Militares Estaduais realizam Assembleia dia 13 com possibilidade de paralisação

Os praças policiais e bombeiros militares do RN decidiram dar continuidade à Assembleia Geral Unificada – realizada hoje -, no dia 13 de dezembro, às 14h, no Clube Tiradentes. Há possibilidade da deliberação de indicativo de paralisação nesta nova reunião, caso até esta data o Governo do Estado não tenha realizado o pagamento dos salários de novembro, nem tenha alguma garantia para este fim, informa o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN).

De acordo com o presidente, até o momento, o governador não se pronunciou sobre os pagamentos das folhas de novembro, dezembro e 13º salário, a despeito das associações terem solicitado, por meio de ofício, reunião com o Executivo. “Solicitamos ao Governo um calendário de pagamento, mas isso não foi realizado. Neste cenário, para termos os salários em dia é necessário uma luta mensal. Não é o nosso desejo, mas se for preciso tomaremos medidas mais enérgicas”, afirma o Marques, se referindo a uma possível paralisação.

Publicidade

Comentários:

  1. Teixeira disse:

    Os policiais estão certos, mas não são só os policiais, mas também a Saúde e outros orgãos mais, é preciso uma decisão firme para essa situação de pendanga da finanças do Estado, será que não há dinheiro para pagar quem trabalha, que o governo não brinque com isso, pois coisas piores podem acontecerem por aqui!

  2. WandeC disse:

    Apoio total aos militares.
    A grande questão é a seguinte: por que será que não houve ainda uma intervenção federal diante do caos instalado em quase todas as áreas?

  3. Gestor disse:

    Plano de cargos com aumentos bem acima da inflação, manda para assembléia que passa e eu aprovo, vou perder a eleição mesmo, quem assumir que se tore. Subsídio p PM, com aumento disfarçado, manda também, aumento p auditor que já ganhava mais de 20 mil, manda pra lá também. Uern, detran, Emater, Der , PC, querem querem aumento? Manda um plano de cargos que eu pago… Só esqueceram de procurar saber de onde viria o dinheiro para pagar a farra. Deu no que deu.

  4. Elion disse:

    Prezado helio mota. A proteção a sociedade deve obrigatoriamente ser vista como um todo. Apenas para esclarecimento, um policial que chega ferido em um hospital ele é atendido por um servidor da saude que está a meses sem receber salários. Como fica a proteçao de vocês sem esses servidores???? Que tal fazermos uma campanha para que ninguem da saúde atenda policiais feridos???? seria desumano assim como é desumanos TODOS os servidores ficarem sem seus salarios.

  5. Marcos Paiva disse:

    Mais uma vez, o Estado vai atender os PMs.
    Afinal, alguém tem que receber os salários em dia para poder descer o cacete nos demais que estão com os salários atrasados. Viva a Democracia!

  6. Elion disse:

    Poe sugestão, os nobres militares deveriam incluir em suas pautas a regularizaçao dos salarios de todas as categorias de servidores estaduais. Demonstrem respeito aos demais funcionarios. Nao sejam egoistas. Provem que servem a sociedade norteriograndense com respeito que ela merece, principalmente os servidores estaduais que nao têm o poder de pressionar o governo.

    • Helio Mota disse:

      Engraçado que agora PM além de proteger a sociedade com a vida tem que proteger o salário dos demais servidores com sua greve.
      Só aqui mesmo…

  7. Lorena Galvão disse:

    Absurdo, estamos todos sem salarios

  8. Jose disse:

    Os tempos mudaram…

  9. Potiguara disse:

    Os demais servidores podem baixar o pau neles, spray de pimenta também e arrastá-los pelos cabelos?

  10. M. D. R. disse:

    Tem que haver uma greve GERAL, policiais cíveis, militares e funcionários públicos. Isto só está acontecendo no RN, outros ESTADOS, os Governadores já pagou 50% do décimo e salários em dia. Não é atoar, que é TCE, reprovou as contas do GOVERNO ROBINSON. Esperamos que ASSEMBLEIA, compre seu papel de legislar para o povo do RN.

  11. Cícero disse:

    Todos servidores públicos tem toda razão em reivindicar seus salários, afinal é um bem sagrado fruto do suor de cada um. Agora é preciso formar uma comissão especial, formado por todos os lideres de cada categoria, juntos com deputados estaduais, federais, senadores MPF, governador, todos os envolvidos e irem a Brasília pressionar o ministro da Fazenda pra liberar imediatamente recursos para colocar todo mundo em dias, do contrário fica muito difícil, o RN não tem dinheiro pra pagar. Nem esse atual governador, nem nenhum outro, há não ser que demita servidores, o que só ia piorar. Vamos lá gente! A hora é agora, ja que esses políticos estão precisando de votos.

    • Paulo disse:

      O dinheiro é lá, aqui a fonte secou, não tem como pagar, a não ser que o governador fabrique dinheiro e não é assim. Brasília urgente.