MPRN abre seleção para cargo de assessor jurídico ministerial

Currículos podem ser enviados por e-mail a partir de segunda-feira (15); interessados devem ter formação de nível superior em Direito

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) abre na próxima segunda-feira (15) processo seletivo para uma vaga no cargo de assessor jurídico ministerial, de provimento em comissão, para atuar no município de Assu. Os candidatos devem enviar os currículos até quinta-feira (18) para o e-mail [email protected] A seleção contará com as etapas de análise de currículos, prova subjetiva, entrevistas técnicas e comportamentais e submissão dos candidatos pré-selecionados ao promotor de Justiça demandante e ao procurador-geral de Justiça.

Os interessados devem ter formação de nível superior em Direito e disponibilidade para cumprir carga horária de 40 horas semanais. A remuneração é de R$ 5.068,84, acrescida de auxílio alimentação no valor de R$ 1.400 e auxílio saúde.

Após a triagem e análise de currículos recebidos, os candidatos que atenderem o perfil definido serão selecionados para participação nas etapas definidas que serão conduzidas pela Gerência de Desenvolvimento Humano, em parceria com a Promotoria de Justiça de Assu, de caráter eliminatório, prevista para ocorrer entre os dias 23 e 25 de janeiro de 2018.

O candidato selecionado terá cinco dias úteis, a contar da data da publicação no Diário Oficial do Estado, para providenciar os documentos necessários para a posse e se apresentar à Diretoria de Gestão de Pessoas. A relação dos documentos e exames está disponível no site www.mprn.mp.br, na seção concurso/cargo comissionado: Assessor Jurídico Ministerial.

Publicidade

Comentários:

  1. Gustavo Ferreira disse:

    Concurso pra Inglês Ver.
    Concurso pra Cargo Comissionado?
    Fazer concurso pra cargo comissionado é só uma cortina de fumaça pra fingir impessoalidade onde já existe provavelmente um apadrinhado pra assumir a vaga. Depois, quando quiserem tirar o "concursado", o fazem sem nenhum pudor ou constrangimento, apenas pedindo-o que peça pra sair, senão sua vida se transformará num inferno que muitos servidores já conhecem como funciona.
    Todos se lembram do ótimo servidor que de repente saiu atirando em todo mundo, ou não?

    • Joao disse:

      se fosse assim eles não fariam seleção, era só colocar e pronto, vc nem iria saber, mas entendo, qd tem algo sério é difícil acreditar

  2. Gilso disse:

    Pronto esse seria o salário q o RN poderia pagar para um Promotor.