Publicidade

Novo pedido de liberdade a Elize Matsunaga é negado

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou, na quinta-feira, o pedido de habeas corpus a Elize Matsunaga, de 30 anos, acusada de assassinar seu marido, o empresário Marcos Matsunaga, de 41 anos, em maio. A decisão do relator do recurso, Francisco Menin, da 7ª Câmara de Direito Criminal foi aceito de forma unânime. e diz que a liberdade da ré é “temerária”.

A Justiça já negou uma liminar com o segundo pedido de liberdade a Elize em 22 de junho deste ano. O primeiro pedido de habeas corpus feito pela defesa de Elize foi negado no dia 12 de junho. Entre 19 e 20 de maio, ela matou e esquartejou Marcos no apartamento onde os dois moravam, na zona oeste de São Paulo. A acusada confessou ter matado e esquartejado o marido, diretor executivo da Yoki.

Câmeras de segurança instaladas dentro dos elevadores do prédio flagraram Eliza saindo do apartamento com três malas. Segundo depoimento da própria acusada, as malas foram abandonadas na Rodovia SP-127. Dentro delas estavam as partes do corpo do marido. Para o delegado Jorge Carrasco, diretor do DHPP, Elize fez tudo sozinha.

A assassina confessa está detida no Presídio Feminino do Tremembé desde o dia 20 de junho. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Cotia confirmou que o empresário foi decapitado ainda com vida pela mulher. O documento atesta que o executivo foi morto por tiro associado a “asfixia respiratória por sangue aspirado devido à decapitação”. Ela é acusada de homicídio doloso triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

GHEISA LESSA – Agência Estado
enviar comentário
Publicidade

Depois de marcar três gols, Pingo ganha moral e pode ser titular

A equipe do América ainda não está definida para o jogo contra o América-MG, que acontece nesta sexta-feira, em Minas Gerais. O desfalque para o jogo fica por conta do volante Márcio Passos, que foi expulso no último jogo contra o Criciúma.

O lateral-direito Norberto segue com dores musculares e ainda não foi confirmado na equipe titular. Para o lugar de Márcio Passos a opção deve ser o volante Michel. Na direita, o treinador pode optar pela improvisação de Fabinho ou optar por um esquema com três zagueiros.

O fato é que Pingo está ganhando moral na equipe rubra. Depois de marcar três gols contra o Criciúma, o jogador deve aparecer entre os titulares para o jogo contra os mineiros. O jogador pode formar o ataque titular, ou até mesmo atuar improvisado no setor de direita.

A definição da equipe principal só deve ocorrer minutos antes de a bola rolar.

Confira os relacionados para o jogo:

Goleiros: Thiago Schmidt e Wendell
Laterais: Norberto e Wanderson
Zagueiros: Edson Rocha, Cléber, Zé Antônio e Rodrigão
Volantes: Fabinho, Ricardo Baiano, Alan Bahia, Nata e Michel
Meias: Netinho
Atacantes: Isac, Max, Lúcio, Soares e Pingo

enviar comentário
Publicidade

Projeto de lei prevê que 13º salário seja isento de imposto de renda

 

Uma boa notícia para os trabalhadores brasileiros: o 13º salário poderá ficar isento do imposto de renda. O Projeto de Lei nº 266/2012, do deputado Lobão Filho (PMDB-MA), aguarda designação do relator na Comissão de Assuntos Sociais para ser analisado no Congresso Nacional.

Segundo o senador, a incidência do imposto é feita na fonte com aplicação das mesmas alíquotas da tabela progressiva. Assim, a legislação não permite que essa parcela da renda do trabalhador receba os mesmos abatimentos e deduções, o que torna a alíquota efetiva mais alta que a do conjunto dos rendimentos Além disso, o deputado acredita que o dinheiro terá uma consequência positiva na economia.

— O efeito econômico gerado pela alta de vendas graças ao dinheiro do 13º se propaga para toda a cadeia produtiva – disse à Agência Senado.

enviar comentário
Publicidade

Corinthians quer fazer cemitério para seus torcedores

Corinthians pretende criar um cemitério exclusivo, ou pelo menos uma parte de uma grande área já existente, para os torcedores do time. A informação é do vice-presidente do clube, Luis Paulo Rosenberg. Para o dirigente, seria uma forma de o clube prestar uma homenagem e reforçar a ideia de “amor eterno” dos corintianos.

Cúpula corintiana quer prestar homenagem à devoção do torcedor pelo clube - José Patrício/AE

O local do cemitério ainda não foi definido, tudo não passa de uma ideia ainda, mas os dirigentes estudam como alvo o ABC paulista. “A ideia é muito embrionária ainda. São varias proposta que o Corinthians esta analisando”, diz Rosenberg.

Segundo o dirigente, o projeto garante que o corintiano falecido não terá no mesmo espaço a companhia de torcedores rivais. “O plano seria reservar um espaço em um grande cemitério e lá colocar bandeira, capela e mostra que aquela área só tem corintianos enterrados.”

“A única certeza que todos nós temos é que morreremos. E no cemitério para corintianos, depois da vida, ele saberá que não ficará ao lado de um torcedor chato”, completa.

Fonte: Estado de São Paulo

enviar comentário
Publicidade

Ibama dá o "sim" a novos empreendimentos na Via Costeira, mas com ressalva

Com o tempo, tudo se ajeita. E na polêmica em torno da Via Costeira está sendo assim. O superintendente do Ibama local, Alvamar Queiroz , já não mantém aquela mesma postura rígida em relação ao veto de novos empreendimentos na área. Ao Novo Jornal, em matéria veiculada hoje, ele afirmou que é sim possível ocupar a Via Costeira de maneira sustentável mesmo com a construção dos hoteis, desde que os quatro pilares do desenvolvimento sustentável fossem respeitados: o capital humano, social, ambiental e natural. “São quatro pilares que precisam estar em consonância para existir o desenvolvimento sustentável”, declarou

O tão esperado “sim” de Alvamar foi dado durante um encontro realizado ontem com empresário da Via Costeira e o arquiteto Orlando Bussarelo, um dos projetistas da concepção inicial da Via Costeira elaborada em 1978.  Agora, um dos objetivos é, pensar em um novo projeto de adequação da Via, solucionando problemas de infraestrutura que não foram devidamente realizados pela gestão estadual há 34 anos.

O projeto inicial previa um anel viário que jamais foi construído, além de uma ciclovia, acessos à praia, mirantes para convivência, urbanização de Mãe Luiza, arborização ao longo da pista e arborização em áreas de dunas para conter a erosão.

O importante é que o diálogo está estabelecido. “Não dá mais para ficar nesse impasse por tanto tempo”, ressaltou Alvamar. Elali também se mostrou favorável à discussão. “Não dá para ficar mandando recado pelo jornal. O que a gente precisa é conversar e chegar a um entendimento”, disse.

Este impasse sobre a Via Costeira, que tem seis empreendimentos embargados pelo Ibama, tramita também no Ministério do Meio Ambiente, de onde partir definições muito em breve.

Erro ecológico

Mas em uma coisa, Alvamar não voltou atrás. Ele continua afirmando que a Via Costeira foi um erro ecológico. “Acho que foi um erro e continua sendo porque fizeram um paredão de concreto ali. Continuo achando que da forma como foi feito, foi um erro. Que viés ambiental foi seguido na época? As normas foram cumpridas? É isso que precisamos saber”, destacou na entrevista ao Novo Jornal.

enviar comentário
  1. Natalense disse:

    Tomamos no __  mais uma vez…

Publicidade

Google ativa atualização inteligente de aplicativos

 

Reprodução
Tela do Google Play, loja virtual do Google

A função, que foi anunciada em junho durante o evento Google I/O, reduz o tempo de download, já que em vez de baixar o programa completo a cada nova função lançada os usuários poderão baixar apenas os trechos do app que sofreram modificações.

O Android Police fez um vídeo para demonstar a função com o Instagram. O aplicativo da rede social de fotografia ganhou a versão 3.0 nesta quinta-feira (16 –usuários do serviço agora podem criar um mapa geolocalizado com fotos. Em vez de baixar o aplicativo inteiro, com 13 Mbytes, foi necessário apenas baixar 3 Mbytes.

O Google ativou a atualização inteligente de aplicativos, segundo o blog Android Police.

Fonte: Folha

enviar comentário
Publicidade

ABC com apenas uma dúvida para enfrentar o Boa Esporte

A equipe do ABC está praticamente definida para o compromisso do próximo sábado, contra o Boa Esporte. O técnico Ademir Fonseca está com apenas uma dúvida para confirmar o time que entra em campo contra os mineiros.

Adriano Pardal e Guto estão suspensos por três cartões amarelos, enquanto Leandro Cardoso foi expulso no jogo contra o América Mineiro e também não vai para o confronto. Serginho, Bombinha e Flávio Boaventura devem ser os escolhidos para a posição.

A única dúvida para o jogo é o lateral-esquerdo Renatinho Potiguar, que acabou sofrendo uma pancada no tornozelo na partida diante do América/MG e segue em tratamento intensivo. Caso não tenha condições, Airton deve ser o substituto natural.

Com isso, o ABC deve entrar em campo com Andrey, Pedro Silva, Flávio Boaventura, Vinicius e Airton; Bileu, Serginho, Jerson e Raul; Elionar Bombinha e Ederson.

enviar comentário
Publicidade

Prefeitura do Natal divulgará salários com nomes dos servidores

Ao contrário do que fizeram as casas legislativas, o Executivo confirmou que fará a divulgação dos salários e dos nomes dos servidores. A informação está no o decreto que regulamenta a publicação dos salários dos servidores públicos municipais, publicado no Diário Oficial do Município de hoje.

No decreto 9.771, ficou definido que os salários dos servidores será divulgado junto ao nome, matrícula e cargo ou função, sejam de servidores ativos, inativos ou dos pensionistas. Nos dados, estarão discriminados os valores brutos recebidos, com todas as parcelas remuneratórias e indenizatórias, auxílios, ajudas de custo, jetons, além de outras vantagens pecuniárias.

Confira os detalhes do decreto:

enviar comentário
Publicidade

Pílula anticoncepcional masculina está perto da realidade, dizem cientistas

A versão masculina da pílula anticoncepcional nunca esteve tão perto da realidade, afirma uma pesquisa que acaba de ser publicada numa das principais revistas científicas do mundo, a “Cell”.

Por enquanto, a substância, conhecida pelo codinome JQ1, só foi testada em camundongos e ratos, mas isso não impediu os autores do estudo de usar uma linguagem confiante que não é muito comum em artigos científicos.

“Acreditamos que nossas descobertas poderão ser adaptadas completamente para seres humanos, criando uma estratégia inovadora e eficaz de anticoncepcional masculino”, escrevem eles.

A bravata faz sentido? Cientistas não envolvidos no estudo dizem que sim. Em primeiro lugar, o método demonstrado por Martin Matzuk, da Faculdade Baylor de Medicina, no Texas, e James Bradner, da Universidade Harvard, é reversível.

Bastou que os bichos usados no estudo parassem de levar injeções da JQ1 para que se tornassem totalmente férteis, gerando filhotes que, pelo que se sabe, são normais.

A substância também não mexe com os hormônios sexuais, como a testosterona. Por isso, o interesse sexual, bem como a capacidade de cortejar fêmeas e copular com elas, ficou intacta nos roedores usados como cobaias.

EMPACOTADO

O alvo da nova droga é uma proteína aparentemente crucial para “desempacotar” o DNA das células que estão virando espermatozoides.

Esse processo complexo, com uma série de passos específicos (veja quadro à dir.), transforma células normais nas criaturas extremamente especializadas que nadam rumo ao óvulo para fecundá-lo.

Em essência, o que a JQ1 faz é travar o desempacotamento, impedindo que os genes certos sejam ativados para essa metamorfose.

O resultado foi uma redução dramática do número de espermatozoides dos bichos: após seis semanas recebendo injeções duas vezes ao dia, só 11% da quantidade normal das células estava presente.

E mesmo os espermatozoides sobreviventes do massacre não “sabiam” nadar -só 5% deles se movimentavam normalmente.

Matzuk disse à Folha que ainda há detalhes a melhorar. “Vamos tentar modificar a nossa molécula para que ela tenha ação mais específica. E também vamos pensar em como aplicar a substância em pacientes humanos.”

Segundo ele, o método final poderia ser uma pílula ou injeções que permitam a liberação lenta e gradual da substância no organismo.

Ele minimiza o único efeito colateral da droga nos roedores: a diminuição do tamanho dos testículos, que vai de 15% a 50% nos bichos.

“Isso já é algo normalmente variável nos homens. O importante é que não há efeitos no pênis ou no desejo sexual”, afirma Matzuk.

Resta saber se os homens seriam tão assíduos quanto as mulheres ao se proteger.

A empresária Aline Lopes, 31, de São Paulo, usou anticoncepcionais por dez anos e agora deu uma pausa, por causa dos efeitos colaterais. Mesmo assim, prefere não delegar a tarefa a um homem.

“A mulher tem mais disciplina para tomar remédios. Só confiaria se fosse um homem muito caxias, certinho, mas isso é difícil de achar. Prefiro eu mesma tomar.”

Para Aline, só depois de muito tempo de relacionamento seria possível entregar a responsabilidade da contracepção a um companheiro. “Não seria algo imediato.”

Editoria de arte/folhapress
enviar comentário
Publicidade

TRE/RN julga 7 recursos contra registros de candidatura

Em sessão ordinária realizada na tarde desta quinta-feira (16), o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) deu continuidade ao julgamento de processos referentes a registro de candidatura. O TRE-RN tem até o dia 23 de agosto para avaliar todos os recursos eleitorais interpostos contra o deferimento ou indeferimento de registros pelos juízes eleitorais.

Na sessão desta tarde, o Pleno julgou processos de candidatos ao cargo de vereador dos municípios de Natal, Mossoró, Jardim do Seridó, Lagoa Nova, Pau dos Ferros, Tibau. No julgamento do recurso procedente de Natal, foi mantido o indeferimento do registro de candidatura de Lúcia da Silva Costa, por ausência de quitação eleitoral.

Provenientes de Pau dos Ferros, foram julgados dois recursos interpostos por coligações adversárias contra candidatos do município que tiveram os registros de candidatura deferidos pela 40ª Zona Eleitoral. O TRE-RN, em consonância com o parecer do Ministério Público Eleitoral, negou provimento aos recursos, mantendo o deferimento do registro de José Gilson Rêgo Gonçalves e Luiz Fabrício do Rêgo Torquato.

O registro do candidato José Rodrigues da Costa, de Mossoró, permaneceu indeferido, após a Corte ter conhecido do recurso e negado-lhe provimento.

Enfim, foram deferidos os registros dos candidatos Joaci Costa de Araújo, de Jardim do Seridó, e João Maria Alves de Assunção, de Lagoa Nova, em decisões que negaram provimento a recursos interpostos por órgãos partidários dos respectivos municípios.

Fonte: TRE

enviar comentário
Publicidade

Gastos com desastres crescem 15 vezes em 6 anos

Nos últimos 30 anos, o aumento da ocorrência de desastres naturais no mundo foi responsável por perdas que saltaram de poucos bilhões de dólares em 1980 para mais de US$ 200 bilhões em 2010. No Brasil, em somente seis anos (2004-2010), os gastos das três esferas governamentais com a reconstrução de estruturas afetadas nesses eventos evoluíram de US$ 65 milhões para mais de US$ 1 bilhão – um aumento de mais de 15 vezes.

Os dados foram citados ontem durante evento de divulgação do Relatório Especial sobre Gestão de Riscos de Extremos Climáticos e Desastres (SREX), do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC). A elaboração do documento foi motivada justamente por conta dessa elevação já observada de desastres e perdas. O alerta, porém, é para o futuro – a expectativa é de que essas situações ocorram com frequência cada vez maior em consequência do aquecimento global.

 Alguns dos autores do relatório estiverem presentes ontem em São Paulo, em evento promovido pela Fapesp e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), para divulgar para a comunidade científica e tomadores de decisão os resultados específicos de América Latina e Caribe. A principal conclusão é que para evitar os desastres naturais, os cuidados vão muito além de lidar com o clima. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

 

 

enviar comentário
Publicidade

Justiça determina inclusão de candidatos em curso de formação da PM

O juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública, Geraldo Antônio da Mota, condenou o Estado Rio Grande do Norte, através do Comando da Polícia Militar, a promover a inclusão cinco candidatos aprovados no concurso na segunda turma do Curso de Formação de Oficiais. Foi fixado um prazo de 30 dias, para o efetivo cumprimento, após trânsito em julgado da decisão e indenização de R$ 50 mil reais, para cada autor, a ser paga pelo Estado, substitutiva da obrigação de fazer, caso não seja cumprida a decisão.

De acordo com os autos do processo, os candidatos aprovados no concurso para Formação de Oficiais da Polícia Militar do RN que se destinava ao provimento de 40 vagas, sendo 34 para homens e seis para mulheres, seguindo a proporção de 85% para homens e 15% para mulheres. Os autores da ação informaram que foi aberta uma nova turma de Curso de Formação de Oficiais, obedecendo a mesma proporção, porém, ocorreu a desistência de três candidatos, bem como, outros três não se matricularam efetivamente no curso.

Entretanto, foi convocada exclusivamente uma candidata do sexo feminino, com desfalque de seis homens, desrespeitando a proporção; pois se fosse seguida a proporcionalidade determinada no edital, bem como a ordem da lista classificatória, os autores teriam direito de participar na segunda turma.

O Estado apresentou defesa alegando improcedência do pedido, vez que algumas candidatas impetraram Mandado de Segurança junto ao Tribunal de Justiça, tendo esse entendido pela desconsideração das porcentagens na hora do preenchimento das vagas, e se posicionado pelo uso do critério da igualdade, o que serviu de arrimo para a convocação da candidata para integrar a 1ª turma, por ter ela tido notas maiores do que os candidatos subsequentes na ordem da lista.

O magistrado já havia tratado desse assunto em sentença anterior, a qual, inclusive, transitou em julgado e precisou ser reexaminada em face da necessidade de convocação de outras pessoas interessadas nesta mesma ação. “ Em que pese o novo julgamento do caso, após a decisão da Ação Rescisória, o entendimento deste juízo continua inalterado frente aos fatos e argumentos esposados durante o transcorrer processual”, disse o juiz.

Ainda segundo ele, em se tratando de atividades que comportem o esforço físico como um dos seus objetos, a prevalência do sexo masculino na atuação se dá pelas diferenças naturais entre homens e mulheres. E que as atividades típicas militares são, na maioria, exercidas por homens em virtude de certas aptidões físicas, o que afasta, sob tal ótica, a invocação do princípio da igualdade, justamente pelo fato de se tratar de situações desiguais, tratadas desigualmente, para se alcançar o equilíbrio.

“Não há, portanto, ato discriminatório em se destinar a maioria das vagas a candidatos do sexo masculino, tanto que os fundamentos lançados em ação mandamental suscitados pelos réus, foram denegados em decisões proferidas, inclusive, no Tribunal de Justiça”, destacou Geraldo Antônio da Mota.

enviar comentário
Publicidade