Lava Jato usará pagamento da JBS à irmã de operador como elemento de denúncia contra Temer

Lúcio Bolonha Funaro, operador do mercado financeiro ligado a Eduardo Cunha (Foto:   Lula Marques/Folhapress)

A ação controlada da Polícia Federal que flagrou Ricardo Saud, executivo do J&F, entregando R$ 400 mil a Roberta Funaro, irmã do operador Lúcio Funaro, é um dos elementos que a PGR pretende incluir na denúncia contra Michel Temer por obstrução da Justiça. Para os investigadores, o repasse do dinheiro teve o aval de Temer e tinha o objetivo de comprar o silêncio de Funaro.

 

ÉPOCA

Publicidade

Comentários:

  1. Blue disse:

    Mete flexão pra cima do vampiro, Janot.