Publicidade

Morre o vereador Paulão de Parnamirim

Vítima de parada cardíaca, morreu na noite desta terça-feira, o vereador Paulo Barbosa (PSB), o mais votado nas eleições de Parnamirim em 2008. Paulão, como era mais conhecido por causa de seus quase 2 metros de altura, estava no quarto mandato.

À tarde participou normalmente da sessão da Câmara Municipal. “Depois que os trabalhos foram encerrados, ele brincou com os amigos, como sempre fazia. Não apresentava sintomas de que estivesse sentido alguma coisa”, disse um amigo do vereador.

Paulão tinha 61 anos de idade e sofria de diabetes, doença que algumas vezes o levou ao hospital. Fumante há muitos anos, ignorou as recomendações médicas para que suspendesse o cigarro.

Ele passou mal quando já estava em casa. Desmaiou e foi imediatamente levado por familiares para o Hospital Regional Deoclécio Marques, o mais próximo de sua residência.

Ao ser informado da morte do vereador, o prefeito Maurício Marques mandou cancelar toda a agenda prevista para esta quarta-feira, inclusive o início da entrega dos kits escolares no Centro Infantil Romana Santiago. Eleito pelo PSB, Paulo Barbosa assumiu uma postura de independência na Câmara Municipal. No final de fevereiro passou a integrar a base aliada do prefeito.

Até as 22 horas, a família não havia informado o local do sepultamento. O velório deverá ser na Câmara Municipal. A vaga dele na Câmara será ocupada pelo suplente Ricardo Gurgel.

Fonte: Tribuna do Norte

Comentário (1) enviar comentário
  1. ANDREIA CRISTYANE disse:

    Uma perda para a cidade de Parnamirim/RN

Publicidade

Reviravolta no caso do Precatórios do TJ: Advogado Felipe Cortez deixa o caso

Foto Fabio Araújo - A polícia saiu da casa do Casal Carla Ubarana e George Leal em Petropólis depois da meia-noite

A servidora pública Carla Ubarana, suspeita de ser a mentora no esquema de fraude no pagamento de precatórios do Tribunal de Justiça, e o marido George Leal, acusado de ser o principal beneficiário (depois dela) passaram o dia fora das grades.

O casal se encontra, ou pelo menos deveria, estar preso sob força de mandado judicial no Complexo Penal João Chaves. Ela no Presídio Feminino e ele no Presídio Provisório Dr. Raimundo Nonato Fernandes.

Segundo apurado pelo blog,  eles saíram discretamente com a autorização do juiz para irem até o Ministério Público para dar novos depoimentos, que duraram o dia todo.

Durante a apuração, o blog descobriu que o advogado Felipe Cortez também deixou o caso. O motivo da saída teria sido a articulação do Ministério Público junto aos acusados para os novos depoimentos, simplesmente Carla Ubarana e George Leal não teriam informado ao advogado.

 

Comentário (1) enviar comentário
  1. José Cabral disse:

    BELA PEÇA DE TEATRO!

Publicidade

Prefeitura de Campina Grande patrocina Treze e Campinense com R$ 500 mil

O Prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo assinará nesta quinta e sexta, dias 22 e 23, respectivamente, os contratos de patrocínio da Prefeitura de Campina Grande com os dois clubes de futebol profissional da cidade, Campinense e Treze. As solenidades, este ano, não serão realizadas no Gabinete do Prefeito, como tradicionalmente vinha ocorrendo nos anos anteriores, e sim nos locais de treinamento dos dois clubes.

A Primeira solenidade está marcada para as 11h da quinta-feira, dia 22, no Centro de Treinamentos do Campinense Clube, no bairro da Bela Vista. Na oportunidade, estarão presentes o Prefeito Veneziano, o Secretário de Desenvolvimento Econômico Gilson Lira, o Secretário de Juventude, Esporte e Lazer, Metuselá Agra e o Presidente do Campinense, William Simões, além de torcedores a Raposa.

Na sexta-feira, dia 23, será a vez da assinatura do contrato com o Treze, às 15h, no Estádio Presidente Vargas, com a presença do Prefeito Veneziano, do Secretário Gilson Lira, do Secretário Metuselá Agra e do Presidente do time alvinegro, Fábio Azevedo, na presença da torcida alvinegra.

Mais de meio milhão – Os termos dos contratos prevêem, novamente, a participação do apoio da PMCG com R$ 30 mil mensais para cada clube, durante nove meses, totalizando R$ 540 mil investidos no futebol profissional da cidade em 2012, com recursos próprios, a partir da divulgação da logomarca da PMCG nas camisas e em material de divulgação dos clubes. Além disso, há termos dos contatos que prevêem a adoção de política de incentivo à prática de esportes para jovens carentes.

“Desde 2008, de forma pioneira, a Prefeitura de Campina Grande patrocina os clubes da cidade, por entender ser importante a participação do Poder Público Municipal, fomentando o esporte e incentivando ainda mais o nosso futebol local”, declarou o Prefeito Veneziano.

Ele lembrou que, além do apoio a Treze e a Campinense, a PMCG tem investido muito no esporte amador, com a construção de grandes obras, a exemplo da Vila Olímpica Plínio Lemos e de ginásios poliesportivos, como os da Liberdade e Presidente Médici. “Como forma de dinamizar ainda mais as nossas ações em prol do Esporte, criamos, recentemente, a Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer – Sejel, destinada a contribuir mais ainda para o progresso do esporte na cidade.

Codecom / PMCG / Agora Sports

enviar comentário
Publicidade

Médico Onofre Jr prestou depoimento hoje

O médico Onofre Lopes Júnior, que matou o assaltante Julianderson Marcelo da Silva Pereira, 30 anos, na quinta-feira (15), apresentou-se na 5º DP nesta terça-feira (20). O médico, que havia apresentado atestado médico para não se apresentar ao delegado Ulisses de Souza ontem (19), prestou esclarecimentos junto com a mulher e foi liberado em seguida. Ainda não há definição sobre novos depoimentos.

De acordo com fonte da Tribuna do Norte, a versão do médico foi de que ele e sua mulher foram abordados enquanto os dois estavam dentro do carro, em frente a uma farmácia, no bairro de Lagoa Nova. Onofre Júnior teria dito que o bandido bateu com a arma no vidro do lado do motorista, onde estava a mulher, ordenando que ela descesse do veículo. Alterado e gritando palavrões, o bandido teria puxado a mulher pelo braço e derrubado no chão. Onofre Júnior, que estava no banco do passageiro, ficou lado a lado com o criminoso. O bandido teria chamado-o de velho e encostado a arma na cintura do médico, ordenando que ele também deixasse o veículo. O médico desceu lentamente e, após fechar a porta, começou a atirar contra o bandido.

A primeira bala atravessou o vidro do carro, atingindo o criminoso, que conseguiu descer do veículo. Onofre Júnior, que disse que estava mais preocupado em defender a mulher, continuou atirando temendo que o bandido revidasse. O criminoso foi alvejado mais sete vezes, morrendo no asfalto, em frente à farmácia.

Antes de observar que o bandido realmente havia morrido, o médico, ainda de acordo com a versão que teria dado à polícia, disse que entrou na farmácia para acompanhar a mulher e observar como ela estava. A gerente da farmácia, com medo da situação, fechou a porta e alguma pessoa que o médico não soube informar chamou um táxi para levá-los do loca. Onofre Júnior teria dito que queria ficar no local por ter agido em legítima defesa, mas foi convencido a deixar a farmácia porque ele e a mulher estavam demonstrando muito nervosismo.

Depois de ouvir a versão, o delegado Ulisses de Souza liberou o médico. A assessoria de imprensa da Degepol informou que não foi cogitada a hipótese de deter o médico quando ele se apresentasse porque ele tem endereço fixo e não ter antecedentes criminais.

A Polícia Civil ainda vai ouvir outras pessoas sobre o caso, mas não informou quem poderá depor nem quando novas testemunhas serão ouvidas.

Fonte: Tribuna do Norte

Comentários (2) enviar comentário
  1. Fernando disse:

    Bruno, vejo que o médico agiu em legítima defesa. Acredito que a sua reação foi adequada a ação do bandido. Logicamente que nestas situações não se sabe o que passa pela cabeça do bandido e o que se faz, em uma fração de segundos, tentando proteger a sua vida e a vida de alguém que está em perigo, é legítima defesa.

  2. Baiaimoveis disse:

    sofremos assalto ontem, mas é difícil avaliar de quem é a pior desgraça, se do bandido que foi morto, ou do médico que do nada, se tornou um assassínio.

Publicidade

Base aliada decide votar Lei da Copa sem liberação expressa de álcool

Líderes de partidos da base aliada entraram em acordo nesta terça-feira (20) para votar a versão da Lei Geral da Copa que não contém liberação expressa de bebidas alcoólicas nos jogos do Mundial de 2014. A previsão da presidência da Câmara é votar o texto em plenário nesta semana.

Segundo o líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), será suprimido do texto do relator, deputado Vicente Cândido (PT-SP), artigo que libera expressamente a venda de bebidas alcóolicas nos estádios.

O texto defendido pelos deputados da base é o original enviado pelo Executivo ao Congresso, que não libera e nem proíbe a venda de bebida, somente exclui artigo do Estatudo do Torcedor que veda o porte de álcool nos estádios. Assim, a Federação Internacional de Futebol (Fifa) teria que negociar com os 12 estados que sediarão jogos a comercialização de bebidas.

“Vai prevalecer o texto original e vamos retirar com uma emenda o artigo do relator que libera as bebidas. Segundo o governo, isso já preserva o acordo com a Fifa”, disse Henrique Eduardo Alves após reunião dos líderes da base no gabinete da liderança do governo na Câmara.

(mais…)

enviar comentário
Publicidade

Ovos de Páscoa estão mais caros este ano em Natal

O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal) divulgou hoje a primeira pesquisa de ovos de chocolate para a
Páscoa, constatando aumento médio de 7,08% para os ovos e de 4,60% para as caixas de bombons em relação ao mesmo período de 2011.

A pesquisa foi realizada nos dias 14 e 15 de março de 2012 (quarta e quinta-feira) junto a vinte (20) estabelecimentos comerciais – supermercados, hipermercados, lojasdepartamento e lojas especializadas – com o objetivo de orientar os consumidores em suas compras neste período, e também, para verificar eventuais diferenças de preços entre os estabelecimentos.

Na próxima semana o Procon Natal vai divulgar mais uma pesquisa. Uma terceira pesquisa ainda está programada como forma de acompanhar a tendência do mercado nestas semanas que antecedem a Páscoa.

Maiores aumentos

O órgão de defesa do consumidor  pesquisou cinquenta e três (55) tipos de ovos das marcas Garoto, Lacta e Nestlé e seis (6) tipos de caixas de bombons das marcas Lacta, Garoto, Nestlé e Arcor, em vinte (20) estabelecimentos, sendo três lojas do Nordestão, duas do  hipermercado Bompreço, duas lojas do Carrefour, duas lojas do Extra, supermercados Servebem, Comprebem e DaTerra, quatro Lojas Americanas, quatro lojas Docelândia. O maior aumento foi sentido nos ovos da marca Lacta com 12,31% de aumento médio, seguido por Nestlé com 5,54% e Garoto (3,24%).

Os maiores aumentos foram observados nos ovos da marca Lacta, como: nº. 21, 455g – BIS (subiu 22,2%), seguido pelo ovo Lacta nº. 20, 350g – Sonho de Valsa com trufas (+21,4%), ovo Lacta nº. 15, 170g – Ben 10 (+15,4%), ovo Lacta nº. 15, 170g – Barbie +15,3%), ovo Lacta nº. 29, 350g – Sonho de Valsa (+13,2%) e ovo Lacta nº. 20, 375g – Ouro Branco (+12,9%). Além desses, destaque para o aumento de 15,1% no ovo Nestlé nº. 15, 240g – Classic, e para a caixa de bombons Garoto Mix, de 292g (subiu 10,2%).

Quedas nos preços

Por outro lado, apenas cinco produtos apresentaram redução de preço: ovo Nestlé nº. 9, 50g – Classic ao leite (redução de 18,4%), ovo Garoto nº.15, 135g – Smilinguido (-7,0%), caixa de bombons Arcor de 200g (-3,1%), caixa de bombons Lacta de 193g (-2,0%) e ovo Garoto nº. 22, 600g – Mundy Collection (-1,6%).

enviar comentário
Publicidade

Caso Andreia: Depoimentos dos réus estão agendados para amanhã

O primeiro dia de depoimentos no Tribunal do Júri do sargento da FAB André Thies e os pais, Amilton e Mariana Thies, trouxe de volta à tona o caso da morte da dona de casa Andreia Rodrigues, ex-companheira de Andrei, assassinada em 2007. Nos depoimentos desta terça-feira (20), a acusação tentou mostrar aos jurados que os três réus são culpados e tiveram participação no homicídio e ocultação de cadáver a vítima, enquanto a defesa tentou desqualificar a versão apresentada pela Polícia Civil e pelo MP, assim como também tentou mostrar que o perfil de Andrei não é de um assassino e o crime ocorreu por impulso.

O delegado Raimundo Rolim, que foi o primeiro a depor, demonstrou firmeza ao garantir que todos os três planejaram e executaram o crime. O delegado afirmou que Amilton Thies não tinha “vontade própria” e acatou o plano de Mariana Thies, mulher do réu e apontada por Rolim como “homem da casa”, para executar o homicídio. Ela, de acordo com o delegado, também agrediu a filha do primeiro casamento de Andreia. De acordo com o delegado, Andrei Thies, a quem cumprimentou discretamente ao chegar ao júri, demonstrou frieza e, em todos os depoimentos, pensava antes de falar, chegando a inventar diversas versões para o crime.

Raimundo Rolim também foi o autor de uma frase que emocionou a irmã de Andreia Rodrigues, Priscila. Para o delegado, as duas filhas de Andreia estão sendo bem cuidadas pela tia, a quem chamou de “boa mãe” e “mulher dedicada. Além dele, também prestaram depoimentos dois policiais civis que participaram das ações, relatando como encontraram o corpo e as reações dos réus, inclusive, citando contradições os depoimentos e o teor de inteceptações telefônicas autorizadas pela Justiça em que Andrei e Amilton combinavam versão para o fato de encontrarem o corpo na casa alugada por eles. Porém, a defesa também rebateu acusações.

(mais…)

enviar comentário
Publicidade

Fora da disputa pela Prefeitura, Felipe Maia não quer o nome nem em pesquisas

Em carta enviada ontem (19) ao presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do RN (SINDUSCON), Arnaldo Gaspar Jr., o deputado federal Felipe Maia (DEM) solicita a exclusão do seu nome das próximas pesquisas de intenção de voto à Prefeitura de Natal, feitas pela Consult para o Sinduscon.

O deputado federal do DEM justifica o seu pedido informando que não é candidato a prefeito de Natal ou a qualquer outro cargo em 2012

“Quanto ao pleito deste ano em Natal, informo que seguirei a orientação futura do meu partido, já que ainda não há posição oficial, homologada em convenção, sobre o tema”, afirma na carta Felipe Maia.

Finaliza agradecendo aos eleitores pela lembrança do seu nome nas pesquisas e diz que deseja continuar honrando o mandato de deputado federal que parcela expressiva dos potiguares lhe confiou.

A próxima pesquisa Sinduscon/Consult será divulgada no próximo dia 05 de abril na sede do Sindicato.

enviar comentário
Publicidade

Está na dúvida se compra ovos de Páscoa ou cerveja? Confira uma boa opção

A Skol entrou de cabeça no período de Páscoa e resolveu juntar duas paixões dos brasileiros – cerveja e chocolate – em um único produto. Desenvolvido em parceria com a chocolateria Folie, o “Redondinho”, como foi chamado o ovo de Páscoa da marca, é feito de chocolate trufado e tem Skol em seu recheio.

“Criamos um ovo feito com cerveja para presentear nossos fãs mais engajados e também daremos a oportunidade para aqueles que são apaixonados pela marca comprarem a novidade”, afirma Pedro de Sá Earp, diretor de marketing de Skol.

A fan page da cerveja no Facebook será a principal plataforma para comunicar o projeto, desenvolvido pela F/Nazca.

A marca irá presentear aqueles que mais interagem com a Skol na web e também fará uma ação em que os fãs que se marcarem nas fotos postadas do ovo Skol no Facebook receberão o kit em casa.

O ovo estará à venda a partir de 27 de março. Haverá também um mini-engradado, com 6 unidades.

Fonte: Exame

enviar comentário
Publicidade

Caso Andreia: Promotora espera que toda família Thies seja condenada por homicídio

A promotora Ana Márcia Machado ficou responsável por comandar a acusação contra os três integrantes da família Thies, acusados de assassinarem a dona de casa Andreia Rosângela Rodrigues. O crime ocorreu em 2007 e está sendo julgado nesta terça-feira (20). Para a representante do Ministério Público, não resta dúvidas de que Andrei e os pais mataram e ocultaram o cadáver da dona de casa.

“Estamos aqui para mostrar tudo o que existe no processo e demonstrar, através de provas e argumentos as condições do assassinato e, inclusive, mostrar que a dona Mariana [mãe do sargento Andrei Thies] foi a mentora intelectual do crime”, destacou Ana Márcia Machado.

Durante o julgamento de hoje, realizado no Fórum Tabelião Otávio Gomes Castro, a mãe do sargento chegou a se sentir mal e teve que ser atendida por uma equipe médica. Ela apresentou uma alteração na pressão e passou cerca de 20 minutos fora do plenário.

A irmã de Andreia Rosângela Rodrigues, a também gaúcha Priscila Rodrigues, veio do Rio Grande do Sul e estava no Fórum Tabelião Otávio Gomes de Castro. Logo que entrou no plenário, ela foi orientada a ficar sentada distante dos acusados e não esboçar nenhum tipo de reação.

Para o advogado de defesa da família Thies, Álvaro Filgueira, não houve participação dos pais no homicídio. Questionado sobre uma das versões apresentadas durante a investigação da Polícia Civil, em que Amilton confessou ter matado Andreia Rosângela, o advogado explicou: “Ele fez isso logo em que o corpo da vitima foi encontrado, em uma atitude de pai querendo proteger o filho. Qualquer pessoa faria isso”.

Na época do crime, a polícia chegou a apreender uma faca que teria sido usada para ferir e matar Andreia Rosângela e que o golpe teria sido desferido por Amilton. “Isso ficou constatado nas perícias que não era verdade. Tanto é que solicitamos a convocação dos peritos do Instituto Técnico-Cientifico de Polícia para que eles sejam ouvidos como testemunhas da defesa, pois eles vão mostrar que não houve a facada”, comenta.

Fonte: PortalBO

enviar comentário
Publicidade

Redução de empregos no RN preocupa parlamentar

Com base nos dados divulgados esta semana pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), órgão vinculado ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a deputada Márcia Maia (PSB) discutiu a queda da empregabilidade formal no RN. Segundo a pesquisa, o Estado teve o maior déficit de empregos dos últimos três anos para o mês de fevereiro: houve 2.212 demissões a mais do que o número de contratações.

“A previsão é extremamente negativa; o setor têxtil, por exemplo, preocupa, pois a Coteminas, que emprega 550 trabalhadores, já anunciou demissões para que sua fábrica dê lugar a um complexo imobiliário”, alerta a deputada que ainda relatou a precariedade do andamento de programas essenciais como o do leite e a falência de órgãos de fomento como a Emater, relacionada à agricultura.

Em aparte, o deputado Gustavo Carvalho (PSB) acrescentou ao debate a freada no desenvolvimento do setor de Turismo. “O período de alta estação foi fraco, houve uma queda de 30% na ocupação de hotéis em Natal, o que é bastante ruim para uma cidade que tem uma forte atividade turística”, disse o parlamentar.

enviar comentário
Publicidade
Publicidade