Imagens mostram desespero de avô para evitar que ladrão leve carro com neta de 3 anos dentro em SP

Avô de criança foi jogado no chão pelo criminoso (Foto: Reprodução/G1)

Imagens de uma câmera de monitoramento registraram um assalto contra uma família em Santos, no litoral de São Paulo. Por pouco o criminoso não leva um carro com uma criança de 3 anos de idade dentro. O suspeito foi preso horas depois na cidade vizinha, São Vicente, com outros dois comparsas.

O crime ocorreu na Rua Nabuco de Araújo, no bairro Aparecida, na quinta-feira (10). O vídeo, porém, foi divulgado apenas dias depois. Após colocar a criança na cadeirinha, no banco de trás do carro da família, a mãe entra no veículo e é surpreendida por um homem armado.

Nas imagens, é possível ver o suspeito se aproximando e a abordando, exigindo o carro. A mãe o avisa que a filha está no banco de trás, mas ele segue para a direção. O avô da criança reage e é derrubado, enquanto a filha finalmente consegue pegar a menina. Na sequência, o criminoso vai embora com o automóvel.

Perseguição

O suspeito foi preso com dois comparsas no bairro Catiapoã, em São Vicente, após perseguição da Polícia Militar. Durante a ação, os criminosos perderam o controle da direção e bateram contra um poste.

Também durante a perseguição, uma das viaturas da PM caiu dentro de um canal. Por conta do acidente, um policial ficou ferido e foi encaminhado ao Hospital Municipal de São Vicente. Ele sofreu uma fratura na fíbula.

O carro roubado foi recuperado e os criminosos presos. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de São Vicente, onde foi efetuado um boletim de ocorrência.

Veja VÍDEO AQUI
G1
Publicidade

Comentários:

  1. Joca disse:

    Calma que na audiência de custódia algum JUIZ irá soltar esse FDP

  2. Vinincius Rodrigues disse:

    No ambiente de violência sem precedentes q vivemos hj, o povo para pra conversar asneira da porta de casa como se nada estivesse acontecendo… mulher passar 15min pra conseguir entrar em um carro, minutos conversando bosta nas calçadas, é só esse tempo q o bandido quer pra exercer sua profissão!

    • Bruno disse:

      SER bandido não é profissão, e qualquer cidadão deveria poder "viver" livremente em sua cidade sem se preocupar com bandidos… hj nós é que estamos presos

  3. José Luiz cortez disse:

    O que nos temos com os problemas dos outros o nosso é que temos de nos se preocupa, vivemos o nosso dia em Natal e nosso estado falido de segurança e outros