranças da sigla avaliaram que o uso da sigla “DEM” foi forçado pela imprensa.

O DEM, ou Democratas, no entanto, aderiu à ideia que agora rechaça, já que o usa em sites do partido como o demnacamara.com.br, que consta inclusive no folder distribuído no evento.

Fonte: Panorama Político com informações do jornal Valor Econômico

enviar comentário
Publicidade

Policial potiguar que pode ser preso a qualquer momento e ir para o Presídio Federal de Campo Grande

O cabo Jeoás Nascimento, presidente da Associação de Cabos e Soldados (ACS) da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, que também é representante da Associação Nacional (ANS), que pode ser preso a qualquer momento, poderá ser transferido para o Presídio Federal de Campo Grande.

Fontes garantiram ao blog que a ANS estava discutindo a hipótese de exportar o mesmo modelo de protesto e greve para todo o país. Tal medida foi considerada um atentado contra a segurança nacional. Como já havia um mandado de prisão cumprido e ele já se encontrava preso, cabo Jeoás pode estar sendo transferido para o presídio federal a qualquer momento.

Na Bahia vários policiais militares estão acampados com mulheres e filhos dentro do prédio da Assembleia Legislativa protestando por melhores salários. O prédio é o mesmo onde funcionam algumas secretarias de Estado e o Tribunal de Justiça.

A ACS emitiu uma nota no início da tarde de hoje informando que está analisando a prisão e que vai entrar com o pedido de habeas corpus pedindo a soltura do policia militar potiguar.

Confira a nota na íntegra: 

“Natal, 07 de fevereiro de 2012 – A Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN está avaliando o mandado de prisão emitido contra o presidente da entidade, Cabo Jeoás, pela participação na greve da Polícia Militar da Bahia.

O Cabo Jeoás esteve durante quatro dias em Salvador acompanhando os pleitos da categoria baiana e buscando um canal de negociação junto com outras lideranças nacionais. Ele retornou a Natal, no sábado passado, para acompanhar a saúde de sua esposa que está grávida, e se apresentou na unidade onde é lotado, a Companhia de Mãe Luiza, no mesmo dia. Também no sábado, foi ao Quartel do Comando Geral e em nenhum momento foi informado que havia um mandado de prisão contra ele. Ontem, o presidente da ACS passou o dia inteiro na sede da entidade e ficou sabendo do mandado por meio da imprensa. A noite, por volta das 18h, falou por telefone com o Comandante da Policia Militar, Cel. Araújo, para se apresentar e o mesmo disse que não havia necessidade, pois não havia nenhum mandado de prisão no Comando Geral.

Hoje no final da manhã o vice-presidente da ACS, Soldado Roberto Fernandes, estive na Secretaria de Segurança e conseguiu uma cópia do mandado de prisão. Neste momento, a diretoria está reunida com a assessoria jurídica para decidir quais providências serão tomadas e solicitar o habeas corpus do presidente da entidade. 

Os diretores da ACS apoiam totalmente a participação do Cabo Jeoás nas mobilizações nacionais pelos direitos e pela valorização do policial militar em todo o Brasil. O Cabo Jeoás, que também assume a vice-presidência da Associação Nacional dos Praças, já participou de várias negociações salariais em diversos estados do Brasil e recentemente esteve nas mobilizações do Pará e Ceará”. 

enviar comentário
Publicidade

Onda de insegurança continua e loja de Pneus próxima ao Midway é assaltada

A loja DS Pneus, localizada na Bernardo Vieira, vizinha ao IFRN, foi assaltada na manhã desta terça-feira (07).

O crime aconteceu por volta das 11h20.

Os bandidos armados trancaram clientes e funcionários em uma sala nos fundos do estabelecimento e levaram 12 mil reais em dinheiro além de celulares e outros objetos pessoais.

A PM foi acionado logo após o assalto, mas demorou mais de 30 minutos para chegar no local, devido há um conflito de competências.

O 5º Batalhão diz que a região é de responsabilidade do 1º Batalhão.

O 1º Batalhão diz que não, e afirma que a área deve ser coberta pelo 5ºBPM.

enviar comentário
Publicidade

Nova ministra de Dilma defende que aborto é uma questão de saúde pública

A nova ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres, Eleonora Menicucci, afirmou nesta terça-feira (7) que o aborto no Brasil deve ser visto como uma “questão de saúde pública” e que não pode haver uma discussão de cunho ideológico.

Perguntada, porém, se é contra ou a favor da legalização do aborto e se iniciaria um debate dentro do governo federal, ela não deu a opinião pessoal e afirmou que o assunto “diz respeito ao Legislativo” e não ao Executivo.

“Como sanitarista, o aborto é uma questão de saúde pública, não é uma questão ideológica. É de saúde pública como o crack, as drogas, a dengue, HIV e todas as doenças infectocontagiosas”, afirmou.

Professora titular de saúde pública na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), Eleonora foi escolhida para substituir Iriny Lopes no cargo, que sai do governo para disputar a Prefeitura de Vitória (ES). A posse será na próxima sexta (10).

Eleonora ficou presa durante a ditadura militar na mesma cela que a presidente Dilma Rousseff. Ambas eram militantes de esquerda.

Fonte: G1

(mais…)

enviar comentário
Publicidade
Publicidade

PM potiguar tem prisão decretada por participar de greve na Bahia

Foto: Adriano Abreu

Deu na Tribuna do Norte

O presidente da Associação de Cabos e Soldados (ACS) da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, cabo Jeoás Nascimento dos Santos, é um dos policiais que tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça da Bahia, no sábado passado, 4.

A Polícia Militar baiana está em greve desde o dia 31 do mês passado e 11 policiais, apontados como líderes do movimento, tiveram a prisão determinada.

Jeoás estava na Bahia, representando a Associação Nacional de Praças da PM, e por isso foi envolvido.

Ontem o Comando da Polícia Militar no RN cumpriu o mandado de prisão contra o cabo.

Jeoás é o presidente da entidade que representa os cabos e soldados da PM no RN e ocupa ainda o cargo de vice-presidente da Associação Nacional dos Praças (Anaspra).

Logo após a deflagração do movimento grevista, ele desembarcou na Bahia e esteve junto dos líderes locais.

Segundo o governo baiano, Jeoás e mais 10 militares, a maior parte deles membros de entidades representativas da Polícia Militar no Estado, são acusados de formação de quadrilha.

Jeoás voltou da Bahia no sábado passado, justamente quando o Governo anunciou que cumpriria as 11 ordens de prisão.

(mais…)

enviar comentário
Publicidade

Beneficiários do Bolsa Família têm pagamento bloqueado até dia 29 para regularizar cadastro

Os beneficiários do Programa Bolsa Família que não receberam os recursos no mês de janeiro por falta de atualização de cadastro têm até o dia 29 para regularizar a situação e voltar a sacar o dinheiro. Caso contrário, o pagamento será cancelado.

Para desbloquear os recursos, os beneficiários, que tinham até o dia 31 de dezembro para regularizar a situação, devem procurar as prefeituras.

Em todo o país, 729 mil famílias tiveram os recursos suspensos provisoriamente por descumprirem esse prazo.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, os moradores de cidades cujas prefeituras decretaram situação de emergência por causa da chuva não tiveram bloqueio no pagamento.

No Rio Grande do Norte 338 mil famílias dos 167 municípios são beneficiados pelo programa.

(mais…)

enviar comentário
Publicidade

População não confia no Judiciário, diz pesquisa

Duas em cada três pessoas consideram o Judiciário pouco ou nada honesto e sem independência, segundo pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo.

O levantamento ainda mostra que mais da metade da população (55%) questiona a competência desse Poder.

De acordo com o levantamento da Escola de Direito da FGV, coordenado pela professora Luciana Gross Cunha, 89% da população considera o Judiciário moroso.

Além disso, 88% disseram que os custos para acessar o Poder são altos e 70% dos entrevistados acreditam que o Judiciário é difícil ou muito difícil para utilizar.

Desde 2009, quando a pesquisa sobre o Índice de Confiança no Judiciário começou a ser feita, a percepção da população sobre a Justiça só piorou.

No primeiro levantamento, feito no segundo trimestre de 2009, o índice era de 6,5, em uma escala de zero a dez. Na pesquisa mais recente, do quatro trimestre do ano passado, caiu para 5,3 — índice um pouco melhor do que foi registrado no último trimestre de 2010, 4,2.

A coordenadora da pesquisa explicou que a avaliação geral da população “sempre foi ruim” em relação ao Judiciário, mas piorou por conta de problemas ligados a custos e morosidade.

Para Cunha, isso coloca em xeque a credibilidade do Judiciário. “Leva a essa maior descrença”, comenta a professora da FGV. A principal motivação do uso do Judiciário pelos entrevistados está relacionada às questões envolvendo direito do consumidor (cobrança indevida, cartão de crédito, produtos com defeito), aos conflitos derivados das relações trabalhistas (demissão, indenização, pagamento de horas extra), seguida e direito de família (divórcio, pensão, guarda de menores, inventário).

Ao comparar a confiança no Judiciário com outras instituições, a pesquisa mostra esse Poder atrás das Forças Armadas, da Igreja Católica, do Ministério Público, das grandes empresas e da imprensa escrita.

Na sexta colocação, o Judiciário aparece como instituição mais confiável do que a polícia, o governo federal, as emissoras de TV, o Congresso Nacional e os partidos políticos.

A pesquisa da FGV ainda indica que a maior parte dos brasileiros confia na sua família, tendo em vista que 87% deles responderam que confiam ou confiam muito em seus familiares. Em segundo lugar, aparecem os amigos, seguidos pelos colegas de trabalho e, depois, pelos vizinhos. E apenas 19% afirmaram que confiam ou confiam muito nas pessoas em geral.

Folha de São Paulo

enviar comentário
Publicidade

70 militares do RN são convocados para garantir segurança na Bahia

70 soldados potiguares foram convocados pela presidente Dilma Roussef para reforçar a segurança no estado da Bahia, cuja polícia militar está de greve há mais de uma semana.

A solicitação das tropas foi feita pelo Governador da Bahia Jaques Wagner.

Os soldados viajaram por volta das 12h de ontem (6), partindo de Natal em direção à capital baiana.

Os militares potiguares deverão permanecer no estado até o fim da greve.

Segundo o comando do RN, dependendo da situação da segurança da população baiana, novas tropas podem ser enviadas para o local.

enviar comentário
Publicidade

Caminhão da LigZarb é assaltado e saqueado na Região Oeste. Levaram 80 mil em produtos

Um caminhão da distribuidora caicoense LigZarb com uma carga avaliada em R$ 80 mil foi assaltado na tarde de segunda-feira (6), por volta das 14h, na BR 226 entre as cidades de Campo Grande e Triunfo Potiguar na região Oeste do Estado.

De acordo com informações da polícia, quando o caminhão foi parado, o motorista foi obrigado a seguir por uma estrada vicinal até as proximidades do sítio Monte Alegre. Lá dois bandidos seguiram com o carro e dois ficaram com o motorista e o ajudante. Próximo ao município de Almino Afonso, a carga foi saqueada. As vítimas foram resgatadas e os acusados fugiram com destino ignorado.

Os assaltantes eram quatro e estavam em um veículo Gol de cor vermelha, com placas de Salvador/BA. O motorista e o ajudante, vítimas do assalto, foram alimentadas com quentinhas e refrigerantes. Os bandidos não roubaram nada deles.

Depois que os assaltantes fugiram, os dois funcionários da LigZarb seguiram em direção a Janduis andando pela BR, quando perceberam a aproximação de uma viatura do Grupo Tático Operacional – GTO de Assu/RN, que fazia ronda no setor. Eles pediram ajuda e seguiram para cidade, onde foi feita a queixa. Diligências foram realizadas, mas nenhum dos suspeitos foi localizado.

Fonte: Blog de Sidney Silva

enviar comentário
Publicidade

Micarla recomeça e diz "Quero colocar as pessoas certas nos lugares certos"

Três anos após ser empossada prefeita de Natal e a menos de um ano de finalizado o atual mandato, Micarla de Sousa (PV) tenta imprimir uma espécie de “recomeço” à gestão municipal. Ontem, em entrevista durante a visita às obras da Arenas das Dunas, ela afirmou que este é “um novo momento, com excepcionais expectativas”, otimismo esse, segundo ela, oriundo da parceria administrativa com o Governo Dilma. “Com essa nova equipe e com o apoio da União – o que não tive antes – poderei fazer o que não consegui até agora em termos de infraestrutura”, disse ela.

O comentário faz uma clara menção aos novos ocupantes dos cargos de primeiro escalão, após a substancial faxina administrativa que exonerou todo o batalhão  de cargos comissionados da Prefeitura de Natal – muitos deles, como é o caso da Secretaria de Turismo, Procon Municipal e Ouvidoria, ainda sem os devidos titulares. “Esse é o nosso primeiro ano onde teremos uma parceira e os recursos começam a chegar. Precisamos de um exército preparado para esse novo momento”, comemorou. Ela não fez referência ao Governo Rosalba Ciarlini quanto às propensas parcerias. E nem precisava: a recíproca parece verdadeira e a democrata também não acena com aproximação administrativa e tampouco política.

Ao grupo de funcionários comissionados aflitos por não saber se retornarão aos trabalhos, Micarla afirmou ainda que não preocupa neste momento o reordenamento desses cargos de segundo e terceiro escalões porque reconduzirá (ou não) os servidores comissionados “na hora certa”. Esses funcionários são os reais executores das políticas concebidas e elaboradas na chamada linha de frente. “As mudanças [do primeiro escalão] foram concluídas, mas eu confesso que não tenho pressa nessas modificações [de segundo e terceiro escalão]. Não tenho nenhuma pressa. Quero colocar as pessoas certas nos lugares certos”, destacou a prefeita de Natal, que adiantou para hoje as nomeações de alguns cargos descobertos.

As Secretarias, no entanto, continuam com o funcionamento pleno e continuado e segundo Micarla de Sousa parte dos cargos comissionados exonerados continuam trabalhando. A esses servidores não foi dito como e quanto receberão pelo serviço que continuam prestando ao Poder Público, uma vez que não há no momento qualquer vínculo empregatício com a Prefeitura.

Mas Micarla de Sousa se disse focada em resolver todas as questões ainda pendentes, embora admita que já tomou uma decisão política, talvez a principal deste ano de eleitoral. Ela já comunicou aos familiares se é ou não candidata à reeleição, no entanto, para o grande público somente se pronunciará em maio. O silêncio, enfatizou ela, é motivado por uma só questão: a administração da capital. “Eu passei três anos da minha gestão sem ter ajuda de ninguém. Esse é o primeiro ano que contarei com esse apoio desejado”. Apesar do alto índice de desaprovação da população e de rejeição ao seu nome que revelaram as mais recentes pesquisas ela acredita que ainda é tempo de um recomeço. “Nenhum outro Governo investiu tanto em saúde, educação e funcionalismo como eu”, arrematou. Sobre o vazio das parcerias políticas, ela ressaltou que tem um “grande companheiro chamado, Paulinho Freire” e conta com o apoio da base de sustentação na Câmara Municipal de Natal.

Fonte: Tribuna do Norte

enviar comentário
Publicidade